Li até a página 100 e... #93 - Seafire

  • 09:00
  • 21 de ago de 2019

  • Autor: Natalie C. Parker
    Editora: Razorbill
    Número de páginas: 374

    Primeira frase da página 100:

    "Com um pigarreio, Amina ergueu sua voz: "Irmãs, quantas de nós perdemos familiares para Alaric Athair?"

    Do que se trata o livro?

    Seafire acompanha a personagem Caledonia desde o terrível incidente que matou sua família quando ela ainda era criança. O navio no qual sua mãe era capitã sofreu um ataque de uma nau do governante tirano que reina sobre terra e mar e Caledonia e sua melhor amiga, Pisces, foram as únicas sobreviventes do embate. Anos se passaram e Caledonia quer vingança - ela é agora capitã de uma grandiosa embarcação pirata, e navega em busca de poder e força para confrontar o monstro que destruiu tudo que era mais importante para ela.

    O que você está achando até agora?

    Maravilhoso é pouco pra cobrir o que esse livro tem sido! Seafire tem tudo que eu mais amo em histórias de fantasia, com batalhas navais bem orquestradas, um universo rico e diferente e toda essa questão de busca por vingança/justiça; some isso a um elenco de personagens femininas diversificadas e extremamente bem construídas em sua humanidade e tem meu amor. Você me dá um livro com uma tripulação pirata só de mulheres e tem meu coração, sabe!

    O que está achando da personagem principal?

    Caledonia é um pouco difícil e acho que por isso que eu a amo tanto. Diferente de Pisces, sua melhor amiga, ela é bem mais fria e resoluta e centrada diante de questões que envolvam sua missão principal. Não há, na capitã, espaço para clemência ou piedade. Ela viu o horror que foi tentar confiar em um inimigo, anos atrás, e as consequências disso - agora, tudo em sua visão é essa sede de retaliação que é tão interessante de acompanhar numa personagem jovem assim. Sua lealdade com as garotas da tripulação também é outro ponto fenomenal; Caledonia morreria por cada uma de suas marujas e eu a VENERO por essa irmandade.

    Melhores quotes até a página 100:

    "Nós somos as tripulantes do Mors Navis. Nós comemos soldados no café-da-manhã."

    "Aquelas garotas eram as rochas que sustentavam Caledonia: algumas eram pequenas, outras maiores, cada uma poderosa à sua maneira."

    "O mar nos carrega em nossas vidas. Ele nos alimenta e nos sustenta e nos desafia. E, na morte, nos dá paz."

    Vai continua lendo?

    Obviamente que sim! Apesar de estar levando o livro num ritmo mais lento - culpo os romances de época por isso - tô adorando tudo e não vou parar até acabar!

    Última frase da página 100:

    "Nós navegaremos até Cloudbreak."

    1. Oi, Denise
      Que achado! Nem faz muito minha praia mas eu me envolvi com a questão de pirata e feminilidade. Tomara que o livro reserve boas surpresas, quero até ler.
      Beijo
      https://www.capitulotreze.com.br/

      ResponderExcluir
    2. Oi Denise, eu ri de vc culpando os romances de época rsrsrs espero que continue sendo uma ótima leitura!

      Bjs, Mi

      O que tem na nossa estante

      ResponderExcluir
    3. OiiI Denise

      Eu tenho esse livro no kindle e estou bem curiosa porque amo demais piratas e o plot todo parece ser genial, espero que a leitura continue sendo mágica.

      Beijos, Ivy

      www.derepentenoultimolivro.com

      ResponderExcluir

    Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!

    Tecnologia do Blogger.