Resenha: Cidade das Cinzas

Cidade das Cinzas é o segundo volume da série de estreia da Cassandra Clare, Os Instrumentos Mortais. Na continuação de Cidade dos Ossos, Jace e Clary acabaram de descobrir que são irmãos e que o pai deles, Valentim Morgenstern quer livrar o mundo dos seres do submundo - além de reunir a família.

Sinopse: Clary Fray só queria que sua vida voltasse ao normal. Mas o que é “normal” quando você é uma Caçadora de Sombras assassina de demônios, sua mãe está em um coma magicamente induzido e você de repente descobre que criaturas como lobisomens, vampiros e fadas realmente existem? Se Clary deixasse o mundo dos Caçadores de Sombras para trás, isso significaria mais tempo com o melhor amigo, Simon, que está se tornando mais do que só isso. Mas o mundo dos Caçadores não está disposto a abrir mão de Clary — especialmente o belo e irritante Jace, que por acaso ela descobriu ser seu irmão. E a única chance de salvar a mãe dos dois parece ser encontrar o perverso ex-Caçador de Sombras Valentim, que com certeza é louco, mau... e também o pai de Clary e Jace.Para complicar ainda mais, alguém na cidade de Nova York está matando jovens do Submundo. Será que Valentim está por trás dessas mortes? E se sim, qual é o seu objetivo? Quando o segundo dos Instrumentos Mortais, a Espada da Alma, é roubada, a aterrorizante Inquisidora chega ao Instituto para investigar — e suas suspeitas caem diretamente sobre Jace. Como Clary pode impedir os planos malignos de Valentim se Jace está disposto a trair tudo aquilo em que acredita para ajudar o pai?
Cidade das Cinzas - Resenha Só Mais Um

Por toda Nova Iorque crianças do submundo estão aparecendo mortas, iniciando um embate entre os povos, reacendendo desafetos antigos, como os lobisomens e os vampiros. Por outro lado, a ressurreição de Valentim traz a Clave até o Instituto de Nova Iorque, colocando Jace sob o domínio dos Irmãos do Silêncio em busca da verdade sobre seu pai. Porém, quando a Espada Mortal é roubada e as desconfianças recaem sobre o garoto, só resta a sua irmã e amigos fazerem de tudo para salvá-lo.

Mesmo perturbados com a verdade, Clary e Jace unem forças, na companhia de Simon, Alec e Isabelle, para tentar parar Valentim e descobrir seus próximos passos.
Jace estava muito pálido, com manchas de excitação em suas bochechas. "Mas era Valentim. Eu vi ele. Na verdade, ele tinha a espada com ele quando ele desceu para as celas e me chamou através das grades. Foi como um filme ruim, só que ele não chegou a rodar o seu bigode. "
Cidade das Cinzas, pra mim, é o típico "livro do meio" que não diz muita coisa, mas que traz consequências inevitáveis para o final da trilogia (para quem não sabe, inicialmente Os Instrumentos Mortais era uma trilogia que acabou se estendendo para outros 3 livros).


Cidade das Cinzas - Resenha Só Mais Um

O segundo livro também traz mais conhecimentos sobre o Mundo das Sombras e sobre as relações interpessoais dos personagens, além de encher a gente de dúvidas quanto ao desfecho da série. Aqui temos um contato mais direto com os poderes de Clary, além de vivermos mais vividamente o triangulo amoroso da história.

Cidade das Cinzas - Resenha Só Mais Um

Mesmo após descobrirem ser irmãos, a atração entre Clary e Jace é inegável. Em busca de refrear os impulsos, Clary se joga em uma nova relação e eu sempre vou dar pontos pra Cassandra por de fato ter feito as personagens escolherem entre um e outro (mesmo que por serem irmãos). O drama de um triangulo amoroso é algo que eu sempre vou receber de braços abertos, tendo em vista que um bom drama sempre renova minhas energias, mas fica realmente cansativo quando a gente tem aquelas histórias onde a mocinha só fica com o mocinho e a terceira ponta é sempre a platônica e mal tem uma chance real com a mocinhaonde não existe realmente uma relação amorosa. Pontos por dar uma chance ao Simon!
Beijar Simon era agradável. Era uma espécie de suave agradável, como deitar em uma rede em um dia de verão com um livro e um copo de limonada.
E nem vamos discutir sobre como o triângulo amoroso dos livros não é realmente um triângulo, já que não é algo A ama B que ama C que ama A. Mas né, isso é papo pra outro post.

