[TAG] Deus me livre, mas quem me dera - Queria Estar Lendo

[TAG] Deus me livre, mas quem me dera


A TAG Deus me livre, mas quem me dera foi criada pelo Victor, do Geek Freak - e sim, é exatamente por causa do meme. É quase uma TAG pra falar sobre guilty pleasure, aqueles livros que a maioria das pessoas (e até a gente) acaba pensando "sem or, me salva dessa vergonha alheia", mas no fundo, no fundo, gosta.

Sem mais delongas, vamos para as respostas!



1. Livros que Deus me livre, mas quem me dera.
Denise: Acho que um dos que mais se encaixa nessa categoria é a série Os Imortais (Alyson Noël) que eu sei que é bem fraquinha e ruinzinha, mas tem um valor sentimental no meu coração por ter sido um dos primeiros YA fantásticos que eu li.
Bianca: Crepúsculo (Stephanie Meyer), porque hoje em dia deus me livre a história, mas por toda a jornada na qual ele me colocou, por tudo que eu só vim a conhecer, amar e fazer porque li ele... Ah, vive no coração aí.
Eduarda: Cinquenta tons de cinza (E.L. James). Deus me livre ter de conviver com o fato de ter escrito eles, mas quem me dera a grana que isso rendeu!
Raquel: O diário da princesa (Meg Cabot). Amo, são os meus xodós, mas tenho até medo de ler de novo.


2. Personagens que Deus me livre, mas quem me dera.
Denise: Um crush recente e inesperado que eu fiquei rindo quando percebi que amava que foi o Paris de Os Senhores do Submundo (Gena Showalter). Ele abriga o demônio da luxúria e deus me livre, de fato - JUSTO EU, GENTE. A ACE VIVA E ENCARNADA - mas meu coração é dele.
Bianca: Ai, eu vou com A Irmandade da Adaga Negra (só porque Strider de LOTU é só quem me dera mesmo). Porque assim, Deus me livre as várias coisas que o Rhage fez no inicio do romance com a Mary (inclusive a forma BIZARRÍSSIMA que se conheceram), mas honestamente... Quem me dera por umas horinhas...
Eduarda: Copiando, em parte, a resposta da Bianca eu vou com o Rehv de Irmandade da Adaga Negra. Porque deus me dibre de macho possessivo, mas ao mesmo tempo quem me dera ter por uma noite (ou um final de semana, vai).
Raquel: Julliete de Estilhaça-me (Tahereh Mafi). Ela me irrita, mas eu continuo tentando, acho que no fundo devo gostar um pouco dela.



3. Séries de livros que Deus me livre, mas quem me dera.
Denise: Provavelmente Hush Hush (Becca Fitzpatrick) que acho que hoje eu não suportaria passar do primeiro volume, mas na época em que li, amei tanto que reli umas cinco vezes cada título.
Bianca: Dark Swan, da Richelle Mead. Aqueles três primeiros livros maravilhosos para aquele livro final que DEUS ME LIVRE PRA SEMPRE, TÁ AMARRADO EM NOME DE JESUS.
Eduarda: House of Night, porque eu não cheguei a ser obcecada por ela mas gostava muito. Certeza que 90% disso era meu lado piranha que amava o fato da protagonista ter vários boys e trocar eles o tempo todo e estar 100% nem aí com isso. Go girl!
Raquel: A Seleção, os primeiros três eu gostei, até mesmo o final da trilogia eu curti com ressalvas, mas curti. Já o quarto e quinto volume, não podemos dizer o mesmo.



4. Romances que Deus me livre, mas quem me dera.
Denise: A Bett e o Lincoln de Anexos (Rainbow Rowell) - que, convenhamos, nasce da stalkeação alheia intensificada a mais de oito mil e é um pouco creepy e invasão de privacidade, mas stalkear crush é parte da vida.
Bianca: Jamie e Claire, de Outlander. Porque assim, deus me livre muita coisa (tipo viver no passado, basicamente, e vários comportamentos do Jamie ao longo dos livros), mas sinceramente, QUEM ME DERA UM AMOR DESSES.
Eduarda: Toda a situação envolvendo o romance de Wanderlost, porque sério como que tu vai pra outro continente fingindo ser outra pessoa e sem nem ao menos falar a língua do motorista do ônibus que vai levar vocês aos lugares? Ao mesmo tempo, é um tour pela Europa com direito a encontrar um amor!
Raquel: Meena e Lucian de Insaciável (Meg Cabot), já tava meio cansada de vampiros na época que li, talvez por isso não tenha gostado do casal. Meena parece ser legal, mas fica "não vou me apaixonar por um vampiro" e o que acontece? É, exatamente.

