Resenha: Uma Noiva Rebelde

  • 09:00
  • 5 de ago. de 2020
  • Resenha: Uma Noiva Rebelde

    Sim, senhoras e senhores. Lá venho eu com mais um romance de época e mais um da Julia Quinn - dessa vez, o último volume da série Rokesbys, que é Uma Noiva Rebelde.

    Sinopse: Georgiana Bridgerton nunca foi contra a ideia de se casar. Ela só achava que sua opinião seria levada em conta na hora de escolher o noivo. Mas quando sua reputação está por um fio, Georgie precisa decidir: ou aceita ser uma solteirona pelo resto da vida ou se casa com o vigarista que a sequestrou de olho em seu dote. Mas de repente surge uma terceira opção... Quarto filho de um conde, Nicholas Rokesby está estudando medicina em Edimburgo e não tem o menor interesse em arrumar uma esposa nesse momento. Mas quando descobre que Georgie, sua amiga de infância, corre o risco de ficar arruinada para sempre, ele sabe o que deve fazer. Depois do escândalo... Só que os dois sabem que nunca conseguiriam se ver como mais do que bons amigos. Não é? Ao embarcarem num jogo de conquista nada convencional, repleto de diálogos impagáveis e coadjuvantes carismáticos – entre eles três gatos cheios de personalidade –, Nicholas e Georgie vão descobrir que muitos encantos da vida já estão bem na nossa frente.

    O livro conta a história da nossa fantástica Georgiana Bridgerton conhecida também como Georgie, a irmã mais nova da Billie e do Edmund. Para quem lê ou leu a série dos Bridgertons sabe que ele é o pai da renca mais amada dos romances de época.

    Estou nesse exato momento dividida com essa resenha.

    Georgie é uma dama no auge dos seus 20 e poucos anos, mas ainda solteira. Em pleno século 18, ela já estava quase no time das solteironas. Ao contrário de outras mulheres, ela não foi debutar em Londres, não porque achava que era melhor que as outras ou porque sua família não poderia pagar. Georgie somente queria encontrar um amor de verdade e achava bobagem ir para Londres, afinal, a irmã encontrara amor na casa ao lado. Porque ela não poderia? Georgie é uma mulher bem razoável, muito inteligente, assim como a irmã, à frente da sua época e muito curiosa.


    Resenha: Uma Noiva Rebelde

    Sendo bem esperta como é, Georgie foge dele e de quebra lhe dá uma pequena surra. Devo dizer que ele bem mereceu e merece tudo que acontece com ele no decorrer do livro e mais. Mas, apesar de chegar sã e salva em casa, sua reputação já estava arruinada. Mesmo não tendo sequer feito nada com o traste, ela passara uma noite com ele sozinha e isso bastava.

    A outra parte dessa história é o quase médico, Nicholas Rokesbys - ele era uma criança da ultima vez que eu lembrava! Ele está estudando medicina na faculdade de Edimburgo e se surpreende com uma carta do pai pedindo para ele voltar para casa em plena época de provas. Apesar de ser muito dedicado aos estudos, a família também é uma parte importantíssima na vida do rapaz e ele nem pensa duas vezes em percorrer a longa viagem para casa.

    Era bom que fosse algo bem sério. Não uma morte, é claro, mas se, no fim das contas, tivesse atravessado dois países apenas para descobrir que um dos irmãos ia ganhar uma comenda do rei, arrancaria o braço da alguém.

    Ele não tem nem ideia do que o pai irá falar de tão importante quando chega e já é chamado no escritório. A família Rokesby e Bridgerton são muito amigas desde sempre, principalmente por serem vizinhas. O pai de Nicholas não pensa duas vezes em propor para o filho que ele peça a mão de Georgie em casamento quando a reputação da jovem está em jogo.

    Georgie fica desolada e inconformada depois do sequestro. A reputação de uma mulher realmente não valia nada, não importa o quanto ela jurasse que nada tinha acontecido. 