Como livro de transição, Cidade das Cinzas é ótimo, embora não seja meu preferido dentre a saga. O humor característico dos personagens está ali (mesmo que Jace possa estar taciturno e cheio de mimimi), assim como o sarcasmo e sofrimento. A saga continua em Cidade de Vidro e, para quem leu As Peças Infernais, pode se sentir levemente nostálgico com as pequenas menções. Embora eu realmente recomendo que leia-se Princesa Mecânica apenas após o quarto livro de Os Instrumentos Mortais, Anjo Mecânico pode ser lido sem qualquer restrição.

Título: Cidade das Cinzas - Os Instrumentos Mortais, vol. 2
Autora: Cassandra Clare
Editora: Galera Record
Nota: 3,5

Share this:

, , , ,

COMENTÁRIOS

16 comentários:

  1. Oie, tudo bem?

    Ahhh adorei ver a resenha no blog, muito nostálgico pra mim este livro! Eu o adoro.. Também não é meu favorito da série mas é um livro bom né, mesmo sendo transitório!

    Eu estava quase me roendo pelo romance de Simon e Clary, fiquei com ciumes UHAUHSAUHSA deu dó do Jace, até dela, apesar de ela gostar do Simon de uma maneira especial... E na época que li eu acreditei que eles fossem irmãos até o terceiro livro aushahushau sofrimentoooo

    [SPOILER] Ainda bem que mesmo após tudo se resolver eles superam tudo isso, os três (simon, clary e jace) e mantém uma amizade e relação legal nos outros livros [/SPOILER]

    Outro fator que eu amoooooo em cidade das cinzas é a carga emocional do livro... Não tem muita ação mas é bem emotivo ao meu ver, muito legal isso! Dar uma respirada antes de mais ação! Uma das minhas partes favoritas dele é um dos diálogos entre Jace e a "mãe Lightwood" Maryse, tem uma parte tão lindaaaaa que me derreti lendo!

    Essa saga é mega especial, uma das favoritas ever, como todos os livros da Cassie <3

    Beijooooooo, adorei a resenha *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não shippei Simon e Clary, me mantive firme e forte amando clace, mas eu já sabia sobre o spoiler *o* UAHSUAHSUAHSAHSUAHSAUHS Ai foi mais fácil, mas confesso que shippei Sebastian/Clary por uns momentos '-' Em livros diferentes... UAUAHSUAHSUAHSUAHSUHAHS
      E siiiiim, a carga emocional de CoA é tão grande, me senti num poço de drama, bem como eu gosto. Até porque a ação é bem menor (se é que pode se dizer isso de explodir um navio). Mas ele traz muito mais dos sentimentos dos personagens do que o primeiro ou terceiro livro - isso porque quarto também passeia bastante por essa área. E, os livros da Cassie <3 É muito amor, mal posso esperar por TDA e TLH <3

      bjos e obrigada por passar aqui, Cah *-*
      Bianca.

      Excluir
  2. Olha, Cidade das Cinzas é legal e talz, mas, para mim, Instrumentos Mortais só começa a realmente ficar interessante a partir do 4° livro. Ainda bem que a Clare continuou escrevendo sobre a saga, porque os três primeiros não são tão bons assim. q E, aaaaaaaaaaaaaaaaah, Peças Infernais >>>>>>>>>>>>>>>> Instrumentos Mortais. <3 Beijocas. <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Siiiiiiiim, também gosto MUITO mais dos 3 últimos livros, embora eu ainda ache que Cidade de Vidro é melhor do que Cidade dos Anjos Caídos, porque todo o mimimi Jace e Simon que fez querer entrar no livro e estapear eles UHASUAHSUHASUHASUHASUAH MAS MEU DEUS, PEÇAS INFERNAIS >>>> ABISMO >>> INSTRUMENTOS MORTAIS. Porque amo tanto todo mundo daqueles livros que eu podia só ler sobre eles pro resto da minha vida <3 PERFECTION.

