Up and Down #22

Melhores da Semana - Só Mais Um

E o Só Mais Um está de volta! Não, não é alucinação. O blog voltou mesmo e, nada melhor para começar a semana (e marcar o retorno das nossas atividades) do que listar o melhor e o pior da semana que passou!
O mês de junho trouxe um dos livros que eu mais esperava, além do retorno de algumas séries que são exibidas foram das temporadas oficiais. Por isso, clique em continue lendo e vamos a lista!



Melhor da Semana: Cidade do Fogo Celestial - Cassandra Clare

Cidade do Fogo Celestial lançou agora no dia 26 de junho pela editora Galera Record e fazia mais de um ano que eu estava morrendo pelo capítulo final de Os Instrumentos Mortais. Para quem é muito fã da saga (como eu) e que amou muito As Peças Infernais (como eu) aviso que deve ter MUITA cautela lendo esse livro. Ele pode, seriamente, machucar seu coração.

Ao mesmo tempo em que eu estou desesperada para saber o fim faz de conta que eu não sei os spoilers e quero ler muito rápido, eu não quero terminar. Não quero fechar o livro e ficar sem Izzy, Simon, Alec, Magnus, Jace e Clary e, mesmo que eu esteja super ansiosa por The Dark Artificies, eu não posso negar que existe um buraco no meu coração ao pensar no fim.

Eu não achei que CoHF pudesse ser melhor que Cidade das Almas Perdidas (sim, eu sou apaixonada por esse livro), mas eu já deveria ter aprendido que a Cassie sabe muito bem como terminar uma saga, vide Princesa Mecânica, que me deixou soluçando quando eu finalmente terminei. A emoção, a aventura, o romance, está tudo ali, recheados de momento "Tá zoando com a minha cara, né?" porque, convenhamos, é um livro da Cassandra.

Acabei de passar pelo capítulo 14 e vou ficar para sempre na dúvida eterna: ler muito rápido ou ler muito devagar? Talvez tenha que ser tipo arrancar um band-aid, né gente?

Melhor personagem da Semana: Malia Tate, Teen Wolf

Ok, ok. Mas Teen Wolf não é aquela série zoada da MTV? É, é sim. Ai você diz: e você assiste isso, Bianca? Sim, assisto e não consigo evitar. Um dia ainda faço um Guilty Pleasure sobre isso. Maaas, vamos concentrar na Malia, ok?

Malia Tate - Só Mais Um
Shelley Hennig como Malia Tate

Malia apareceu em Teen Wolf na última temporada, em cerca de 2 episódios. Depois da saída de alguns atores na temporada 3B, ela começou a aparecer como regular nessa quarta temporada e eu juro que não queria gostar muito dela - pura birra. 

Eu sempre acho os personagens de TW meio zoados, que nem a série (é algo que eu não sei explicar, de verdade). Quer dizer, uma série cheia de criaturas sobrenaturais, mas que, ainda assim, a coisa mais sobrenatural é que ninguém queira namorar Dylan O'Brien (Stiles) é de arrepiar. Mas ela tem um q de divertimento que eu só tinha achado no Stiles até agora.

Não que eu aprove o romance forçado que estão fazendo entre os dois (Stiles e Malia), mas eu realmente acredito no potencial da menina que passou muito tempo na pele de coiote e que ainda precisa aprender a lidar com os outros. Talvez eu tenha gostado dela, também, porque ela se afasta daquele ideal muito certinho dos personagens da série. Ninguém nunca faz nada de errado, sempre busca fazer a coisa certa, o que acaba distanciando eles um pouco do "humano" que tem tendencias egoístas (sim, estou olhando para você Scott), assim como a Malia tem esse senso de coletividade misturado ao "salve-se quem puder" dos coiotes.

Pior da Semana: Hemlock Grove

Agora, veja bem, não estou dizendo que a série é ruim, eu estou gostando bastante até. Mas a verdade é que eu já estou no sexto episódio da primeira temporada e ainda não entendi direito qual é a história dela!


Vamos recapitular o que eu sei até agora:

  • existem muitas mortes na cidade;
  • Peter é um lobisomem (ponto positivo, adorei a história dos ciganos que são lobisomens);
  • Mas nem todos da família dele são lobisomens (vide a Destiny e a mãe dele);
  • O Roman é tipo um vampiro que não sabe que é vampiro (?) e chamam ele de Upir;
  • A Shelley é uma espécie de zumbi recriado em laboratório (?).

