3 Motivos para Ler a Trilogia dos Espinhos



3 Motivos para Ler a Trilogia dos Espinhos

A Trilogia dos Espinhos, do britânico Mark Lawrence, acabou de se tornar uma das minhas fantasias preferidas e é claro que eu estou correndo atrás de todos os meus amigos e ameaçando todos eles para que leiam logo e possamos, juntos, entrar em negação e surtar sobre COMO ESSA É UMA DAS MELHORES COISAS QUE EU JÁ LI NA VIDA.

Mas é claro que eu não me contento apenas em convencer meus amigos a lerem, até porque isso não teria graça, né? Então eu separei 3 motivos para você ler essa trilogia - e por consequência todos os livros do Mark dentro desse mundo.

1. Plot Twist

Eu quis colocar isso aqui em primeiro lugar porque eu simplesmente amo isso nos livros do Mark. As reviravoltas são surpreendentes e de cair o queixo, mas o melhor de tudo é que elas fazem MUITO SENTIDO.

Você esperando ou não que algo do tipo vá acontecer (e pra ser sincera, o único plot twist que eu meio que senti chegando foi o de Prince of Thorns), no fim, sempre vai dizer: É CLARO QUE ISSO IA ACONTECER, DÃR.

São desfechos e viradas que você não estava considerando porque estavam muito abaixo no seu radar, mas quando acontece você fica com aquela cara de: aimeudeusclaroquesim.

O Mark também trabalhou muito bem elas, dando as pistas necessárias para a coesão, mas sem entregar a ideia final.

Por favor, é preciso respeitar alguém que consegue fazer isso!

3 Motivos para Ler a Trilogia dos Espinhos


2. Personagens Desconstruídos

Qualquer pessoa que leia a Trilogia dos Espinhos logo vai perceber que o Jorg é o personagem principal, o protagonista, e que ele recebe uma grande carga de desenvolvimento.

Apesar de outros personagens ótimos, nenhum deles chega a ser tão aprofundando quanto o Jorg. Como a história principal é a dele, ele é o foco narrativo e é através dele que vivemos a história, o Jorg cresce muito e, a partir de King of Thorns, ele começa a ser desconstruído. O passado dele nos é apresentado de forma clara, iluminando ações e atitudes que já conhecíamos, só que por outra perspectiva.

Preciso dizer que essa evolução do personagem que a desconstrução trouxe é um dos pontos mais fortes no desenrolar da história - pra mim, a pessoa que pode suportar 12 livros ruins se o personagem for bem desenvolvido.

3. A Magia

A magia da trilogia é uma coisa que eu levei tempo para entender, simplesmente porque não é o que eu estou acostumada a ver. Eu não sou estranha à fantasia, em fato, há um tempo atrás era só o que eu queria ler - e também assistir. Uma coisa que a maioria dos autores/roteiristas/diretores fazem é explicar logo de cara as coisas quando sua magia segue padrões pouco convencionais, mas não é isso que o Lawrence faz e pra mim, isso adicionou um pouco de mistério e de dúvida sobre o mundo que foi interessantíssimo de ver explorado. Me deixou "no mesmo barco" que os personagens e eu aprendi junto deles, assimilando da mesma forma. Foi uma experiência muito positiva.

Além do mais, eu adorei a história de como a magia nasceu e do que, de fato, é o mundo em que o Jorg vive. O que é o Império Destruído e o nível de universo alternativo a nossa realidade que eu estava lendo.

Em momento algum você recebe um sermão de um personagem que sabe tudo para explicar aquele mundo. Você pega fragmentos, ora pequenos, ora bem grandes, e une tudo para fazer o seu entendimento.

Gostei de não ter minha inteligência subestimada (como por vezes acontece) pelo autor.


3 Motivos para Ler a Trilogia dos Espinhos


4. Bônus - Necromantes
Eles estão aqui como um bônus porque NECROMANTES. Só isso já deveria ser motivo, preciso falar mais ainda?

Ok.



Que tal necromantes no centro da história? Não só aquele personagem que vai levantar um morto pra fazer cócegas no personagem principal e ai vamos seguir em frente só com uma fraca lembrança dele. NECROMANTES DE VERDADE, COM OBJETIVOS, COM EXÉRCITO, COM RAIVA.



Necromancia no seu core, visto em primeira mão.



Amo forte.



E se você que está lendo isso ficou ainda mais curioso, tem uma entrevista com o autor no blog Livros Ontem, Hoje e Sempre que acho que vale a pena ser lida. Corre lá!

Share this:

, , , , ,

COMENTÁRIOS

3 comentários:

  1. Quero muito conferir essa série. Parece ser incrível. Está na meta para 2016.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do top comentarista de dezembro. Serão dois vencedores!

    ResponderExcluir
  2. Que motivos maravilhosos.
    Há tempos quero esses livros.
    Um dia comprarei.

    ---
    http://surtandocompalavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oie!!

    Bianca, só de ler o primeiro livro já te compreendo totalmente. E concordo plenamente com os motivos, também. O Mark é um ótimo autor, acho que ele se destaca nos autores modernos de fantasia e quem ainda não conhece a trilogia, bora conhecer porque é incrível. O Jorg é um personagem que você não consegue esquecer, de tão único. E o mundo criado pelo Mark também é enigmático e incrível, gente! Isso que eu já li muita fantasia, então, se você que não é acostumada a ler muita fantasia indica, eu também super indico!!

    Beijo, adorei o post e as fotos!
    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!