      bjoooos Mark!
      Bianca

      Excluir
  3. Eu adorei esse livro e fiquei de cara com o tamanho da criatividade da Tia cassandra, ainda não li os outros, só porque não os tenho e não tenho saco pra ler ebook, mas necessidade e ansiedade são duas palavras que me definem em relação a isso.
    Eu também esperava mais resoluções em relação as tramas do livro mas parece que esse foi escrito só pra colocar mais fogo na ansiedade dos leitores, espero ter a oportunidade de comprar os livros da sequência e terminar de ler tudo logo.

    Conversas de Alcova

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caaara, você precisa ler os outros da Cassie! São mais incríveis que esse, a serie fica realmente incrível a partir do livro 4 *o* CORRE MULHER :P

      Obrigada pela visita!

      bjos,
      Bianca.

      Excluir
  4. Amei as fotos, ficaram muito boas, os livros dessa coleção são super legais, quero muito ler esse segundo volume.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os livros são uma delicia, principalmente os dois últimos!
      Obrigada pela visita e pelo comentário.

      bjos,
      Bianca

      Excluir
  5. Só li o primeiro e não curti muito não. Todo mundo que eu conheço que já leu fala que não gostou dos primeiros livros e que começa a ficar bom depois do terceiro/quarto. Pra mim, o livro tem que me prender no primeiro, ou nem dou chance pro segundo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahh sim, os primeiros livros são meio meh. É no terceiro que realmente começa a valer a pena e os dois últimos são INCRÍVEIS. Mas você está certo, ou o primeiro cativa ou a gente não tem empolgação pra continuar, mesmo. Se você tem interesse em ler mais alguma coisa da Cassandra, recomendo As Peças Infernais. É uma trilogia e muito superior a Instrumentos Mortais - na minha opinião. São os meus preferidos!
      Obrigada pela visitinha e por deixar um comentário *-*

      bjos,
      Bianca.

      Excluir
  6. Oi,tudo bem?
    Eu li somente o primeiro livro e curti ele, pretendo continuar a ler a série, pois pelo que tudo indica os outros livros são melhores que o primeiro, gostei muito da resenha e espero gostar do segundo livro.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha Camila, bom mesmo são os dois últimos! Mas acho que você não vai se arrepender de continuar a leitura, viu!

      Obrigada pela visita, bjoos.

      Bianca.

      Excluir
  7. Não li Cidade das Cinzas ainda...AINDA! hahaa...pretendo lê-lo em breve..
    Acho as capas lindíssimas!
    Mts trilogias acabam ficando 'mornas' no livro do meio msmo...acaba sendo mais uma transição neah...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Capas lindas e histórias lindas <3
      Mas sim, isso acontece mesmo. Acho que é mesmo esse lance da transição. Não pode entregar muito e ainda tem que instigar a continuar. Mas né, é necessário!

      bjos,
      Bianca

      Excluir
  8. Olá! Também tenho um blog de resenhas literárias. Lendo esta série somente agora. Tive um "baque" no primeiro título quando Cassandra Clare revelou que o pai de Jace era o Valentim, pois ele e Clary eram irmãos... mas ai no segundo livro o flerte era tão evidente q uma anteninha apitou e tive quase certeza que eles não eram irmãos... o modo como a Inquisidora defendeu o garotot tbm me deixou pensando... como a autora faria ser possivel o romance, é que eu não sabia! O terceiro volume foi show, é meu preferido! E algo me diz q Sebastiam (quer dizer, Jonathan) não morreu no dia da batalha. Se quiser visitar minha página http://entrefrasesepalavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi eu só fiquei com uma dúvida a clary fica na verdade com quem mesmo??

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!