Resenha: Preciosa [Mês das Mulheres]

  • 09:00
  • 9 de mar de 2016
  • Resenha: Preciosa

    Como começar a descrever o livro da Sapphire? Essa resenha de Preciosa me deixou pensando por bastante tempo, especialmente em uma realidade que é tão distante da minha.
    Sinopse: A adolescente do Harlem Clareece Precious Jones é obesa, analfabeta e está grávida pela segunda vez de seu pai. Vítima de constantes abusos físicos e psicológicos por parte da mãe. Seu encontro com uma professora batalhadora a apresentará a um mundo novo, onde poderá expressar seus sentimentos e recuperar sua voz e dignidade.

    Não há muito mais que dizer sobre a história além do que está na sinopse. Precious é uma adolescente negra, pobre, gorda e analfabeta, abusada física e emocionalmente pelo pai e pela mãe desde muito jovem. Depois de ser forçada a abandonar a escola por causa de sua segunda gravidez e ser convidada para participar de um centro de aprendizagem alternativo, ela vai contar com a ajuda de Rain, uma professora engajada e batalhadora, para mudar a vida para si e para o filho. 
    Quando li Preciosa, estava no comecinho da faculdade, e ainda vivia naquela bolha de "não sei exatamente o que acontece no mundo fora a minha própria vida" e fiquei extremamente chocada com ele.
    Como isso pode eu não sei. Como mamãe e papai me conhecem há dezesseis anos e me odeiam. Como um estranho me conhece e me ama.

    A história é intensa, não do tipo que te deixar na beira da cadeira sem saber o que vem a seguir, mas tenso do tipo em que todos os seus músculos se retesam e você não quer virar a página simplesmente porque sabe que tem coisa muito pior por vir.
    Na cabeça do resto do mundo, Precious é só mais uma estatística: mais uma garota ignorada pelo sistema educacional e social, mais uma garota negligenciada pelos pais, mais uma garota sem oportunidades devido a classe social e a cor da pele, mais uma garota estuprada, mais uma mãe adolescente, mais uma garota com HIV. Precious é um pontinho em diversas estatísticas, mas Sapphire deu a ela vida e voz.
    Eu digo que estou me afogando no rio. Ela não me olha como louca, mas diz "Se você só sentar ai, o rio vai subir e te afogar. Escrever pode ser o bote que vai te levar ao outro lado."

    Narrando o livro em primeira pessoa, ela não poupa erros na escrita, que emulam a forma como a própria protagonista escreve. O texto, escrito como se fosse uma conversa casual entre ela e o leitor, causa arrepios pelas escolhas. As palavras erradas, as palavras chulas, todas incomodam no começo. Até que isso se torne um novo personagem na história, porque ela reflete inteiramente a Precious e as vivências dela.
    Como algo é uma memória se você nunca esquece?

    A forma como ela escreve retrata a falta de incentivo e atenção por parte do ensino educacional, reflete sua desistência; as palavras que ela escolhe usar refletem o ambiente no qual vive, as pessoas com a qual convive. É de extrema importância para a história.
    Ao longo do livro, conforme ela encontra segurança e apoio, a escrita evolui e isso representa a evolução pela qual ela está passando. Porque ela também não vai aceitar ser só uma estatística, Precious é inteligente e cheia de potencial, alguém que só precisava encontrar apoio para se desenvolver.
    O livro apresenta uma realidade tão diferente da minha que achei que seria fácil me desprender dele, ver a história como uma história. Mas a verdade é que Precious tem sonhos como eu tinha na sua idade e como tantas outras pessoas também tiveram. Ela queria uma vida de sucesso, ser uma celebridade, queria vestidos caros e joias e um namorado bonitão. Ela queria provar para todas as pessoas que pensavam e faziam tão pouco dela, que ela era importante, que ela tinha um lugar e deixaria uma marca.
    Cada folha de grama tem um anjo que se curva e sussurra: cresça, cresça.

    Meu coração se partiu junto ao dela com todos esses sonhos desfeitos, com toda a realidade cruel, com todo o mundo real.
    Precious aceitava os mal tratos, amava a mãe negligente, ela acreditava que a culpa disso tudo era dela. Era só uma garota, era gorda, era feia, era burra, é claro que esse tipo de coisa ia acontecer com ela! Mas a partir do momento em que ela encontra apoio, ela é capaz de redefinir tudo isso.

