Controle Remoto: Sierra Burgess é uma Loser - Queria Estar Lendo

Controle Remoto: Sierra Burgess é uma Loser


A Netflix parece que entrou de vez na produção de filmes clichês que, supostamente, aquecem o coração e preenchem todos os ideais das nossas pré-adolescente interiores, e o mais recente é a comédia adolescente Sierra Burgess é uma Loser, que conta com dois grandes queridinhos do público nos papeis principais: Noah Centineo (Para Todos os Garotos que já Amei, The Fosters) e Shannon Purser (Stranger Things, Riverdale).

Confesso que a premissa principal, o catfish (quando você se faz passar por outra pessoa para enganar alguém) não me agradou desde o trailer, mas eu tinha esperanças de que eles fossem trabalhar bem a trama, mostrando as consequências de tal ato e tudo o mais. E é com uma grande infelicidade que eu venho dar a minha opinião nem um pouco positiva (e talvez nada popular) sobre o filme.

Como uma mulher gorda eu realmente tinha esperanças de um filme que fosse abordar de forma real o que é ser uma adolescente gorda. Com as inseguranças que toda a pressão estética, aliada a gordofobia que isso traz. Mas no começo temos uma Sierra bastante confiante de que a opinião dos outros sobre sua aparência não importa.

Até o momento em que ela recebe uma mensagem de Jamey e começa a conversar com ele. Quando ela descobre que ele acredita estar falando com Veronica, a garota bonita e popular do seu colégio, Sierra passa a questionar sua aparência e, para além, acredita que pode alcançar a mesma imagem de Veronica. Mas, até que possa fazer isso, ela convence a outra garota a ajudá-la a enganar Jamey, para manter a relação.

Controle Remoto: Sierra Burgess é uma Loser

E agora, como esse controle remoto não é exatamente positivo, eu acabei soltando alguns spoilers no texto abaixo. Então se você não viu e quer assistir ao filme sem spoilers, pode parar de ler por aqui.

Antes eu só querida dizer que Sierra Burgess é uma Loser não foi uma experiência positiva, é um filme que se apoia em estereótipos de mulheres gordas e nerds, que faz piada transfóbica, homofóbica e gordofóbica, que passa pano para escrotidão e tenta transformar a protagonista em uma grande vítima - quando na verdade ela está mais para vilã. É um filme decepcionante e um grande desperdício dos talentos artísticos da Shannon.

ATENÇÃO: o texto abaixo contém spoilers de Sierra Burgess é uma Loser.

É claro que o catfish rende algumas boas risadas e alguns momentos fofos, não vou negar, especialmente enquanto Sierra e Veronica estão construindo sua amizade. Mas foram muitos pequenos (e grandes) detalhes que estragaram tudo para mim.

A começar pelo melhor amigo de Sierra, que supostamente deveria ser engraçado, mas era apenas um otário com várias atitudes babacas. Ele não apoia toda a enganação que Sierra está promovendo, mas em vez de ser um melhor amigo de verdade e instigá-la em direção do caminho certo, ele prefere humilhar ela na frente do Jamey e ser um babaca de forma geral.

Controle Remoto: Sierra Burgess é uma Loser

Os pais dela eu não faço nem ideia do porque existem na trama e eu JURO MUITO que eu quis dar um tiro na cara do pai dela que ficava falando em forma de quotes de livros. QUEM FAZ ISSO, achei insuportável.

E aí a gente tem a Sierra, que foi criada em cima de estereótipos de gordas e nerds, porque é impossível que você seja uma garota gorda e bonita e inteligente e bem vestida e engraçada. Achei que fossem trabalhar melhor as inseguranças dela, mas a verdade é que ela teve duas explosões durante o filme sobre sua forma física que saíram do nada e, no fim, depois de fazer várias merdas - inclusive com a Veronica, que se mostrou nada além de uma amiga leal - em vez de pedir desculpas as pessoas que magoou, ela simplesmente faz uma música para dizer como ela é uma pobre coitada vítima da sociedade que ninguém enxerga.

Eu quero muito mais histórias com protagonistas como a Shannon Purser ou a Sharon Rooney (do maravilhoso My Mad Fat Diary), mas eu não quero protagonistas gordas que sejam apenas estereótipos e vítimas. Não quero protagonistas gordas que precisam enganar alguém para ter um namorado porque ninguém se sentiria atraído por elas, e mais do que isso, não quero histórias que passem pano para escrotidão só porque a protagonista é gorda.

