Coluna da Skeeter: Blogueiro pedinte.


Blogueiro pedinte é a pior coisa que pode existir para a literatura nacional.

Quer saber o motivo? Não é novidade para ninguém que os livros no país não são baratos, algo que ainda tende a piorar quando se trata de livros nacionais, considerados de maior risco pelas editoras. Maior risco, pois, diferente dos livros estrangeiros, que já foram publicados em outros países e já deram respostas positivas quanto ao seu número de vendas, os livros nacionais estarão estreando no mercado e, portanto, não existem garantias de que a editora terá um retorno positivo.

Isso, é claro, sem entrar no mérito do preconceito que existe com a literatura nacional graças ao desgosto adquirido por ela devido as leituras obrigatórias das escolas e vestibulares. Apenas explicando: ler clássicos é bom, mas obrigar alguém (que provavelmente neste ponto ainda não é um leitor) a ler um livro, ainda por cima um de compreensão mais difícil, é pedir para que este alguém se afaste da leitura.

Mas voltando ao ponto, livros no Brasil são caros. Livros nacionais são ainda mais. A questão é que o preço do livro é estipulado pela editora, não pelo autor. Que, por sinal, ganha uma porcentagem ridícula sobre os exemplares vendidos. Pedir livro pra autor nacional, que na maioria das vezes precisa pagar para ter seus livros publicados, é de uma falta de noção sem fim.

Sei de casos onde determinado blogueiro chegou a dizer que era mais fácil fechar parceria com quem dá livro de graça, do que com quem oferece desconto especial na compra do exemplar (alguns autores retiram sua margem de lucro para tornar o livro mais acessível à blogueiros parceiros).

Tudo isso, para no final, o dito blogueiro fazer uma resenha, que nem de resenha pode ser chamada, dizendo que "amou o livro, a capa é linda e virou fã do(a) autor(a) e mal pode esperar para ler os próximos livros (mas só se for de graça, é claro)".

Resultado final: o autor acaba pagando o livro e o frete para que o blogueiro leia seu trabalho, o que às vezes nem isso eles fazem, e faça uma resenha descabida que o máximo que vai conseguir é meia dúzia de comentários dizendo "não conhecia o livro, amei sua resenha, vou por na minha listinha. Ah, aproveita e dá uma passadinha no meu blog? beeeijos".

Sou só eu, ou mais alguém está achando que essa parceria parece pender apenas para um lado?

Existem blogueiros dedicados, que realmente se importam e dos quais as parcerias apresentam resultados em ambos os lados, é verdade. Mas este post não é sobre eles, este post é sobre espertalhões que descobriram um jeito de obter livros de graça as custas do trabalho dos outros.


Se você chegou até aqui lendo e se identificou com o que foi dito, faço apenas mais um adendo: quer livros? Quer ter estantes cheias para poder postar fotos no Facebook mostrando elas? Quer ter sua própria biblioteca? Então faça como o resto de nós, crie vergonha na cara e vá comprá-los!

__________________________________________________________
A coluna da Skeeter é uma coluna colaborativa do blog. Se você quiser participar da seleção, envie seu texto para equipesomaisum@gmail.com. O anonimato é garantido.

Share this:

COMENTÁRIOS

25 comentários:

  1. Concordo que pedir livros de graça é descabido.
    Antigamente achava que os livros eram muito caros, mas depois de estudar na faculdade uma matéria dobre diagramação de livros e ver quanto é caro publicar um, além de todo o trabalho da escrita, que as vezes leva anos, passei a considerar os preços justos.
    Claro que compro livro de promoções (não tenho muito dinheiro), mas se eu tiver condições no momento e gostei de um livro eu o compro.

