Resenha: Maze Runner - Correr ou Morrer

Confesso que, como todo ótimo livro, eu não sei exatamente quais palavras usar para resenhá-lo. Mas farei o meu melhor!

Sinopse: Ao acordar dentro de um escuro elevador em movimento, a única coisa que Thomas consegue lembrar é de seu nome. Sua memória está completamente apagada. Mas ele não está sozinho.Quando a caixa metálica chega a seu destino e as portas se abrem, Thomas se vê rodeado por garotos que o acolhem e o apresentam à Clareira, um espaço aberto cercado por muros gigantescos. Assim como Thomas, nenhum deles sabe como foi parar ali, nem por quê. Sabem apenas que todas as manhãs as portas de pedra do Labirinto que os cerca se abrem, e, à noite, se fecham. E que a cada trinta dias um novo garoto é entregue pelo elevador. Porém, um fato altera de forma radical a rotina do lugar - chega uma garota, a primeira enviada à Clareira. E mais surpreendente ainda é a mensagem que ela traz consigo. Thomas será mais importante do que imagina, mas para isso terá de descobrir os sombrios segredos guardados em sua mente e correr, correr muito. 
Correr ou Morrer é o primeiro livro da trilogia distópica escrita por James Dashner. E não, pelo amor de tudo que é sagrado, não venha sequer falar que é cópia de Jogos Vorazes perto de mim. Porque tem um pessoal que acha que qualquer distopia nessa vida é cópia da saga da Suzanne, e eu lhes digo com toda a certeza: Maze Runner/ abismo/ Jogos Vorazes.

Pois bem, a trama central segue Thomas. Isso é só o que sabemos dele, o nome. Não conhecemos sua história, sua família, de onde ele vem, nem mesmo sua idade! Tudo foi apagado da mente dele, com exceção do nome. Thomas acorda num estranho elevador e logo vê-se entregue a um estranho lugar, onde há outros garotos, jovens como ele, que, como ele, tiveram suas memórias deletadas. Thomas vem a descobrir que aquela é a Clareira, um ambiente rodeado por um perigoso Labirinto, do qual ninguém nunca conseguiu escapar! Por que estão ali? Quem os colocou ali? Quais os perigos dentro do Labirinto? Essa são algumas das várias perguntas que rondam o pobre Thomas.

Quando ele pensa que está se acostumado aquela rotina esquisita, eis que algo absurdo acontece - depois dos dois anos desde que o primeiro grupo de clareanos foi colocado ali, uma garota aparece no elevador. Antes de perder a consciência, os rapazes descobrem um fato horrendo sobre ela: Teresa é a última a ser enviada. Agora, a sobrevivência não é uma simples questão de escolha. O Labirinto vai mudar, coisas estranhas começam a acontecer, e o fim está próximo.

Ô livro bom! James Dashner conduz a trama com maestria, e Correr ou Morrer é do tipo de obra que você não consegue simplesmente largar. Não dá para parar de ler! Há segredos e ação a todo momento. Acompanhamos, junto ao narrador, as atrocidades que ocorrem na Clareira e longe dela, pelos imensos e sinistros corredores do Labirinto. Thomas é o foco, e junto dele vamos descobrindo, pouco a pouco, o que é, afinal, o mundo onde foram jogados. Quem os jogou ali. E quais os motivos que os levaram a isso - e garanto a vocês que, mesmo após ter finalizado a leitura do último livro, ainda estou embasbacada com as revelações da trama principal!

Os personagens são muito bem construídos e orquestrados de acordo com sua importância na história. Temos Minho (AMOR DA MINHA VIDA), o Corredor mais bem humorado e estressado da Clareira. Newt (AMOR DA MINHA VIDA [2]), um dos líderes, o mais centrado e comportado, o mais querido também. Outros diversos clareanos como Chuck, o adorável garotinho que se torna um grande amigo de Thomas, e Gally, AQUELE MALDITO. Teresa, também, quem pouco conhecemos até a metade do livro, mas passa a ter muita importância e participação lá para o final - e digam o que quiserem, mas depois de A Prova de Fogo, eu nunca mais amei ela da mesma maneira. Em Correr ou Morrer, no entanto, Teresa é badass. Thomas, nosso querido protagonista, muitas vezes toma atitudes impensadas, mas compensa por ser um rapaz corajoso e paciente - até porque, SANTO DEUS, como mantém informações longe dele! Até parecia com a Serafine do meu livro!

Maze Runner é altamente recomendado para fãs de distopia. As páginas estão recheadas de ação, suspense, drama, tensão e um ligeiro toque de romance (não, não é o foco principal, mas pare de ter preconceito por causa disso. Estamos lidando com um mundo pós-apocalipse e uma crise horrenda envolvendo garotos e um Labirinto sinistro, não há como focar no romance). Mas, se serve de incentivo, no segundo livro, A Prova de Fogo, vai haver um romance adorável.

Leiam essa trilogia e corram atrás do prequel, A Ordem do Extermínio! Quando acabarem A Cura Mortal vão ficar desesperados para descobrir como o mundo chegou ao horror em que se encontra ali.

Título: Maze Runner, vol. 1 - Correr ou Morrer
Autor: James Dashner
Editora: Vergara e Riba
Nota: 5 +

Share this:

, , , ,

COMENTÁRIOS

5 comentários:

  1. Esta é uma das minhas distopias preferidas! Este teor fica ainda mais evidente no segundo livro, que tem até zumbis como pano de fundo principal! Você vai adorar.
    Ah, e meu blog está comemorando dois anos de existência, e está rolando uma super promoção valendo 4 incríveis livros! Passa lá depois quando tiver tempo para participar. :)
    Abraço,
    Vinícius - Livros e Rabiscos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vinicius! Opa, eu com certeza adorei Prova de Fogo. Devorei a trilogia em poucos dias hahahaha
      Agora estou com Ordem do Extermínio, me preparando psicologicamente :O
      Parabéns pelo aniversário do seu blog, aliás! Passarei lá para participar da promoção, com certeza :D
      Obrigada pelo comentário.

      Beijos,
      Denise Flaibam.

      Excluir
  2. Nunca tinha visto do que se tratava o livro. adorei!

    beijos
    Bia - www.livredujour.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bia! Se gosta de distopias, corra atrás de Maze Runner, não vai se arrepender :D
      Obrigada pelo comentário!

      Beijos,
      Denise Flaibam.

      Excluir
  3. E vão fazer um filme do livro, e vai ser mas um filme em que Thomas Sangater estará, só espero que ele não morra nesse filme como costuma morrer nos outros.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!