Lendo agora: As Meninas

  • 09:00
  • 6 de jan. de 2020
  • Lendo agora: As Meninas

    As Meninas, de Lygia Fagundes Telles, é uma obra clássica da literatura nacional e o livro que escolhi para conhecer a autora - e que a editora Companhia das Letras cedeu para leitura. O que mais me chamou a atenção do livro foi a premissa: a ideia de acompanhar 3 amigas tão diferentes, crescendo e descobrindo o mundo em plena ditadura militar brasileira.

    Sinopse: Num pensionato de freiras paulistano, em 1973, três jovens universitárias começam sua vida adulta de maneiras bem diversas. A burguesa Lorena, filha de família quatrocentona, nutre veleidades artísticas e literárias. Namora um homem casado, mas permanece virgem. A drogada Ana Clara, linda como uma modelo, divide-se entre o noivo rico e o amante traficante. Lia, por fim, milita num grupo da esquerda armada e sofre pelo namorado preso. As meninas colhe essas três criaturas em pleno movimento, num momento de impasse em suas vidas. Transitando com notável desenvoltura da primeira pessoa narrativa para a terceira, assumindo ora o ponto de vista de uma ora de outra das protagonistas, Lygia Fagundes Telles constrói um romance pulsante e polifônico, que capta como poucos o espírito daquela época conturbada e de vertiginosas transformações, sobretudo comportamentais. Obra de grande coragem na época de seu lançamento (1973), por descrever uma sessão de tortura numa época em que o assunto era rigorosamente proibido, As meninas acabou por se tornar, ao longo do tempo, um dos livros mais aplaudidos pela crítica e também um dos mais populares entre os leitores da autora. "Que beleza, que força, que matéria viva e lancinante em As meninas." - Carlos Drummond de Andrade "Lygia Fagundes Telles tem realmente algo da delicadeza atmosférica de uma Katherine Mansfield. A diferença é apenas a seguinte: ela também sabe escrever romance e As meninas é mesmo um romance de alta categoria." - Otto Maria Carpeaux Leitura obrigatória do vestibular da UFRGS.


    Eu não sabia ao certo o que esperar de Lygia Fagudes Telles ou suas personagens, mas fiquei surpresa e ao mesmo tempo intrigada. Ainda não finalizei a leitura - e explico mais para frente - mas já estou arrebatada por ela.


    O foco são três garotas: Lia, uma estudante militante de um grupo de esquerda armada e que sofre pelo namorado preso; Ana Clara, uma garota que busca por um marido rico ao mesmo tempo em que se droga com o namorado; e Lorena, romântica incurável de uma família rica que namora um homem casado.

    Lendo agora: As Meninas

    É possível sentir as personagens bastante vivas na história, com suas dores, amores e passado. Elas nunca são apenas uma coisa, por mais que a gente se esforce para defini-las em poucas palavras, como fiz acima. Desde o começo, Lia, Ana Clara e Lorena pulsão com a mesma energia que pessoas reais, tomadas por medos e ansiedade pela vida adulta, por dúvidas e um passado, ou presente, que forma cada vez mais quem são, do que fogem e para onde vão.

    Mesmo que tenha lido pouco de As Meninas ainda, tenho um carinho especial para Lorena - que, por enquanto, tem sido a personagem mais fácil de acompanhar. Ainda não cheguei em um capítulo só da Lia, e os da Ana Clara são turvos e confusos por conta do seu abuso de drogas e dos fantasmas dos quais tenta escapar.

    Lendo agora: As Meninas

    A narrativa de Lorena é um pouco mais linear, mais centrada, e por isso consigo acompanhar melhor os acontecimentos. A primeira vista, ela parece bastante imatura e ingênua, mas quanto mais conhecemos seus pensamentos e suas motivações, mais complexa a personagem se torna. E é incrível abrir camada por camada, de cada uma delas, e descobrir tudo que está lá por baixo.