    Muito legal a postagem, as vezes as pessoas pensam que lançar um livro é fácil :s.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não discordo de que os livro são caros, porque são sim. Mas a produção é cara, não tem como exigir preços muito mais baratos (especialmente se não queremos abrir mão da qualidade). Exigir livro de graça de autor, ainda mais iniciante, é incabível!
      Se ele quer enviar, beleza. Mas o blogueiro exigir, é demais. Acho bacana quando é possível uma parceria, o livro sair um pouco mais barato para o blogueiro. E também já comprei muito livro nacional em promoção. Aliás, praticamente todos os meus livros são de promoções, adoro isso! Não posso arcar com os preços cheios muitas vezes e se estão fazendo promoção, não é sob pressão (e se é das livrarias online, ai mesmo que não tenho dó, afinal de contas, os autores não ganham nada com a venda na saraiva e submarino, por exemplo).

      beijos.

      Excluir
  2. É por culpa dessas maçãs podres que a imagem dos blogueiros fica suja. Ainda tem aqueles malditos que pedem 2 livros para o autor (1 para ler e outro para sorteio), sabe o que eles fazem? Colocam o livro para troca no skoob e ficam com um. Ridículo! Isso precisa mudar.

    Ótimo post.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E os blogueiros que exigem o livro físico de graça, como pagamento pela resenha, e não resenham o livro? HA-HA. Piadistas, apenas. Sou a favor dos autores cobrarem menos pra blogueiro, mas não enviar de graça!

      Beijos.

      Excluir
  3. Olha Rita, você disse tudo o que eu penso. Já passei por cada uma com blogueiro que acredita ser obrigação do autor da livro, que fiquei vacinada. Acredito sim que é preciso valorizar o trabalho daqueles que nos ajudam a ficar mais conhecidos dos leitores brasileiros, mas a parceria tem de ser uma via de mão dupla.
    Sou das autoras que tira o lucro e mais metade do livro dou do meu bolso, pra poder fazer mais em conta pro blogueiro e ajudo em divulgação quando me pedem. Isso pra ter uma resenha que instigue os leitores a precisarem do livro, como na maioria das vezes não acontece, pois a resenha não é divulgada pelo blogueiro, só por mim, e alcança pouquissimos leitores.
    Mas vamos caminhando, que no final, tudo tem de dar certo.
    Fico feliz em conhecer blogs conscientes de seu papel e também dos limites que precisamos ter.
    Beijão, Mari Scotti

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos falar a verdade, né Mari? Muita gente só corre atrás de parceria pra aumentar a estante. Muitos nem querem ler, só querem pra fazer volume!
      Você está certíssima na sua posição e tem mais do que o apoio do Só Mais Um <3

      beijos,
      Bianca.

      Excluir
  4. É por causa desse clima de oportunismo que escritores deveriam pensar cada vez mais em lançar ebooks e mandar o mercado de livro impresso às favas. Não há respeito pelos autores estreantes; muitos partem para autopublicação por culpa do comportamento avesso ao risco de grandes editoras. A estas, só interessa comercializar best-sellers estrangeiros, que geram lucro certo. Os escritores acabam se deparando com aberrações como a que o artigo expõe muito bem. E nós, leitores brasileiros, precisamos dar mais valor aos ebooks, pois muitos de nós também são escritores. A única força que temos para fazer valer nosso direito e nos proteger contra esses abusos é usar as alternativas ao mercado editorial. E uma delas, atualmente, é o ebook. E se Deus quiser, que venha a Amazon em agosto para o Brasil. Boatos dizem que ela em breve instalará uma gráfica em São Paulo, Alphaville. Será? Se assim for, quem sabe talvez o seleto mercado editorial brasileiro não se torne menos concentrado. Nada como a concorrência para acabar com oligopólios.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que os autores precisam saber que existe gente que apoia eles e que acha um absurdo quando alguém exige o trabalho deles de graça! E-books com certeza são opções bem viáveis para quem quer publicar e é claro que as grandes editoras querem apostar em best-sellers de venda garantida. Todo mundo quer ganhar o seu. Mas acho que os autores nacionais já perceberam isso e estão buscando as alternativas. Cabe a nós, como blogueiros, incentivar e apoiar, sem exigir recompensas, e instigar nossos leitores a buscarem as maneiras alternativas aos best-sellers estrangeiros.

      beijos.

