Livros mais arrepiantes da minha estante

  • 12:42
  • 31 de out. de 2019
  •  Livros mais arrepiantes da minha estante

    Aproveitando o clima de Dia das Bruxas de hoje, resolvi trazer uma listinha com os livros que mais me deixaram horripilada durante toda a leitura. Aquele tipo de história que faz descer um arrepio na espinha.


    Livros mais arrepiantes da minha estante

    Peguei pra ler sem saber o que esperar e acabei encontrando um terrorzão bem trabalhado pra deixar os cabelos em pé. Acompanhamos três histórias interligadas através de décadas, tudo isso por causa da misteriosa torre.

    Tem muita tensão em cima do mistério, muito "o que está acontecendo aqui???" pra logo em seguida cortar pra outra época e deixar que a leitura se arraste em temor e curiosidade. Quanto mais você descobre sobre o lugar e o que ele esconde, mais quer parar de descobrir.

    Livros mais arrepiantes da minha estante

    Medo Clássico (H.P. Lovecraft)

    A coletânea que reúne os clássicos de H.P. Lovecraft acerta em cheio em cada uma das histórias que apresenta. O autor constrói tramas em cima do extremamente bizarro e perturbado e consegue o efeito desejado com isso que é te deixar com muito medo. As tramas são carregadas de monstros esquisitos e situações de isolamento e perdição e por isso causam tanto desconforto; também é válido porque, nessa obra, os comentários e adições apontam para o racismo e xenofobia do autor, nunca passando pano apesar de enaltecer os outros pontos das histórias.


    Livros mais arrepiantes da minha estante


    Caixa de Pássaros (Josh Malerman)
    Um dos meus livros de terror favoritos que, infelizmente, não teve uma adaptação à altura no que diz respeito a ter medo de olhar por cima do ombro, Caixa de Pássaros acompanha um futuro não muito distante onde alguma coisa sinistra se espalhou pelo mundo. Essa coisa, quando olhada, faz as pessoas se matarem imediatamente; o que é? Por que faz isso? Como escapar de algo que você não consegue ver? A trama acompanha Mallory e suas duas crianças tentando fugir da casa onde estavam isolados, e tudo isso sem poder olhar em volta. Elas precisam atravessar um rio, mas as coisas estão por perto - o livro leva a coisa do terror do desconhecido ao pé da letra e PAI ETERNO como me deu arrepios. A cena do poço é uma das poucas que me dá calafrios só de lembrar.

    Livros mais arrepiantes da minha estante


    Uma família se muda para uma casa isolada na cidadezinha de Ludlow e descobre que essa casa é vizinha de um cemitério de bichos; acontece que esse cemitério faz mais do que guardar os corpos dos bichinhos queridos de uma vida. Ele traz as coisas enterradas lá de volta à vida - mas não exatamente como eram antes. A atmosfera da história é bizarra. Você sabe que tem alguma coisa de errada com o lugar, mas não sabe como isso vai se desenvolver; um acontecimento trágico no meio da trama torna toda essa situação ainda mais aterrorizante, principalmente pela maneira com que a família reage a isso. Do meio pro fim é roer as unhas e rezar todos os terços que você encontrar.


    Livros mais arrepiantes da minha estante


    O Iluminado (Stephen King)

    King ataca de novo e, dessa vez, com o que eu considero o melhor título dele. O Iluminado acompanha a história de uma família que vai passar as férias de inverno em um hotel isolado, hotel esse em que o pai, Jack, conseguiu emprego como zelador. Porém, esse hotel acaba se revelando um poço de alucinações e terror conforme os dias passam e o isolamento cresce, atormentando cada membro da família de diferentes maneiras. Ainda que eu considere o filme MUITO RUIM - King tá certíssimo na indignação dele - o livro fez comigo o que poucas histórias fizeram; me deu medo de parar de ler, mas medo de continuar. Cada cena, cada diálogo, cada estranheza constrói uma atmosfera que mesmo filmes sofrem pra conseguir. O que o King fez aqui foi um dos maiores clássicos aterrorizantes que já existiu.

    1. Oi, Nizz!
      Desses, só li os do King. Enquanto eu amei O Iluminado, eu já achei Cemitério Maldito O PORRE DOS PORRES!!! Meu Deus esse livro é muito chato. Pensei que nunca ia terminar.
      Beijos
      Balaio de Babados

      ResponderExcluir
    2. Oi, Denise
      Eu não gosto de livros de terror, isso já é óbvio, mas cheguei a comprar Caixa de pássaros, pena que acabei nem lendo.
      Beijo
      https://www.capitulotreze.com.br/

      ResponderExcluir
    3. Oi De, tudo bem? Eu amo essa edição de Lovecraf! E li O iluminado recentemente e foi uma experiencia incrível! Adorei a lista!

      Bjs, Mi

      O que tem na nossa estante

      ResponderExcluir
    4. Olá, Denise.
      Livros que realmente dão medo são difíceis de encontrar. Geralmente fica só na promessa. Caixa de Pássaros foi um deles. Discordo de você porque só passei foi raiva nesse livro porque não acontecia nada nele. Já Cemitério Maldito só ficou bom bem no finzinho e então acabou. Agora O Iluminado foi um que passei bastante medo hehe.

      Prefácio

      ResponderExcluir

    Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!

    Tecnologia do Blogger.