Top #10 - Filmes Esperados


Sabe quando você tá cheia de coisa para fazer, mas ignora tudo isso e até ver uma mosca voando é mais interessante? Se não, finge que sabe. Eu sou muito adepta do "vamos escrever duas linhas e se divertir por duas horas na internet" e, hoje, eu fui para o youtube. Não sou muito fã dele, para ser sincera, nunca sei o que fazer por lá, mas entrei só para ver um trailer. Que me levou a outro, e outro, e mais um, e no fim de tudo eu acabei fazendo uma listinha com os 10 filmes que mais chamaram a minha intenção e me empolgaram muito! E como eu não consigo achar algo legal e não dividir, aqui está a pequena lista!



#1. The Spetacular Now


Direção: James Ponsoldt
Gênero: Romance/Comédia
Sinopse:  Sutter Keely (Miles Teller) leva uma vida despreocupada. Ele nunca terminou os estudos, adora festas e álcool, e troca frequentemente de namorada. Quando é rejeitado por uma de suas pretendentes, ele se embebeda e acorda em um gramado ao lado de Aimee Finicky (Shailene Woodley). Nasce uma relação improvável entre esta garota solitária, fã de ficção científica, e o homem que vive apenas no tempo presente.

Eu não sei se já comentei aqui, mas desde Os Descendentes que a Shailene vem chamando minha atenção, e depois das primeiras imagens e vídeos de Divergente acho que eu me apaixonei por ela. HAHAHAHA Quando ouvi falar desse filme não dei muita bola, para ser sincera, o nome não chamou minha atenção realmente. Mas ai eu vi o trailer despertou uma vontade de ver filmes fofos e choráveis! 
Ele não tem nada que você fale "wow, isso é foda", mas me deixou com uma sensação boa e um sorriso no rosto. Me deixem ver ele logo! HAHAHAH
Ele é baseado no livro homônimo de Tim Tharp. Eu ainda não li, mas se for bom, realmente vou procurar por ele. Aliás, o filme deixou um Q de sicklit, algo que eu estou gostando muito ultimamente.
Assistam o trailer aqui.

#2. How I Live Now


Direção: Kevin Macdonald

Gênero: Drama/Aventura
Sinopse:  Daisy (Saoirse Ronan) é uma garota americana, que visita o interior da Inglaterra com a sua família, durante o período de férias. Mas quando a guerra eclode, ela deve se esconder e aprender a sobreviver sozinha.

Outro baseado em um livro, de mesmo nome, da autora Meg Rosoff. Pelo trailer já deu para perceber o ar distópico da história e, me digam, como a gente resiste a um bom romance distópico? Eu que não! Felizes para sempre não me ganham mais.
A história se passa durante o estopim da Terceira Guerra Mundial em pleno século XXI e não dá para resistir a muita coisa com a Saoirse. Acho que o amor que a Denise sente por ela tá passando pra mim! HAHAHAHA Eu estou, sinceramente, cogitando a ideia de caçar esse livro para poder ler, já que a vibe distópica é algo que realmente me interessa e eu li ainda tão pouco.
O Trailer você pode ver e morrer comigo por aqui.

#3. The Way, Way Back


Direção: Nat Faxon e Jim Rash
Gênero: Comédia Dramática
Sinopse: O verão reserva grandes mudanças à vida de um adolescente, que afronta seu agressivo avô, aproxima-se novamente de sua mãe e cria uma grande amizade com o diretor de um parque aquático. 

Eu persigo atores que eu gosto, me julguem! E aqui temos a fofa da Annasophia Robb, o engraçadíssimo Steve Carell e a mais que talentosa Toni Colletti (quem não riu e chorou com ela em United States of Tara? Sem contar que, Em Seu Lugar, é um dos meus filmes preferidos dela).
A história também me pareceu leve, divertida e emotiva, bem do tipo que eu gosto para ver em um domingo a tarde cheio de preguiça. Sem contar que é sempre divertido ver adultos agindo sem qualquer noção, por isso gosto tanto do Steve e da Toni!
Para ver o trailer, só ir no link aqui.

#4. The Lifeguard


 Direção: Liz W. Garcia
Gênero: Comédia DRamática
Sinopse: Descontente com o seu trabalho de repórter, Leigh (Kristen Bell) decide abandonar a rotina em Nova York e voltar à casa dos seus pais, em Connecticut. Os pais não vêem o retorno da filha com bons olhos, mas logo Leigh consegue um pequeno emprego como salva-vidas em uma piscina local. Quando as coisas parecem estáveis, ela se apaixona por um adolescente problemático, muito mais novo do que ela.

