Controle Remoto: Le Chalet - Queria Estar Lendo

Controle Remoto: Le Chalet

Controle Remoto: Le Chalet

Le Chalet (O Chalé) é uma minisséries de suspense Francesa que está disponível na Netflix e conta a história de um grupo de amigos de infância que se reencontra em um chalé nos alpes franceses, em sua cidade natal, para celebrar o casamento de um deles, e acabam em um jogo de gato e rato com um assassino.

Após retornarem a sua cidade natal e se dirigirem para um chalé recém reformado, um grupo de amigos de infância, formado pelos irmãos Laurent e Thierry, Manu, Alice e Sebastian (junto de seus respectivos companheiros Tiphaine, Erika, Adele, Fabio e Maud), acabam presos em uma pequena vila francesa depois que um deslizamento de pedras danifica a única ponte para o lugar.

Sem sinal de telefone e sem ter como deixar a Vila, os amigos se juntam a familiares enquanto aguardam a ajuda, na forma dos pais da noiva, chegar no dia seguinte. Porém, conforme o tempo passa, eles logo percebem que não estão sozinhos. Alguém está determinado a acabar com ele um por um, mas por quê?

Controle Remoto: Le Chalet

Conforme tentam encontrar uma saída da vila e manterem-se vivos, os amigos começam a desenterrar histórias sobre um fatídico verão que pode estar ligado diretamente com o terror que estão vivendo.

Quando comecei Le Chalet não achei que fosse terminar, porém como são apenas 6 episódios, acabei seguindo em frente (e por isso entendam que vi a minissérie toda em apenas um dia) e, no fim, até gostei da história.

Não achei a premissa ou o roteiro de Le Chalet completamente originais, e lá pelo terceiro episódio você já sabe quem é o assassino - ou, se for como eu, lá no primeiro já está pegando o fio do que rolou. Mas é uma história que te mantém presa do começo ao fim, querendo desvendar os acontecimentos daquele verão, há tanto tempo, e ver até onde o grupo está disposto a ir.

Controle Remoto: Le Chalet

Um toque interessante, é a forma como começam a contar a história, já que tudo começa em uma sala de interrogatório, deixando claro que, aparentemente, tudo já foi resolvido, e te contando o que é que foi resolvido de uma forma bastante linear.

Alguns dos personagens a gente sabe que estão ali para morrer ou só para gerar umas pequenas dúvidas, mas não mudam muita coisa na tela, porém confesso que gostei muito da Alice e do Manu, e também da Maud. Eles eram personagem estereotipadas, com a Alice a mocinha clara, o Manu o "cara legal" e a Maud a garota gostosa e bitch que pode ou não morrer, mas apesar disso seguiram um arco legal dentro dos limites da premissa.

Minha parte preferida, definitivamente, é o final. Apesar de uma resolução pouco crível, me deixou feliz, levando em consideração os acontecimentos que descobrimos até ali.

Controle Remoto: Le Chalet

A qualidade da produção é bastante boa, bem do tipo "hollywoodiano" que estamos acostumados a ver, boa qualidade de câmera, fotografia bonita e uma direção que não deixa nada a desejar. Na parte técnica, embora eu não seja uma especialista em nada a não ser em assistir mesmo, não tenho nada do que reclamar.

Le Chalet é uma história OK que entretém, passei umas boas horas com eles, porém quem busca algo original, que te surpreenda e traga bons plot twists, não vai encontrar aqui. A minissérie não traz nada de novo ou revolucionário para o gênero, mas pode garantir uma boa tarde de sábado ou domingo.

Share this:

, , , ,

COMENTÁRIOS

10 comentários:

  1. Oie
    Ainda não conhecia a série, curti o enredo e fiquei com vontade de assistir.

    Beijinhos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi, Bianca
    Eu não curto séries mas eu gostei da premissa, apesar de ser vista muito por aí, e como é uma série curta, acho bem que eu poderia ver. Apesar de não gostar de suspense, gosto dessas coisas de assassinato, por isso vou dar uma conferida.
    Beijos
    http://suddenlythings.com

    ResponderExcluir
  3. Oi, Bibs!
    Eu assisto praticamente todas as dicas de série que você dá aqui hahaha
    Essa série eu não conhecia, mas já animei para ver. Gosto de temporadas curtas e que se resolvem logo, acho que vou gostar dessa, mesmo sem ser muito surpreendente!
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
  4. Oi, Bibs!
    Esse negócio de se reencontrar em um chalé no meio do nada sempre rola uma mortezinha hahahahahah
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  5. Oi Bibs,
    Minhas experiências com esses suspenses franceses da Netflix, não são muito boas. As duas que assisti, achei só OK também, umas falhas péssimas...mas um mistério interessante. Apesar do receio, vou maratonar essa porque fiquei bem curiosa, já que amo o gênero haha.

    até mais,
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  6. Oi, Bibs

    Eu adorei a série. Realmente não chega a ser original, eu já adivinhei metade do que ia acontecer exatamente no terceiro episódio hahahaha, apenas a aparição de determinada pessoa foi uma surpresa pra mim, mas curti o todo, achei interessante e bem produzido!

    Beijo
    - Tami
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
  7. Oi Bibs! Tem tanta coisa na Netflix pra assistir, só por Deus! Ainda bem que essa é curtinha, dá pra encarar!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  8. Haaaa eu amo series assim, essas indicações são sensacionais !!!

    http://dosedeestrela.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Eu fiquei bastante interessada em assistir essa série, apesar de aparentemente não ser tudoo isso. Eu adoro o cinema francesa e suas fotografias, então acho que vou dar uma chance a ela.

    ResponderExcluir
  10. Legal essa série, não tinha visto na netflix. Filmes e séries da netflix sempre deixa a desejar em algumas partes, mas acho que da para encarar, no momento estou assistindo vàrias séries e estou gostando muito.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!