#TBT - E o Vento Levou

E o Vento Levou - Blog Só Mais Um


Bom dia, pessoal!

O TBT voltou e hoje eu decidi falar de um dos filmes (e espero que, em breve, livro também) preferidos da minha vida! E O Vento Levou é aquele tipo de filme que tooooodo mundo já ouviu falar, mas que muito provavelmente conhece apenas o título e nunca teve a oportunidade de assistir - até porque, por ser bastante velho e longo, não faz o tipo "sessão da tarde".

E o Vento Levou



Eu conheci ele quando era bem mais nova e viciada em Gilmore Girls que, por sua vez, eram viciadas em filmes, principalmente os mais antigos (por causa delas eu também conheci outra delícia que é Casablanca, mas isso é história pra outro dia). Por isso, quando achei o DVD por R$10 na Americanas eu não demorei em levar. E já assisti tantas vezes que perdi a conta!

Com quase quatro horas de duração, E O Vento Levou foi o primeiro filme adulto em cores, lá em 1939, e levou diversos Oscars - inclusive o de melhor filme! Produzido por David O. Selznick (detalhe que: F. Scott Fitzgerald ajudou com o roteiro!) e protagonizado por Vivien Leigh e Clark Gable, o filme conta a história de uma adolescente sulista, Scarlett O'Hara, que se vê perdida em meio a Guerra Civil - aquela entre escravocratas e yankes.

E o Vento Levou

A Scarlett é uma garota extremamente mimada e acostumada a ter tudo que quer, que vê seu mundo desmoronar quando descobre que Ashley Wilkies, o homem por quem se diz apaixonada, vai casar com outra. Determinada a não perdê-lo de vista, Scarlett toma diversas decisões que acabam colocando-a no meio guerra e, em seguida, como a principal provedora de sua família.

O filme traz um incrível desenvolvimento de personagem, em especial da Scarlett, que apesar de não deixar o egoísmo de lado, torna-se uma mulher forte que aprende a cuidar de sua própria vida e fazer o necessário para salvar sua propriedade, Tara, e manter sua família segura. Lembrando que tudo isso acontece no final do século XIX, onde as mulheres tinham pouquíssima ou mesmo nenhuma voz.

Na outra ponta temos Rhett Butler, um fanfarrão sem qualquer aliança política - aparente - que interessa-se logo de cara pelo espírito forte e arredio de Scarlett. Ao longo da história vemos como o caminho dos dois cruza-se diversas vezes. Scarlett e Rhett ainda tem muito em comum, se você parar e analisar como a força e determinação de Scarlett colocavam ela como uma mulher mal vista pela sociedade e como as atividades e vida de solteiro de Rhett e colocavam bem longe do par ideal para as damas sulistas da época.

E o Vento Levou
E o Vento Levou

Eu simplesmente amo como Scarlett e Rhett se desenvolvem, se envolvem um com o outro e formam esse casal complicado e disfuncional que precisa seriamente de uma terapia de casal. Eu amo como a Scarlett não é boazinha e não pensa primeiro nos outros, amo como isso não faz dela menos humana, menos relacionável ou uma personagem odiável. Eles parecem tão reais que chega a doer.

E o Vento Levou
E o Vento Levou


E eu poderia falar sobre a Scarlett por horas - e eu vou fazer isso no Fangirl que estou preparando sobre ela! - mas a verdade é que só assistindo ao filme você vai conseguir pegar o que eu quero dizer. Porque tentar explicar a Scarlett ou mesmo o Rhett é como tentar explicar a chuva: faz parte de uma matéria que eu não entendo. Acho eles complexos demais, machucados demais, profundos demais. E é tão incrível quando você encontra personagens assim que não sabe nem como por em palavras!


Ele é uma adaptação do livro de mesmo nome escrito no inicio dos anos 30 por Margaret Mitchell, foi o primeiro e único livro da autora e ela recebeu o prêmio Pulitzer (!) por ele. O livro é grande, mas com base no filme, eu sei que existe muito material para ser trabalhado e estou super empolgada para poder ler!

Share this:

, ,

COMENTÁRIOS

21 comentários:

  1. Adoro esta história e como vc comprei o dvd nas americanas esses dias, mas ainda nao deu pra assistir kkkk
    Uma dica q te dou é ler também: Scarlett (E O Vento Levou 2), faz mto tempo que li, é tao grosso qto o primeiro, mas é apaixonante, vale a pena!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sabrina!
      Eu já ouvi falar desse livro, mas não foi escrito pela Margaret né? Eu fico meio receosa de ler continuações que não são do mesmo autor, mas fiquei bem curiosa. Afinal de contas, AQUELE FINAL. Eu preciso de mais, sempre u_u

      Obrigada pela visita, sempre ótimo conhecer outra fã de EoVL <3

      bjos,
      Bianca

      Excluir
    2. é verdade Bianca, nãoé da mesma autora, mas é muito bom
      vale a pena :)
      bjo

      Excluir
    3. Vou dar uma olhada quando terminar o livro, então! Obrigada pela dica, Sabrina *-*
      bjos,
      Bianca.