5. Clichês literários que Deus me livre, mas quem me dera.
Denise: Posso falar? Eu amo jornada do herói. Eu vou defender esse clichêzão de fantasia até o fim; aquela coisa de ter o escolhido pra salvar o mundo nunca vai ser repetitivo pra mim. Pode me dar um monte de livro com isso que eu quero.
Bianca: Aquele momento que a gente revira os olhos já na sinopse quando fala que o casal se odeia, mas vai se apaixonar. Mas ao mesmo tempo MIM DÁ CASAL HAN/LEIA, VIVO PRA ISSO. Se fizer direito vou te amar pro resto da vida.
Eduarda: Eu amo um bom triângulo amoroso. Mas foquem na palavra "bom", ok? Porque se tu já sabe desde sempre com quem a pessoa vai terminar, então saporra só serve pra encher linguiça e não me interessa.
Raquel: O clássico adolescente da mocinha apaixonada pelo popular bonitão da história. Sempre fico pensando "aff, de novo" mas sempre leio e sempre fico torcendo pelos dois.


Conhecem as obras? Quais seriam suas respostas?

Share this:

, , , , , , , ,

COMENTÁRIOS

12 comentários:

  1. Que tag mais legal, amei e suas respostas também hehe

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. adorei a TAG, super criativa, também curti as escolhas!!
    Blog Entrelinhas

    ResponderExcluir
  3. Crepúsculo é totalmente meu Deus me livre, mas quem me dera hahahaha mas pudera né, foi o primeiro livro que li e que realmente despertou meu interesse na leitura (comprei até em inglês para começar a ler em inglês, afinal acho que sei essas história de trás para frente). Hush Hush para mim é totalmente Deus me livre kkkk Os Delírios Literários de Lex

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Oiii meninas!!!

    Que TAG linda, e divertida, as respostas são ótimas.
    Então, um bom triângulo amoros é uma guilty pleasure da maioria, como não sofrer e torcer por uma história bem escrita né?
    A Seleção foi uma "trilogia" que naquele momento amei,sofri e devorei, nem li os dois ultimos da série porque passo em querer saber da filha chatinha, mas... hj não sei se leria sequer a trilogia apesar de aind achar em parte "legalzinha". Eu quero um amor de OUtlander, mas oa mesmo tempo não quero não, muita complicação pra minha pessoinha. E por fim, Hush Hush, hummm melhor nem comentar....haha, essa passo longe, bem longe (mas em defesa da autora direi que há um suspense juvenil dela - Dangerous Lies se não me engano - que gostei muitão).

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  6. Olá...
    Que tag mais legal! Ainda não tinha conhecimento dela, mas, já estou aqui pensando em responder lá no blog ;)
    Adorei suas respostas e deu pra pegar várias dicas.
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá,
    Adorei a ideia da TAG, achei bem divertida.
    Super concordo com a Bianca em relação a Crepúsculo. Ainda mais pela época que li. Hoje em dia, eu tenho receio de reler e odiar. Mas, já estou começando a aceitar o fato de desfazer da minha coleção haha.

    até mais,
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  8. Oi, meninas. Eu já vi essa tag mas fiquei bem confusa com ela, tem coisas que simplesmente não fazem sentido nas respostas que vi haha
    Para Sempre, Crepúsculo e Cinquenta tons de cinza são os livros da minha vida, todo mundo odeia ou fala mal mas eu gosto deles mesmo assim. Concordo com a Duda que a série The House of Night tinha ao menos uns 5 ships, todos com a mesma personagem KKKK Mesmo assim eu também adorei a série mas não leria outra vez.
    Beijos!
    http://www.suddenlythings.com/

    ResponderExcluir
  9. Olá
    Os imortais é muito Deus me livre, mas quem me dera. Estou planejando reler a série. Estou com medo? Muito, mas eu preciso reler. Nem me lembro mais das coisas que rolaram. Foi um dos primeiros livros de fantasia que li, tirando Harry Potter, e eu era apaixonada pela Ever e o Damien. Não sei se ainda gosto deles e, sinceramente sei nem se esses são mesmo os nomes hehe

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
  10. Oi, meninas!
    Gente, me identifiquei horrores com essa tag.
    Sobre personagem, eu colocaria um mocinho de romance de época que é o tipo de macho que na vida real eu passo longe fazendo o sinal da cruz, mas no livro me conquistou de uma forma que ele é o meu macho daquela série.
    Sobre clichê, eu amo um clichê sobre amigos que vira amor (gosto tanto que ~boatos~ minha história do wattpad segue pelo mesmo caminho)
    Eu adorava Zoey passando o rodo em geral, mas também me estressava porque todo livro era um cara apaixonado por ela e eu só ficava achando que ela tinha mel hahahahhaa
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  11. Oi meninas! Eu estou rindo coma resposta da Denise com Anexos rsrsrs quem nunca stalkeou que atire a primeira pedra rsrsrsrs E assim como a Raquel eu até curti os três primeiros livros de A seleção, com ressalvas, mas curti tb rsrsrsr

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  12. Oi meninas!

    Hahahaha, essa TAG arrasou!
    Acho que todo o leitor deve ter uma "lista da vergonha" de "Deus me livre, mas quem me dera".
    Me identifiquei com várias respostas.. hahaha

    Beijos
    http://espiraldelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!