Resenha: Os noivos do inverno

  • 09:00
  • 27 de fev. de 2019
  • Resenha: Os noivos do inverno

    Se alguém viu minha TBR de Fevereiro sabe que eu estava bem ansiosa pra ler Os Noivos do Inverno desde a Flipop do ano passado. Escrito por Christelle Dabos e publicado no Brasil pela Morro Branco, é uma fantasia francesa que me supreendeu e ao mesmo tempo me decepcionou. Ele é o primeiro volume de uma série chamada A Passa-Espelhos.

    Sinopse: Honesta e cabeça-dura, Ophélie não se importa com as aparências. Mas, por baixo de seus óculos de aros largos e cachecol desgastado, a garota esconde poderes únicos: ela pode ler o passado dos objetos e atravessar espelhos. A vida tranquila que leva em Anima se transforma quando Ophélie é prometida em casamento à Thorn, herdeiro de um distante e poderoso clã. Agora, ela terá que deixar para trás tudo o que conhece e seguir seu noivo até Cidade Celeste, a capital flutuante de uma gelada arca conhecida como Polo. Ali, o perigo espreita em cada esquina, e não se pode confiar em ninguém. Sem se dar conta, Ophélie torna-se um peão em um jogo político mortal, capaz de mudar tudo para sempre.

    O nome da série vem da personagem principal Ophélie, que tem dois poderes: ler objetos e atravessar espelhos. A leitura de objetos é uma descendência da família dela que mora toda em Anima e tem como espírito familiar Ártemis. Nesta fantasia criada pela autora, o espírito familiar é a entidade suprema do local, a autoridade, imortal. Porém, como todo imortal, eles não são exatamente amigáveis com os inferiores, meros mortais.

    Ophélie foi prometida de casamento ao misterioso Thorn, vindo do Polo. Essa atitude é bem estranha, visto que o costume é se casar com primos, mas foi escolha das Decanas, as únicas abaixo de Ártemis. Então essa decisão não pode ser revogada, isso foi deixado bem claro por elas.

    Thorn é frio como o lugar em que mora, misterioso e, assim como Ophélie, não tem o mínimo interesse em se casar, ainda mais com ela. O espírito familiar de Polo é o Farouk, tão misterioso e exótico quanto os moradores da cidade.

    Como exigência do casamento, Ophélie é tirada de sua casa, sem direito a voltar, e levada para o Polo com o seu futuro marido. Junto com ela vai sua tia Roseline para manter a segurança e a inocência da menina. 

    Resenha: Os noivos do inverno

    A cidade do Polo é algo além da imaginação, achei isso um ponto muito forte do livro, a cidade é suspensa e vertical. Sim, vertical! Além disso, toda a ambientação é muito bem escrita e muito bem imaginada. Eu literalmente me sentia em outro mundo. Como Ophélie não conhece muito bem o ambiente, você também fica um pouco confuso e perdido como ela, mas aos poucos tudo vai ficando mais claro conforme ela vai compreendendo a dinâmica do lugar. 

    No Polo existem várias famílias, cada uma delas com a sua especialidade. Os Miragens, como próprio nome diz, são capazes de criar qualquer tipo de ilusão. A Teia é como uma rede de fofocas 24 horas, 7 dias na semana, todos os membros dessa família são conectados e o que um vê ou ouve, todos os outros membros também sabem. E por fim, Os Dragões, onde Thorn pertence, eles são fortes e todos possuem Garras - no sentido metafórico - são capazes de ferir qualquer um sem sequer encostar em um fio de cabelo. Todos eles são identificáveis por tatuagens, cada família tem a sua.

    Apesar da família de Thorn já ter sido respeitada um dia, eles caíram em desgraça quando Thorn nasceu. Isso porque Thorn é um bastardo e sua tia Berenilde o protegeu, correndo o risco de ela mesma ser expulsa da família. 

    No Polo, tudo é muito diferente, as regras são muito rígidas. Thorn é intendente, um cargo muito importante, o que faz com que ele seja odiado por muitos, principalmente por ser um bastardo ocupando o cargo. A notícia do seu casamento se espalhou rápido, o que deixa Ophélie em risco de vida. Ela não entende bem o por quê e não entende toda a proteção de Thorn com ela. Ela não deve confiar em ninguém, não deve sair de casa, não deve revelar em momento algum que é a noiva de Thorn ou estará correndo perigo.

