Controle Remoto: Tal Pai, Tal Filha - Queria Estar Lendo

Controle Remoto: Tal Pai, Tal Filha

Controle Remoto: Tal Pai, Tal Filha

Tal Pai, tal Filha é um filme original da Netflix, adicionado ao catálogo do streaming no mês de agosto e que parece ter passado despercebido depois do sucesso viral de Para Todos os Garotos que já Amei - mas que você deveria assistir já.

Protagonizado por Kristen Bell (The Good Place, Veronica Mars) e Kelsey Grammer (Fraiser) , o filme conta a história de Rachel que, após ser abandonada no altar pelo noivo, acaba se embebedando em um bar local com o pai, Harry, que não vê desde os 5 anos de idade e, no dia seguinte, acorda no cruzeiro de lua de mel ao lado do mesmo.

Como Rachel faz o atendimento de uma grande empresa de publicidade em NY, ela fica completamente surtada por estar em alto mar, sem sinal de celular e ao lado do pai - com quem ela não tem nenhuma vontade de se reconectar. Mas conforme os dias vão passando, ela tem a oportunidade de rever seus relacionamentos e as prioridades na vida.

Controle Remoto: Tal Pai, Tal Filha

Tal Pai, Tal Filha é um clichê daqueles gostosos de assistir, especialmente porque a mudança em pequenos e diversos detalhes deixa ele com um frescor novo.

O que eu mais gostei no filme foi que o fato de Rachel trabalhar muito e investir na carreira que ama e a satisfaz não foi demonizado. Esse não era o problema dela. Ela ser bem sucedida não era um impedimento em seus relacionamento, embora possa parecer que é sim em um primeiro momento. Rachel não tem um momento catártico em que percebe que precisa largar o emprego para reconquistar o noivo - isso nunca nem chega a ser cogitado.

Outro ponto super positivo para mim foi a exploração do relacionamento pai e filha. Em filmes do gênero é bem raro a gente ver a figura paterna como mais do que um personagem secundário que usa apelidos clichês ("princesinha") e tem um relacionamento completamente passivo com a filha. Tal Pai, Tal Filha explora, mesmo que de forma leve e superficial, o abandono parental e a forma como isso afeta o desenvolvimento das crianças, como cria suas inseguranças.

Controle Remoto: Tal Pai, Tal Filha

Fora isso, o filme ainda não se comprometeu em dar um novo romance para a Rachel, porque não é sobre isso que se resume a vida. O relacionamento dela com o pai é o protagonista da história, e a forma como eles precisam encontrar esse caminho de volta um para o outro, apesar de toda a mágoa que existe entre eles.

Eu realmente estava esperando um bom filme, especialmente porque temos Kristen Bell e Kelsey Grammer no elenco, mas Tal Pai, Tal Filha ainda assim conseguiu me surpreender ao mesmo tempo em que entretinha. Divertido, emocionante e com um número musical maravilhoso no fim. A gente assiste com um sorriso no rosto.

Share this:

, , ,

COMENTÁRIOS

7 comentários:

  1. eu assisti esse filme final de semana passado e apesar de ser msm clichezinho e gostei bastante hehe filme gostoso de assistir

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  2. Olá, Bibs.
    Eu j[a tinha visto esse filme mas não estava com vontade de assistir. Mas agora lendo suas palavras vou querer ver. Gostei muito do foco ser o relacionamento pai e filha porque não sei o que acontece sempre que tentam fazer filmes assim, enfiam um homem no meio para tirar o foco.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  3. Esse filme estava aparecendo direto para mim como indicação da Netflix, mas eu acabava deixando pra lá porque achava ser chato. Agora com sua indicação fiquei bem curiosa para assistir e fico feliz em saber que ele trata de uma forma tão legal assuntos como romance e carreira! Os Delírios Literários de Lex

    ResponderExcluir
  4. Oi Bibs, tudo bem? Com tanta coisa da Netflix pra ver eu ainda não consegui conferir esse. Mas já estou bem animada já que vc curtiu tato assim!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  5. Oi Bibs!
    Parece ser um filme muito tocante. Eu vi o trailer nas redes, mas ainda não cheguei a ver, mas ele tava marcado la na lista. Gosto do tom dramática, então tava indo mais por isso do que pelos atores em si. Espero curtir quando assisti.

    Abraços
    David
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Oi Bibs!
    Que amorzinho
    Amamos filmes da Netflix, né?????
    VConfesso que pela capa esperava uma coisa mas pelo que vocÊ disse... Super quero me arriscar a assistir agora :D
    Beijocas da Pâm
    Blog Interrupted Dreamer

    ResponderExcluir
  7. Tenho curiosidade. Gosto dos atores também.. mas vou ir sem muita perspectiva e ver no que vai dar..

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!