      Excluir
  5. Olá!
    Vim deixar meu ponto de vista que é exatamente o mesmo do teu.
    Recentemente fiz uma critica no meu blog aos autores que também não sabem o significado de parcerias. Acontece que a atitudes desses blogueiros levaram autores a agirem com a mesma falta de respeito. Infelizmente autores estão colecionando parceiros para sortear um exemplar entre cem, sem trabalhar corretamente com nenhum. Blogueiros e Autores precisam rever conceitos de parceria urgente.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Andréa.
      Chega uma hora que o povo cansa e rebate desrespeito com mais desrespeito. As pessoas precisam aprender a deixar de serem oportunistas, na minha opinião. Querer se dar bem em cima do trabalho de outra pessoa é falta de caráter, por favor.

      beijos.

      Excluir
  6. Só li verdades!
    Essa questão das parcerias está demais, acho que os autores deviam ser um pouquinho mais seletivos tbm na escolha dos blogs, principalmente aqueles bem iniciantes.
    A resenha e os comentários são assim mesmo gente kkk
    Os livros nacionais são realmente caros, e é muito bom ter seu blog reconhecido e receber o livro de um autor e sua confiança. Mas isso está virando negócio, e não incentivando autor/blogueiro/leitor =/
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI, Carol!
      Ter o seu trabalho reconhecido é ótimo, sim! E, claro, não são só os blogueiros que tem que parar com a atitude desrespeitosa. Os autores também, na ânsia de divulgar o trabalho, aceitam o que aparece né. Acho que falta um pouquinho de discernimento e calma para a divulgação. Avaliar os blogs e ver o que realmente pode ajudar eles.
      Nós trabalhamos para que o Só Mais Um seja uma opção viável e interessante para diversos gêneros e, claro, queremos ganhar a confiança do autor e dos leitores. Mas cabe a cada autor avaliar o que melhor trará retornos a suas obras.

      beijos.

      Excluir
  7. Okay, minha experiência:
    Quando lancei meu livro, eu divulguei ele basicamente em massa. Mandei livro pra mais de 80 blogs porque eu quis, sabendo que corria o risco. E aconteceu mesmo: não tive muito mais que 50 resenhas. Cerca de 30 livros não foram resenhados e acho que isso é uma boa margem pra mostrar como está o caso das "parcerias".
    Dessas 50 resenhas, acho que conto nos dedos as resenhas que foram MESMO interessantes. A maioria é uma espécie de releitura da sinopse.
    Infelizmente, hoje não fecho mais parceria com novos blogueiros. Estou garimpando minhas resenhas, no momento, pra saber com quem eu vou manter pro próximo livro hahahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Leka!
      Pois é, muita gente faz qualquer coisa com a resenha e só porque sente obrigação (os que sentem, ainda). Porque a verdade é que livro desconhecido tem que ser bem divulgado pra ter comentários e interação, quando os mais conhecidos nem tanto. Ninguém quer ter muito trabalho, né?
      Certa está você, espero que consiga tirar bons parceiros dessa sua experiência! E boa sorte com os livros :)

      beijos.

      Excluir
  8. Olááá!
    eu nunca pedi nenhuma parceria, mas quando vão até mim não me nego.
    mas me sinto meio mal, quando o é a primeira obra do autor e eu não gosto. Pô o cara já me deu o livro, SEU PRIMEIRO... e eu vou postar uma resenha negativa?! mas tambem nao quero faltar com a verdade com os leitores sabe?! OHH cilada! por essas e outras que evito essas parcerias.
    mas eu acho que são válidas essas parcerias, afinal seu livro é bem divulgado e tudo mais! de qualquer jeito entendo seu ponto de vista!

    Um beeijo Lara.
    Blog Meus Mundos no Mundo | | Página Coração Furta-Cor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lara!
      Aqui no blog, geralmente, solicitamos a parceria depois de ter lido o livro, pra evitar a cilada HAHAHAHA Mas se vierem atrás de nós, não vamos recusar também (a não ser que a temática não seja do agrado de nenhuma das 3, o que torna quase impossível sair uma resenha positiva). Acho que vai da maturidade do autor também, de entender que quando publicou sua obra estava se abrindo a críticas e elogios. No Só Mais Um queremos ser o mais verdadeiras e leais ao nosso ponto de vista de cada livro, independente se compramos ele ou ganhamos :)

      beijos.