    Resenha: Preciosa
    Sapphire, autora de Preciosa.
    É uma jornada incrível, essa escrita pela Sapphire. É um crescimento pessoal e uma consciência de si incrível. Turbulento, doloroso e por vezes nojento -- do tipo que você precisa fechar o livro e tomar um ar, porque a violência que a personagem sofre afeta você também -- é também superação.
    O livro é tão curtinho e tão poderoso que não posso deixar de recomendar, o mínimo que você vai tirar dele é empatia. E vamos combinar, o mundo precisa disso.
    A tristeza, no entanto, é chegar ao fim sabendo que Precious Jones é exceção, e não regra.

    Título original: Push
    Autora: Sapphire
    Editora: Galera Record
    Gênero: Romance
    Nota: 4,5

    Saiba Mais: Skoob  |  A autora  |  Saraiva  |  Amazon

    ps: as quotes não refletem a tradução original, já que peguei do inglês porque não tenho o livro aqui. A tradução original deixa elas ainda mais impactantes.

    1. Oooi! Tudo bem?

      Meu Deus, que história pesada! Por mais que hoje eu tenha uma visão muito mais realista do que acontece pelo mundo e dos absurdos que ainda existem, fiquei chocadíssima com a história! E ela tem HIV ainda? Não sei se teria a força e a coragem de ler esse livro, pelo menos não agora. Tem que ser em uma época que eu esteja bem tranquila e com o emocional em ordem, senão vai ser difícil.

      Beijinhos, te espero lá no http://amendoasefelpices.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. É, mesmo Amanda! Mas é bem incrível, recomendo muito a leitura. É emotiva e bem diferente das fantasias e romances que estamos acostumadas.

        bjs

        Excluir
    2. Olá, Bibs.
      Não conhecia o livro, então fiquei pasmo. Realmente há muita coisa que acontece fora do nosso mundinho e não sabemos.
      O enredo é bem chocante e parece ser um livro para lá de emocionante. Então, com certeza, vou querer conferir a obra.
      Ótima dica.

      Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de reinauguração. Serão quatro vencedores!

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi!
        Com certeza, um livro extremamente emocionante e tocante. Recomendo muito e espero que tenha a oportunidade de ler em breve.

        bjs

        Excluir
    3. Olá, tudo bem?
      Não conhecia livro, fiquei bastante chocada por constatar isso.
      É impressionante como, por vezes, não somos capazes de imaginar o que se passa fora do nosso entorno. Apesar da controversa, gostei muito da premissa e é um livro que pretendo ler, sim. Já anotei o nome.
      Beijos,
      http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi, Bruna!
        Nem fala. Eu acho ele bem chocante, tanto que está ao lado de O Menino do Pijama Listrado na lista de livros que viraram filmes e eu não consigo assistir. Mas recomendo muito que você ou leia o livro ou veja o filme, é interessantíssimo, destrói muitos estereótipos e trabalha bastante sua empatia.

        bjs

        Excluir
    4. Não sabia do livro!! Já assisti ao filme!! E não tem como quem assiste, não ficar indignado!! A mãe da Precious é muito negligente e aceita tudo que o marido faz!! Ainda bem que ela encontra alguém para ouvi-lá, conversar e ajudá-la!!

      ResponderExcluir
    5. Tenho muito vontade de ler esse livro, assisti o filme e é mega emocionante e essa resenha me deixou ainda mais curiosa em conferi essa história.

      ResponderExcluir
    6. Nossa! Arrepiada desde o começo e agora que tô escrevendo, o arrepio persiste. Que livro forte e olha que nem cheguei a lê-lo! Já foi adicionado na minha lista de leituras. Parabéns pela resenha, me instigou a comprar esse livro ainda mais, já que a sinopse já é um bom incentivo.

      ResponderExcluir
    7. Não conheço o filme e nem o livro!! Uma história comovente, que nos faz olhar para o ser humano com mais amor!! Precious é uma pessoa muito injustiçada, muito triste o que a mãe faz com ela!!

      ResponderExcluir

    Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!

    Tecnologia do Blogger.