Resenha: Estrela Píer

Estrela Píer foi uma das minhas primeiras aquisições nos meus anos de glória, quando eu era ryca e podia ficar ostentando livros por aí, haha. Não lembro ao certo o motivo da compra, o que me faz pensar que deva ter sido o bom e velho impulso. Dada a capa sem grandes pretensões, a diagramação simples e o papel branco, acredito que tenha sido publicado na fase inicial do selo Novos Talentos.

Sinopse: Lucia tem uma vida monótona e previsível até vencer o concurso mais cobiçado do momento. Não apenas ganha uma viagem para Londres, como também um jantar com o ator inglês Richard Clevehouse. O que era sorte, entretanto, muda de cor. Richard, o belo ator de olhar sombrio, guarda um segredo: a vida de Lucia corre perigo. E ele fará de tudo para protegê-la, mesmo que, em troca, tenha de sofrer muito mais do que espera. Das certezas, apenas uma: Não há para onde fugir!
Lucia é a típica protagonista de romances: uma garota comum, que não se encaixa muito no mundo, e é uma apaixonada por livros. O livro se inicia com Lucia sendo levado ao cinema por Carlos, um aluno rico e metido da escola onde ela é bibliotecária. O filme que esta em cartaz é sobre um caçador de criaturas sobrenaturais, Roy Stuart, e Lucia se percebe encantada com a mágica do cinema.

O encontro é um fracasso, como ela já esperava. Sua avó, Marisa, tenta lhe abrir os olhos para as possibilidades da vida e do amor, mas Lucia esta convicta de que não nasceu para isso, que seus amores estão restritos aos livros. A sorte e a vida da personagem acabam por mudar, porém, ao se deparar com uma promoção em uma revista. O prêmio? Uma viajem para Londres com direito a um jantar na companhia de Richard Clevehouse, o astro do filme que Lucia acabara de ver.

"Richard tinha olhos, porte e elegância de vilão. Faltava saber qual era o seu objeto de desejo. Todo vilão é movido por devoção a algo ou alguém."
Uma promoção, como em um passe de mágica, e toda a vida de Lucia iria mudar.


Resenha Estrela Píer - Só Mais Um

Ganhar a promoção e ter o prazer de jantar com Richard Clevehouse em Londres parecia como um sonho, mas quando o ator parece ter um surto ao ver a marca de nascença em forma de estrela que Lucia tem no pulso e praticamente a obrigar a fugir com ele para sua casa, o sonho toma proporções totalmente diferentes. Lucia corre perigo, mas não faz a mínima ideia do porquê, e Rick, como Richard pede para ser chamado, parece ser o único que pode salvá-la. Mesmo que todos insistam em dizer que não.

- Eu devia deixá-la sozinha. Devia ter deixado você no hotel. Era o certo, não era? - e virou a cara para o jardim dos Darin. Depois continuou, sem força na voz. - Mas a única coisa que eu considero a fazer é trancá-la naquele quarto... - apontando para a minha janela - ... e guardar a chave comigo. Só comigo."
Estrela Píer pode ter uma premissa simples, com uma garota comum que encontra seu ídolo e eles acabam vivendo uma história de amor. Porém Kamila foi muito além, juntando elementos de ficção científica que você nem imagina antes de ler a história. A verdade é que os estúdios WardWade, ao qual Richard faz parte, são uma grande farsa. Ou melhor, eles criam aqueles que serão seus novos artistas com a ajuda da Fábrica. Ou seja, as pessoas são modificadas para serem perfeitas estrelas (e algumas coisinhas mais)!

E Lucia, obviamente, é uma destas criações.



Resenha Estrela Píer - Só Mais Um

Mas mais do que isso, ela faz parte de um experimento ainda maior. Lucia é a parte feminina de um triângulo amoroso criado para arrebatar fãs ao redor do mundo, uma perfeita história de contos-de-fada com herói e vilão não apenas nos filmes mas também na vida real. Rick e Kim Laurel, os antagonistas de todos os filmes estrelados por Richard, são as outras duas pontas do triângulo. O problema é que, ainda que lhe cause borboletas no estômago desde que o viu pela primeira vez, Rick não é aquele a quem Lucia foi destinada a pertencer.

Richard foi criado para ser o antagonista. O perdedor. O vilão.


"- Eu sabia que seria difícil, mas eu não fazia ideia de que você chegaria tão rápido. Eu não estava preparado. Você chegou como força da natureza e devastou o que viu pela frente. Devastou o meu mundo.  
- Dois mundos devastados, então. - murmurei de forma inaudível."
Elementos de ficção se encontram desde o começo do livro, que apresenta pequenas passagens misteriosas e que não são explicadas ao leitor. Em um primeiro momento deixei passar alguns destes detalhes, pois acreditava se tratar de apenas mais um romance comum. Por isso, a você leitor que irá se aventurar por este livro, recomendo atenção aos detalhes desde o princípio, fará de sua leitura algo muito mais proveitoso!


Resenha Estrela Píer - Só Mais Um

O subtítulo nos aponta os personagens deste romance, e cada um deles será trabalhado mesmo que em um espaço pequeno. Eis aí um ponto do livro que me desagradou, algo que é uma birra antiga minha, não gosto de triângulos amorosos que são trabalhados da forma como este foi (você precisará ler o livro pra saber, haha). No mais, é um livro curto, com apenas 231 páginas, de leitura extremamente rápida e agradável. O romance é parte essencial da história, recheado de mistérios e ficção científica então é uma pedida mais do que excelente!

" - Por favor, Lucia, diga que isso ainda pode acontecer. Eu não sei se posso deixar você ir - continuou um tom mais baixo. - Diga que eu não sou egoísta o suficiente a ponto de arrancar-lhe a chance de amar Kim Laurel - seus olhos estavam escuros novamente, sinistros."
Meu único porém, que realmente importe quanto ao critério "indicação de livro", é o final que a autora nos proporcionou. Ou a ausência dele. Ainda que tenha uma narrativa despretensiosa, Kamila possui uma história envolvente e de grandes proporções para contar, e infelizmente quis deixar isso evidente ao não finalizar o livro, deixando-o com um final em aberto. Teria sido mais interessante, e inteligente, ter tentado concluir a história no primeiro livro e deixar uma margem para continuação, caso houvesse interesse. Infelizmente foi um ato falho da autora e da editora por não orientá-la quanto a isso.

Mas, ainda assim, com final em aberto ou não, recomendo a leitura de Estrela Píer. Kamila Denlescki pode ter cometido seus pecados, mas também soube nos proporcionar uma bela história!

Título: Estrela Píer - O tempo, a chuva, o outro.
Autor: Kamila Denlescki
Editora: Novos Século - selo Novos Talentos da Literatura Brasileira
Nota: 3,5

Saiba mais: Skoob | Autora | Buscapé

Share this:

, , , , ,

COMENTÁRIOS

2 comentários:

  1. Gostei muito da história... Achei o assunto bem diferente dos clichês que vemos por aí, e isto me encanta muito...
    Amei o blog!
    Estou seguindo aqui... Beijos, http://leiturasemfrescuras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mari, pois é a história tem uma premissa muito legal. Mesmo tendo alguns pontos que pareçam clichês a princípio eles acabam se mostrando muito mais do que o esperado. Vale a leitura!
      Obrigada pelo comentário e volte sempre, :)

      Att.,
      Eduarda Henker

      Excluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!