Vai ser difícil encontra algo que não tenha um grande leve toque de drama, já que é o meu gênero preferido e eu adoro me acabar de chorar com um realmente bom. Particularmente, não gosto muito da Kristen Bell. Não sei nem explicar, mas ela nunca me desceu de verdade, desde Veronica Mars. Então eu não sei dizer se é o fato de eu estar me sentindo meio perdida na vida que chamou minha atenção para o filme, ou se ele só promete um bom drama com uma boa dose de comédia para balancear as lágrimas.
Ele parece um pouco normal, para ser bem sincera, não promete nada grande, mas quem não curte um filme só para suspirar, chorar e rir? 
Veja o trailer aqui.

#5. Romeo and Juliette


 Direção: Carlo Carlei
Gênero: Romance/Drama
Sinopse: Versão moderna do clássico de William Shakespeare, no qual dois adolescentes de famílias rivais (Hailee Steinfeld e Douglas Booth) apaixonam-se perdidamente.

Pra quê melhor filme para se acabar de chorar do que o clássico de Shakespeare? Tem uns dois anos que eu encontrei notícias sobre esse projeto e, desde então, venho acompanhando os sites sobre o assunto a procura de qualquer coisa sobre. Depois de um ano e meio sem qualquer notícia, esse ano surgiram fotos da produção no tumblr e eu enlouqueci, logo depois veio o trailer e, aqui no blog, todo mundo morreu por ele.
E também, não é para menos, com Douglas Booth e Hailee Seinfeld como os eternos amantes de Verona, eu não espero nada menos do que show de atuação e coisas lindas na telona do cinema! Os lencinho já estão estocados e estou me preparando psicologicamente para soluçar dentro do cinema.
Para morrer comigo (e com as meninas) pelo filme, assista o trailer aqui. confesso que vi três vezes mais antes de terminar esse post.

#6. Adore (Amor Sem Pecado)

 
Direção: Anne Fontaine
Gênero: Drama
Sinopse: Duas amigas, que se conhecem há décadas, acabam se apaixonando pelos filhos uma da outra. Ambas têm grandes problemas pela frente, já que os jovens homens são casados.

Como eu disse no #5, o que melhor do que Romeu e Julieta para chorar? Pois, meus amigos, lhes apresento Adore. Fui realmente na inocência assistir ao trailer e agora mal posso esperar por novembro, quando o filme estreia.
Se a história dos filhos de famílias rivais se apaixonando é dolorosamente linda, que tal duas amigas se apaixonando uma pelo filho da outra? Que tal a carga dramática da traição, o tabu e o preconceito? E é claro que o filme ainda conta que o meu fofíssimo Xavier Samuel. Aliás, se é polêmico, eu to dentro!  Se você curte uma polêmica/tabu bem explorado, clique aqui e veja o trailer.

#7. Stuck in Love / Writers / A Place for Me


Direção: Josh Boone
Gênero: Comédia Dramática
Sinopse: Esta comédia dramática apresenta um escritor de sucesso (Greg Kinnear) que se torna cada vez mais obcecado por sua ex-esposa (Jennifer Connelly), a ponto de criar problemas em sua nova família.

O que eu adoro é que o filme tem milhares de nomes e eu realmente não sei qual é o certo. HAHAHAH Encontrei mais referências com Stuck in Love, maaas. Em fim, se tem um escritor eu quero ver. Quero ver como retratam ele e a filosofia de vida dele. E tem a Lily Collins, minha Clary Fray <3 completamente="" e="" em="" ganhou="" i="" lerman="" logan="" me="" o="" que="">As Vantagens de Ser Invisível
.
De todos os trailers que vi hoje, não foi o melhor deles, mas quero dar uma chance pelos atores que gosto. E, por favor, É DRAMA. Sabe a quanto tempo eu estou sem ver um drama bom? A última vez foi As Vantagens de Ser Invisível, preciso chorar com um filme!
Para os interessados, aqui está o trailer

#8. About Time (Questão de Tempo)


Direção: Richard Curtis
Gênero: Drama / Comédia / Ficção-Científica
Sinopse:  Tim é um descendente de uma família de viajantes do tempo que usam o poder para ajudar o mundo. Ao descobrir o dom, o jovem, no entanto, passa a usá-lo em proveito próprio, como para conquistar um interesse amoroso. A direção é de Richard Curtis (Simplesmente Amor).