      Excluir
  9. Oi!!!

    Sou blogueira iniciante, mas já participo da blogosfera como leitora há alguns anos. Desde o começo sempre tive em mente o trabalho que dá "gerar" um livro. Por isso, jamais pedi livros para os autores. Principalmente, porque isso me dá a liberdade de ler livros do gênero que gosto mais, o que diminui a chance de não gostar do livro. (Não, não sou rica, só compro quando está em promoção e, dói o coração, quando estão em promoção e estou sem dinheiro.) E não me importo de fazer divulgação, mesmo de autores que não são meus parceiros, mas que eu gostei. Mas percebo que a maioria dos autores, já está tão enfadado desse descaso, e que já passou por más experiências com tantos blogueiros, que eles nem dão valor ou não conseguem identificar, quem realmente quer ajudá-los. Por causa de alguns muitos pagam. Acho que deve acabar essa história de livro de graça. Dá desconto especial para parceiros, faz book tour, faz sorteio, qualquer coisa. Reduz o número de parceiros e aumenta a qualidade. Quem realmente quiser ficar, irá ficar e fará um trabalho muito melhor. Mas como vocês falaram é uma via de mão dupla, o autor também tem de valorizar quem o divulga. Fiz um projeto de divulgação dos autores nacionais (que ainda está rolando no blog), a maioria dos autores foram uns amores, disponibilizando um tempinho e mandando mensagens agradecendo. Porém, alguns trataram como se eu tivesse obrigação de fazer e, percebi que só valorizaram a divulgação dos parceiros. Acho que estamos precisando de uma cartilha (nossa, esse termo é velho, kkkk) de relacionamento para blogueiros e autores. Bjs

    www.cladassombras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rosangela, obrigada por vir comentar e partilhar tua opinião.
      Concordamos com a tua posição e somos da mesma opinião quanto a divulgar aquilo que gostamos, seja o autor parceiro ou não. E, sim, achamos que já está mais do que na hora das parcerias se reinventarem. Alguns blogueiros pecaram, e muito, mas os autores precisam ser capazes de discernir entre os bons e os maus, aquela velha história de "separar o joio do trigo". E sabes que essa história de cartilha seria uma boa? Quem sabe assim para de pipocar blogueiro por aí que mal sabe escrever direito, quem dirá resenhar um livro, com blogs fantasmas que só servem para tentar ganhar livros de graça.

      Excluir
  10. Oi! Nossa, estou dos dois lados. Sou escritora e blogueira. Mas é isso mesmo. O autor, muitas vezes, qr ir rápido demais e acaba se atrapalhando no caminho. Mas investir em divulgação de blog é legal. Ter um mínimo para doar, pode ser legal. Eu comprei X exemplares para doar. Mas, mais que isso é complicado. Porque esse é o meu trabalho. Eu sou escritora, é essa a minha profissão. Mas sempre leio as resenhas de livros com a mesma temática. Para ver se os blogueiros gostam mesmo do tema. E sobre os blogs, eu estou começando. Mas jah recebi alguns para resenha. Mas sempre que o autor vai doar e é possível, eu opto pelo e-bok. Não pq eu gosto de ler no pc, mas pq sei o qt cada livro custa. E de jeito nenhum, aceito livros q sei q a resenha não será positiva. No caso dos livros eróticos por exemplo. Com respeito e nao tentando se aproveitar m do outro, tudo dá certo.
    Beijos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gih, legal saber que tu está dos dois lados. A Denise Flaibam, aqui do blog, também esta na mesma situação! :)
      E você tem razão, divulgação na blogosfera realmente surte efeito, principalmente nos dias de hoje onde ler livros virou uma questão de status. Estamos vivendo um período de "livro ostentação". A questão é que muitas vezes o autor até pesquisa blogueiros que pareçam ser sérios e tenham um gosto que se assemelhe ao gênero do livro, mas nem sempre isso é o bastante. Em alguns casos apenas metade dos blogueiros parceiros resenham os livros, e dessa metade apenas 1/3, e olhe lá, serão resenhas que de fato surtirão efeito e se reverterão em números para os autores. É bem complicado.

