Resenha: Laços de Sangue

Resenha: Laços de Sangue

Laços de Sangue é o lançamento da editora Seguinte. Nessa releitura, me apaixonei mais uma vez pela trama cheia de suspense e de reviravoltas interessantes criada pela ruiva linda da minha vida, e mais uma vez cai na espiral Sydrian (já que nesse livro não temos Romitri para morrer de amores).

Sinopse: Sydney estava encrencada. Em sua última missão, ela tinha ajudado a dampira Rose Hathaway a escapar da prisão, e essa aliança foi considerada uma traição grave, já que vampiros e dampiros são criaturas terríveis e antinaturais, ameaças àqueles que os alquimistas devem proteger - os humanos. Com sua lealdade colocada em questão, Sydney se sente obrigada a voluntariar-se para uma tarefa nada agradável - ajudar a esconder Jill Dragomir, uma princesa vampira que está sendo perseguida por rebeldes que querem o poder. Caso ela seja capturada e assassinada, a rainha Lissa ficará sem nenhum parente vivo e, como manda a lei, terá de abdicar do trono - o que culminará numa guerra civil tão sangrenta no mundo dos vampiros que certamente afetará a humanidade.Assim, pelo bem dos humanos, Sydney aceita se disfarçar de estudante e passa a conviver diariamente com Jill e seu guardião Eddie, quando os três são matriculados como irmãos no último lugar em que qualquer um procuraria a realeza dos vampiros - a Escola Preparatória Amberwood, em Palm Springs, na Califórnia. Mas entre uma pizza e outra, entre um jogo de minigolfe e uma conversa sobre garotos, ela começa a ter a sensação de que talvez esses seres estranhos não sejam tão maus assim, principalmente Adrian, um vampiro muito próximo de Jill que desperta os sentimentos mais contraditórios - e proibidos - em Sydney...O problema é que além de refletir sobre suas convicções e se preocupar com o seu coração, que anda acelerando mais do que deveria, a garota terá de encarar outros inconvenientes um pouco mais graves, como as tatuagens que viraram febre entre os alunos da escola e que parecem conferir poderes sobrenaturais a quem as usa. De que ingredientes elas eram feitas? Quem estaria por trás disso? Será que havia algum alquimista traidor entre eles? Caberá a Sidney resolver todos esses mistérios e garantir a paz entre os humanos antes que seja tarde demais.

Deixem-me tentar resumir a história para vocês. Laços de Sangue é o spin-off da série Vampire Academy; ele segue Sydney Sage, a alquimista a quem fomos apresentados durante um dos livros da série VA. Após os acontecimentos de O Último Sacrifício, Sydney está lidando com toda a pressão dos alquimistas em cima de si, visto que violou regras ao ajudar vampiros, e é então designada para uma missão que pode salvar sua carreira e impedir que seja jogada numa espécie de reformatório alquímico (um lugar que assombra seus pensamentos). Sua missão consiste em acompanhar a irmã de Lissa Dragomir, Jill, até uma escola em Palm Springs, onde ela deverá ficar escondida. Por que é perigoso? Porque rebeldes estão tentando matar a jovem Jill para impedir que Lissa continue no trono.

Resenha: Laços de Sangue

Sydney se passará por estudante, assim como Jill e seu guardião, Eddie. Durante a trama, vemos a postura de Sydney mudar em relação aos vampiros, pois eles talvez não sejam tão ruins quanto ela tinha imaginado. Principalmente em relação à Adrian Ivashkov, um Moroi que vai acabar mexendo com os sentimentos da senhorita Sage. Além de todos os outros problemas, algo está errado com tatuagens misteriosas que vem circulando entre os alunos daquela escola, algo mágico e perigoso; e possíveis ataques a vampiros sugerem que alguém os está caçando... É muita dor de cabeça para uma só alquimista.

