Chamem os twilighters! Midnight Sun finalmente vai ser publicado

  • 09:00
  • 5 de mai. de 2020
  • Chamem os twilighters! Midnight Sun finalmente vai ser publicado

    O ano é 2008. Eu tenho dezesseis anos e estou passeando pelo Orkut enquanto mato tempo para publicar mais um trecho da minha fanfic em uma comunidade da rede social. Começo a entrar no perfil das pessoas que leem a minha fanfic. E é quando me deparo com uma garota que se intitula Twilighter. Fiquei obcecada por descobrir o que isso significava. Achei que era uma banda, mas bastou jogar no google para descobrir que um Twilighter era o fã de Twilight, ou Crepúsculo, uma série de livros que estava sendo adaptada para o cinema.

    Fucei mais um pouco e achei o trailler. Assisti ao vídeo e descobri que o filme estreava em breve. Fiquei empolgada. Convidei minhas duas melhores amigas e lá fomos nós, no sábado pós-estreia, para assistir ao filme em um cinema lotado. Uma das minhas amigas não curtiu muito: Robert Pattinson era feio, a Bella tinha cara de pamonha e o Edward era um paspalho. Mas a outra amou e isso casou muito bem com o que eu tinha sentido. Por semanas nós só falamos daquele filme.

    Naquele ano, pedi vários livros de natal, entre eles Crepúsculo (secretamente, ele era o único que eu queria). Embora não tenha ganhado o livro, ganhei dinheiro o suficiente para comprá-lo. Quando cheguei em casa, a primeira saída que fiz foi ir até a livraria para comprar o livro, que li em uma semana. Foi o meu record de velocidade, até então.

    Emprestei o livro para a amiga que tinha curtido o filme. Ela pirou comigo. Comprei Lua Nova e Eclipse. Eu lia e assim que terminava, já passava adiante. 2009 foi o ano que eu e essa amiga falávamos de Crepúsculo todos os dias.

    Quando Amanhecer foi lançado lá fora, eu estava desesperada por ele. Uma garota começou a postar a tradução em uma comunidade no Orkut. Eu e várias outras pessoas acessávamos aquele tópico religiosamente para ler as atualizações. Quando terminei de ler, contei todo o plot para a minha amiga e nós surtamos juntas de novo - friso que contei todos os mínimos detalhes, uma conversa de no mínimo 3 horas que tivemos durante uma festa de aniversário de outro amigo.

    Quando o livro foi lançado aqui, comprei na pré-venda. Reli. Emprestei para a minha amiga. Surtamos juntas mais uma vez.


    Chamem os twilighters! Midnight Sun finalmente vai ser publicado

    Então bateu a abstinência. Eu não sabia o que fazer. Estava louca de saudade. Então pensei "se tem gente que escreve fanfic de banda, como eu, será que existe quem escreva fanfic de livro?" - na época eu só conhecia o universo das fanfics de banda.

    Joguei os termos na internet. Achei o Fanfic.net. Li todas as fanfics em português que consegui achar - e algumas em inglês. Em especial as que eram protagonizadas por Alice e Jasper, e as da Leah. Eu estava completa e irrevogavelmente apaixonada por esse universo. Tomei coragem e escrevi minha primeira fanfic. As pessoas adoraram. Escrevi mais. Me afundei mais e mais no universo.

    Então surgiram os boatos de Midnight Sun. Ah, o burburinho! Na época, o Foforks era um dos dois sites na minha barra de favoritos - o outro era o Fanfic.net. Eu acessava ele todos os dias. Lia todas as postagens. No site das fanfics, nós sempre falávamos sobre a versão do Edward, fosse no inbox ou nos comentários. Eu tinha uma comunidade surtada como eu naquele site.

    E aí, o manuscrito vazou. Cinco capítulos.


    O fuzuê. O desespero! Postaram todos os capítulos no fanfic.net. Li tudo e como uma amiga fiel, contei todos os detalhes a minha amiga - na época, ela não tinha computador em casa e só acessava a internet nos fins de semana que dormia na minha casa ou na casa de outra amiga. Esmiuçamos todos os capítulos, todas as palavras. Só faltou eu imprimir os capítulos para discutirmos cada ponto e vírgula.

    E então a outra bomba: Stephenie Meyer tinha ficado extremamente chateada com o vazamento e Midnight Sun não seria mais publicado. Ele sequer seria finalizado.

    Foi a decepção do século para mim.

    Continuei escrevendo fanfics. Lendo fanfics. Lendo os rumos que outros escritores tinham dado aos capítulos de Midnight Sun que vazaram. Mas não era a mesma coisa.