Sierra foi uma babaca e nunca pediu desculpas pela forma como agiu com a Veronica ou o Jamey e, de alguma forma, tudo da certo para ela no fim. Porque, aparentemente, essa era a única forma de fazer o Jamey gostar dela - como se isso desculpasse as merdas que ela faz.

Controle Remoto: Sierra Burgess é uma Loser

É como quando as autoras decidem justificar a escrotidão do mocinho com um passado trágico. Como se algo de ruim que aconteceu com eles desse carta branca para que agisse feito babacas com as pessoas a sua volta. NÃO DÁ.

Além disso, o filme ainda conta com piadas transfóbicas, homofóbicas e GORDOFÓBICAS. Eu fiquei possessa quando, em uma conversa pelo telefone, eles dão a entender que ser gordo é um defeito. E eu não vou nem começar a falar do tipo de gaslight que fazem com o Jamey quando ele desconfia que tem algo de errado ou do abuso que foi a Sierra beijar ele quando ele NÃO TINHA CONSENTIDO COM ISSO.

Eu realmente não acredito que tô aqui falando do abuso cometido contra um homem. Quero deixar registrado que esse é o tamanho da minha indignação com o filme.

Eles também nunca colocam as consequências do catfish, a Sierra enganou o Jayme e fica por isso mesmo. Ela não se sente culpada por fazer isso, ela não aprende nada com isso, e no fim ainda é recompensada.

Eu teria respeitado muito a Sierra se o arco de crescimento dela fosse sobre se aceitar e perceber que você não precisa fazer parte do padrão para ser bonita, para amar a si mesma. Que ela pudesse falar "é, talvez eu não seja o tipo de todo mundo, mas fodam-se eles" e não pedir desculpar por ser quem é, como é. Mas não, Sierra é apenas uma garota triste que insiste em uma história triste de "ninguém me ama porque sou gorda/nerd", como se o mundo devesse algo para ela.

Controle Remoto: Sierra Burgess é uma Loser

Honestamente, a decepção que eu sinto com esse filme vai além de qualquer coisa que eu pudesse ter previsto. Eu realmente achava que ia encontrar o meu eu adolescente  nele, mas jamais poderia me sentir verdadeiramente representada quando tantas coisas ruins foram embrulhadas nessa história.

"Mas Bianca, não tem nada que salve nesse filme?" Como eu disse no começo, a amizade que se desenvolve entre a Sierra e a Veronica foi basicamente a única coisa que eu gostei - e isso porque o arco de crescimento da Veronica foi muito bom. Foi o arco que a Sierra deveria ter também. Veronica percebendo que era muito mais do que uma garota bonita, que a vida era muito mais do que correr atrás de caras que não davam a mínima para ela, foi muito bom.

E ver como a percepção dela sobre a Sierra vai mudando, como ela passa a enxergar o mundo através de outros conceitos e perceber que tudo vai muito além da aparência foi bem positivo para mim.

Mas é basicamente isso. No sim, Sierra Burgess é uma Loser não é o tipo de filme quentinho e gostosinho de sessão da tarde que eu esperava, e do fundo do meu coração, eu não recomendo ele.

Share this:

, , ,

COMENTÁRIOS

23 comentários:

  1. Oi Bibs!
    Vi no twitter algumas opiniões como a sua!
    Confesso que não consegui enxergar o filme de maneira tão negativa, apesar de concordar que algumas atitudes da Sierra são bem questionáveis.
    Mas te entendo, e espero sim que venham outros filmes/séries/livros com protagonistas gordas, negras e etc. que se amem e ajam como roteiristas da própria história.
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carol!
      Vi algumas opiniões parecidas agora também, acho que o filme dividiu bastante. Também acho que a gente fica mais sensível quando é um tema que aborda a nossa vivência, então as vezes a gente pega coisas que nas outras pessoas não notam.
      Mas espero que abra portas para mais comédias com protagonistas como elas!

      bjs

      Excluir
  2. Oiii Bibs

    Por agora só tinha lido resenhas super positivas sobre o filme, foi ótimo ler a tua porque aborda uma visão diferente e me ajuda a ir sem expectativas. A premissa era bacana, dava pra ter abordado de maneira leve mas eficaz vários temas necessários, uma pena que em parte toda a coisa se perdeu e houve apenas essa vitimização da protagonista. Eu ainda pretendo assistir por curiosidade mesmo, mas agora irei sem esperar nada, quem sabe...

