[TOP 5] Livros Que Me Marcaram


Essa lista não se trata apenas de livros favoritos, apesar de a maioria estar no topo da minha lista. Mas é sobre histórias que, de alguma maneira, me marcaram positivamente e que se me fizessem aquela velha pergunta: “Que livros você levaria para uma ilha deserta?”, eu diria eles como respostas.


O Senhor dos Anéis - Sinopse: é um romance de fantasia criado pelo escritor, professor e filólogo britânico J.R.R. Tolkien. A história começa como seqüência de um livro anterior de Tolkien, O Hobbit (The Hobbit), e logo se desenvolve numa história muito maior. Foi escrito entre 1937 e 1949, com muitas partes criadas durante a Segunda Guerra Mundial. Embora Tolkien tenha planejado realizá-lo em volume único, foi originalmente publicado em três volumes entre 1954 e 1955, e foi assim, em três volumes, que se tornou popular. Desde então foi reimpresso várias vezes e foi traduzido para mais de 40 línguas, tornando-se um dos trabalhos mais populares da literatura do século XX.

Li esse livro quando tinha 14 anos e desde então, é, para mim, a maior obra prima desse mundo. Eu fiquei tão absorvida pela história que todo amontoado de árvores que enxergava, ficava esperando um elfo aparecer. Esse livro foi tudo que eu sonhei em ler desde que era criança, por mais que não soubesse que ele existia, especificamente. Só descobri quando finalmente pude colocar as mãos nele e seria uma história que eu leria novamente mais de mil vezes. O mundo, tão perfeitamente construído e detalhado, a aventura, os personagens e a magia que Tolkien criou são, para mim, o que compõem a maior das obras literárias de fantasia.


Como viver eternamente – Sinopse: Sam ama fatos. Ele é curioso sobre óvnis, filmes de terror, fantasmas, ciências e como é beijar uma garota. Como ele tem leucemia, ele quer saber fatos sobre a morte. Sam precisa de respostas das perguntas que ninguém quer responder. ”Como Viver Eternamente”, é o primeiro romance de uma extraordinária e talentosa jovem autora. Engraçado e honesto, este é um livro poderoso e comovente, que você não pode deixar de ler. A autora tem apenas 23 anos e embora seja seu primeiro livro, ele está sendo lançado em 19 países, dirigido a crianças, adolescentes e adultos. 

Esse livro tem uma história cativante e cheia de significados, se você saber como encontrá-los. Conheci quando tinha uns 12 ou 13 anos e ele me prendeu tanto que demorei somente uma tarde para ler. A história pode parecer meio clichêzinha à primeira vista, mas apenas porque muitos livros com temas semelhantes vieram depois, pois ele é antiguinho. É sobre um menino que tem leucemia, mas que leva isso com bastante otimismo, e criou uma lista de coisas para fazer antes de morrer (isso não significa que ele pense que vá morrer logo, como eu disse, é otimista). O enredo não é pesado, porque énão é um escrito para ser de temática adulta, mas apesar disso, chorei muito quando o li, porque você acaba se apegando aos personagens de uma maneira muito forte, porque eles são inteligentes e têm profundidade, suas personalidades são bem exploradas, o que só contribuiu para deixar a história melhor.



Trono de Vidro – Sinopse: Nas sombrias e sujas minas de sal de Endovier, uma jovem de 18 anos está cumprindo sua sentença. Celaena é uma assassina e a melhor de Adarlan. Aprisionada e fraca, ela está quase perdendo as esperanças quando recebe uma proposta. Terá de volta sua liberdade se representar o príncipe de Adarlan em uma competição, lutando contra os mais habilidosos assassinos e larápios do reino. Endovier é uma sentença de morte e cada duelo em Adarlan será para viver ou morrer. Mas se o preço é ser livre, ela está disposta a tudo.

Demorei um tempinho para ler esse livro. Primeiro porque não tive oportunidade, e segundo, quando lançou tinha tanta gente falando dele, em todos os lugares que isso acabou por apagar meu interesse. Então, no ano passado, olhei e resolvi dar uma chance. O livro não se tornou somente um dos meus preferidos, como também possui uma das melhores protagonistas que já li. A história é excelente, a narrativa fluída e viciante, não consegui parar de ler até que não houvesse mais, e logo devorei os outros da série em seguida, já esperando ansiosamente pelo lançamento da continuação. É sobre Celaena Sardothien, a maior assassina da sua época, que depois de passar meses trabalhando em minas cruéis, é levada ao castelo do Reino para lutar com objetivo de se tornar a Campeã do Rei. Parece simples, mas tem tanto detalhe e criação dentro dessa única história que você se pergunta como a autora foi capaz de fazê-la sem se perder e de maneira tão envolvente.



O Nome do Vento – Sinopse: Ninguém sabe ao certo quem é o herói ou o vilão desse fascinante universo criado por Patrick Rothfuss. Na realidade, essas duas figuras se concentram em Kote, um homem enigmático que se esconde sob a identidade de proprietário da hospedaria Marco do Percurso. Da infância numa trupe de artistas itinerantes, passando pelos anos vividos numa cidade hostil e pelo esforço para ingressar na escola de magia, O nome do vento acompanha a trajetória de Kote e as duas forças que movem sua vida: o desejo de aprender o mistério por trás da arte de nomear as coisas e a necessidade de reunir informações sobre o Chandriano - os lendários demônios que assassinaram sua família no passado. Quando esses seres do mal reaparecem na cidade, um cronista suspeita de que o misterioso Kote seja o personagem principal de diversas histórias que rondam a região e decide aproximar-se dele para descobrir a verdade.  Pouco a pouco, a história de Kote vai sendo revelada, assim como sua multifacetada personalidade - notório mago, esmerado ladrão, amante viril, herói salvador, músico magistral, assassino infame. Nesta provocante narrativa, o leitor é transportado para um mundo fantástico, repleto de mitos e seres fabulosos, heróis e vilões, ladrões e trovadores, amor e ódio, paixão e vingança.

