Resenha: A Próxima Grande Sensação #MulheresdaLiteratura

 Resenha: A Próxima Grande Sensação #MulheresdaLiteratura


A Próxima Grande Sensação foi um livro que me fisgou assim que bati os olhos nele no sebo, já que não é fácil encontrar livros protagonizados por mulheres gordas -- especialmente chick lit.

Sinopse: Durante toda a vida, Kat Larson esperou por coisas: ligações que nunca aconteceram, caras que não apareceram, convites que teriam se perdido no correio. Porém, mais do que tudo isso, sempre esperou ser magra. Aos 27 anos, ela achava que nunca poderia ser feliz, a menos que perdesse alguns quilos. Muitos quilos. Nem seu chefe, para quem a segunda-feira dava o tom da semana inteira e, por isso, marcava uma reunião toda segunda às 8 horas em ponto, era capaz de tirar tanto seu humor quanto uma balança. Depois de ter feito todo tipo de dieta, Kat decide adotar uma estratégia mais ousada: entrar para From fat to fabulous, um novo reality show em que seis mulheres, todas tamanho 46 ou mais, lutam contra as saliências (e, principalmente, umas contra as outras). Dessa vez, era impossível não dar certo. Kat tinha uma motivação a mais - poder finalmente encontrar seu namorado virtual, que só a conhecia por foto... montagem. Confinada na Casa da Tentação, ela vai provar que não estava mentindo ao dizer, na fase de seleção, que, "para o bem ou para o mal, nunca haverá um momento de tédio quando eu estiver por perto". Prepare-se para conhecer Kat sem disfarces, a participante que todo produtor de reality show e, claro, todo espectador gostaria de ver.

Quando bati o olho no livro já esperava algo com o qual eu me identificasse. Assim como Kat, comecei a ganhar peso na pré-adolescência e, embora nossos manequins não se comparem, foi completamente possível me ver no pensamento e no discurso dela.

Kat é uma mulher gorda e parece que isso é tudo que todos conseguem ver sobre ela. Ninguém repara em como ela é uma boa amiga, ou como é profissional, como é inteligente. As situações pelas quais Kat passa são aquelas que toda pessoa gorda pode se identificar. Ela cresceu ouvindo que tinha um rosto muito bonito então "por que não tenta perder um pouco de peso?". Ela aprendeu a ter vergonha de comprar as roupas que realmente cabem nela, aprendeu a ter vergonha de comer em público, guarda no armário uma roupa "para quando for magra", já tentou diversas dietas malucas e exercícios. Kat aprendeu a se odiar unicamente por causa do seu peso e, dessa forma, criou uma situação mental para si mesma de que, quando for magra, quando atingir um número específico de manequim, ela vai finalmente ser feliz.

"Sabe", filosofou Cara, "a industria da moda deve achar que as mulheres gordas têm péssimo gosto."

Kat comete o mesmo erro que muita gente por aí: achar que a sua felicidade é um destino, um lugar que ela vai atingir quando conquistar algo, e no caso dela esse algo é o manequim 36. Até porque, esse é o tamanho que o namorado virtual dela acha que Kat usa.

Resenha: A Próxima Grande Sensação #MulheresdaLiteratura

Depois de passar trabalho para convencer o namorado de que não pode visitá-lo, Kat toma uma medida drástica para perder peso: entrar para o Fat2Fab, um reality show de perda de peso. Só que ela nem imagina o que vai acabar encontrando nessa nova sensação americana que muito pouco tem a ver com perder peso.

Por algumas páginas, eu quis odiar esse livro. Porque ele falava tão claramente sobre muitas coisas que eu já passei na vida e, dada a tantas do livro, me pareceu que a autora quis dar uma "suavizada" nas ferrenhas críticas que vinha fazendo. Mas felizmente terminei o livro e posso dizer que o acho incrível.

É quase como se, ao me tornar magra, tudo que terá acontecido até aquele ponto deixará de ter importância. Minha vida vai começar de verdade.

