#TBT: Gilmore Girls

Sim, o nome não é estranho porque eu já falei dessa série por aqui. Inclusive, o Desafio Literário Rory Gilmore saiu dela!

TBT Gilmore Girls

O header fala muito sobre os meus sentimentos por essa série: é um estilo de vida e uma religião! Que, aliás, eu só aderi por causa da minha irmã mais velha. Na verdade, a minha irmã é a culpada por três dos meus grandes vícios de hoje: ler, escrever e assistir séries. Foi com ela que eu conheci Gilmore Girls e tantas outras séries e, depois que me senti segura o suficiente, me aventurei sozinha no mundo e ai virei essa coisa que sou hoje.

Falar dessa série não é tão fácil quanto eu imaginei que seria. Aqui em casa eu, minha irmã e minha mãe somos apaixonadas pela história de Rory e Lorelai, pelo relacionamento das duas e pelos diálogos extremamente divertidos.

#TBT: Gilmore Girls


Lorelai Gilmore nasceu e cresceu em uma família abastada. Frequentou as melhores escolas, aprendeu etiqueta e viveu em um mundo de privilégio. O problema é que ela nunca se encaixou nesse mundo, fazendo do seu relacionamento com os pais algo bastante complicado. E que só piora quando ela engravida aos dezesseis anos e se recusa a casar-se com o namorado para "corrigir o erro".

Logo após o nascimento de Rory, Lorelai decide que não iria deixar a filha crescer como ela cresceu, que faria as coisas a sua maneira, sem a intromissão dos pais, e parte de casa com o bebê nos braços e uma vontade de fazer a própria vida, de tornar-se independente e livre de todas as expectativas alheias. Ela encontra abrigo e trabalho em uma pousada na pequena cidade de Stars Hollow e cria Rory lhe ensinando tudo que sabe.

Quando a série começa, Rory já tem 16 anos e é a filha perfeita; Lorelai cresceu no emprego e hoje é gerente da pousada, e as duas são cercadas pelos exocêntricos personagens da charmosa Stars Hollow.

#TBT: Gilmore Girls


Porém, quando Rory não consegue uma bolsa de estudos para Chilton, a escola preparatória que pode ajudá-la a realizar o sonho de estudar em Harvard, Lorelai recorre aos pais para o auxilio financeiro. E é assim que a família, que só se via em datas comemorativas, começa a se reaproximar, trazendo velhas mágoas a tona e buscando recuperar o tempo perdido.

Gilmore Girls é uma história sobre relacionamentos e família, sobre ser quem você quer, trilhar seus próprios caminhos, perdão e redenção. Uma série sobre a coisa mais complexa e estranha que existe: a vida. Só que com muita pizza, café e risadas, é claro!


Ao longo das sete temporadas, nós nos aproximamos dos cidadãos ilustres e recorrentes de Stars Hollow, que dão o tom cômico e conflitos para cada episódio, como Taylor, o representante da cidade que adora dificultar a vida de todo mundo com a burocracia; Miss Patty, a professora de artes da cidade, uma ex-dançarina boemia que adora contar suas histórias e fofocar com Babette, a vizinha intrometida que todos amam; Lane, a melhor amiga coreana da Rory com um mãe rígida e religiosa, mrs. Kim; Kirk, o faz tudo da cidade com infinitos empregos e algumas das melhores falas; Paris, a rival de Rory em Chilton que tem, de fato, as melhores falas; Luke Danes, dono da lanchonete preferida das garotas Gilmore, rabugento de plantão; Sookie, a cozinheira da pousada onde Lorelai trabalha e sua melhor amiga (as duas tem o sonho de abrirem a própria pousada um dia); Jackson, o fornecedor de frutas e vegetais da pousada, que protagoniza algumas das melhores brigas com a Sookie; Michel, recepcionista da pousada, francês ranzinza, irônico e sarcástico.