Eu jamais poderia deixar esse de fora. Tudo é tão bem feito, tão maravilhosamente e a história é tão fantástica que não consigo nem pensar como seria não ter esse livro na minha vida. Há tanto, TANTO no mundo criado pelo autor que chega perto da grandeza de O Senhor dos Anéis. Essa história é simplesmente imperdível pra quem ama fantasia, aventura e personagens bem estruturados e muito bem construídos. O envolvimento, o seguir da história é natural, como respirar, ela apenas segue, com uma narrativa detalhada e fascinante.


Labirinto – Sinopse: Em Julho de 1209: na cidade francesa de Carcassonne, uma moça de 17 anos recebe do pai um misterioso livro, que ele diz conter o segredo do verdadeiro Graal. Embora Alaïs não consiga entender as estranhas palavras e símbolos escondidos naquelas páginas, sabe que seu destino é proteger o livro. Será preciso grandes sacrifícios e muita fé para garantir a segurança do segredo do labirinto - um segredo que remonta a milhares de anos, e aos desertos do antigo Egito...
Julho de 2005: durante uma escavação arqueológica nas montanhas ao redor de Carcassonne, Alice Tanner descobre por acaso dois esqueletos. Dentro da tumba escondida onde repousavam os antigos ossos, experimenta uma sensação de malevolência impressionante, e começa a entender que, por mais impossível que pareça, de alguma forma ela é capaz de entender as misteriosas palavras ancestrais gravadas nas pedras. Mas já é tarde demais, Alice percebe que acaba de desencadear uma aterrorizante seqüência de acontecimentos que é incapaz de controlar, e que seu destino está irremediavelmente ligado à sorte dos cátaros, oitocentos anos antes.

 Esse livro é tão bem construído que fiquei sem fôlego ao ler. A história é complexa, mas bem estrutura, os personagens são reais e vivos nas páginas, a história tem algo parecido com vida, ela é envolvente e te prende do início ao fim. A pesquisa histórica da autora é muito boa, e a partir disso podemos aprender um pouco sobre diferentes épocas da França e até mesmo, um pouquinho do francês. A utilização do idioma apenas deixa a história com um tom mais verídico. É sobre a vida de duas jovens, uma no passado e a outra, descendente desta, no presente, correndo perigos e aventurando-se para salvar um grande segredo e um artefato que pode mudar o mundo e não deve cair em mãos erradas. Cada parte desse livro é maravilhosa, e a autora soube muito bem definir a personalidade dos personagens e diferenciar as épocas, mantendo-se  fiel a isso.

E aí, algum desses já te marcou também ou você tem sua própria lista?

Share this:

, , , , , ,

COMENTÁRIOS

10 comentários:

  1. Ainda não li nenhum desses, parecem ser muito legais.

    https://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Não li esses livros, mas depois desse post fiquei mega interessada em conhecer mais sobre eles! São capas lindas e as sinopses são incríveis!

    http://www.leitorasvorazes.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Camila!
    MIM ABRAÇA QUE VOCÊ LEU LABIRINTO!!! Gente, nunca encontrei alguém que tenha lido esse livro. Tenho umas amigas que começaram mas desistiram antes da metade. Esse livro é maravilhoso! Você já viu a adaptação que a BBC fez? Ficou bem fiel.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do Sorteio de Férias: cinco livros, um ganhador!

    ResponderExcluir
  4. Amo Senhor dos Anéis!! O Nome do Vento está na minha lista já faz um tempo, preciso tomar vergonha e ler. O Labirinto também parece ótimo.
    Adorei a lista!!
    Beijos <3
    Páginas Empoeiradas

    ResponderExcluir
  5. Oi Camila!
    Eu não li nenhum deles, mas vivo por esses livros marcantes, queria q todos os que eu lesse fossem assim, hahaha. É muito bom qnd um livro te ensina e influencia de alguma forma.
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Oi, Camila

    Menina, não li nenhum dessea livros. O mais próximo que eu cheguei foi de ter assistido a adaptação de O Senhor dos Anéis. Rsss
    Também sou desses que perde interesse se um livro é muito falado, então pelo mesmo motivo coloquei Trono de Vidro de lado, mas lerei porque elogiam muito a protagonista e você só confirmou isso!!

    Beijos
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  7. Hoje mesmo vi "Como viver eternamente" em uma promoção e estava na dúvida se compro ou não, depois desse seu post, acho que tenho que comprar!

    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Os livros parecem ser ótimos, nunca li nenhum deles. Mas, já vi resenha de Trono de Vidro, e sem contar a capa que é muito linda.

    Beijão,
    Querida Cretina

    ResponderExcluir
  9. Gostei das indicações,parecem ser bem legais. Adorei!

    http://www.depoisdesonhar.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Olá
    O único de sua lista que já li também me marcou muito, que é Como viver eternamente. Acho um livro tão fofo e tão forte ao mesmo tempo. Foi uma leitura incrível, que fiz em 2010 e ainda me lembro super bem do livro todo.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!