Resenha: Caixa de Pássaros


Pensa no filme que mais te assustou na sua vida. Pensa numa história de terror que mais tenha te perturbado, num suspense psicológico, numa Annabelle da vida. Pensou? Apaga isso. Caixa de Pássaros é que vai ocupar essa posição a partir do momento em que você lê-lo.

Sinopse: Caixa de Pássaros - Romance de estreia de Josh Malerman, Caixa de pássaros é um thriller psicológico tenso e aterrorizante, que explora a essência do medo. Uma história que vai deixar o leitor completamente sem fôlego mesmo depois de terminar de ler. Basta uma olhadela para desencadear um impulso violento e incontrolável que acabará em suicídio. Ninguém é imune e ninguém sabe o que provoca essa reação nas pessoas. Cinco anos depois do surto ter começado, restaram poucos sobreviventes, entre eles Malorie e dois filhos pequenos. Ela sonha em fugir para um local onde a família possa ficar em segurança, mas a viagem que tem pela frente é assustadora: uma decisão errada e eles morrerão.

Durante o livro, acompanhamos Malorie, no passado e no presente, tentando sobreviver ao caos desse novo mundo. Que mundo é esse? Um lugar onde você não pode abrir os olhos do lado de fora, porque há alguma coisa lá. Algo estranho, algo desconhecido, que faz as pessoas enlouquecerem e depois se matarem de maneira horrenda. No presente, Malorie tomou a decisão de viajar até algum lugar, que não sabemos onde fica, na única companhia de seus dois filhos - crianças que nasceram depois daquele fim do mundo. No passado, vemos Malorie, grávida, aprendendo a sobreviver conforme a ordem social e a segurança e a humanidade desaparecem dentro de um mundo cego.
O rio é um anfiteatro, pensa Malorie enquanto rema. Mas também é um túmulo.


Sabe aquele tipo de leitura que tira seu fôlego? Que te faz morder um travesseiro ou até os seus dedos pra tentar acalmar a tensão do que está por vir? Isso é Caixa de Pássaros. Digo e repito que desde O Iluminado, do Stephen King, eu não sentia tanto desespero e medo com um livro. Desde Sinais (é, eu tenho medo terrível desse filme, me julgue) eu não tenho vontade de fechar os olhos em uma cena pra pular ela e fingir que nunca existiu. Josh, o autor desta obra, está muitíssimo de parabéns por ter orquestrado uma trama tão capaz de te paralisar no sofá e não te deixar sair até que tenha terminado o livro.

Depois de três meses vivendo como ermitãs, o pior medo de Malorie e Shannon se concretizou quando seus pais pararam de atender ao telefone.

Aquela sensação de 'tem alguém me observando agora mesmo' te acompanha durante toda a leitura. A vontade de olhar para trás, com medo que alguém esteja ali. Um barulho nos fundos da sua casa que, antes, não teria importância, mas que Caixa de Pássaros te deixa desconfiada o bastante pra pular na cadeira e correr para longe. GODDAMNIT, EU NUNCA TIVE TANTO MEDO DE UM LIVRO QUANTO TIVE DESSE!


E não espere por respostas fáceis. Tal como os personagens, nós, leitores, estamos no escuro o tempo todo, sem saber exatamente o que ou quem está lá fora. Nós seguimos Malorie durante toda a sua estadia num refúgio "seguro" com outros sobreviventes - isso tudo durante os meses de gravidez dela - e vemos a tensão crescer em cima daquela situação catastrófica em que eles se encontram. Precisar se vendar para sair de casa. Precisar cobrir os olhos para ir até o poço buscar água. Um bairro abandonado, uma cidade abandonada, um mundo abandonado. Tem alguém lá fora? Sobrou alguém por ai?

E o que mais assusta você? As criaturas ou você mesma, quando as lembranças de um milhão de cores e imagens inundarem sua mente? O que mais assusta você?
Os sobreviventes foram muito bem construídos. Tal como Malorie, ninguém sabe o que está acontecendo, ninguém tem coragem de descobrir o que está acontecendo. Eles só querem ficar longe do lado de fora e do que habita ele. Tom foi o meu favorito, porque ele é o "inventor", o moço que perdeu a filha pra essa tragédia e que está tentando criar maneiras de continuar vivo junto aos outros. Eu adorei a relação dele com cada um dos moradores daquele refúgio, principalmente com a Malorie.

Mais gravetos se quebram. A coisa se move devagar. Malorie pensa na casa que abandonaram. Estavam seguros lá. Por que saíram? Será que o lugar para onde estão indo é mais seguro? Como poderia ser? Num mundo onde não podemos abrir os olhos, uma venda não é tudo que temos para nos defender?


Não só as criaturas são um problema, mas todo o ambiente sinistro que a presença delas criam. Você não sabe se o personagem está na presença de alguma ameaça ou se é só uma folha que caiu no chão em frente a ele. Você não sabe se os pássaros lá fora estão piando por um cachorro que passou na rua ou porque realmente tem alguma coisa ali perto deles. Você não entende, ou não quer entender, porque o cachorro da casa está latindo para a porta quando não deveria ter nada do outro lado dela.


Fãs de terror vão adorar toda a tensão da história. Fãs de um bom suspense também, com certeza. Eu, pessoa medrosa, me apaixonei perdidamente pelo livro e pelo caos cego que a história estendeu; achei a narrativa do Josh brilhante e se tornou uma das minhas favoritas pra sempre. Mas não vou reler Caixa de Pássaros tão cedo - na verdade, ele vai ficar num cantinho bem longe de mim e eu vou assistir bons filmes de comédia romântica agora, PORQUE O MEDO TÁ FORTE.


