Resenha: Ruína

  • 09:00
  • 5 de nov. de 2019
  • Resenha: Ruína

    Ruína é o primeiro volume da série Ruined, escrita pela autora Amy Tintera - criadora de Reboot e Rebelde. Nessa história, acompanhamos uma princesa em busca de vingança pelo assassinato de sua família; e, para consegui-la, ela vai se infiltrar na corte inimiga.


    Sinopse: Na nova série de Amy Tintera, autora de "Reboot" e "Rebelde", Emmelina Flores é uma jovem que não tem poderes como os outros habitantes de Ruína. Além disso, seus pais foram assassinados, seu lar destruído e sua irmã, Olívia, levada por seus inimigos. Impulsada por seu desejo de vingança, ela parte numa perigosa jornada para o reino inimigo de Lera, onde espera encontrar Olívia, colocando em ação um plano arriscado e ambicioso, que envolve se casar com o primeiro na sucessão ao trono, se passando por outra pessoa. Mas talvez o príncipe não seja quem ela imaginou que seria e o coração de Emmelina se ceder. Mas com a sua vida - e a da irmã - em jogo, qualquer momento de dúvida pode ser arriscado demais.

    Emm tem um plano para se vingar do reino que destruiu tudo que lhe pertencia; para matar o rei e a rainha que assassinaram seus pais e sequestraram sua irmã. Para isso, ela se infiltra no castelo da família real como a princesa prometida em casamento ao herdeiro do trono - e, em meio à tensão de se esconder sob uma falsa identidade e carregar o peso da luta pelo caos que se tornou Ruína, Emm se vê dividida entre o dever e a ideia de que talvez nem todos naquele reino sejam os monstros que tanto odiou.


    Faça as pessoas temerem você, Emmelina. Pare de se preocupar com o que você não tem e comece a se concentrar no que você faz. Faça as pessoas tremerem ao ouvir seu nome. Medo é o seu poder.

    A coisa mais bem desenvolvida dentro dessa narrativa são os tons de cinza de cada personagem, especialmente Emm e seu pretendente, o príncipe Casimir. Ela, herdeira de ruínas, procurada como uma criminosa e rebelde que precisa ser destruída. Ele, filho do rei e da rainha que ordenaram toda essa guerra, ciente da herança que carrega para quando subir ao trono. Em nenhum momento você escolhe um lado; Emm está certa, Cas está certo. Emm está errada, Cas está errado. E assim a trama segue do início ao fim.


    Resenha: Ruína

    Os personagens são bastante humanos para um livro tão curto. Quando vi o tamanho, confesso que flashbacks do trauma com Três Coroas Negras me assombraram. Com sorte, aqui Amy Tintera faz o que Kendare Blake não conseguiu: ela desenvolve seus personagens, dá personalidade e dá causa e empatia a eles. São sucintos, sim, mas são bem escritos.


    Os habitantes de Ruína vão se erguer novamente. A menos que sejam impedidos.

    Emm é fúria e vingança, a definição de "sangue nos olhos". Muito disso vem da construção da sua raiva, de tudo que ela colocou em sua mente e coração para, quando chegasse o momento de confrontar os monstros, não hesitar. Acontece que ela hesita; e aí sofre uma guinada confusa, questionando-se sobre a radicalidade dos planos. A ideia de que vingança e justiça andam lado a lado, mas nunca terão o mesmo significado.


    Resenha: Ruína

    Cas, por outro lado, está em uma posição mais delicada. Ele não sabe quem Emm é de verdade, mas está simpatizando com seus discursos e suas posições em relação à guerra. Mesmo que cautelosa, a personagem deixa escapar suas opiniões sobre injustiça e crueldade e como aquele conflito foi muito mais do que "os mocinhos caçando os vilões". Uma vez que Cas se vê questionando isso também, quando ele olha para os pais e se pergunta até onde foi certo o que fizeram, aí aquele equilíbrio e os tons de cinza se tornam essenciais para a história.

    O romance entre os dois foi bem pontuado. A atração e os flertes estão ali, mas em momento algum Emm se esquece de que aquele príncipe é seu inimigo e, na guerra, ela deveria matá-lo. Cas, por outro lado, reluta em se entregar aos sentimentos pela sensação de que a princesa não é tudo que demonstra; que há mais escondido em seus olhares do que ela se permite demonstrar.


    Ele era fogo que ela podia tocar.

    Apesar de centrado nesses dois protagonistas, Ruína tem outros personagens ótimos que servem para sustentar a trama principal. Íria, aliada de Emm que se infiltra no palácio, Galo, guarda pessoal de Cas e também seu melhor amigo, as menções à princesa Olívia, irmã de Emm que foi sequestrada depois do massacre, e mesmo os pais de Cas. Todos são importantes para criar a tensão da obra.


    Resenha: Ruína

    Reviravoltas estouram em cada pedaço dela. Pode preparar o coração. É um livro curto e rápido e a autora com certeza sabe onde encaixar os plot twists para te deixar boquiaberta; o final, meus deuses, me deixou no chão!


    - Você já se perguntou se talvez nós é que sejamos perigosos, e não os habitantes de Ruína?

    Ruína é uma ótima leitura para quem gosta de fantasia, rebelião e personagens intrigantes. Tem uma construção de mundo muito simples e por isso fácil de acompanhar, seus protagonistas vivem dilemas interessantes e o final é de deixar o queixo de todo mundo no chão.


    Título original: Ruined
    Autora: Amy Tintera
    Editora: Galera Record
    Tradução: Ana Resende
    Gênero: Fantasia | Romance
    Nota: 4
    Skoob

    1. Oi, Denise
      Eu nunca tinha ouvido falar do livro mas de cara já gostei do enredo e super leria. Se eu conseguir colocar as mãos no livro, vou ler sim. Mesmo que fantasia não seja minha praia, tem alguns enredos que me chamam atenção e eu adoro um romance assim, cheio de tensão.
      Beijo
      https://www.capitulotreze.com.br

      ResponderExcluir
    2. Oi Nizz!
      Quem vive falando desse livro e Luiza. Ela recomenda 24 horas essa serie e reclama da Galera nao trazer os outros. Eu tenho vontade de ler mas so pego pra ler se lancarem tudo. Vou pendurar mais series pela metade nao KKK.

      Abraços
      Emerson
      http://territoriogeeknerd.blogspot.com

      ResponderExcluir
    3. Oi Dê, lá no blog quem leu foi a Luiza e ela gostou também. Achei interessante o enredo, a construção dos personagens, acho que iria curtir.

      Bjs, Mi

      O que tem na nossa estante

      ResponderExcluir

    Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!

    Tecnologia do Blogger.