    A ideia era finalizar As Meninas em uma leitura coletiva, mas fui pega de surpresa com o estilo narrativo da autora, que está exigindo um pouco mais de mim. Lygia escreve em fluxo de consciência e eu não achei que fosse me pegar tanto com isso, mas pegou. E por dois motivos:

    Lendo agora: As Meninas

    • O fluxo de consciência te coloca dentro da história mais do que qualquer outra coisa. E isso dá um nó na cabeça. As vezes eu preciso voltar e reler uma parte, porque não tenho certeza se o que acabei de ler era um pensamento ou uma ação real. E embora isso nos transporte para dentro da história, exige um pouco mais. Não é o tipo de leitura que você faz em uma sentada só - ao menos não com as minhas habilidades de leitora.
    • Por estar dentro da cabeça das personagens, as coisas se tornam bem desconfortáveis as vezes. Isso me aconteceu muito com a Ana Clara e as lembranças de sua infância, que envolve abuso sexual - sem contar o abuso de drogas no presente. Para quem é mais sensível ao assunto, fica mais difícil acompanhar.
    Por isso, acabei classificando a leitura de As Meninas como pesada, e preciso de um ar frequentemente. Mas tenho planos de finalizá-la ainda nesse primeiro semestre, especialmente porque a minha meta, assim como em 2019, é ler mais clássicos e mais nacionais - e Lygia Fagundes Telles é definitivamente o tipo de autora que eu preciso ler.

    Não só pelo estilo narrativo, que é tão diferente e instigante, que proporciona uma experiência de leitura tão diferente do que estou acostumada - tão multidimensional. Mas também pela coragem de criar uma história que desafiou as autoridades da sua época e (infelizmente) se mostra atual, relevante e poderosa.

    Lendo agora: As Meninas

    Embora ainda não tenha terminado o livro, eu sinto que a leitura de As Meninas será finalizada de forma muito semelhante a de Filha da Fortuna, de Isabel Allende: uma leitura difícil, mas muito recompensadora. Uma história que fica conosco por muito, mas muito tempo depois de finalizada. Já começo a recomendar ela a partir de agora, especialmente para escritores, autores e aspirantes!

    Título original: As Meninas
    Autora: Lygia Fagundes Telles
    Editora: Companhia das Letras
    Gênero: Romance

    1. so nice blog :) I follow you on gfc #1651 ,follow back?

      https://styleoflifet.blogspot.com/

      ResponderExcluir
    2. Oi oi Bianca, gostei muito da sua resenha porque até então não absolutamente nada da leitura. É adorei sinceridade do motivo de não ter finalizado ainda esss livro, realmente leitura assim exigem de nós leitores.
      Bjs
      https://eternamente-princesa.blogspot.com

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi, Lu!
        Exige mesmo, mas é uma delícia quando a gente termina e tem toda a história acertada na cabeça. Amo 💖

        Bjs

        Excluir
    3. Oi, Bibs!
      Não conhecia essa obra, mas parece daquelas que a gente lê e termina com uma baita ressaca literária..
      Beijos
      Balaio de Babados

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi, Lu!
        É muito incrível, a gente percebe porque a Lygia é uma baita autora desde o início. Já tô curiosa com outras obras dela!

        Bjs

        Excluir
    4. Olá, Bianca.
      Eu li um livro da autora na época da escola. E não sei se foi por ter sido uma leitura obrigatória, mas o certo é que não gostei muito. Mas quem sabe futuramente, porque esse livro mesmo me pareceu muito interessante.

      Prefácio

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi, Sil!
        Quando a gente lê obrigada é difícil gostar, ne? Eu não indicaria As Meninas para um leitor novo, por exemplo. Ele provavelmente teria problemas para lidar com a forma narrativa. Mas tenta outra história, é muito incrível a escrita dela!

        Bjs

        Excluir
    5. Oi Bibs! Literatura feminina, nacional, nem precisa d mais nada pra me convencer rsrsrs mas parece uma leitura difícil mesmo, pra ler bem as poucos e sem pressa.

      Bjs, Mi

      O que tem na nossa estante

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi, Mi!
        Sim, ler sem pressa pra assimilar tudo. Acho que é a melhor forma. Não achei que fosse gostar tanto de um nacional clássico assim hahahahahaha Lygia arrasando!

        Bjs

        Excluir
    6. Nossa que artigo fantástico, por isso que estou quase todos os dias visitando e lendo seus artigos. Porque sempre tem conteúdos interessantes e de qualidade.

      Beijos ❤️ !!

      Meu Blog: Jogar nas Loterias

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi, Tay!

        Ficamos felizes que esteja gostando! Obrigada 💖

        Bjs

        Excluir
    7. ah que demais esse post! minha primeira leitura do ano está sendo Verão no Aquário e é meu primeiro contato com a autora, estou amando a escrita dela e com certeza já vou querer ler mais livros da autora

      www.tofucolorido.com.br
      www.facebook.com/blogtofucolorido

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi, Lívia!

        Ah eu adoro o título desse livro hahahahah quero muito ler ele e ciranda de pedra, ainda! Espero que você finalize a leitura amando 💖

        Bjs

        Excluir

    Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!

    Tecnologia do Blogger.