      Excluir
  11. Olha não sei como funciona essas parcerias pois só colaboro com o blog de uma amiga, mas achei super errado isso de pedir dois livros e depois trocar um. Eu gosto de comprar livros pois valoriza o trabalho do autor e é um incentivo para o mesmo. Eu mesmo estou escrevendo um livro e estou analisando as opções de divulgações. Tenho os blogs de amigas que eu daria um exemplar pois são confiáveis, apenas.

    ResponderExcluir
  12. Não sei como funciona essas parcerias pois nunca tive blog, mas acho que o livro não deveria se de graça, acho que seria melhor se acabassem vendendo mais barato e tal, mas não de graça, porque realmente tem gente que acaba fazendo isso é depois acaba fazendo algumas resenha sem muito conteúdo e o que o autor ganha com isso? Nada.

    ResponderExcluir
  13. Oi, tudo bem?
    Eu adorei o post e realmente é verdade, quantas resenhas mal feitas eu já li, e concordo se queremos livros temos que comprar, eu estou evitando comprar agora, pois estou atolada de livros, mas sempre tenho mamãe e papai né, e agora namorado também tem que comprar né hahahaha, não entendo como funciona as parcerias, mas eu acho que esses blogueiros não deveriam fazer isso, conseguir parcerias só para ganhar livros de graça, e eu acho que todos deveriam dar mais valor aos livros nacionais, eu adoro eles.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  14. Concordo que Resultado final de quando o autor dar livro de graça a resenha e um merda
    sem rumo e sem objetivo somente elogios e elogios que as VEZES nao sincero !
    Eu neste dias atras recebi um livro de parceira do meu blog minha amiga dizer que ia fazer um blog pq otima forma de obter livros de graça. Eu fiquei tipo .... PARAR TUDO ! Eu por exemplo estou como blogueira faz 2 anos e meio e achei que agora depois de ter experiencia poderia fecha parceria e vem minha amiga sem a nenhum experiencia onde não sabe nem onde fazer post querendo fazer um blog so pra ganha livro . AVAAAAAAAA!

    ResponderExcluir
  15. Falando bem a verdade, acredito que a maioria dos blogueiros que publicam possuem apenas o interesse de acumular sim livros, os leitores dedicados que tem carinho pelos livros e buscam sempre incentivar a leitura seja ela nacional ou internacional são infelizmente a minoria, parceria com autor ou editora deveria beneficiar ambas as partes, sou super a favor do autor fechar parceria e caso possa oferecer um desconto, nada que tire sua margem afinal é o seu trabalho, agora ceder livro de graça acho um desrespeito muito grande com todo o esforço que o mesmo teve para escrever e lançar seu livro, não vejo problema algum em comprar um livro nacional e resenhar mesmo que não tenha parceria com o autor, apenas para mostrar aos leitores sobre o que fala a história e sua opinião sobre ela.
    Já vi muitos blogueiros que entram em contato com os autores e quando eles dizem que podem oferecer um preço especial, os blogs se recusam a resenhar, negando a parceria.
    Os livros que eu tenho foram fruto apenas do meu dinheiro, trabalhei muito, juntei dinheiro e assim que via uma promoção comprava o livro que eu queria, nunca fiquei pedindo livro para autor nem na época em que tinha um blog, outra coisa que achei um absurdo foi alguns blogueiros discutindo cobrar para fazer as resenhas de livros de parceria de editora, além de receberem o livro totalmente gratuito querem cobrar das editoras que cedem kits exclusivos para os blogs, enfim a blogosfera precisava de uma limpa, todo dia surgem uns 10 blogs que buscam apenas ganhar mais livros, já pensei muitas vezes em voltar com meu blog, mas as vezes penso que não vale a pena, não faria esse tipo de coisa e hoje em dia os que buscam fazer o certo são os que menos reconhecimento tem, para criar um blog o amor aos livros é fundamental, além é claro de uma boa escrita, agora outro item que não deveria faltar é caráter.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!