Filme com o ruivíssimo Domhnall Gleeson, quer mais? Viagem no tempo! Ficção científica não é comigo, não mesmo. E filmes com viagem no tempo tendem a me entediar e confundir (vide A Mulher do Viajante no Tempo), mas não foi essa a impressão que o filme me passou não. Para falar a verdade, eu sinto como se já tivesse visto algo assim (e não, ele não lembra tanto assim Outlander, a não ser a parte da viagem no tempo).
O filme também é protagonisado pela Rachel McAdams, que me tem desde Diário de Uma Paixão. Nem sempre eu estou no ritmo de assistir filmes que tragam reflexões, porque na maioria das vezes eu tenho vontade de filmes apenas para clarear a mente, mas esse traz aquela velha dica de sempre: tudo a seu tempo, a vida é algo que não podemos controlar completamente, nada será perfeito. E, por mais clichê que seja, eu gosto e estou ansiosa para encontrá-lo logo. 
ps: ninguém que tenha criado Nothing Hill pode criar algo ruim, certo? :P O trailer você vê aqui

#9. The Young and Prodigious Spivet


Direção: Jean-Pierre Jeunet
Gênero: Aventura
Sinopse:  Aos doze anos de idade, T.S. Spivet é um garoto superdotado, apaixonado por cartografia. Quando ele ganha um prêmio científico prestigioso, o garoto decide abandonar sua família em Montana para atravessar sozinho aos Estados Unidos, até chegar a Washington. O único problema é que o júri não sabe que o vencedor ainda é uma criança.

Precisa dar mais motivos do que o esse trailer aqui, que é amor e vida? Ok, então. Ele também é digirido pelo Jeunet, amor da minha vida por ter feito O Fabuloso Destino de Amélie Poulain. E ele é contado pelo ponto de vista de uma criança, por favor. O menino do Pijama Listrado me conquistou para esse gênero de narração e, pelo trailer, eu percebi aquela aura sonhadora, irreverente, inocente, ingênua... Aquele tipo de visão do mundo que só uma criança sabe ter.
É apaixonante e eu tenho certeza que vou adorá-lo! 

#10. El Sexo de los Ángeles (The Sex of the Angels)
 


Direção: Xavier Villaverde
Gênero: Comédia / Romance
Sinopse: Carla (Astrid Bergès-Frisbey) e Bruno (Llorenç González) se gostam e se desejam, compartilham suas vidas, sonhos e amigos. Tudo anda bem até conhecerem o misterioso Rai (Álvaro Cervantes), um jovem que faz street dance, e entra na vida dos dois. Sua chegada acaba por mudar as regras do relacionamento de Carla e Bruno, e modifica o que eles pensam de amor, infidelidade e sexo. Os três, guiados por suas emoções, aprendem a viver com toda a força e a intensidade da juventude, devorando cada momento.

Para início de conversa, é um filme da minha queridinha Astrid então, só por isso, já é um must watch meu. Mas ai o filme ainda conta essa história intensa sobre como nunca amamos as pessoas da mesma forma e sobre como cada pessoa te completa de uma maneira diferente, sobre as diversas formas de amar. Sobre fidelidade, lealdade a si mesmo e aos outros, sobre redescobrir sua sexualidade e rever os seus conceitos de vida. Nossa, é simplesmente o filme que eu mais quero ver!
Ele me conquistou com a proposta de um casa a 3 e com a maneira com que se propôs a explorar a história. Confesso que já assisti  algumas partes do filme, mas nunca completo porque, para a minha sorte, ele é em espanhol. E eu não encontro ele dublado em inglês ou português, muito menos com legendas! E eu sou um zerinho a esquerda com espanhol, por favor. EU PRECISO TANTO DESSE FILME. Estou sem lugar para procurar ele (não tem no netflix e não veio para as locadoras brasileiraas, pelo que vi). Se alguém tiver alguma sugestão de onde eu posso achá-lo, por favro! 
 Para quem se interessou, amem o trailer comigo! 

 

Share this:

, , , , , , , , , ,

COMENTÁRIOS

3 comentários:

  1. oiii, não conhecia nenhum desses filmes, mas Romeo e Juliete chamaram minha atenção.
    também faço isso as vezes, fico vendo trailer ou lendo sinopse de livros, e aumentando minha lista de desejos de filmes e livros, rs
    bjus
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa coisa de ficar vendo vídeos no youtube, lendo sinopses.. É perigosa para o bolso! HAHAHAH E estou bem feliz que minha espera por Romeo e Julieta logo acabará *--*

      Obrigada pelo comentário.

      xoxo,
      Bianca

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!