[TAG] Unpopular Book Tag - Queria Estar Lendo

[TAG] Unpopular Book Tag


Aproveitando a vibe dos posts mais polêmicos aqui do blog, que tal um apanhado de opiniões não tão populares? Nossas opiniões, no caso. Então vem se divertir com a Unpopular Book Tag, onde pistolamos um pouquinho sobre os livros e personagens que menos gostamos e salvamos alguns títulos que aparentemente ninguém gosta, só a gente.

Lembrando que essas são nossas opiniões e só. Faz parte da vida de leitor desgostar de alguns livros; pistole com moderação!


1. Um livro popular que você não gostou.
Bianca: Belo Desastre, queria saber porque ele é popular, aliás. Eu tenho um ódio muito forte desse livro onde a Abby é uma tela branca pro Travis pintar e bordar como quer, além de Travis ser muito abusivo e o livro romantizar isso como se o passado bosta dele fizesse OK ele agir como um babaca de quem a Abby deveria ter muito medo.
Denise: Um dos mais recentes que eu li e não apenas não gostei como DETESTEI com todas as forças da minha existência foi Novembro, 9 da Colleen Hoover. Santa romantização de todo tipo de abuso que existe, Batman!
Eduarda: Boa parte dos livros que eu não gosto são populares, então aqui é questão de ver o que eu prefiro falar mal hoje... Já sei! Vamos falar do meu descaso e desgosto supremo com o queridinho de todos, sr. John Green? Ok que eu só li um livro dele, que foi Quem é você, Alasca?, mas vamos combinar que foi o necessário para me fazer querer passar longe de qualquer outra obra do autor. Eu não odieeei, só achei fraco, pedante e bem apelativo. Simples assim.



2. Um livro (standalone ou série) que todos parecem odiar, mas você ama.
Bianca: Trilogia dos Espinhos, do Mark Lawrence. Só vejo o povo reclamar, mas eu amo muito. Acho que o pessoal pensa que pra ser "fã de fantasia de verdade" tem que não curtir esse livro, sei lá. Honestamente, as vezes eu não gosto de fã de fantasia. /sórinotsóri
Denise: Eu vejo muita gente odiando a série A Rainha Vermelha (Victoria Aveyard), mas meu amor por ela só cresceu com os livros; a evolução da série é muito poderosa e tem muita crítica a políticas opressoras, preconceito e diversas outras problemáticas da nossa sociedade dentro daquela narrativa. A Prisão do Rei, que a maioria detesta, é meu favorito e o mais poderoso da série, inclusive.
Eduarda: Vou aproveitar que a Denise já defendeu A Rainha Vermelha, e que não precisarei fazer isso, pra vir aqui falar em nome de um dos meus queridinhos e mais injustiçado que é Em nossa próxima vida (Lauren James) para o qual o ódio e notas baixas eu resumo em: você não soube ler direito, lê de novo ou cala a boquinha. Yup, não tenho paciência. Yup, defenderei eternamente. O mesmo vale pra quem criticou The Female of the Species/A (R)evolução das mulheres, tá beleza certos youtubers que eu curtia mas parei de seguir?



3. Um triangulo amoroso onde a personagem principal terminou com quem você não queria OU um OTP que você não gosta.
Bianca: PS: Ainda Amo Você, o segundo livro da trilogia Para Todos os Garotos que Já Amei, da Jenny Han. EU TE AMO, JOHN AMBROSE MCCLAREN. Pra esclarecer, porque sei que o Peter é amorzinho de muita gente, eu gostei dele no primeiro livro. Aí veio o segundo, e o terceiro. E eu tenho uma opinião bem diferente da Denise desses livros :B So...
Denise: Como eu sinto que já sei quais serão as respostas das meninas, vou citar a Laia e o Elias de Uma Chama entre as Cinzas (Sabaa Tahir) porque eu simplesmente não consigo shippar! Amo os dois, mas não como ship - até porque o Elias é da Helene e fight me on this.
Eduarda: Jesus, praticamente todos os que eu li? America (A Seleção) é burrinha e preferiu o príncipe, mas dado o modo como ela ficou escrotiane no livro 4 e 5 os dois se merecem mesmo. Katniss (Jogos Vorazes) nunca mereceu meu menino Gale então meio que se dane também.  Agora se a Mare (A Rainha Vermelha) ficar com o Cal no final de War Storm eu vou ficar muito puta da cara real oficial! Não que eu queira que ela fique com o Maven, porque por favor né gente relacionamento abusivo alert, mas também não aceito ela com o principezinho meia boca. Prefiro morta que é melhor, tá mais bem servida.