    Mas os anos foram passando, a escassez de material novo me derrotou e finalmente a empolgação com Crepúsculo virou apenas admiração e carinho por uma história que tinha feito tanto por mim. Afinal de contas, se me tornei leitora assídua, foi por causa dele. Se redescobri minha paixão por contar histórias, foi por conta dele. A primeira vez que ouvi um "você deveria publicar um livro", foi por causa de uma fanfic dele - embora não, naquela época eu não deveria ter publicado um livro, minhas fanfics eram terríveis.

    E agora, mais de dez anos depois, a outra bomba: Midnight Sun vai ser publicado sim. E em breve! Mais precisamente, em agosto, lá nos EUA.


    Chamem os twilighters! Midnight Sun finalmente vai ser publicado
    Gente do céu O QUE É ESSAS CAPA, POR QUE ME ODEIAS, STEPHENIE MEYER??? Não superei, não importa quantas explicações eles queiram dar. Nem combina com o resto da coleção, vou imprimir uma capa de fanfic e por sobre ela, beijoooos. Fanfiqueiras já fizeram melhor essa capa.

    Quem imaginaria isso? Nem eu e nem 90% do booktwitter que surtou interminavelmente ontem, que publicou piadinha atrás de piadinha, zoação atrás de zoação, e falou, com a boca espumando de raiva, "não acredito que vou ter que ler isso a essa altura da minha vida!", porque claramente não passa pela cabeça de ninguém não dar SE QUER uma olhadinha nessa edição. Tudo com muito carinho e nostalgia, claro.

    Quando a contagem regressiva subiu, acredito que 90% dos fãs desejou fervorosamente por The Seeker, a continuação prometida e tão aguardada de A Hospedeira. Mas bastou os fãs colocarem em prática os anos de alterações de HTML em blogs de fã para descobrir que, na verdade, se tratava de Midnight Sun.

    O sentimento geral não chega nem perto do sentimento de quando o livro foi anunciado a primeira vez, mais de dez anos atrás.

    Não fiquei eufórica, desesperada por essa história. Na verdade, fiquei até decepcionada, eu queria MUITO The Seeker.

    Mas quanto mais tempo se passa, mais eu me apego a ideia. É nostálgica. 

    Quer dizer, eu vou amar como amaria se tivesse lido em 2009? Provavelmente não. Mas isso não quer dizer que não vou comprar. Que não vou ler. E que não vou passar cada página pensando o que teria sido da minha vida se eu nunca tivesse descoberto essa história. Se eu nunca tivesse encontrado aquele perfil no Orkut.

    Não sei se Midnight Sun vai ser um estouro como Crepúsculo foi, como teria sido lá atrás. Mas a sensação que fica é de fechamento. Como se ele viesse e encerrasse um ciclo, mesmo que pareça que ele já tinha sido encerrado há muito tempo.

    E, se eu for sincera, estou em um misto de "não me importo" com "como será que vou me sentir com essa história agora". Porque, no fundo, a verdade é que eu vou ler ela. Mesmo achando que ela veio tarde demais, mesmo achando que ela teria feito mais por mim em 2009 do que fará hoje em dia. 

    Ainda sinto que devo isso para a Bianca de 16 anos que se agarrou em Crepúsculo como uma boa salva-vidas para um sonho que ela achava estar morrendo.

    Midnight Sun vai ser publicado, e eu me sinto, de novo, como uma Twilighter.



    *O livro ainda não tem data de publicação no Brasil, mas é bem provável que saia pela Intrínseca, que parece ainda deter os direitos da obra da Meyer no Brasil.

    1. Olá!!
      Eu lembro até hoje quando lançou o primeiro filme de Amanhecer e eram 20h da noite e eu fiquei obcecada porque queria ler o livro naquele exato momento! O shopping da minha cidade estava aberto e lá foi meu pai atrás do livro, ahhaah.
      Muito feliz com essa notícia!

      Beijão
      Leitora Cretina

      ResponderExcluir
    2. Oi, Bibs
      Sei que muita gente está animadíssima com esse lançamento, mas eu estou mais do que decepcionada hahaha eu esperava algo da Hospedeira, e tô cansada das autoras revivendo séries que já tiveram seu tempo. Eu amo Crepúsculo, mas já deu! E essa capa é péssima sinceramente.
      Beijo
      https://www.capitulotreze.com.br/

      ResponderExcluir
    3. Ta todo mundo dividido entre amar essa notícia e odiar por ter achado que seria A Hospedeira. Eu sou do grupo dois, mas provavelmente vou ler essa joça aí com um capinha pois minha fobia ataca real
      Beijos
      Balaio de Babados

      ResponderExcluir
    4. Olá Bianca,

      Essa notícia agitou a semana, eu tenho os livros da saga e ainda não li, mas vi os filmes, e essa é uma ótima notícia, essa capa é a melhor da saga.

      Beijos.


      http://devoradordeletras.blogspot.com/

      ResponderExcluir

    Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!

    Tecnologia do Blogger.