Resenha: Nevermore


Eu não sei se tenho capacidade emocional suficiente para escrever essa resenha como uma pessoa normal, porque a história criada pela Kelly Creagh não é só uma das minhas favoritas PRA TODA VIDA como também tem um dos protagonistas mais perturbados que eu já tive a alegria de amar. Espero ser capaz de contar sobre Nevermore da maneira que a história merece.

Sinopse: A líder de torcida Isobel Lanley fica horrorizada quando descobre que seu parceiro para o projeto de inglês é Varen Nethers e que o projeto deve ser entregue — tão injusto — no dia do jogo contra o rival do colégio. Frio e indiferente, cínico e com a língua afiada, Varen deixa claro que ele também preferia não ter que estudar com ela. Porém, quando Isobel descobre um texto estranho escrito no diário de Varen, acaba vendo com outros olhos esse enigmático garoto de olhar expressivo.Logo Isobel começa a inventar desculpas para poder encontrar Varen. Afastando-se cada vez mais de seus amigos e do namorado possessivo, Isobel entra mais fundo no mundo de sonhos que Varen criou nas páginas de seu diário, um mundo onde as aterradoras histórias de Edgar Allan Poe ganham vida. Enquanto seu mundo começa a desmoronar ao seu redor, Isobel descobre que os sonhos, assim como as palavras, têm mais poder do que ela imaginava, e que as realidades mais assustadoras são aquelas criadas pela mente. Agora ela precisa encontrar uma maneira de chegar a Varen antes que ele seja consumido pelas sombras de seus próprios pesadelos. A vida dele depende disso.

QUE TRAMA! QUE HISTÓRIA MARAVILHOSA TEM ESTE LIVRO! Demorei muito tempo para criar coragem de fazer esta resenha porque Nevermore é uma das minhas obras favoritas e tudo naquele livro me faz ter vontade de rolar no chão e chorar. Eu queria ser a Kelly só pra ter escrito essa história, só pra dizer SIM, EU CRIEI VAREN NETHERS, CHORA HATERS!

"Words, Isobel, have always held the dangerous power to conjure things into being. Remember that."

Varen Nethers não é exatamente o cara com quem você gostaria de fazer o trabalho de literatura no colégio. Pelo menos não a Isobel. Moça de família perfeitinha, líder de torcida, Isobel não só é popular como namora o cara mais popular do colégio. A primeira vista, espera-se uma garota bem fútil, típica antagonista de filmes adolescentes, certo? ERRADÍSSIMO. Isobel só não é minha protagonista favorita de YA sobrenatural porque tem Rose Hathaway antes dela! Ela é cheia de atitude, não leva desaforo pra casa e mantém um relacionamento saudável com o chefão da popularidade dali - se ele vai encher o saco dela, que fique sozinho. Ela se dá bem com todo mundo, tem uma família incrível - o pai dela é um dos caras mais divertidos da história - e tem um irmão caçula chato e engraçado.


Sua rotina bem calculada e perfeita muda bruscamente quando Isobel é pareada a Varen para o trabalho de literatura. Claro, clichê pra apresentar protagonistas tão opostos, mas de clichês se faz a vida. Rola aquela incerteza na garota, porque Varen é, aos olhos dela, bem ameaçador. Cheio de piercings, sempre usando preto, sentado ao fundo da sala quieto como um defunto. E aqueles olhos verdes tão perturbadores... A química entre eles é inegável desde que Isobel chega até seu parceiro para se apresentar; rola uma troca de olhares, aquele tipo de cena que só um livro bom consegue te fazer sentir MEU DEUS COMO TEM QUÍMICA ENTRE ELES! 


O trabalho vai ser sobre Edgar Allan Poe. E é aqui que começa a parte sobrenatural da história. Porque o prólogo do livro, e não, isso não é um spoiler, mostra Poe fugindo de alguém pouco antes da data de sua morte. Seus poemas não são só poemas, todos têm significados sombrios, e alguns são mais do que significativos. Uma vez que Isobel se aproxima de Varen, não só para o trabalho como também emocionalmente, as coisas começam a ficar sinistras. Ela começa a ser perseguida, há coisas em seus sonhos, um misterioso homem a alerta de tragédias a acontecerem, e Isobel descobre que não só ela mas Varen também está em perigo.