Cada página de A Próxima Grande Sensação nos apresenta uma mulher real, ainda que nos moldes do bom e velho chick lit. Kat se mete em algumas situação exageradas que acontecem devido ao gênero da obra, mas na maior parte, a história se manteve bastante fiel a vida real. O começo nos apresenta uma mulher com baixa autoestima pelos anos de rejeição e hostilidade simplesmente por não ter um corpo socialmente aprovado.

Resenha: A Próxima Grande Sensação #MulheresdaLiteratura

Kat não é capaz de amar a si mesma porque foi ensinada que, por ser gorda, não é digna de amor. Ela só passará a ser merecedora do sentimento caso perca muitos quilos. E isso faz com que ela acabe entrando em relacionamentos nada saudáveis e fechando os olhos para comportamentos inaceitáveis de pessoas que, supostamente, deveriam amá-la. E não importa o quanto sua melhor amiga tente apontar isso. Até porque Donna é magra e, por isso, ela julga que não tem capacidade para entender a vida de Kat.

Na nossa sociedade, homens acima do peso são considerados fofos e gentis. Ursos de pelúcia, por assim dizer. Mas as mulheres acima do peso são baleias.

Em algumas passagens ela até demonstra estar ciente de que certos comportamentos são inaceitáveis, mas acaba relevando eles porque, já que é gorda, não pode se dar ao luxo de perder o que tem -- mesmo que isso lhe faça mais mal do que bem.

Entrar para o programa, no entanto, faz com que ela passe a encarar a vida por outro ângulo, especialmente agora que está na companhia de várias outras mulheres que passaram a vida inteira por situações como as que ela enfrentou.

Resenha: A Próxima Grande Sensação #MulheresdaLiteratura

As situações que o programa cria para as garotas me deixaram com raiva diversas vezes, pois em sua essencia parece-se muito com um programa desenhado para humilhá-las e ridiculariza-las por seu peso, e não para promover uma mudança saudável nos estilos de vida e na saúde daquelas mulheres. Mas o bom disso é que são situações como essas que fazem Kat questionar sua motivação para estar ali e, aos poucos, começar a aceitar a si mesma.

A jornada de empoderamento dela está clara, é árdua e prova-se longa, mostrando que na vida, quando escolhemos nos amar e aceitar, quando fugimos dos padrões e espectativas sociais, precisamos encarar o fato de que estaremos nadando contra a maré todos os dias, que é um processo diário de aceitação e descontrução. E o grande acerto do livro é fazer isso com um tom divertido e leve.

A maioria das pessoas, quando olha para uma pessoa acima do peso como eu, não enxerga que sou uma pessoa gentil, ou uma amiga leal, ou uma pessoa que sabe escutar. Para eles, sou apenas uma garota gorda. Simples assim. Tudo sobre a minha personalidade é embrulhada no fato de eu ser gorda.

Um grande medo, quando cheguei pela metade do livro, foi de que ele acabasse sendo mais uma história sobre a mulher que perdeu peso e ai conquistou o mundo. Mas a mensagem final foi ainda melhor. Tudo bem você querer perder peso, e também tudo bem você se sentir confortável na própria pele, o impressindível é não esquecer que a sua felicidade ou qualquer outro objetivo não depende de você se encaixar ou não em padrões malucos impostos por uma sociedade controladora e opressiva.

Resenha: A Próxima Grande Sensação #MulheresdaLiteratura

Indico muito A Próxima Grande Sensação para fãs de chick lit que estão cansadas das fórmulas batidas, para fãs de romances leves e divertidos e, especialmente, para as garotas gordas que acreditam que o seu potencial está ligado ao seu peso!

Título original: The Next Big Thing
Autora: Johanna Edwards
Editora: Essência
Gênero: Chick lit
Nota: 3,5

Saiba mais: Skoob  |  Saraiva  |  Buscapé

Share this:

, , , ,

COMENTÁRIOS

1 comentários:

  1. Oi, Bibs!
    Eu sempre fui uma pessoa gordinha e isso me incomodava demais, até que deixei de mão.
    Hoje em dia, eu brigo com a balança mas por motivos de saúde, já que tenho alguns históricos na família.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!