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Alice!
      O filme definitivamente não é ruim como Insatiable, por exemplo. Mas teve seus problemas que me afetaram muito. Mas tem aquele lado que muita gente gostou. Ir com expectativas maneiradas é sempre uma boa ideia né? Se for muito bom você se surpreende, se não, já não estava esperando muito. UAHSUAHSUHASUHASUHAS

      bjs

      Excluir
  3. Eu não assisti esse filme ainda mas vi várias pessoas falando dele. Que pena que foi uma decepção para você. Pelos argumentos, deixou a desejar mesmo..

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Monique!

      Muita decepção mesmo. :( Mas muita gente gostou também, tá bem dividido.

      bjs

      Excluir
  4. Oi, Bibs!
    Eu vi alguns comentários seus no stories sobre o filme e estava bem curiosa para ler sua resenha. Depois de ver tantas resenhas positivas, acho legal que alguém tenha mostrado os pontos negativos. Eu quero assistir para ver o que acho e como vou me sentir com cada uma dessas abordagens.
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mar!

      Sempre importante tirar suas próprias conclusões, especialmente quando são temas do tipo. Algumas coisas afetam uns mais do que os outros, especialmente por conta da vivência, né.
      Mas acho importante ir com as expectativas baixas também, assim você pode se surpeender se gostar :P

      bjs

      Excluir
  5. Gostei da sua postagem, sempre estou visitando seu blog e lendo suas postagens.. Seu blog está salvo em meus favoritos..

    Parabéns!

    Amo seu blog ❤️..

    Meu Blog: Badoo Online

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Camila!

      Que legal, muito obrigada <3 Ficamos felizes em saber.

      bjs

      Excluir
  6. Respostas
    1. Oi, Lu!

      Veronica fadinha da minha vida <3
      Queria muito ter curtido, mas no fim tudo isso deixou aquele gosto azedo. Não desceu :/
      Mas quero mais coisas fofa de verdade da Netflix.

      bjs

      Excluir
  7. Oi! Eu ouvi muitas pessoas falando desse filme e também fico muito empolgada com os filmes adolescentes que a Netflix tem lançado. Estava esperando ver algumas críticas do filme e já imaginava que fosse ver coisas assim. Vi a autora Iris Figueiredo (de Céu Sem Estrelas) comentando coisas semelhantes no twitter e fiquei com um pé atrás. É uma pena ver uma trama que poderia tratar tão bem do tema falhar tanto. Os Delírios Literários de Lex

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lex!

      Uma pena mesmo, senti que foi um potencial muito desperdiçado, tinha tanta coisa pra fazer que ficaria linda. Porém não.
      Eu tô adorando a onda de filme adolescente, mas eles tem errado em uns que a gente fica PQ NETFLIX PQ.

      bjs

      Excluir
  8. Ah! Esse eu assisti com minha filha, gostei como passa tempo.. Mas também tenho críticas severas sobre o assunto. Ela foi sim uma babaca que do nada era bem "esclarecida" aí começa a ter problemas com sua imagem, que na verdade entendi que ela já se sentia assim, mas não ligava, pois estava apenas focada na faculdade e não nos garotos, nas festas, em ser admirada e etc.

    Sierra Burgess é uma Loser é um filme que prende apenas por consequência do ócio e tem umas tiradas boas aqui ou ali, mas concordo com você quando diz que esperava uma exploração melhor em alguns pontos como aparência, estar acima do peso, o que isso causa para a insegurança, como se ver de maneira diferente melhorar a auto estima, ou se desculpar de maneira adequada com as pessoas.

    Adorei o carinha que ela ficou, pois vi ali a quebra do famoso estereótipo de garotos bonitos de times só namoram líderes de torcidas ou são todos uns babacas.. Ele era um cara bem sensível com um irmão especial e interage bem em libras, tanto que vai dar aula disso, e aceita vários programas com o irmãozinho, vestindo pijamas "ridículos de fofos"..

    Adorei o amigo da Sierra e até mesmo a Veronica.
    Veronica surpreende. Muda um pouco, deixa de ser tão clichê, mostra um problema vivido em casa e o motivo pelo qual ela agia feito babaca.. aí ela muda e o que Sierra faz foi horrível.. merecia um pedido de desculpas melhor.. romantizaram a coisa com a música..

    Entre outros pontos.

    Mas ainda assim, foi um passa tempo.. a personagem principal me decepcionou, enquanto outros pontos me agradaram.. Se recomendo, apenas para passar o tempo.. sem esperar nada demais!