Dona Richelle mais uma vez atacando com sua incrível habilidade de nos confundir. Você acha que sabe quem é o vilão? Você acha que sabe o que está acontecendo? Não sabe mais. Está errado. É algo totalmente contrário, sua mente vai virar de ponta cabeça. É basicamente assim que me sinta da primeira vez que li Laços de Sangue, e a sensação voltou com essa releitura. Ainda que eu soubesse o final, a ansiedade para chegar até ele e os momentos em que detalhes importantes se destacavam sob meus olhos forma impressionantes mais uma vez.

Resenha: Laços de Sangue

Eu realmente amo a narrativa da Richelle; é muito rica em detalhes e em sensações, construída pelo ponto de vista da Sydney – que é menos impulsiva e durona que Rose, mas nem por isso menos incrível. Sydney é uma ótima protagonista à sua maneira; confesso que senti falta das tiradas da Rose e de seu humor inabalável, mas lá estava Sage com sua racionalidade e seu jeito de ser toda inocente e sensata. O que, aliás, contrasta perfeitamente com o jeitão de Adrian Ivashkov, outro personagem apaixonante da trama. Não só daí, é claro, tenho lá minha crush pelo Adrian desde o segundo livro de Vampire Academy. SANTO HOMEM, MINHA GENTE!
...naquele segundo, de repente, tive um insight sobre o mistério que era Adrian Ivashkov. As pessoas não acreditavam nele com muita frequência. Todos tinham baixas expectativas em relação a ele, por isso ele agia da mesma forma [...] Também percebi de repente que, por mais improvável que fosse, Adrian e eu tínhamos muito em comum.
Sarcástico e bem humorado, ligeiramente maluco das ideias (culpa do espírito), mas que, durante o decorrer da história, se esforça para ser alguém melhor. Ele realmente dá o melhor de si para ser forte e para ajudar Sydney, agindo maduramente em vários momentos do livro. Um orgulho, esse senhor Ivashkov, um orgulho!

Temos Jill e Eddie, personagens antigos e muito queridos também (apesar de eu ainda não gostar da Jill por motivos de ela ser meio Lissa da vida, sei lá), e aparições especiais de Rose e Abe Mazur (ESSES LINDOS DA MINHA VIDA) no comecinho da trama. Novos, como Lee e Micah, vem para incrementar esse acervo de ótimos personagens. O que a Richelle faz de melhor, em minha opinião, é criá-los. Não é nem pela história em si que eu me atraio nos livros dela, mas sim nos seus “filhos”. Eles são muito bem caracterizados e direcionados e, ainda que não gostemos de acontecimentos envolvendo alguns deles, não dá pra deixar de amar a ruiva (menos a Bianca, aqui do blog. Ela conseguiu deixar de amar a ruiva .-.)
- Acho que o amor é sempre uma causa nobre - disse a ele. Eu estava falando de maneira objetiva, é claro. Nunca tinha me apaixonado, então não tinha referência para avaliar. Com base no que eu tinha observado em outras pessoas, achava que devia ser algo maravilhoso... mas, por enquanto, estava ocupada demais com o trabalho para reparar naquela ausência. Eu ficava imaginando se não devia me sentir decepcionada com aquilo. - E acho que você ainda tem tempo de sobra para fazer outras coisas nobres.
Resenha: Laços de Sangue

O desfecho de Laços de Sangue foi excelente. Teve ação e revelações na dose certa e deixou um mistério para a continuação, O Lírio Dourado, que serve apenas para os nossos nervos explodirem. Damn you, Richelle! Ah, e Sydrian... Bem, nesse livro tivemos pouco deles, mas foi-me garantido que mais e mais virá nas continuações. EU QUERO MAIS DESSE CASAL, MEAD, PELO AMOR DE DEUS!

