Resenha: Perdendo-me

Perdendo-me - Cora Carmack - Resenha
Ah, acho que posso dizer que foi um dos livros mais divertidos que eu li esse ano! Quando eu comecei a ler NA as meninas já diziam que eu deveria ler esse livro e eu sempre morri de curiosidade. Quando fui na Bienal eu tinha a intensão e ao mesmo tempo não tinha, de comprar ele. Mas nos quarenta e cinco do segundo tempo a gente correu no estande da Novo Conceito e fizemos uma graaaaande compra. Perdendo-me incluído!


Sinopse: VIRGINDADE. Bliss Edwards vai se formar na faculdade e ainda tem a sua. Chateada por ser a única virgem da turma, ela decide que o único jeito de lidar com o problema é perdê-lo da maneira mais rápida e simples possível com uma noite de sexo casual. Tudo se complica quando, usando a mais esfarrapada das desculpas, ela abandona um cara charmosíssimo em sua própria cama. Como se isso não fosse suficientemente embaraçoso, Bliss chega à faculdade para a primeira aula do último semestre e... adivinhe quem ela encontra?

A história mesmo gira em torno da Bliss, que tem 22 anos e está prestes a se formar na faculdade de teatro, mas ainda é virgem. O problema todo começa quando ela conta isso para a melhor amiga, Kelsey, que decide que ela precisa "cuidar desse problema" imediatamente. Mas o negócio é que a Bliss gosta de ter controle das coisas e o sexo é completamente o oposto disso. Somando a tudo a grande capacidade de se meter em trapalhadas, as tentativas de Bliss de fazer sexo só ficam cada vez mais engraçadas ao longo do livro.

Na primeira noite que Kelsey a arrasta para um bar na esperança de acabar com o problema, ela conhece um cara mega charmoso e realmente acha que pode dar um jeito na sua situação de virgindade... Até sair correndo dele. E sabe quando você fala "nunca mais vou ver mesmo"? Não é o que acontece, já que o senhor charmozinho é um dos novos professores dela!

Perdendo-me - Cora Carmack - Resenha

A Bliss foi uma ótima surpresa! Não que eu tenha lido muitos NA's na minha vida, mas a tendência a narradora ser mais chata do que o necessário é forte e eu achei que a Bliss seria assim também. Mas não, ela é uma narradora bastante divertida, eu fui capaz de entender os temores e as atitudes dela e  ri muito de algumas situações onde ela era meu espírito animal conhecendo pessoas diferentes. Sério, o que é essa menina nos primeiros capítulos?

Sotaque. ELE TEM SOTAQUE BRITÂNICO. Santo Deus, estou morrendo. [...] Amor? AMOR! Ainda morrendo aqui.

Me identifiquei bastante com a Bliss no que diz respeito ao fim da vida acadêmica dela e eu não sei dizer se foi por isso ou qualquer outro motivo que eu me senti tão emotiva com ela. As dúvidas dela, as saudades dos amigos que ela sente antes mesmo de deixar eles, tudo isso são experiência que eu vivi e ainda vivo, pouco mais de dois meses depois de formada. Eu, em toda a minha idiotice sentimental, quase chorei em algumas partes relacionadas a isso. Sério, eu tô com saudade da faculdade! Alguém me dá uns tapas...

Olhei ao redor, na mesa, enquanto as pessoas riam e gritavam (nós só tínhamos um volume: realmente alto). Essas pessoas eram a minha família. Eles me entendiam e me conheciam como ninguém mais.[...]Era engraçado sentir falta das pessoas antes mesmo de deixá-las. Mas era exatamente isso que eu estava sentindo agora.

A história caminhou de forma beeem gostosa, evoluiu aos poucos, os personagens foram bem montados. Umas das coisas que eu mais gostei no livro foi que a Bliss não tem aquela síndrome de patinho feio, não é uma menina tímida e sem amigos. A Bliss é cheia de amigos, é extrovertida, sabe que não é feia e dificilmente fica de mimimi - sim, ela tem os momentos dela, mas que garota não teria na situação em que ela se encontra? É realmente complicado.