    Beijos.

    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Karini!
      Então, eu super entendo ela ser esclarecida num minuto e insegura no outro, porque isso acontece comigo. Super me aceito, mas as vezes existem dias ruins que simplesmente odeio tudo em mim. Porque é um trabalho continuo, especialmente porque a sociedade é muito dura com padrões de beleza e preconceito. Mas as explosões dela vinham do nada, não se aprofundavam, ficavam só naquilo e pareceu perdido na história. Como se quisessem abordar muita coisa e não abordassem nada. Achei qeu trabalharam muito melhor o arco da Veronica do que da Sierra.
      E o Jamey foi uma gracinha mesmo, fugindo do padrão, mas ao mesmo tempo ali no final rolou um preconceito, uma coisa do tipo "não teria te notado se tivesse te visto antes de te conhecer" e ao mesmo tempo que atração é atração e a gente não controla, é também preconceito enraizado. Então me incomoda um pouco.
      Enfim, eu não consegui me entreter mesmo porque fiquei presa nessas coisas, especialmente quando muitas delas já aconteceram comigo. Mas fico feliz que ao menos uma boa noite com a sua filha você conseguiu tirar do filme!

      bjs

      Excluir
  9. Oi Bibs!
    Veronica rainha, resto nadinha <3
    Eu nao tive uma experiencia tão negativa assim, confesso. Eu me diverti em algumas partes do filme, e gostei muito das primeiras cenas de relação entre Sierra/Jamey e Sierra/Veronica (as melhores), mas concordo que da metade pro final, o filme desandou muito. Principalmente o final. Eu já tinha até comentado com uma amiga sobre isso. O fator final ficou muito jogado. Depois de tudo não colocaram nem um diálogo descente entre as duas amigas. Achei bosta.
    Salvo a trilha sonora, JÁ AVISO KKKK.

    Abraços
    David
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, David!
      TRILHA SONORA SIM adoro.
      Veronica fadinha da mudança. Queria que tivessem trabalhado a Sierra com a mesma sensatez que trabalharam ela, aaaaaaaaaaaaaaaaaaaa.
      Fiquei bem decepcionada, mas teve umas cenas boas sim. Adoro a interação entre a Sierra e a Veronica quando estão se tornando amigas, mas aquele final... Sierra não merecia uma amiga como ela e.e


      bjs

      Excluir
  10. Oi Bibs,
    Eu li uns comentários pelo twitter bem parecidos com os seus, apesar de estar lendo várias resenhas positivas pelos blogs. Eu adoro a Shannon, então vou tentar assistir hoje. Mas, já vi um diálogo que super me decepcionou com o filme. E agora essas questões preconceituosas tb.

    até mais,
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nana!
      Quando a gente olha o filme no geralzão ele parece bom, mas quando a gente pega os detalhes, me decepcionou bastante. Mas sempre vale tirar suas próprias conclusões!

      bjs

      Excluir
  11. eu assisti o filme no feriado e achei uma gracinha! adorei essa relação dos loosers com os populares e como a historia vai se desdobrando, super bacana sua recomendação

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lívia!
      Na verdade eu não recomendo ele, de verdade. Acho que é importante tirar suas próprias conclusões se você está muito interessado, mas só como um passatempo ou se a pessoa, como eu, tem problemas com algumas das coisas que eu citei aqui, não recomendo mesmo.

      bjs

      Excluir
  12. Depois de assistir "Para todos os garotos que já amei", fui cheia de expectativas ver esse filme. Afinal hoje com 24 anos, e sem acompanhar o gênero como antigamente, ia ser a primeira vez que eu veria um filme desse tipo com uma protagonista gorda, estava animada mas foi frustrante, decepcionante! Passa a ideia de que ela não conseguiria conquistar o coração do cara popular, sendo quem ela é! Ela precisa fingir ser quem não é para conseguir fazer com que algum goste dela... Que tipo de mensagem isso para para as garotas de hoje? Que nenhum cara vai gostar delas porquê elas sao como elas são. Isso é assustador para mim até hoje! O filme reforçou vários esteriótipos... Passa uma mensagem de que: ok ela não precisa ser punida, já e gorda, já tem o seu castigo. Isso é horrível. Triste é frustrada com esse filme 😕 espero um dia ver pernosagens adolescentes gordos serem tratados com o devido respeito que merecem. E isso não é culpa dos atores é claro, espero ver mas filmes com a atriz principal porque ela e sim linda como é.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!