Resenha [MINISSÉRIE]: Elements - Adventure Time

       

Como nós, fãs, sabemos, esse não é um desenho para qualquer um. Muitos podem achar que é mais uma animação nonsense, mas não estão prestando atenção no significado e nas mensagens que Adventure Time (Hora de Aventura) passa. Então, na 8ª temporada, tristemente próximos do fim (a 9ª será a última), eis que foi lançada mais uma minissérie, Elements, que trouxe um pouco mais da essência do universo do desenho.


A história de Elements acontece logo depois da anterior, Islands (onde Finn se encontra com sua mãe e descobre sobre os outros humanos que sobreviveram à Guerra dos Cogumelos). Quando Finn, Jake e BMO voltam à Ooo, percebem que tudo está completamente diferente de antes, algo aconteceu enquanto eles estiveram fora: o continente está separado em 4 territórios, um para cada elemento gelo, fogo, doce e gosma.


Os problemas começam quando eles retornam à Casa da Árvore, onde encontram Fern (o Finn da outra dimensão que teve seu corpo transformado em grama), com o DNA de grama alterado para doce. O que também modificou sua personalidade, deixando-o alegrinho e meio bobo. A partir daí, eles precisam saber o que aconteceu, como aconteceu e como pode resolver isso sem prejudicar seus amigos que, aliás, já estão muito prejudicados, pois, conforme eles começam a explorar a nova Ooo, percebem que todos estão transformados de acordo com o elemento que domina o território em que se encontram.


Assim, a trama se passa em torno do mistério que aconteceu à Ooo, com Jake e Finn procurando uma resposta junto de Rei Gelado (sim!) e Betty (SIM!). No início, achei meio estranha a combinação dos personagens, mas conforme você assiste, percebe que foi uma escolha excelente. Rei Gelado porque está ali desde que essa “elementização” do continente ocorreu, então pode saber como dar um jeito nisso. E Betty, que por incrível que pareça, está agindo de forma menos... louca e estranhamente, se lembra do Rei Gelado como Simon e também, do passado que os dois tiveram. Isso pode ser um fio que conduzirá a, talvez, o retorno das memórias dele?


Essa é minha minissérie preferida, logo depois de Stakes. Tem bastante ação, diálogos cômicos é claro, aventura. Os personagens foram bem explorados, principalmente o Finn, que está liderando o desenvolvimento da história, e a cada episódio você percebe o amadurecimento do personagem, ainda mais se o comparando com as temporadas anteriores. Rei Gelado também, outro personagem que deixou de ser apenas o vilão que age sem motivo para ganhar muito mais profundidade, assim como a Betty, que passamos a conhecer melhor sua nova “personalidade”, por assim dizer, depois de começar a usar o antigo chapéu do Mágico. E Jake... bom, ele é quem mais surpreende (sem spoilers!).


Há muitas coisas surpreendentes em Elements, com foco nos personagens, como algumas respostas e é claro, novas perguntas. É aqui que se dá ênfase ao quanto Finn pode não ser o único herói na Terra de Ooo e que ás vezes, a pessoa menos esperada, pode dar um jeito de ser de grande ajuda. Esse é o máximo que posso falar sem dar revelações sobre o enredo, o que estragaria completamente as surpresas apresentadas nessa minissérie. 

Admito que não tinha colocado muita expectativa em cima dela, mas fui pega de surpresa e conforme os episódios foram passando, essa expectativa subiu e acreditem, não fiquei decepcionada. E sim, minha grande admiração e fascinação por Adventure Time aumentou ainda mais. 

Share this:

, , , , ,

COMENTÁRIOS

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!