Dia do Orgulho Nerd


Hoje é o Dia da Toalha, também conhecido como Dia do Orgulho Nerd. O dia em que a cultura geek exalta todo o seu amor - mais do que já faz normalmente - por todos os universos fantásticos e fantasiosos que regem a nossa vida. E eu resolvi falar, bem rapidamente, do porque esse dia é tão importante pra mim.

Não, não vou chorar que eu era uma nerd incompreendida pelos amigos ou que eu só tinha amigos nerds e sofríamos pacas na escola. Não vou falar sobre quem não entendia meus surtos por filmes, séries ou livros e nem por pessoas que não sabem o que é amar um universo mágico com tanta força que ele te torna quem você é hoje. Eu vou falar sobre todo o apoio que tive a ser quem eu sou, e porque a cultura nerd foi a responsável por isso.

Eu vivi, por vários anos, 365 dias de orgulho nerd. Durante anos, desde que eu me entendo por gente, sei que a cultura geek está enraizada em mim - e nunca mais vai me deixar. Não é uma febre momentânea, não é um surto ou colapso por causa de uma moda do momento. Eu sou nerd. Eu sou geek. Eu podia ficar de recuperação em matemática, mas adorava estudar, adorava ler, adorava passar horas à fio assistindo maratonas de Senhor dos Anéis só pelo prazer de viajar pela Terra Média. Eu vivi em uma galáxia muito, muito distante, eu vi o Luke destruir a Estrela da Morte quando tinha lá meus quatro anos, e até hoje, com vinte e um, me emociono com o momento. Desde os quatro anos. Eu tenho VINTE E UM.



Eu viajei até Nárnia e vi os irmãos Pevensie subindo ao trono, depois Caspian, seu filho, vi a destruição e o nascimento de uma nova Nárnia. Eu fui uma cavaleira (ué?) de dragão junto ao Eragon, eu fui parte da Sociedade do Anel, mesmo depois que ela se desfez. Eu vi um bruxinho famoso, um bruxo que todo mundo sabe o nome, salvar o mundo de um bruxo cujo nome não deve ser pronunciado. Eu estudei em Hogwarts e fiquei bem triste quando a minha carta não chegou. Eu participei de vários apocalipses zumbis; enfrentei armas biológicas e mortos-vivos em uma ilha esquecida. Eu fiz todas as missões que encontrei por Skyrim e ainda ajudei a aniquilar um dragão mortífero, porque, pasmem, eu era a dovahkiin! Eu ajudei os vingadores a impedir o mundo de ser destruído várias vezes, independente de qual deles fosse, e qual ameaça enfrentassem. Fiz parte dos desenhos da Liga da Justiça, e vou participar do filme que está por vir. Eu li o mundo acabando em um apocalipse angelical, li sobre escravos se rebelando contra mascarados mortíferos, sobre uma líder de torcida que foi até o mundo dos sonhos para salvar o cara que ela amava. Li sobre caçadores das sombras, sobre necromantes e ouvi a canção do gelo e do fogo.



Eu criei histórias. Escrevi novos mundos. Eu viajei por terras mágicas, encontrei tesouros que mesmo os deuses haviam esquecido, e até me arrisquei em um apocalipse zumbi. Eu escrevi sobre territórios desérticos e sobre reinos em que as sombras devoraram toda a esperança dos seus moradores. Escrevi sobre adolescentes apaixonados e adultos com o peso do mundo nas suas costas. Escrevi com a mesma paixão que eu li, e fui influenciada, basicamente, por tudo o que vivi até agora.



Eu me orgulho de ser nerd. Eu me orgulho de amar outros mundos, outras histórias, tanto quanto amo a nossa realidade. 

Share this:

, , ,

COMENTÁRIOS

4 comentários:

  1. Oi Dê!

    Ser nerd é muito bom! Sempre! Só quem é sabe como é divertido! Claro que nem todo mundo nos entende, mas é a vida, a gente supera! rsrsrsr

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso aí, Mi!

      O que importa é ser feliz - e às vezes chorar - por causa das coisas que você ama. Algumas pessoas podem achar que a gente é doida, mas não tem importância :P

      Obrigada pela visita!

      Beijos,
      Denise Flaibam.

      Excluir
  2. Ooi! Amei o post. AHAHA
    Ador ver gente que realmente faz parte do "movimento" não só apenas nas ~~datas especiais~~, sabe? Acho meio ridículo isso.
    Se for, tem que ser todos os dias.
    Beijos
    Estilhaçando Livros
    Tem sorteio no Cantar em Verso valendo box dos Jogos Vorazes.

    ResponderExcluir
  3. Oii Dê!! Também sou Nerd com MUITO ORGULHO, é meio difícil ser nerd neste mundo muitas pessoas ainda não nos entende rs mas é a vida, amo ser nerd, amo esse mundo e não vou abandonar jamais!!

    Beijo carinhoso da Kaa
    • Senhorita Inspiradora

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!