Série: True Blood



Como a pessoa viciada e alucinada por series desse blog (não que as outras meninas sejam menos) venho aqui para morrer um pouco a respeito de True Blood.


A serie estreou em 2008 e é baseada na serie Vampiros do Sul de Charlaine Harris e conta a história de Sookie Stackhouse, uma garçonete que vive na cidade de Bom Temps, na Louisiana, com sua avó Adele e seu irmão Jason. Logo após os vampiros “saírem dos caixões” e deixarem o mundo saber de sua existência devia ao True Blood – um tipo de sangue sintético que permite que eles possam viver pacificamente com os humanos – acaba se apaixonando por um vampiro centenário, veterano da guerra civil, e entrando de cabeça no mundo sobrenatural.

Agora, atenção: o texto abaixo contem spoilers, se você não viu a season finale, não leia.

Acho que pra começar é preciso dizer o quanto eu fiquei decepcionada com essa temporada. A 5ª temporada foi de longe a pior – e eu achei que nada poderia ser pior que a 4ª. Ela abusou das várias histórias: lobisomens, metamórfos, fadas, autoridade vampírica, crise “familiar”; e não fim das contas, não interligou todas elas e explicou menos ainda.

Pra começar, achei completamente dispensável a história dos lobisomens. Não vi uma razão para toda aquela briga pela matilha, a não ser pra colocar algumas cenas de sexo na tela. Eles poderiam ter transformado os lobisomens em algo maior nessa temporada, mas simplesmente ignoraram, deram uma história mixuruca e esperaram que a gente engolisse isso.

Então temos a história dos metamórfos, que nos introduz a mais uma grupo de ódio (o que me fez sentir saudade da Sociedade do Sol, que era divertida e criava uma atmosfera mais “seria assim se isso realmente acontecesse”) comandados pelo “Dragão” que não deu nenhuma explicação plausível para os atentados (diferente do livro que, de acordo com os spoilers que eu andei caçando por ai, porque né.. Fangirl). Foi a única história com um fechamento e tão decepcionante que doeu no âmago, pra mim ficou parecendo que eles só estavam querendo ganhar tempo.

E ai vem as fadas, que só apareceram pra falar para a Sookie que ela é do Warlow e que os pais dela foram assassinados por vampiros e não mortos na enchente.. E, ah, claro, para fazer parte de um dos partos mais engraçados da minha vida e deixar quatro semi-fadas com o Andy pra criar. Aliás, quem não morreu de rir com o romper da “bolsa de luz” da Murella? Eu me estraguei de rir.

Ah, as questões familiares agora. Então, depois de pensar que tinha perdido a Tara pra sempre (e eu já tinha comemorado muito isso) a Sookie e o Lafa decidem que fazer a Pam transformar ela em vampira é a melhor solução. Momento “what the fuck” na minha mente. Serio, Pam não poderia procriar, Pam é diva e deveria viver só com o Eric. Tara como cria é um saco e como vampira é pior do que foi como humana. Eu hein!

Mas a história que eu realmente estava ansiosa pra ver era sobre a Autoridade e.. Que bela porcaria aquilo acabou virando né? Aquele monte de chanceler tentando conciliar o mundo humano com o vampiro, só pra no final revelar uma rebelião para viver de acordo com a Bíblia Vampírica? Serio, foi essa viagem mesmo?

Confesso que eu amei a Nora, adoro a dinâmica entre ela e o Eric e quero muito que ele esfregue a Nora na cara da Sookie, porque a loirinha é muito burra e chata. Por mim ela poderia ter abraçado e o Bill e morrido junto com ele, de preferência por mais do que os três segundos que ele morreu.

Essa temporada perdeu 8 episódios com histórias meia boca e porcaria, que falaram muito e não contaram nada, e ai nos dois últimos episódios nos deram algo realmente bom. Eu simplesmente amei como o Russel morreu, embora eu realmente esperasse que as fadas tivessem algum tipo de poder maior, elas não fizeram nem cócegas no Russel, porém eu amei o Eric finalmente tendo sua vingança. Matou mamãe e papai viking, morreu!

O Bill finalmente enlouquecendo e bebendo o sangue e matando todos aqueles vampiros tão mais velhos que ele, fez o meu dia. Serio, agora que ele virou a Billith, eu realmente espero que ele seja um vilão. No inicio da temporada, aquele bromance entre Eric e Bill abriu portas para uma sexta temporada bastante intensa, emocionalmente. O olhar do Eric quando o Bill derrete e morre, e o fato dele ter voltado para buscar o Bill, mostram que ele estava começando a estender seu leque de pessoas amadas para além da Nora, Pam e Sookie, e eu acho que isso pode trazer um drama todo especial a respeito da caçada (ou fuga) de Bill.

E, por último, mas não menos importante, o coração partido de Jess e a pegação entre Tara e Pam. Eu fiquei no maior “what the fuck 2” quando vi o beijo da Pam e Tara. Não faz sentido, não tem porque e eu odiei. Que coisa mais sem graça, a Pam é tão melhor amando só o Eric e eu realmente tinha esperanças de ver a Tara morrer, já deu pra ela e pra todo esse drama. Quando ela era humana era bem divertida, mas depois do Franklin (que, aliás, eu amava!) ela ficou insuportável em todo aquele ódio por vampiros, e depois morrendo pela Sookie e ai se transformando e odiando o Lafa e a Sookie por isso... Odiei mesmo!

E o que foi o Jason partindo o coração da Jess falando que não podia amar uma vampira? Seriously Jason? Lembra da segunda temporada quando você entrou pra Sociedade do Sol e depois percebeu que os vampiros não eram todos iguais? O que aconteceu com você? Por favor hein, coloque suas porcarias no lugar e peça perdão pra Jess, antes que eu entre nessa serie e te bata muito forte!

Em um resumo total, a quinta temporada foi completamente dispensável com as milhares de histórias pequenas que não se desenvolveram, histórias sem sentido ou motivo e plots principais deixados em segundo plano. No final do último episódio ainda, podemos tentar levantar o que vai vir na sexta temporada. Vamos ver se eu adivinho os plot’s (porque é impossível que volte a se centrar em uma coisa só, certo?) do ano que vem?

Well, Sookie está sendo perseguida por um vampiro muito antigo e perigoso que acha que ela o pertence e isso, no final, vai acabar envolvendo o Eric e a Nora, porque ela sabe quem o Warlow é, aparentemente. Billith está louco e irá tentar continuar com o movimento sanguinista, lobisomens e metamórfos terão uma história de merda em segundo plano (graças, porque eu não gosto muito de nenhum deles) e Jason odeia vampiros e vai fazer de tudo para tentar tirar a Sookie de perto deles e eliminar a raça da terra.

Mais alguém com a sensação que já viu essa história antes? É, bem por ai.






Share this:

, , ,

COMENTÁRIOS

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!