#TBT: Gilmore Girls
#TBT: Gilmore Girls
Gif 1 "Eu achei que fosse o uniforme" | Figura 2 "Está chovendo?", "Não, é o dia nacional do batismo. Ligue suas tubas, idiota."

E isso ainda sem contar os pais de Lorelai, Richard e Emily. Richard adora livros e o conhecimento, como a neta, e Emily adora seus eventos sociais e a maneira correta de fazer as coisas; Christopher, o pai ausente de Rory e namorado de colegial da Lorelai, entre tantos outros papeis recorrentes que servem para dar cor a série.

Acho que, depois dos diálogos mergulhados em citações a cultura pop e comicidade, o que eu mais gosto são dos festivais que acontecem em Stars Hallow e do nível de comprometimento que Rory, Lorelai e alguns dos cidadãos tanto tem, avançando para a área do surrealismo as vezes. Se vai ter alguma feira ou festival ou grande evento na cidade, pode ter certeza que vai ter alguma tensão ou cena importante, ou algo que vai fazer você rir muito, como as encenações da participação da cidadezinha na Guerra da Independência.

Além disso, claro, tem o relacionamento próximo e invejável de Rory e Lorelai como um dos principais atrativos da série.

Eu simplesmente amo o conteúdo que ela traz, como ela não precisa de acontecimentos extraordinários para prender a atenção do expectador e como ela é profundamente complexa e interessante ao tratar de situações cotidianas e banais. Eu amo a inteligência da série, as lições sobre sororidade e apoio, como ela fala abertamente dos relacionamentos complicados com a família. Amo o crescimento constante das personagens e o comprometimento, a forma bem pensada como tudo nos é entregue.


Eu sempre recomendo GG porque é o tipo de série que aquece o coração, não te deixa indignada ou sofrendo. Você ama simplesmente por ela ser perfeita mesmo em seus defeitos. Desafio você a assistir a série sem desejar que você pudesse ter esse tipo de relacionamento com a sua mãe ou sem sorrir uma única vez. DESAFIO VOCÊ.

Gilmore Girls é a série da minha vida porque começou perfeita e terminou quando deveria - apesar das saudades absurdas que eu sinto. E porque ela não precisa ser um espetáculo de CGI para encher os olhos e o coração.


Ela teve sete temporadas entre 2000 e 2007, sendo que a última não contou com a participação de Amy Sherman-Palladino, a gênio por traz dessa criação, e foi exibida no Brasil como Tal Mãe, Tal Filha, pelo SBT. A série era da CW e contou com Lauren Graham como Lorelai Gilmore (sim, ela fez a Sarah em Parenthood em uma versão mais dramática da Lorelai e o hoje também é autora!) e Alexis Bledel como Rory. Ela também foi um dos primeiros trabalhos de Jared Padalecki (antes de ser o Sam, Jared fez o Dean, personagem recorrente nas 5 primeiras temporadas), Matt Czuchry como Logan, Milo Ventimiglia como Jess e Melissa McCarthy como Sookie!

E para finalizar:

#TBT: Gilmore Girls

Share this:

, ,

COMENTÁRIOS

3 comentários:

  1. "[...] Antes de ser o Sam, Jared fez o Dean"

    Ironias da vida XD

    Eu já assisti alguns episódios dessa série no SBT, mas nunca ela toda.
    Eu amo esse tipo de seriado: bem familiar.

    Vou ver se um dia assisto.

    Amei a indicação Bianca.

    Beijos ;*

    ResponderExcluir
  2. AHH QUE POST LINDO! GG SÉRIE MAIS PERFEITA <33
    Lendo o post, vendo os gifs e revendo a abertura deu uma saudade!! O relacionamento da Rory e Lorelai, mesmo hoje depois de muitas séries e livros, é o mais bonito que já vi <33

    ResponderExcluir
  3. Olá; eu já havia visto algo sobre essa série, mas não saia ao certo do que se tratava. Vendo seu post, me apaixonei! Parece o tipo de série que eu amaria acompanhar! Amei o post.

    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!