Controle Remoto: The Night Shift

Controle Remoto: The Night Shift

Não posso parar de falar das minhas séries médicas preferidas, então é obvio que no Controle Remoto de hoje sou obrigada a falar de The Night Shift, meu mais recente vício que eu espero muito que não seja cancelado porque estou ficando sem séries médicas de qualidade daqui a pouco!

The Night Shift acompanha a vida dentro e fora do hospital dos médicos e enfermeiros responsáveis pelo plantão noturno do San Antonio Medical Center, no Texas, onde grande parte do turno é composta por médicos militares (e ex-militares), o que adiciona uma dose cavalar de TPT (transtorno pós-traumático), além de muitas (mas muitas mesmo) decisões perigosas para salvar a vida, porque obviamente eles são militares e tem complexo de Deus porque são médicos.

É A MELHOR COISA.


Controle Remoto: The Night Shift

A fórmula de The Night Shift não é nova, os dramas médicos que mesclam o "paciente do dia" com os dramas e romances dos médicos que estão atendendo é basicamente o core de toda e qualquer série médica, o destaque fica realmente por conta dos personagens, distintos e carismáticos.

Cada um com uma personalidade forte, decididos em fazer o possível e o impossível para salvarem as vidas dos seus pacientes, mesmo que isso signifique quebrar algumas regras do hospital -- ou até mesmo algumas leis.

Dos meus preferidos temos TC Callahan (interpretado pelo Eoin Macken), charmoso, problemático e completamente confiante em suas habilidades médicas, ele é um ranger do exército, assombrado por acontecimentos trágicos em sua última turnê pelo Afeganistão como médico do exército. Foi lá que ele conheceu Topher Zia, outro médico com quem acaba muito amigo. Topher é um contra ponto do TC, mais cauteloso e responsável, ele aprendeu a lidar com os seus traumas, enquanto TC descobriu que é mais fácil afogá-los em brigas e álcool.


Controle Remoto: The Night Shift

Ainda no meu pack de favoritos, temos Jordan Alexander, a ex-noiva de TC e chefe do turno da noite, que tenta manter a equipe unida e vencer os cortes orçamentários para o plantão. Mesmo em um ambiente onde a testosterona bate níveis estratosféricos, ela não se deixa intimidar e sua figura lá dentro demanda respeito. E para concluir meu time, Drew Alister, um residente que ainda está servindo, guardando um grande segredo de sua unidade militar e todos os seus amigos. Um médico apaixonado e responsável, vivendo uma vida dupla por medo da reação de seus amigos.

Além de todos eles, ainda temos personagens que não são os meus preferidos, mas trazem toda uma dinâmica dramárica e um certo alívio cômico para cenas mais emocionalmente carregadas, como o dr. Scott Clemmens, atual namorado da Jordan; Michael Ragosa, o responsável administrativo pelo pronto socorro; o enfermeiro Kenny, que transita entre o drama e o humor com facilidade e uma certa complexidade; e o novo interno Paul Cummings, um ponto de vista com o qual os telespectadores podem se identificar ao mergulhar de cabeça no mundo médico.


Controle Remoto: The Night Shift


Para mim, o charme todo especial de The Night Shift fica por conta da interação dos personagens, do fato de que vários dele trazem um background que vai se desenrolando ao longo das temporadas, mesclando com dramas que surgem no presente e culminando em um desenvolvimento de personagem e trama sua, construído aos poucos, sem exageros e sem serem jogados na tela em um momento e completamente esquecidos no próximo.

Se não fosse a existência da minha amadíssima Code Black, The Night Shift seria a minha série médica atual preferida. Aos amantes do gênero, meu mais sincero: PARA TUDO E VAI VER AGORA!


Controle Remoto: The Night Shift

A série é exibida pela NBC nos Estados Unidos e por aqui tinha começado a ser exibida na Globo no ano passado, mas não tenho certeza se continua firme na grade da emissora. Ela já conta com 2 temporadas completas e a terceira estreia em junho lá fora.


Share this:

, ,

COMENTÁRIOS

12 comentários:

  1. Oi, Bianca!
    Eu AMO The Night Shift. Confesso que comecei a assistir por causa do Eoin (conheci ele quando fazia Merlin) e acabei fisgada pela série.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Sorteio Dois Anos de Família Hallinson
    Sorteio Três Anos do blog A Colecionadora de Histórias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menine, eu comecei a ver por causa da Denise, aqui do blog, que também começou porque amava o Eoin de Merlin UAHSHASUAHSUHASUAHS
      Night Shift é muito boooooa. Uma das melhores séries médicas que eu vejo hoje em dia (tirando Code Black, meu xodó).

      bjs

      Excluir
  2. Respostas
    1. Oi, Felipe!
      Se você gosta de drama e séries médicas, super recomendo!

      bjs

      Excluir
  3. Respostas
    1. Super recomendo, Monique!
      Especialmente se você curte drama e médicos.

      bjs

      Excluir
  4. Olá, Bibs.
    Eu não sou muito fã de séries médicas. Só assisti uma até agora, que amei é claro que foi House. mas assistia por causa dele hehe. Por isso não sei se assistirei essa. Ainda mais que tenho um monte de séries atrasadas para ver hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Série médica é bem particular né? Tem que gostar mesmo.
      Mas se estiver procurando uma, indico muito The Night Shift!

      bjs

      Excluir
  5. Oie Bibs =)

    Não sou muito ligada em séries médicas rs... Como sou meio paranoica, começo a ver os diagnósticos minha imaginação fértil já começar a sentir todos os sintomas rs...

    Mas parece ser uma série interessante para quem gosta do estilo.

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menine, eu amo série médica, mas sempre que maratono alguma começo a pensar na minha morte e na morte das pessoas que eu amo. Qualquer dorzinha é tumor cerebral já UHASUHASUHASUHAUSHAUSH Realmente, é algo que a gente não consegue evitar.
      Mas eu também não consigo evitar elaaaaas alsdkçalskdlçad

      bjs

      Excluir
  6. Bibs do céu, já querooooo! Amo séries médicas, vi tudo de Grey's e agora estou vendo Chicago Med e com certeza essa será a próxima!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. MAS MENINE, cê precisa correr ver The Night Shift e Code Black e ER! Se você tá curtindo med e grey's, vai amar ainda mais as 3 que citei ali aslkdçlaskdçlaksdlçsakd <3

      bjs

      Excluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!