4. Um gênero popular que você dificilmente lê.
Bianca: Romance de época, eu prefiro muito mais os históricos, mas ainda assim, de tudo que eu leio, esses dois são os que eu menos leio.
Denise: Eu nunca vou ter em mim capacidade de ler livros eróticos sem cair na gargalhada; pelo amor da deusa, descrever uma piroca como se fosse a coisa mais bonita do mundo não dá, gente.
Eduarda: Odeio sick lit e livros da vibe, deve ser rancor do John Green. Não suporto romance ao estilo Nicholas Sparks. Não tente me fazer ler livros de terror ou suspense porque não vai rolar, e, definitivamente, me deixe longe de qualquer história que tenha menção espírita ou religiosa e que passe uma lição nesse sentido. Se eu quisesse ouvir sermão ou ser catequizada eu ia na igreja, passar bem.



5. Uma personagem popular ou amada que você não gosta.
Bianca: Maxon, de A Seleção. Katniss, de Jogos Vorazes. Travis Maddox, de Belo Desastre. Eu posso ficar aqui o dia inteiro.
Denise: Katniss, de Jogos Vorazes (Suzanne Collins). Ela deveria ter morrido no fim. Toda aquela coisa de ser heroína nunca colou porque ela era uma egoísta dos infernos, podia pelo menos ter virado mártir.
Eduarda: Sempre odiei a Alice de Crepúsculo porque affe o perfil 'fadinha sabe tudo melhor amiga' me fazia querer enfiar uma estaca no peito dela, só pra perguntar se ela tinha previsto aquilo também. Mas acho que meu ódio, ou seria rancor?, maior sempre foi em relação a três personagens de Harry Potter: Snape (que até aqui ok, porque muita gente não gosta também), Dumbledore (maior cuzão e que poderia ter salvo muita gente SE PARASSE PRA PENSAR NAS PESSOAS ALÉM DO 'BEM MAIOR', SEU BOSTA) e Rony (porque sinceramente toda vez que alguém cita ele como exemplo de amigo eu quero MORRER - ou matar alguém -, e minha Hermione teria ficado muito melhor se tivesse ficado com qualquer outra pessoa, CADÊ O KRUM MOZÃO?).



6. Um autor popular que você não consegue gostar.
Bianca: Paulo Coelho, o ranço que eu tenho desse homem é muito grande, sem or. O ego dele sufocaria a população inteira da China, sendo que ele não é nem de longe tão bom quanto acha que é, sem contar que é boçal até não poder mais. Não é nada bonito, mas acho que se eu tivesse a chance de cuspir na cara dele, eu cuspiria. Me processem.
Denise: Colleen Hoover. Se eu encontrasse na rua, atravessava pra andar na outra calçada. Eu vi tantos elogios aos livros dessa mulher que quando peguei esperava as melhores histórias de amor que já leria na vida, e a deusa que me salve, mas só li caso de polícia. E um pior que o outro. É assustador porque ela romantiza cada coisa absurda, tóxica e perturbadora que, se fosse na vida real, nem psicólogo pra ajudar a tratar. Os homens que ela escreve são uns embustes nojentos e obsessivos (nem me deixe começar a falar de Novembro, 9, a pior coisa que já li NA MINHA VIDA) e as mocinhas, esteriótipos de vítimas de relacionamentos abusivos, porém romantizadas pra tudo parecer bonitinho e empoderador. Tenho RANÇO dessa mulher.
Eduarda: Eu ia citar Carolina Munhóz, daí olhei pra pergunta, vi o "popular" e precisei mudar de ideia. Vou colocar John Green mais uma vez só pra não perder a oportunidade. Mas minha resposta real oficial é Cassandra Clare, que além de não escrever tudo isso e fazer a J.K. - os headcanons dos fãs ou as coisas que ela diz FORA dos livros são mais legais do que os livros em si, embora no caso da JK ao menos os livros sejam realmente bons -, ainda é super cuzona com alguns fãs e principalmente com a galera da série Shadowhunter, só porque ela tá mordida que eles conseguiram pegar o que ela tinha interessante e fazer algo dez vezes melhor do que ela jamais seria capaz.