      Excluir
  2. Minha mãe falou tanto nesse filme que acabei assistindo um dia. Não morri de amores como você, mas é bem legal mesmo :D

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova de "A Lista Negra" no blog, vem conferir!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu ainda tô esperando pelo livro pra completar o filme <3 Da primeira vez que eu vi o amor não foi imediato, mas da segunda eu peguei coisas que tinha deixado passar na primeira vez e ai foi só amor *--*
      Obrigada pela visita, Carol!

      bjos,
      Bianca

      Excluir
  3. Esse filme é um clássico!
    Acho que todos deveriam ver!
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, Rízia! Ninguém deveria deixar ele de lado *-*
      Obrigada por passar pelo blog!

      bjos,
      Bianca

      Excluir
  4. Oi Bianca!
    Amo clássicos! Quase cheguei a comprar o livro, mas acabei desistindo no meio do caminho rs. Ainda não assistir o filme, mas gostei bastante da sua resenha. Vou assistir este final de semana.

    Beijos,
    vic

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Vic!
      É um clássico ótimo, se tiver a oportunidade, veja mesmo!

      Obrigada pela visita.

      bjos,
      Bianca

      Excluir
  5. Sou dessas que já ouviu falar mas nunca viu, hahaha
    Mas então, parece ser bem interessante, eu gostei! Tem filmes velhos bem legais, rs
    Quatro horas 8O Não sabia que tinha sido o primeiro filme adulto em cores :)
    Ah, e boa leitura então XD
    Beijos
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, o filme é longo. mas a gente nem percebe sabe? É tão bom que você não se dá conta que passaram quase quatro horas :p
      Obrigada pela visita, Carol!

      bjos,
      Bianca

      Excluir
  6. "E O Vento Levou é aquele tipo de filme que tooooodo mundo já ouviu falar, mas que muito provavelmente conhece apenas o título e nunca teve a oportunidade de assistir - até porque, por ser bastante velho e longo, não faz o tipo "sessão da tarde".
    Resumiu tudo em uma frase. Haha Pra falar a verdade, eu nem conhecia a sinopse. Shame on me! ): Mas sério, me interessei demais pelo filme. Parece ótimo, principalmente por causa das personagens. Só não gostei por ser muito longo, mas acredito que quando o filme é bom, passa tão rápido que nem se sente. Assistirei, certeza! Ansiosa pelo próximo "Fangirl" *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito comum as pessoas só conhecerem por causa das piadinhas de E O Vento Levou, né? Vergonha nenhuma, acontece :P Fico feliz que tenha se interessado! E realmente, o filme é tão bom que ficar sentada assistindo por 2 horas ou 4 não faz diferença nenhuma, você nem se dá conta de que já foi tanto tempo assim. Eu gosto muito, espero que tenha a oportunidade de ver em breve!
      Obrigada pela visita, Ingrid!

      bjos,
      Bianca

      Excluir
  7. Acredita que nunca vi esse filme? Pois é, é quase uma heresia falar isso, né? Esse filme é um clássico. E, realmente, nunca vi esse filme passando na TV

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E acho que nem vai passar, sabe? A não ser que seja no telecine cult ou algo do tipo. Mas é comum nã conhecer, mesmo ele sendo um clássico, é difícil de achar :P

      Obrigada por passar pelo blog!

      bjos,
      Bianca

      Excluir
  8. Oi Bianca!

    Esse filme é um clássico mesmo, não sabia que o F.Scott Fitzgerald ajudou no roteiro =O

    Eu já vi o filme uma vez só, minha mãe é apaixonada e tem o DVD, mas acredito que não amei o filme porque vi quando era mais nova, acho que preciso rever pra analisar com uma mente mais madura huashsahusuh mas é inegável que é um ótimo filme, e o livro deve ser muito bom também, eu leria!
    Aguardo sua resenha do livro então haha

    Beijos!

    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem eu, Cah! Descobri quando fui confirmar uma informação, achei mara! Sou apaixonada pel'O Grande Gatsby! Dois amores juntos <3
      Acabei de comprar o livro ~soam as cornetas dos anjos~ e espero que até o final do ano saia! :P
      Obrigada pela visita *-*

      bjos,
      Bianca

      Excluir
  9. Realmente já ouvi falar mas nunca assiste, é pois é, mas eu quase não assisti aos grandes clássicos, talvez por um pouco de falta de paciência.
    Foi bem legal ler sobre, eu não tinha muita ideia do que se tratava o filme e de verdade parece interessante ^^.

    ResponderExcluir
  10. Oi!
    Eu realmente só ouvi falar desse filme, mas nunca tive vontade de assistir. É um filme de época né? Eu não gosto muito =\
    Beijo

    ResponderExcluir
  11. Bianca!
    Fico bem feliz em ver o público geração século XXI assistir e comentar sobre um clássico da literatura e dos filmes do início do século XX.
    Tudo bem que beiro meio século e sou fascinada pelos filmes antigos, mas bom poder divulgar bons personagens e bons filmes, até para diferenciarmos as tecnologias usadas.
    Amo a Scarlett (Vivian Leigh).
    E como já assistiu Casablanca, outro filme maravilhoso, deixo a sugestão de Dr. Jivago, vai amar também.
    Tenha uma semana de sucesso!
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!