    Ophélie é uma personagem tímida e eu não dei nada pra ela em boa parte do livro, o que me incomodou. Eu tenho que me apegar a algum personagem do livro pra me envolver na história e se ele for narrado em primeira pessoa, tem que ser a personagem principal. Ela não é do tipo que segue as regras impostas e não se contenta com as poucas informações que dão para ela, mas suas explosões são bem esporádicas. Na maior parte do tempo ela só está irritada e fica resmungando que Thorn e Berenilde não dizem nada. Até metade do livro, ela só tinha tomado atitude e feito o que ela achava certo uma vez.

    Resenha: Os noivos do inverno

    Os outros personagens são bem complicados. Thorn é extremamente frio, seco e sério, se preocupa mais com o próprio trabalho e imagem do que com o restante que acontece ao seu redor. Berenilde é um pouco mais doce que o sobrinho, mas também mais preocupada com o próprio umbigo. Já a tia de Ophélie, Roseline, é uma mulher bem perdida e com a boca grande demais, fiquei aguardando ela ser a responsável das confusões o livro todo.

    Esse livro foi muito lento durante boa parte, só ganhou um ritmo melhor nas últimas 100 páginas; quase desisti várias vezes. O final deixa com uma vontade de quero mais, já que é bem impactante.

    Ophélie cresceu muito na trama e resolve tomar atitude na vida, mas não sei se lerei o próximo volume. A autora perde tempo com várias cenas irrelevantes pro enredo e isso cansa, além de gastar 5 páginas numa cena importante, mas que poderia ter sido feita em 2 páginas. É bom dar importância para algumas passagens, mas sem exagero.

    Um detalhe que é colocado na orelha do livro são os comentários de revistas e jornais e em um deles é dito que o livro está no mesmo patamar que Harry Potter. Quando li isso, me empolguei, apesar de pensar "não deve ser tudo isso, mas deve ser bom". Estava com médias expectativas, mas mesmo assim me decepcionei um pouco com ele.

    Apesar do enredo, no fim das contas, não ter sido muito o que eu esperava, a ambientação é maravilhosa. Além da edição ter um mapa da cidade, que me foi útil, pois foi bem confuso no começo e uma "árvore genealógica" também muito útil. Fora serem úteis, esses dois itens são lindos e deram um charme a mais que somado a capa maravilhosa fizeram a edição entrar no meu top 5 de edições mais bonitas.

    Título original: Les Fiancés I'hiver
    Autora: Christelle Dabos
    Editora: Morro Branco
    Gênero: Fantasia
    Nota: 3
    Skoob

    GOSTOU DO LIVRO E QUER AJUDAR A MANTER O BLOG? ENTÃO COMPRE PELOS NOSSOS LINKS!

    Amazon

    1. Oi Raquel! Acho que fui iludida pela capa então, achei que seria um excelente livro rsrsrs não estou no meu melhor momento para ler livros com o ritmo lento....rs

      Bjs, Mi

      O que tem na nossa estante

      ResponderExcluir
    2. Oi Raquel
      Eu vi uma resenha muito legal do livro mas como você citou que ele é lento, eu fico com um pé atrás, até porque não curto tanta fantasia assim, pra eu desistir é muito fácil.
      Beijo!

      Capítulo Treze

      ResponderExcluir
    3. Oi Raquel, que pena que o livro não te conquistou, mas eu gostei da premissa do livro. Eu achei a capa do livro, interessante.

      Até mais!
      www.depoisdaleitura.com.br

      ResponderExcluir
    4. Oi Raquel,

      Não conhecia esse livro da Morro Branco. A premissa é tão agradável que fiquei curiosa, mas fiquei com receio desse inicio lento. Odeio histórias assim, parece que a leitura não flui.
      Dica anotada mesmo assim.
      Bjs e uma boa semana!
      Diário dos Livros
      Conheça o Instagram

      ResponderExcluir
    5. Não sei se iria gostar muito, parece ter uma história interessante mas ando a tentar fugir de histórias arrastadas, porque depois acabo por perder o gosto pela leitura e fico algum tempo sem ler.


      MRS. MARGOT

      ResponderExcluir
    6. Oi Raquel,
      Esse livro não me empolgou na época em que foi lançado e confesso ser a primeira resenha que leio dele.
      Acho que vou deixar passar a dica de hoje... :(
      beijos
      http://estante-da-ale.blogspot.com/

      ResponderExcluir

    Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!

    Tecnologia do Blogger.