Resenha: A ruiva misteriosa


A Ruiva Misteriosa é o primeiro livro da série Ruiva, que conta a história de Grace Sheridan, uma atriz de 33 anos que esta tentando a chance em Los Angeles pela segunda vez. Grace esta morando com a melhor amiga, Holly, e em uma festa patrocinada por ela acaba por conhecer Jack Hamilton, nove anos mais jovem do que Grace, inglês, lindo de morrer e prestes a estourar em Hollywood ao dar vida no cinema a um personagem que podemos considerar Christian Grey das viagens no tempo. Isso se você é fã do Sr. Gray, o que não é meu caso.

Sinopse: Grace Sheridan volta a Los Angeles para se tornar atriz profissional. É sua segunda tentativa para conquistar seu grande sonho. Será que, com a ajuda de sua agente e melhor amiga, esse sonho se tornará realidade? Ou será que, aos trinta e três anos, Grace já perdeu a oportunidade de se destacar? Um excitante e inesperado caso com Jack Hamilton, o novo queridinho da indústria de entretenimento, ameaça colocá-la sob os holofotes de maneira indesejada. Como isso irá afetar a carreira dela... E a dele?
Divertida e quase neurótica, Grace é perfeita em suas imperfeições, e o clima sensual entre ela e o charmoso e desatento Jack é fora de série. Com diálogos hilários e um romance de tirar o fôlego, se esgueirar em Los Angeles fugindo dos paparazzi nunca foi tão divertido.
O que parece irreal para Grace, no entanto, é que entre piadas e pequenos flertes descompromissados, Jack parece possuir um interesse especial por ela. E, bem, como ela poderia dizer que não era recíproco quando Hamilton era tão divertido, ótima companhia e pecaminosamente lindo?

Ele esticou uma mão para mim e, com aquele inglês da Rainha, disse: 
– Na verdade, é Supersexy Jack Hamilton.
O livro foi um grata surpresa, vi ele pela primeira vez na Bienal de São Paulo mas não cheguei a comprar então (aquelas alturas já tinha deixa os dois rins e um pulmão por lá! hahaha). Depois, na Black Friday, me deparei com o e-book a um preço tão camarada que não deu pra resistir. A história retrata o relacionamento de Grace e Jack, e foge um pouco do que eu esperava ao ler a sinopse. Digo, eu estava pronta para o romance deles ser atrapalhado devido aos paparazzi e a notas na imprensa, na carreira do Jack sofrer alguns danos devido ao relacionamento deles, das fãs pirarem e odiarem a Grace, da Ruiva Misteriosa ser realmente um prato de notícia. Mas, infelizmente, não foi isso. Saíram, é claro, algumas notas retratando Grace como um affair do Jack e chamando ela de Ruiva Misteriosa, mas nada mais. Talvez, por se tratar de uma trilogia, minhas expectativas possam ser supridas nos livros seguintes.

Quanto ao romance, aiai... Grace e Jack são simplesmente ótimos! Sério, esqueça aquela melação sem fim, embora exista um pouquinho dela, e pense em diálogos e tiradas das mais engraçadas. Jack é um fofo, mas não foge - muito - do perfil de um homem de 24 anos, o que eu acho ótimo. To tão cansada de ver personagem masculino sendo mais romântico/fofo/mulherzinha do que eu quando tinha treze anos e achava que ia casar com o Johnny Depp!

– Você sentiu isso? – perguntou ele, fazendo uma expressão de preocupado. 
– Sim, senti. Você também? – respondi, flertando. 
– Não, quer dizer, sim, claro que senti aquilo, mas você não sentiu bater na sua cabeça? – perguntou ele, começando a dar um grande sorriso. – Como assim? – perguntei, colocando minha mão em meu cabelo. 
– Pelo amor de Deus, Grace, uma gaivota acabou de cagar na sua cabeça – declarou ele,começando a mexer. 
– O quê? – gritei, levantando-me para correr em círculos.
Até determinado momento do livro eu estava tão em êxito que ficava gritando para a Bianca no Facebook sobre como ela precisava ler esse livro peloamordeDeus! Só que, sabe como é, a gente não pode se precipitar. O momento em que o livro perdeu um pouco a graça pra mim foi em um dos pontos onde a maioria dos livros eróticos tem me irritado ultimamente: no sexo. Primeiro que, por favor, todos os homens precisam ter parentesco com cavalos? (se é que vocês me entendem). Todos precisam ser o Pica das Galáxias no quesito sexo? As mulheres precisam mesmo ter um orgasmo atrás do outro como se fosse um acesso de espirro? Sério gente, tô bem cansada disso!