7. Uma trope popular que você está cansado de ver (como "princesa perdida", "triangulos amorosos").
Bianca: A secretária virgem se apaixonando pelo patrão. Não posso mais ver premissas como essa, gente. Chega, já. Vamos fazer outra coisa. Esse lance de mulher vulnerável em posição de subalterna com o empregador me deixa muitíssimo de saco cheio.
Denise: Eu tô cansada de ler ciúme e romance abusivo romantizado como algo bonitinho e perfeitinho e o prompt perfeito pra uma história de amor. Macho que oprime a garota, que faz abuso psicológico e emocional, que stalkeia e é extremamente controlador é tido como um príncipe em vários livros do gênero. STOP THIS MADNESS.
Eduarda: O pica das galáxias do sexo, sérião. Não aguento mais ver tanta gente desperdiçando talento pra vida de artista pornô. Porque, sinceramente, tem personagem que só de olhar já deixa a mina molhadinha e vendo estrelas. Sem falar nas preliminares que nunca tem fim. Na minha última leitura me vi pulando vários parágrafos de uma cena interminável de sexo porque affe, enfia logo e fim que eu não to aqui pra isso não, tem mais coisas que eu quero ler.



8. Uma série popular que você não tem interesse em ler.
Bianca: Harry Potter. Peguei ranço de potterhead na época do Orkut e por consequência ranço dos livros, nem os filmes eu pretendo ver. Tenho preguiça da história, me processem².
Denise: Eu tenho um pouco de sono só de pensar em O Nome do Vento e não vou negar. Não tem nada de errado nessa série, até onde sei, mas é preguiça mesmo e não pretendo chegar perto.
Eduarda: O que é popular hoje em dia? O que as crianças tem lido, gente? Sério, não faço ideia do que responder nesse caso. Tive de pedir ajuda aos universitários - oi Denise - e ela me lembrou de Para todos os garotos que já amei, que não é exatamente questão de odiar, mas falta de interesse real. Depois de ler "O verão que mudou minha vida" não consigo nem cogitar abrir um livro da Janny Han (mas acho ela fofis, sei lá).


9. O ditado é "o livro é sempre melhor que o filme", mas qual filme ou série de TV você gosta mais do que do livro?
Bianca: Shadowhunters, eu prefiro MIL VEZES a série aos livros de Os Instrumentos Mortais, eles corrigiram tanta coisa. Mas também gosto muito do filme de Marley e Eu e A Culpa é das Estrelas.
Denise: Minha preciosa Shadowhunters é boa demais pra série de livros em que é baseada. Só de lembrar dos absurdos que a Cassandra escreveu em Os Instrumentos Mortais (e ainda escreve na série nova) dá um desgosto. Que bom que a adaptação é melhor que isso. E também tem Jogos Vorazes, quase morri lendo aquilo pelo POV da Katniss, mas o filme deu uma abertura bem maior e MEU DEUS, COMO EU AMEI. Até amenizou meu ódio pela Katniss (medira, amenizou nada).
Eduarda: Affe gente, agora deu ruim. Gosto mais de Shadowhunters do que de TMI, mas ainda assim não passei da primeira temporada. AAAH já sei! Vou com um clássico, aquele que deu início a todo o "a série/filme é melhor do que o livro", nosso bom e velho The Vampire Diaries que SÓ PELA BELEZA DO IAN já valia todo meu tempo investido, e que apesar dos pesares (sendo bosta em várias coisas e me forçando a desistir dela) AINDA ASSIM conseguiu ser melhor do que aquela porcaria que eram os livros.

E aí, concordam com as nossas respostas ou querem nos matar? O post é uma junção de tudo o que pistola a gente, mas lembrando que é nossa opinião, mantenhamos a paz :P

Share this:

, , , , , , , ,

COMENTÁRIOS

10 comentários:

  1. Oi meninas,

    Adorei essa tag e a opinião de vocês, apesar de algumas respostas não baterem comigo rsrs. Acho legal esses posts por isso, as vezes o que agrada um, não agrada o outro e vemos cada ponto de vista.
    Adoro a serie Shadowhunters, uma pena o cancelamento.
    Bjs e uma ótima noite!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  2. Oi, meninas.
    A maioria das respostas eu concordo, mas vou defender Harry Potter e a Colleen Hoover eternamente porque sim, são livros ótimos, mas cada um tem uma experiência diferente, então só passar a bola pra frente e parar de cutucar a ferida.
    Eu gosto da Jenny Han, essa trilogia dela é muito fofinha. Concordo sobre Em nossa próxima vida, eu simplesmente amei esse livro!
    Beijos
    http://www.suddenlythings.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi, meninas!
    Eu odiei Quem é você, Alasca? Fico me questionando como dizem que esse livro é bom.
    Katniss merecia morrer era sozinha essa louca. Guerra troando e ela de dúvida se ficava com Gale ou Peeta. E eu nem vou falar que ela ficou com o outro por pena e medo de ficar sozinha..
    Shadowhunters série pisa nos livros e é isso,
    Vocês já sabem né? Salvei a tag pra responder porque se não for pra polêmica, eu nem começo.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah! Esqueci de comentar sobre Snape. Nossa, que ranço desse personagem e galera querendo pintar ele de heroi pelo que fez. MIGO TU NÃO FEZ MAIS QUE OBRIGAÇÃO depois que infernizou a vida do Neville e desejou horrores que fosse ele o escolhido pelo Voldemort ao invés do Harry.