O instante entre decidir abrir os olhos e fazer isso de fato é a coisa mais poderosa desse novo mundo.

Título original: Bird Box
Autora: Josh Malerman
Editora: Intrínseca
Gênero: Suspense
Nota: 5 +

Saiba mais: Skoob | Buscapé

Share this:

, , , ,

COMENTÁRIOS

10 comentários:

  1. Ai Denise,

    agora quero ler. Mesmo sabendo que morrerei de medo!!!

    Ótima resenha. Sempre amo suas escolhas de gifs. HAHA.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ASKFNAIGBAOAGBUASGBUOASBUOASG não consigo negar que tu vai morrer de medo PORQUE VAI.
      Mas é tão foda, vale muito a pena!
      Esses gifs total representam minha alma durante a leitura e___e
      Obrigada pela visita!

      Beijos,
      Denise Flaibam.
      http://blogsomaisum.blogspot.com.br/

      Excluir
  2. Quero
    Quero
    Quero
    Só isso
    Quero
    Desde que lançou
    Quero G_G
    BEIJOS, NIZZ
    SEE YOU.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. EU SEI EU SEI
      VOCÊ TEM QUE LER ASKJIYGBSAUOGASOASGBUOASG
      Obrigada pelo comentário, estrupício <3

      Beijos,
      Denise Flaibam.
      http://blogsomaisum.blogspot.com.br/

      Excluir
  3. Oooooooooi Denise! Tudo bem?

    Claro que eu iria vir comentar o livro que me deixou MUITO perturbada também! Gennnnnnte o que foi este livro? Amei demais!
    Achei a história muito criativa dentro do cenário "apocaliptico". E o mistério de não saber o que é, o que causou e tudo o mais? MORTA ft ENTERRADA.
    Li o livro morrendo de medo em várias partes, mas não conseguia largar pra ir dormir. Quando terminei, morri de medo de dormir, ficar no escuro e tal. Dormi assistindo Demolidor UHAUHSAUHSUHAUH

    Também adorei o clima, os personagens e principalmente a escrita do autor! Demais né? E a forma que ele conduz a história... Amei muito, fortemente! Favoritei no coração.

    Adorei sua resenha também, descreveu tudo o que senti! <3
    Agora, ficou a vontade de quero mais em ti também?! Desejo!

    Beijo!!

    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menina, nem me fale em curiosidade com aqueles troços assombrando o mundo! Eu tenho milhões de teorias e nenhuma ao mesmo tempo O_O só sei que depois dessa eu prefiro zumbis. Amo zumbis. Venha um apocalipse zumbi, tô pronta <3
      ASASUHUHASUHASUHASUHASUHASUHAS TU LEU DE NOITE, MAS QUE LOUCURA, MULHER! Eu li de dia com a luz acesa e ainda assim parava de vez em quando pra tomar um ar e beber uma água com açúcar ou sei lá, qualquer coisa calmante.
      Siiiim, me apaixonei por TUDO nesse livro, e olha que eu só costumo querer ficar longe de livros de terror!
      Mas não quero mais não, obrigada. Pode escrever fantasia ou comédia agora, Josh <3 ASUHASUHUHASUHASUHASUHASUHAS
      Obrigada pela visita, flor!

      Beijos,
      Denise Flaibam.
      http://blogsomaisum.blogspot.com.br/

      Excluir
  4. Oieeeeeeeee

    To com medo de ler, mas ao mesmo tempo to curiosa.
    Eu não leio Terror, acho que nunca li, huhuhuhuhu.. quem lê esse gênero, sempre é a Luiza. Vou indicar para ela esse...

    Agora to na dúvida por causa da sua resenha, huhuh

    Bjos

    Every Little Book

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      HASUHASUHASUHASUHASUHASUHAS entendo o sentimento. Mas assim, se quer experimentar um bom livro pra ser o 'primeiro' desse tema, vai na fé em Caixa de Pássaros!
      Talvez você perca o sono, mas vale a pena, sério :P
      Obrigada pela visita!

      Beijos,
      Denise Flaibam.
      http://blogsomaisum.blogspot.com.br/

      Excluir
  5. Oi Denise (:
    Eu ainda não achei o livro de terror/suspense que me prendesse e me deixasse louca de medo/sem vontade de parar de ler. E olha que eu sou mega medrosa, não consigo ver UM filme de terror. Bom, eu fiquei mega curiosa quando vi Caixa de Pássaros entre os lançamentos da Intrínseca. E depois desta resenha, eu simplesmente TENHO QUE LER. Socorro, ne-ces-si-to desse livro. Parece tãooooo bom. Só preciso saber, nós temos a resposta no fim?
    Beijos, Isa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Isa!
      Mais uma iniciada no gênero do terror! Eu indicaria o Mestre King também, mas os livros dele costumam ser gigaaaaaantes e acho que vale mais a pena arriscar num terror bom e simples, de trama fácil e DESESPERADORA, por isso vai na fé em Caixa de Pássaros <3
      Não temos a resposta no final, mas o autor dá várias dicas e deixa a seu cargo acreditar no que quiser. Eu tenho uma teoria headcanon do que foi "tudo" que aconteceu no mundo, se quiser, quando ler, vem comentar comigo! *-*
      Obrigada pela visita.

      Beijos,
      Denise Flaibam.
      http://blogsomaisum.blogspot.com.br/

      Excluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!