Perdendo-me - Cora Carmack - Resenha

E ai você pode ficar se perguntando, mas Bianca, se é tão bom assim, por que você tirou meio ponto dele? Porque teve certos pontos que eu queria que tivessem sido explorados mais e porque eu achei um pouco desnecessário a história com o Cade que, no final das contas, não adicionou realmente a história. Mas nada preocupante, pra ser sincera.

Tirando um clichê ou outro, achei o livro bastante original - em se falando de NA - e também muito divertido, a narrativa da Cora é rápida, engraçada e bastante fluida. Eu morri de rir com toda a situação da virgindade da Bliss e como ela lidava com isso, mas foi incrivelmente fácil de entender o raciocínio dela.

[...] o que significava que todos os relacionamentos que eu tivesse pelo resto da minha vida seriam um fracasso, e eu acabaria sozinha e miserável com nove gatos e um furão. Eu não queria acabar sozinha e miserável com nove gatos e um furão.

O livro é curto, acho que talvez ela pudesse ter estendido um pouco, adicionado um conflito a mais, mas isso é mais opinião de "se você fosse reescrever" do que algo que fica pairando no ar, sentindo falta enquanto se lê. Me apaixonei por ele, de verdade, e tô bem curiosa pelas continuações - os outros 2 livros contam a história dos melhores amigos da Bliss, o Cade e depois a Kelsey. 

Para quem ainda não se cansou da Bliss, pode encontrar um conto dela na amazon, no formato ebook, que chama Keeping Her. E para quem está curiosa pelas "continuações" como eu, os outros dois livros, Fingindo (o do Cade) e Encontrando-me (da Kelsey) devem sair em breve, também pela editora Novo Conceito.


Título original: Losing It
Autor: Cora Carmack
Editora: Novo Conceito
Nota: 4,5

Saiba mais: Skoob | Buscapé

Share this:

, , , ,

COMENTÁRIOS

26 comentários:

  1. Q delícia saber q este livro é td aquilo q eu esperava!
    Adoro romances leves e gostosos assim!
    Só vou esperar os próximos livros serem lançados p começar a lê-lo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é uma delícia mesmo, Bianca. Pode ir sem medo!
      E as continuações não contam a história da Bliss, então quando Perdendo-me acaba, a história dela acaba também. Nem precisa esperar as continuações <3

      bjos e obrigada pela visita!

      www.blogsomaisum.blogspot.com.br

      Excluir
  2. ASDASDSLHAASKDHJAS AAAAAAAAAA MEU SINHÓ eu precisooooooo ;-;
    tipo, toda resenha que eu leio falam sobre o humor da narradora <3 então quero mucho <3 e por ser um livro do gênero que eu AMO, claro.
    adorei bibi <3

    beijos
    ~nathália
    www.livroterapias.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O humor é mesmo uma delícia, Nathália. Leia sim, leia quando puder e pode contar comigo pra surtar UAHSUAHSUAHSUHASUHAS

      bjos e obrigada por visitar <3

      Excluir
  3. Gosto de romances assim leves e divertidos, não sou muito chegada a melação e tal. Pela sua resenha esse livro parece ser ótimo.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem melação de cueca, Mayse UHASUHASUHASUHASUH pode ir fundo e amar o livro, ele é ótimo!

      bjos e obrigada pela visita!
      Bianca

      Excluir
  4. Acho que minha cota de livros do gênero já acabou haha acho que não engulo muito esse lance de "tenho tal idade, sou virgem, isso é uma vergonha e preciso mudar isso", mas achei divertido a autora puxar pro lado engraçado, ainda mais por o cara ser professor dela, depois de ter fugido haha. E ah, nem me fale em faculdade. Pra mim ainda falta dois anos, mas só de pensar já sinto falta :(