Quer dizer, nem o que eu acho que sei, eu tenho certeza que sei. O roteiro é bem bolado, a química entre os atores ótima, o cenário também, assim como as particularidades da história. Mas é pedir demais uma linha de pensamento que seja completamente inteligível? Antes do final da temporada, de preferência?

Parece até meio estranho dizer que estou gostando de algo que eu não estou entendendo completamente e ainda colocar ele no meu pior da semana, mas hei, isso não chega nem aos pés da bizarrice que é essa série, então eu acho que pode.

Pior personagem da semana: Assail, A Irmandade da Adaga Negra - J. R. Ward

Se tem alguém que não sabe ainda, A Irmandade da Adaga Negra é um dos romances em série que eu mais gosto e até já resenhei Amante Sombrio e Amante Eterno aqui no blog e, agora, estou lendo (sim, eu leio vários livros ao mesmo tempo) Amante Finalmente, o décimo primeiro livro da série.

Vocês não sabem há quanto tempo eu espero para ler essa história. Tipo, desde Amante Consagrado (o sexto livro!) eu espero para poder ver o desenrolar do romance entre Qhuinn e Blay que são, sem sombra de dúvidas, dois dos personagens preferidos das leitoras da série. E ai é sério que a Ward vai desperdiçar o livro dos meus amorzinhos dando story line pra outros 500 personagens ao mesmo tempo? Sério que um desses 500 outros personagens é o Assail?

Eu já não tinha ido com a cara dele em Amante Meu, mas me mantive calma porque achei que ele seria só um figurante. Ai agora ela vem com essa de "hei, olha aqui, futuramente ele vai ter um livro". WTF? Eu pensei que isso era sobre os Irmãos e os guerreiros que lutavam com eles na Irmandade. NÃO SOBRE PERSONAGENS QUE CAEM DE PARAQUEDAS NO MEIO DA HISTÓRIA (já tô aturando a Payne, não preciso de mais).

Só leio os diálogos da parte dele, de tão chato que é. E essa relaçãozinha INSUPORTÁVEL com a Sola? Tipo, QUEM SE IMPORTA? E ele até pode vir a ter uma importância pra Irmandade, já que eu não li tudo, mas ninguém lá no complexo gosta dele! Odeio o fato dele estar empurrando personagens goela abaixo nos leitores, tipo ela faz com o Xcor hello, ele tento matar A PORRA DO REI QUE EU AMO, não quero gostar dele e nem vou e os Sombras. Ai agora vem com mais esse? Me poupe, Ward. Se ainda fosse um bom personagem eu poderia pensar no seu caso, MAS COM ESSA COISA ALI? CHATA? REPETITIVA? POBRE SUBSTITUTO DE REVERENDO? Jamais.

/desabafooff

O que esperar da próxima semana

Espero, do fundo da alma, colocar as coisas em dia. Terminar ao menos a primeira temporada de Hemlock Grove e poder começar Penny Dreadfull, além de finalizar a leitura de Cidade do Fogo Celestial e Quem é Você Alasca? que já está parada na minha estante desde a Black Friday do ano passado.

Também quero aproveitar o próximo final de semana para passar no sebo e vender alguns livros que tenho encalhados em casa graças ao TCC e ver se acho mais alguma relíquias por lá.

Mas me diz, o que vocês tiveram de melhor e pior na semana passada? E o que acharam da nova cara do blog?

Share this:

, , , , ,

COMENTÁRIOS

2 comentários:

  1. Adorei seu resumão.... ainda estou no 3° ou 4° livro da Instrumentos Mortais e já fiquei louca de curiosidade para ler o resto,a trilogia Peças Infernais eu ainda nem comecei,mas já tenho os 3,estou vendo que preciso urgente me atualizar na leitura dos livros da titia Cassandra....

    Quanto ao Assail,ainda não sei qual é a dele,eu amo a série,sou uma das moderadoras do Clã das Amantes da Adaga Negra no face,e amo quase tudo nela,e vou esperar os próximos livros para saber o que pensar sobre ele...

    bjssss

    Apaixonadas por Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Bia!

      Leia, leia e leia TMI. Os dois últimos são melhores, mas As Peças Infernais é melhor ainda!

      Quando ao Assail, eu amo muito IAN, mas desde o livro 9 tenho que decepcionado com a Ward. Achei que tudo ia mudar em The King, achei que ela fosse rever todos os irmãos, ai anunciou os Sombras e eu fiquei nada empolgada. Mas ainda estou morrendo por ler The King <3

      Obrigada pela visita!

      beijooos

      Excluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!