Então, pra mim, o único ponto negativo do livro - que realmente tenha afetado minha leitura - foi a parte erótica. Para quem não quiser spoiler, mesmo que leves, pare esse parágrafo aqui, pra quem quiser saber mais apurado o motivo, é só selecionar o texto: gente, o Jack é simplesmente o mago das preliminares! O que esse homem faz com as mãos e a língua é fora do normal. O mesmo vale pra Grace. E isso seria legal, se fosse moderadamente. Mas a autora faz eles virarem mais de semana em noites/momentos alucinantes de prazer APENAS com isso. Sério, eles ficam se f****** sem de fato se f****, porque eles estão esperando um momento especial pra de fato fazerem sexo. Sinceramente, isso me irritou profundamente e a história perdeu bastante do potencial pra mim nesse momento. Mas né, não é como se eu estivesse dizendo que não ficaria mais do que feliz em passar um final de semana trancada em um quarto com o Jack. Ou com a Grace. Ou com os dois, por quê não? haha

– Como isso é possível? Além disso, como isso é possível? Toda aquela gritaria e todos aqueles gemidos e suspiros e grunhidos e safadezas que você me fez passar, sem falar no buraco na parede atrás da sua cabeceira, e nada de…
Por fim, darei nota 4 para o livro porque o flerte entre o Jack e a Grace era simplesmente maravilhoso, assim como os diálogos que envolviam a Holly e sua boca-suja! Estou ansiosa para ler os próximos livros, principalmente para ver se dessa vez os paparazzi e a mídia vão de fato pesar/interferir no relacionamento dos dois. Quem gosta de livros com uma pitada erótica, protagonistas donas de si e diálogos imperdíveis vai simplesmente adorar A Ruiva Misteriosa!

Título original: The Unidentified Redhead
Autora: Alice Clayton
Editora: Universo dos Livros
Gênero: Romance
Nota: 4

Saiba mais: Skoob | Buscapé

Share this:

, , , ,

COMENTÁRIOS

7 comentários:

  1. Oie Eduarda ❤
    Ah que saudades daqui ^~^
    A muito tempo eu to querendo ler esse livro,mas sei la,eu quero e não quero sabe? *rsrs*
    Eu to meio que deixando de ler um pouco livros com conteúdos eróticos e to querendo ler mais aventuras,fantasia esse tipos de literatura >< Mas pelo que vi,ele não tem tantooo erotismo né? Parece ser bem humorado (morri de rir com esse trecho do coco ashasu)! Ta ai,parece ser uma ótima pedida :)
    Vou ler sim,mas não tão cedo,a não ser que os outros livros sejam bons também, ai eu leio ! Por isso vou esperar a resenha dos próximos livros ^^
    Beijos da Brubs

    Cantinho da Bruna || Participe do Top Comentarista de Abril

    ResponderExcluir
  2. Eduarda AMEI A RESENHA.

    Livros eróticos também me irritam nisso: o sexo é sempre O MELHOR DO MUNDO E O CARA É SENSACIONAL.
    Vou escrever um conto erótico que a mulher ache o cara broxante, hahaha

    Gostei da sua resenha. Adicionei o livro a lista de desejos.

    Beijão :*

    ResponderExcluir
  3. Já li uma resenha bem positiva do segundo livro da série e uma amiga minha me recomentou, eu não gosto muito quando o protagonista é artista, sou meio preconceituosa com esta classe, mas adoro livros com diálogos engraçados. E concordo com você, as cenas de sexo não precisam exaltar tanto os caras, pois na verdade isso é pura ilusão.
    Abraços,
    Gisela
    @lerparadivertir
    Ler para Divertir

    ResponderExcluir
  4. Olá, a cada resenha que leio, gosto mais do seu blog! Esse livro eu ainda não conhecia, parece bem interessante. Leio bastante romances e essa repetição nas características dos personagens e nas cenas eróticas também me cansa um pouco.

    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Pode conter spoiler.
    Olá. Comprei a trilogia inteira na última bienal aqui do RJ, mas confesso que está complicado conseguir de terminar o primeiro livro.
    Fui a caça de resenhas para saber se apenas eu estava me sentindo incomodada com o rumo que a história tomou, mas a sua colocação reflete perfeitamente o que penso.
    Acho legal um romance com uma pegada mais sensual, mas pelo amor de Deus, também não precisa exagerar. As partes eróticas chegam a ser uma ofensa a minha inteligência, NENHUM ser humano normal consegui um orgasmo atrás do outro com tanta facilidade como os personagens. Estou a mais de 15 dias tentando terminar o livro 1, mas confesso que está "puxado". Só não abandonei ainda pq não é do meu feitio.

    ResponderExcluir
  6. Concordo com você sobre o comentário sobre as cenas de sexo nos livros...Aff irrita.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo que percebi todo mundo anda se irritando com isso, Si. HAHAHAH
      Tá na hora das autoras começarem a ser um pouco mais realistas com o sexo, né? :P

      Att.,
      Eduarda Henker

      Excluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!