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova de "Fangirl" no blog, vem conferir!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, eu não li muitos livros do gênero, então tudo é bem novo pra mim. Lembro que Belo Desastre tem esse lance também com a Abby, mas eu achei Perdendo-me beeeeeeeeeem melhor que Belo Desastre, tipo, infinitamente (mas isso porque eu odeio Belo Desastre UAHSUAHSUAHSUAHS)
      E a faculdade, Carol.. Ah, eu aproveitei tanto, mas queria um tempo pra aproveitar mais. Saudades extremas :(

      Obrigada pela visita, flor! Bjos,
      Bianca

      Excluir
  5. Oi Biancaa, tudo bem?

    Estava curiosa pela sua resenha (e pelo livro)! Pela capa e sinopse parece que vai ser bem chatinho, cheio de clichês presentes em todos os 200 mil NA lançados de uns dois anos pra cá hhuasuhushauhsauh.
    Mas fiquei feliz que o livro fugiu disso, o tema que ele aborda é super engraçado, constrangedor e ao mesmo tempo interessante pra um livro do gênero, porque geralmente os NA's tem muitas cenas hots e tudo.

    A protagonista parece ser legal, e o livro parece ser mesmo focado só nela, nem tanto no romance em si, gostei disso também.
    A falta da facul eu entendo também, to com saudades das amigas e de algumas coisas do meu curso anterior (estou numa 2° facul e é muito diferente)... como lidar né, mas é legal isso também ser abordado porque o publico alvo se identifica!

    Adorei a resenha!! E no fim ainda ficou a curiosidade: Ela perde logo essa virgindade? HAHAHAHA

    Beijos!!

    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não se deixe enganar, o livro é recheado de cenas hot. Só que é sempre engraçado, a pobre Bliss é tão desajeitada UAHSAHSUAHSUAHSAUHSAUSH Ele é uma comédia romântica bem leve, eu curti muiiito.
      Menina, cê já tá na segunda? Eu bem que pensei em uma segunda, mas só de pensar em outro TCC eu entro em combustão UAHSAHSUAHSUAHSUAHS
      E sobre a Bliss: LEIA <3 UAHSUAHSUAHSUAHS Mas né, uma hora vai :P

      Obrigada por passar pelo blog, bjos.
      Bianca

      Excluir
  6. Ahhhhhhhhhhhhhh adorei esse livro <3
    Bjs
    eternamente-princesa.blogspot.com.b

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eternamente-princesa.blogspot.com.br

      Excluir
    2. Oi, Luiza!

      Ele é ótimo, se tiver um tempinho, dá uma chance :3

      Obrigada pela visita, bjos.
      Bianca

      Excluir
  7. Ai meu Deus, que peso na consciência... sabe um livro que não gostei muito da capa e olhei meio torto para ele? Então esse é um desses livros. E agora lendo sua resenha fico péssima pelo julgamento, a vontade que tenho é de largar tudo e embarcar nessa leitura. Inacreditável como às vezes julgamos um livro pela capa, mesmo sem a intenção... Sempre digo que não vou fazer isso, mas olha só... droga....

    xoxo
    Mila F.
    @camila_marcia
    http://www.delivroemlivro.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Camila, essa capa me deixou envergonhada viu UAHSUAHSUAHSUAHSUAHS Eu achava muito estranho andar na rua com esses dois em eterno momento assim, mas né. Não julgue pela capa, indeed. Porque é bom, muiiiito bom.

