#SLN TOP 10: Personagens Nacionais Preferidos

Top 10 Personagens Nacionais Preferidos - Só Mais Um


Como parte da programação especial da Semana do Livro Nacional, nós fizemos um compilado de personagens preferidos da literatura nacional. De clássicos a contemporâneos, de romance chick lit até fantasia, clica em continue lendo e veja a nossa lista! (que não está organizada por ordem de preferência)

Mercedes (Divã) - Este é o nome da protagonista de Divã, resenha aqui, livro de Martha Medeiros e que foi adaptado para o cinema com Lília Cabral no papel da personagem. Mercedes é uma personagem muito forte e que vive uma fase de transição, mesmo que no início nem ela mesma saiba disso. Aprendemos junto com ela em suas visitas ao Dr. Lopes um pouco mais sobre ela e sobre nós mesmos. Mercedes é casada e mãe de família, mas poderia ser eu, poderia ser você.

Lúcia (Lucíola) - Lúcia para os íntimos, Lucíola para os clientes, Maria da Glória para aquelas que sabem a verdade. Lúcia é a personagem principal de um dos romances de José de Alencar, Lucíola. Quando o protagonista a conhece, é a cortesã mais famosa do Rio de Janeiro, mas antes disso foi filha e irmã e caiu na vida para salvar a família. Uma personagem que começa sendo vista de uma forma e vai se redimindo ao passar do livro, se permitindo perdoar e ser perdoada.

Ývela (A Profecia de Mídria) - ela é uma das guardiãs de Serafine, a protagonista do livro 1 da quadrilogia Os Mistérios de Warthia, que resenhamos aqui no blog. Ývi - para os intimos - é uma ondina, uma raça prima das sereias, que recebeu a missão de guardar Serafine, a esperança de Warthia. Ela é compreensiva, emotiva, uma eximia arqueira e confidente de Serafine. Em seus longos anos em terra, longe do Reino das Águas, Ývela entrou em contato com emoções humanas que não existem em seu reino e, apesar de ser mais velha do que suas feições aparentam, ela ainda é bastante jovem e inocente, com a mente confusa pelas emoções que não compreende totalmente.

Shamira (A Batalha do Apocalipse) - O livro de estréia de Eduardo Spohr nos brinda com Shamira, uma personagem forte e cativante. A feiticeira de En-Dor, como é conhecida, é de uma amizade e lealdade inigualável para com Ablon, o protagonista do livro. As passagens do livro em que a personagem aparecem são, sem sombra de dúvidas, as melhores de todas.

Heidy (Híbrida) - Hibrida é o primeiro livro da quadrilogia Neblina e Escuridão e deu um certo destaque a antagonista, Heidy. Uma mulher sensual, misteriosa e com sede de poder. Porém, ao longo das páginas podemos perceber partes que ela prefere esconder, sentimentos contraditórios, além da ajuda relutante que ela oferece a Milosh. O que eu mais gosto em Heidy é que ela foi privada de certas coisas durante a vida e, aparentemente, cresceu e decidiu que não mediria esforços para alcançar o que deseja. É preciso respeitar uma mulher de atitude como ela.

Sofia (Perdida): O marcante nas protagonistas da Carina Rissi é o humor, e Sofia é um bom exemplo disso. A garota independente tem pavor de casamento e nunca viveu qualquer romance marcante; na verdade, seus únicos romances aconteceram em livros que leu. Quando ela se vê misteriosamente transportada até o século 19, eis que sua vida vira uma bagunça. Sofia precisa lidar com a falta de modernidade, com a falta de informações (afinal, como ela foi parar ali?!) e com a súbita ligação que cria com Ian (pausa para suspiro). Será possível um amor ultrapassar as barreiras do tempo? O bom humor de Sofia e as situações em que se coloca fazem dela uma das protagonistas favoritas aqui do blog!

Denyel (Filhos do Éden) - Irônico, sarcástico, de personalidade muito forte, um anjo com a honra corrompida que, no primeiro livro da trilogia, tinha um que de Han Solo e qualquer outro personagem convencido e muito foda que você possa imaginar. É CLARO que ele seria um dos meus favoritos, não há dúvidas quanto a isso. Ao decorrer do livro, partes da personalidade meio bipolar dele aparecem, como o heroísmo e o bom senso. Ainda li pouco de Anjos da Morte, mas foi-me dito que o crescimento de Denyel é absurdo (há um foco muito maior na parte emocional do cara) e eu mal posso esperar para chegar nisso!

Príncipe Axel (Dragões de Éter) - Esse lutador fodão lindo maravilhoso príncipe da minha vida! Desde a primeira aparição dele, já em Caçadores de Bruxas, que meu coração caiu de amores. Axel é respeitável, mas não tão honrado e certinho quanto o irmão mais velho. Ele é um campeão, guerreiro, moço apaixonado muito fofo, é um lindo. Merece essa colocação aqui na lista.

Catarina (Uma Professora Muito Maluquinha) - Pode livro infantil? Pode sim! Conheci a professora Catarina quando eu tinha uns 10 anos, talvez. Era um livro tão pequeno e gostoso que li diversas vezes e a professorinha sempre cativou, com seus métodos pouco convencionais, com o carinho que nutria pelos alunos e pela personalidade divertida, encantadora. Não tem como não se apaixonar.

Alicia (Procura-se um Marido) - A mocinha do livro, a mesma que se mete em um monte de encrencas, tudo pra não perder a herança do avô (todo o legado que ele deixou para ela, na verdade). Alicia precisa encontrar um marido e cumprir o exigido pelo testamento, mas não significa que ela vá fazer isso com maestria. A menina é de uma atrapalhação toda. Quando enfim arranja um candidato perfeito, eis que acaba se apaixonando por ele. Ô situação!


Share this:

, , , , , , , , , ,

COMENTÁRIOS

6 comentários:

  1. Gente ameiiii os personagens, conheço três das suas indicações e amo todas elas, até a Heidy! haha. Adorei a descrição dela. Obrigada por lembrar de Híbrida *-* Beijo, Mari Scotti

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. COMO NÃO AMAR A HEIDY? Não vai fazer dela uma vilã louca e desvairada no final, Mari! Quero amar ela sempre HAHAHAHAHAHAH

      bjos,
      Bianca

      Excluir
  2. Olaaa!
    Adoro a Lucia de Luciola! Está entre os meus preferidos também! A Professora Maluquinha também é sensacional haha!
    Não conheço muito os outros, confesso que os nacionais li mais os clássicos do que os mais moderninhos, mas quero muito me atualizar. Esses tempos li La La Land e achei INCRIVEL! :) Está na lista dos meus nacionais preferidos!

    Um beeijo Lara.
    Blog Meus Mundos no Mundo | | Página Coração Furta-Cor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lara!
      Também li poucos nacionais, as meninas que leram muito mais HAHAHAHA Quero dar uma olhada em La La Land, viu. Já vi algumas coisas sobre ele e achei bem interessante. Parece leve e divertido.

      Obrigada pelo comentário!

      bjos,
      Bianca

      Excluir
  3. Nossa, adorei este top.... Parabéns!!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!