    Vou abrir uma parêntese aqui, muita gente não curte romance de época por achar que vai ser antiquado demais. Sim, as práticas são bem antiquadas, mas temos várias personagens fodas como a Billie, Geogie, Poppy e várias outras que são bem a frente do seu tempo e apesar de não questionarem publicamente as vezes, elas pensam sim e em algumas ocasiões falam e questionam o sistema.



    A sociedade era cruel com mulheres que quebravam as regras. Cruel com as mulheres e ponto final.

    Ao mesmo tempo é desolador saber que 3 séculos depois ainda estamos lutando e muito e ainda somos muito questionadas e na maioria das vezes descredibilizadas quando é a nossa palavra contra a de um homem. 

    Continuando... Nicholas nunca viu a Georgie como a mulher que realmente é. Ela sempre foi a filha dos amigos dos pais, a irmã de Edmund, seu melhor amigo, e Billie. Isso nunca passou pela cabeça dele e nem dela. Mas desde a proposta do pai ele começou a reparar mais na Georgie e acaba fazendo o pedido de casamento.


    Georgie é muito orgulhosa, preferia ficar como uma solteirona o resto da vida do que casar com um cara que destruiu sua reputação. Quando ela recebe a proposta de Nicholas, tudo que ela pensa é que ele está fazendo aquilo por pena. Na verdade, pena não é bem a palavra, ele faz por amizade, de verdade. Apesar de, na minha opinião, ele já estar nutrindo sentimentos pela jovem.


    Resenha: Uma Noiva Rebelde

    A partir daí começam os desafios, um casamento as pressas, uma mudança repentina para próximo a Edimburgo e uma correria sem fim. Lotada de momentos divertidos e, obviamente, o casal se conhecendo e despertando coisas que não estavam ali antes.

    {...} Segundo (e mais urgente) porque estava com tanta fome que poderia comer um boi inteiro. Cozido, é claro. Não era uma selvagem

    Os dois são o casal mais encantador da série, sem brincadeira. Eu queria morrer com a fofura, de querer entrar no livro e apertar!

    Para quem sente falta da série dos Bridgertons, nesse livro temos Anthony e Benedict crianças e Colin bebê! E, acreditem se quiser, ele consegue ser conquistador sem nem mesmo formar palavras. Colin, se você quiser o mundo, eu te dou, de bebê a adulto, ele é perfeito e impossível de resistir.

    - {...} Acho que ele vai ficar com olhos verdes. 
    - A cor da gula - murmurou Violet. 
     - Não era da inveja? 
    - Também. - Violet estremeceu - Ele nunca para de comer.

    Julia Quinn fechou essa série com chave de ouro e eu só queria mais.

    Título original: First comes scandal
    Autora: Julia Quinn
    Tradutora: Thais Paiva
    Editora: Arqueiro
    Gênero: Romance de época
    Nota: 5+

    1. Oiii Raquel

      To lendo agora um romance de época, fazia tempo que não lia um e to tão envolvida com tudo ali! Não é antiquado, é envolvente, e realmente apesar da época limitar muito as mulheres, a gente tem sempre personagens que questionam, que evoluem e surpreendem, e isso é muito bacana. Se der quero ler essa série da Julia Quinn.

      Beijos, Ivy

      www.derepentenoultimolivro.com

      ResponderExcluir
    2. Esse virou o meu favorito da série! Apesar de não acontecer muita coisa, Nicholas e Georgie foram a melhor coisa da história toda!!!
      Gostei muito do que você destacou sobre elas questionarem o sistema. Nos livros da Lisa acontece muito isso também
      Beijos
      Balaio de Babados

      ResponderExcluir
    3. Tô muuuuito ansiosa pra ler, amei os outros :D

      https://www.submersaempalavras.com/

      ResponderExcluir
    4. Olá...
      Estou muito ansiosa pra ler essa série da Julia Quinn e confesso que ando evitando ler resenhas, pois, morro de medo de spoiler hahaha... Mas, amei saber que você achou esse casal o mais encantador da série.
      Bjo

      http://coisasdediane.blogspot.com/

      ResponderExcluir

    Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!

    Tecnologia do Blogger.