      bjos e obrigada por dar uma passadinha por aqui ;)
      Bianca

      Excluir
  8. Eu adoro NA. São livros deliciosos para ler quando está com uma ressaca literária. Achei "Perdendo-me" meio superficial no começo, mas lendo sua resenha, mudei de ideia. Pelo jeito, é uma história bem divertida e acredito que muitas pessoas se identificam com os conflitos da Bliss. A capa ficou bem linda!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ingrid!
      Eu acho NA's, no geral, superficiais. É isso que faz deles leves e despreocupados, algo pra curar ressaca literária (e não te deixar em uma). Perdendo-me não é mega profundo, mas também nenhum dos NA que eu li até hoje foi. Ele é bem escrito e construído, identificável em muitos momentos. Super divertido. Indico muito <3
      Obrigada pela visita, flor!

      bjos,
      Bianca

      Excluir
  9. O estilo NA é gostoso de ler.
    Adorei a leitura desse livro, ri muito, me apaixonei por Bliss (no bom sentido), atrapalhadinha, extrovertida e cheinha de amigos e ainda tendo que resolver seus prolamas mais íntimos.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma delícia mesmo, Rudy! Recomendo muito e que ótimo saber que você também adorou ele!
      Obrigada pela visita!

      bjos,
      Bianca.

      Excluir
  10. Oi Bianca, tudo bem??
    Já paquerava este livro bem antes dele ser lançado pela NC. É uma história bem clichê né? Ah, eu amo clichês!! <3 Quero conhecer a Bliss ( que nome estranho! rs). Amo personagens divertidos, e não complexados. Está na listinha!!

    Beijos, Vic.
    vi15karine@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Vic!
      Então, o livro é clichê, mas do tipo gostoso sabe? Vale a pena, arranca boa risadas e você se sente leve quando termina. Super recomendo *-*

      bjos,
      Bianca

      Excluir
  11. Oii Bianca!
    Faz tempo que eu queria ler uma resenha deste livro, mas continuo sem vontade alguma de lê-lo.
    Eu realmente não gosto de livros do gênero NA, de verdade.
    Eu achei a capa meio sem graça, o que realmente não me daria vontade e ler mesmo se eu gostasse do gênero.
    Mas amei a foto da sua estante =3 (e Fangirl u.u - eu ainda vou lê-lo esse ano Bianca! Graças a sua indicação na Bienal hehe)

    Beijos =*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. NA é um gênero delicado, né? Eu gosto pra me tirar de ressaca, porque é tão leve e bobinho e bem draminha de fanfic que eu adoro UAHSUAHSUAHSUAHSUAHS As vezes eu preciso disso. Mas a capa é bem sem graça e muito sugestiva, andava com ela agarrada no peito pra ninguém ver UHASUAHSUHASUAHSUHA
      E FANGIRL MENINA, EU FIQUEI JOGADA QUANDO TERMINEI. A FOFURA DAQUELE LIVRO NÃO É DE DEUS, NÃO É. É TÃO FOFO, MAS TÃO FOFO, QUE EU CHOREI PORQUE SOU MUITO COMO A CATH E CADÊ MEU LEVI? Vou ali no cantinho chorar de novo ç_ç

      Obrigada por passar por aqui, Nath!

      bjos,
      Bianca

      Excluir
  12. Parece um livro otimo, adorei a definição da personagem: uma pessoa normal, simplesmente ela quer ter o controle das coisas e perder a virgindade não é algo tão fácil de se controlar assim! E é verdade msm, qd se sai da faculdade vc sente muitaaa falta das pessoas, até das que a gente não se dava tão bem assim rs
    Vou colocar na minha listinha de desejados ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pessoa normal em NA <3 UASUAHSUAHSUHASUASUHAS Odeio quando a gente se depara com aqueles "patinhos feios" que é tão comum em YA. Adoro um bom YA, mas essa síndrome me irrita as vezes. Anyway, espero que possa ler o livro em breve e que realmente goste dele!
      Obrigada pela visita *-*

      bjos,
      Bianca

      Excluir
  13. Bom saber que a mocinha não é uma chata com síndrome de ninguém me ama, mas realmente não entendo o porque a virgindade dela ser tratada como um problema.
    Gosto de personagens com bom humor e talvez seja um bom ponto para o livro ^^

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!