Os maiores embustes literários que já li

  • 09:00
  • 23 de abr. de 2019

  • É fato que a literatura tem muitos personagens incríveis e inesquecíveis. Mas, para cada um que rouba nosso coração, sempre vai ter aquele que você gostaria de escrever o nome no Death Note. O famoso "você nem tinha que estar aqui, querido". A lista de hoje é pra falar sobre os maiores embustes literários que já tive o desprazer de ler.

    Ben - Novembro, 9 (Colleen Hoover).
    Já começo com essa... coisa que é esse cara porque meu ódio é de mais de 8 mil. Peguei Novembro, 9 pra ler graças a algumas indicações, já que eu tinha tido uma péssima experiência de leitura com outro livro da Colleen. E ai o Ben me fez pensar que ele tinha saído de um episódio de Law and Order: SUV; a Colleen só pode ter tirado inspiração pra ele de lá, não tem outra explicação.


    O cara não é apenas obsessivo e absurdamente assustador por causa dessa obsessão como também é perseguidor (vide o começo do livro), controlador (absolutamente todas as cenas com a mocinha são dele controlando ela de alguma maneira; psicológica e emocionalmente, acima de tudo), manipulador (fez ela sentir culpa por tudo que NÃO ERA CULPA DELA usando a lábia), abusivo (a autora retirou uma cena do livro porque ela admitiu que era estupro. Tipo assim, precisou o mundo ler e apontar pra linda perceber que tinha romantizado UM ESTUPRO) e, basicamente, um criminoso. E é isto.

    Kieran - Os Artifícios das Trevas (Cassandra Clare).
    Como a Bianca já mostrou nessa listinha, a CC adora escrever umas babaquices e fingir que não é nada demais. Depois que parei pra pensar a respeito dos seus livros, percebi o quanto de coisa absurda ela passa nas histórias. O Kieran é uma delas.


    O personagem tinha tudo pra ser um diferencial e formar umas interações interessantes com o Mark, mas a Cassandra escolheu o caminho mais fácil e foi lá romantizar relacionamento abusivo. Eu não tô nem aí pra qualquer argumento. O Kieran é tóxico, manipulador, disfarça seus sentimentos egoístas como se 'para o bem do Mark' e abusa dele emocionalmente. Determinada cena de Dama da Meia-Noite me deu vontade de entrar no livro e esfregar a cara do Kieran num muro de chapisco. É um embuste e um dos grandes.

    Tate - Real (Katy Evans)
    Faz tempo que eu não reclamo do Tate por aqui, vamos mudar isso. Minha resenha foi bem auto-explicativa sobre o desgosto que esse livro causou no meu psicológico, e o Tate é um dos grandes motivos pra isso ter acontecido.


    O cara é um homem das cavernas, basicamente. Os romances New Adult gostam muito de usar esse arquétipo de homem fortão, indestrutível, uma máquina de sexo sobre duas pernas que esconde as emoções atrás de um passado trágico - e por isso é um babaca com todo mundo ao redor dele, principalmente com as mulheres - e o Tate é isso, só que multiplicado pra pior. Eu tive medo dele, de verdade, porque o cara agia igual um macho alfa. Sangue de Jesus tem poder e me livrai de um troço desses.

    Richard - Não Pare! (FML Pepper)
    Eu queria que a Pepper parasse de escrever homens fortões de voz grossa que agem igual uns rinocerontes com o emocional das garotas como se fosse algo sexy. Já deu dessa desgraça; romantiza um cara bom, gentil, educado. Não precisa de músculos e de violência pra fazer um personagem sensual, pelo amor da Eva Green.


    Eu nem quero me estender mais falando sobre ele porque o Richard é um resumo de tudo que citei aqui em cima.

    Maxon - Trilogia A Seleção (Kiera Cass)
    Na lista de potenciais jogados no lixo, tu és o maior, Maxon. Eu tinha uma relação muito agradável com ele até o meio do segundo livro. Infelizmente, daí para frente, a embustidão dele cresceu de uma maneira que só o nono círculo do inferno pra redimir.


    O Maxon foi de príncipe pra sapo num curto espaço de páginas. Ele largou a benevolência e o altruísmo e assumiu umas atitudes toscas, egoístas e eu só queria socar a cara dele pra ver se olhava para o próprio umbigo antes de falar um 'ai'.

    Darkling - Trilogia Grisha (Leigh Bardugo)
    Não existe pessoa na Terra ou na galáxia pra me convencer de que esse homem não era controlador e tóxico. Ele era um dos mais abusivos, inclusive, mas por ser um gótico misterioso e charmoso, muita gente deixa isso passar. A quantidade de leitores que shippa ele com a Alina é de me dar nervouser. Eu admito que o Maly tinha seus defeitos e não era o par perfeito, mas era humano e melhorou bastante no decorrer da trilogia. Não chegava perto da manipulação e da sacripância bestial que era o Darkling.


    Ele é um ótimo personagem e um ótimo vilão, ponto. Mas, tal como o Kylo Ren da nova trilogia de Star Wars, não tem nada que sair shippando com a mocinha. Elas merecem luz do sol e alegrias e não um homem babaca que diz estar escolhendo o caminho delas e manipulando as escolhas delas "pelo seu próprio bem". MORRE, DIABO.

    Como tá a listinha de vocês pra embustes literários?

    1. Oi Denise, oi embustes! hahahah
      Dá listinha só conheço o Richard (tô cntg e não abro, INSUPORTÁVEL) e o Maxon (eu gosto dele. fez coisa estranha no segundo livro mas não evocou meu ódio eterno por isso kkkk)
      Bjs
      http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

      ResponderExcluir
    2. Oi, Nizz!
      Eu adoro o Darkling mas como vilão. Nunca shippei ele com a Alina (queria ela com meu lindo Nikolai, mas vida que segue), porém nunca deixei me enganar que ele era sim um cara super tóxico. Deve ser por isso que eu gosto dele como vilão; porque ele conseguiu me convencer que era ruim mesmo e esconde isso tudo por baixo de charme, que é só os que os abusivos fazem é isto.
      Beijos
      Balaio de Babados

      ResponderExcluir
    3. Oi Nizz!
      Nossa, serio que o Maxon tambem? Poxa eu gostava dele que so. Inclusive torci muito por ele e pela America. Chocado.
      Esse Kieran e trouxa. Ja sabia desde o primeiro livro que seria um escroto. Olhe se pertence ao povo das fadas, nao e flor que se cheire.
      Darkling eu acho absurdo. Nao suporto o Mala, mas pqp, jamais ship Darkling. Ele é um otimo vilao e ponto. Merecia morrer mesmo. Alina devia ter ficado com o Nikolai.

      Abraços
      David
      http://territoriogeeknerd.blogspot.com

      ResponderExcluir
    4. Oi Denise! Nossa como eu cansei de reclamar do Maxon! No começo eu adorava, mas depois me irritou demais! Já o tate eu acho que já estava vacinada para os personagens como ele kkkkkkk

      Bjs, Mi

      O que tem na nossa estante

      ResponderExcluir
    5. Oi Denise
      Da sua lista, o único que li foi A Seleção. Menina, sério que tu considera o Maxon embuste? Eu gosto tanto dele... Acho o Aspen um atraso de vida, mas o Maxon é amorzinho. Tem suas falhas, mas é fofo.

      Vidas em Preto e Branco

      ResponderExcluir

    Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!

    Tecnologia do Blogger.