      Excluir
  4. Muito bacana a Tag. Tambem odeio Belo Desastre e ao meu ver o abuso partiu de ambos os lados que o Travis foi abusivo não resta duvidas, mas a Abby tambem foi, logo eles se merecem, o babaca possessivo, violento, que se acha fodão, bebe até cair e fuma igual uma chaminé, etc, etc (Que beleza de homem. SQN) com a sonsa, egoísta, hipócrita, falsa moralista e etc, etc. Definitivamente tenho uma raiva estratosférica de ambos pra mim são como se fala hoje em dia dois embustes asquerosos. E pra ajudar eu nunca vi um livro com tantas incoerências e eu soube de uma coisa sobre o "acidente" do final do livro que me fez sentir mais raiva ainda do livro, do casalzinho e da autora.
    Super concordo o Elias é da Helene e ponto final. Laia e Elias não tem a menor quimica, achei que ela combinou muito mais com o Keenan e eu shippo. Já Eliene é OTP.
    Sobre a Rainha Vermelha nem Mare e Cal e muito menos Maven e Mare. Nenhum casal me conquistou, aliás essa é uma série que tem altos e baixos pra mim na verdade mais baixos do que altos. E bem acho que nenhum triangulo supera o detestável, o insuportável, o odiável, o irritável, abominável: Ren, Kelsey e Kishan de A Maldição do Tigre.
    Pra mim livros eróticos são basicamente todos iguais, pior é como se não tivesse uma estória e as vezes penso que não tem mesmo e a maior preocupação dos mocinhos é: "Aí aonde a gente vai f.... agora?" #preguizzzzzz... Vocês já viram que eu não gosto de Travis Maddox e sua namoradinha Abby, mas eu também posso falar de outro casal: Ana e Grey. Tem também Edward Cullen, Rowan Whitethorn (Não odeio, mas peguei birra do personagem de tanto que a Sarah enche a bola dele.)
    John Green e Nicolas Sparks do primeiro eu li apenas um livro que ele escreveu em conjunto e não é pra mim, do segundo eu nunca li nada, mas já vi falarem tantas coisas entre elas o quanto os livros são melosos e dramáticos e eu odeio melação, logo não tenho o menor interesse.
    As Cronicas de Gelo e Fogo li o primeiro livro e abandonei no segundo e não tenho o menor interesse em continuar, tal qual O Senhor dos Anéis. Podem ser fantasias épicas e etc e tal, porem não tenho o menor interesse. Sobre essa trope popular 99% dos livros eróticos se encaixam em tudo isso que vocês citaram, por isso é um gênero que me faz pensar mil vezes antes de arriscar tempo na leitura.
    Huuummm... Acho que é só isso.

    ResponderExcluir
  5. PS: Mil desculpas porque eu me empolgo e acho que tô escrevendo toda a história do mundo em um único comentário. Hahaha

    ResponderExcluir
  6. Meu Deus do céu quanto ranço num post só hahaahahahahaha adorei rsrsrs Adoro Belo Desastre e odeio a Abby e o Travis na mesma medida, me julguem, eu sei, sou doida. E Bianca fãs são chatos, confira HP e esqueça dos malucos pelos livro, a saga vale a pena! E desteto sick lit, nossa é só ler doença na sinopse que já reviro os olhos rsrsrsrs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  7. Ai, eu adoro tanto que vocês são feministas e não perdoam personagem/autor que romantiza abuso <333

    Venho ouvindo elogios à Colleen Hoover, mas depois dessa tag eu acho que vou desistir mais uma vez. Eu conheço de nome a maioria dos livros, mas não os li e nem pretendo.

    Só que... eu não tenho paciência para a Helene de Uma chama entre as cinzas (embora não shippe Laia e Elias). Acho que a Helene ganharia muito mais se olhasse mais pra si e menos pro bem estar do Elias - que caga pra ela.

    ResponderExcluir
  8. Eduarda estava nervosa respondendo isso kkkk. Adorei as respostas e as discussões que possibilitam com esse tipo de post. Eu adoro o John Green e seus livros, mas todo mundo tem o direito de desgostar. Eu costumo ler muito livro mais undergrownd, então fico amando ou odiando sozinha na maior parte do tempo.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se eu não tô revoltada quando começo a responder, eu sempre fico ao terminar. HAHAHAHA

      Excluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!