Nome: Laços de Sangue, vol. 1 Bloodlines
Autor: Richelle Mead
Editora: Seguinte
Nota: 5

Saiba mais em: Skoob | Amazon | Submarino

Share this:

, , , ,

COMENTÁRIOS

11 comentários:

  1. Denise, eu tinha começado a ler a série posterior, mas daí não me envolvi muito com a história e acabei doando para o sebo o livro :/

    Beijos,
    Caroline
    http://criticandoporai.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi flor. Tu não gostou de Vampire Academy?! Mas como assim? D:
      VA é tão vida. O primeiro livro é meio... Sei lá, ele é fraquinho, mas a partir de Frostbite (segundo) nossa, como fica foda! Dê outra chance a série, vale tanto a pena!
      Obrigada pelo comentário :D

      Beijos,
      Denise Flaibam.

      Excluir
  2. Olá !
    Juro que não sabia que esse livro se tratava de uma sequência de VA, que coisa!
    Ontem mesmo vi o pessoal surtando poer causa do trailer do VA :)
    Mas, acho que no meu caso seria interessante ler toda VA para depois partir para esse livro, mesmo sendo um spinoff.
    Seguindo o blog!

    Abraços
    Melissa
    De Coisas por Aí

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Pois é, cuidado com isso, Bloodlines é pós-VA, dai tem MUITO spoiler de VA ali, principalmente de O Último Sacrifício.
      NOSSA O TRAILER DE VAMPIRE ACADEMY, COMO FOI PERFEITO! Menina, eu chorei tanto, aquele filme vai ser incrível ASJBFASFGSOAUBNFGOSUABGA
      Sim, exatamente, leia VA antes. Sem falar que VA é vida, então... Você vai amar, tenho certeza.

      Seguindo de volta! Obrigada pelo comentário :)

      Beijos,
      Denise Flaibam.

      Excluir
  3. Ei, Denise!
    Tenho que confessar que parei de ler quando você disse: "então você não leu VA e não deveria estar aqui". hahaha
    Pois é, eu não li e nem tenho certeza se quero, mas caso eu decida por ler, prefiro não ter spoilers. :D

    Beijos! ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Evelyn HAHAHAHA Então, não tem spoiler na resenha, não se preocupe.
      Eu quis mais dizer que era melhor correr ler VA, porque você está perdendo uma super série de vampiros! A melhor que eu já li na vida, definitivamente. Rose >>>>>>>>>>>>> outras protagonistas.
      Obrigada pelo comentário :)

      Beijos,
      Denise Flaibam.

      Excluir
  4. E eu que ainda não li VA mas estou morrendo de vontade de ler Bloodlines? Ai, tenho que tomar vergonha na cara e ler VA. Sério.

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luara do céu, sim, por favor, vá ler VA!
      ABFSOUABFOUSABGFUASBGOUSAB eu tenho vontade de chamar todo mundo que não leu VA, colocar numa sala e dar uma aula sobre como VA é tão foda, sério u_u
      Bloodlines então! Perfeição, menina *-*
      Obrigada pelo comentário!

      Beijos,
      Denise Flaibam.

      Excluir
  5. Oiee ^^
    Só li o primeiro livro de Vampire Academy, mas não tenho curiosidade de continuar a série, mesmo muita gente falando bem dela por aí...
    MilkMilks
    DM
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi flor!
      Ó, pra ser sincera, dos 6 livros, o primeiro é o mais paradinho. Fora umas coisas marcantes tipo cena da luxúria e Romitri começando e ROSE SENDO ROSE, a partir de Frostbite é que a coisa fica boa.
      Até porque o senhor-eu-sou-incrível-eu-sou-Adrian-Ivashkov aparece no segundo! POR FAVOR vá ler, não vai se arrepender *-*
      Obrigada pelo comentário :)

      Beijos,
      Denise Flaibam.

      Excluir
  6. Deniseee,

    Eu AMEI Bloodlines!! E tô muito ansiosa pra ler TGL. Vc tem alguma notícia de quando vai lançar no Brasil?? Porque se demorar muito vou comprar em inglês mesmo. Mas tô com medo de não entender algumas coisas e me perder na história...

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!