PORQUE SENHORAS E SENHORES, ESTE LIVRO NÃO É POUCA COISA. Não é só uma líder de torcida se apaixonando pelo cara total oposto a ela. É uma líder de torcida fodástica lutando contra as forças das trevas para tentar salvar o cara por quem está se apaixonando. Porque a donzela em perigo aqui é o Varen! Porque ele está com problemas. Alguém está atrás dele e só a Isobel pode entender e tentar impedir isso de acontecer. E acreditem quando digo que os mindfucks são muitos - PRINCIPALMENTE O FINAL! AQUELE FINAL ME DESTRUIU, PISOU EM MIM, EU VIREI ESTILHAÇOS DE DOR NO CHÃO. Porque a Kelly, gente, ela não poupa a dor nos finais. Enshadowed, a continuação de Nevermore, pegou o que tinha sobrado de mim e jogou num moedor de carne, porque COMO EU DEVO ESPERAR POR OBLIVION COM AQUELE FINAL? 


Mas ok, isso é surto pra próxima resenha.

"My beautiful, my Isobel. My Love. You ask me to wait. And so I wait. For all of this, I know, is but a dream. And when, in sleep, at last we wake, I will see you again." 

Veem essa quote? ESSE MOTHERFUCKER DO VAREN É MARAVILHOSO ASSIM. ELE É MARAVILHOSO A PONTO DE ME FAZER QUERER DAR UM TAPA NA CARA DELE! Porque santo cristo, depois de Romitri, poucos ships me fizeram surtar tanto quanto o relacionamento entre a Isobel e o Varen. E mano, como eu precisei de paciência com esses dois! Porque o Varen é todo neurótico e solitário e sombrio, então ele não quer deixar a Isobel se aproximar. Ele reluta, ele se afasta até que percebe que, ok, é inevitável, ele já ama ela, MAS SANTA TENSÃO SEXUAL PRESA, BATMAN! O romance é lindo, é, mas A DEMORA PRA ELE ACONTECER QUASE ME MATA. Era muita química, muitos olhares e toques sutis e eu só ficava:


Outra personagem que eu amodoro é a hippie Gwen. MENINA FOFA, MENINA SARCÁSTICA, MENINA QUERIDA! No começo, ela é só a guria do armário ao lado do da Isobel, mas conforme a trama avança e coisas acontecem - tipo a mancada envolvendo os "amigos" da Iz - a Gwen se torna a melhor amiga dela. Toda trabalhada no humor irônico, no visual "paz e amor" e nos julgamentos - porque gente, a cena da cantina e ela e o Varen interagindo, eu só morro de rir sempre  - Gwen é uma das minhas favoritas ever.


Ele continuou olhando para Isobel, caminhando para trás, devagar. Varen estava fazendo aquilo de novo, conversando com ela usando o olhar.
Ela permaneceu presa em seu olhar, tentando ouvi-lo, tentando ler a mensagem subjacente. Finalmente ele se virou e saiu pela porta do refeitório. Depois de uma pausa, Gwen disse:
- Deixe-me adivinhar. Neste momento, você está tentando decidir se isso foi sensual ou irritante - ela fez uma pausa, como se estivesse formulando sua própria opinião. Finalmente, disse: - Foi totalmente sensual.

Então se você procura por uma boa trama, ótimos personagens, muito sobrenatural e um final de cair o queixo, CORRA. CORRA AGORA! NEVERMORE É UMA DAS MELHORES OBRAS QUE VOCÊ VAI LER NESTA VIDA! E sim, eu, em todo o meu ciúme, estou desesperada por boas almas que amem esta história também, porque surtar sozinha por algo tão bom é triste.


Título: Nevermore
Autor: Kelly Creagh
Editora: Pandorga
Nota: 5 + 

Saiba mais: Skoob | Buscapé

Share this:

, , ,

COMENTÁRIOS

7 comentários:

  1. VOCÊ ME FEZ XINGAR AQUI. EU PRECISO DESSE LIVRO. DENISE QUE ABSURDO VOCÊ FEZ COMIGO.

    EU PRECISO DE DINHEIRO *vendendo rim*


    Ai eu quero ler LOGOOOO!

    Sério, parece ser SENSACIONAL! Preciso disso na minha vida.

    Quando eu tiver dinheiro, esse vai ser o primeiro da lista.

    Obrigada pela resenha linda :*

    Beijos :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. LEIA, GISELE, PELO AMOR DO MILHO! COMPRE QUANDO PUDER E LEIA LOGO PORQUE AFYIBGIASBASGYIBGYIASBASGBGASGBASIOA EU PRECISO DE ALGUÉM PRA SURTAR COMIGO!
      É um dos melhores livros que já li na vida, juro! Os personagens, a história, TUDO <3 eu só quero abraçar esse livro e a Kelly e morrer chorando.
      Obrigada pelo comentário <3

      Beijos,
      Denise Flaibam.
      http://blogsomaisum.blogspot.com.br/

      Excluir
  2. Não parece muito com o tipo de leitura que eu gosto, mas fiquei muito interessada pela sua descrição dos personagens e por essa capa, mas que capa linda é essa? *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que booom que deu pra interessar um pouco pelos personagens *o* porque menina, eles são muita perfeição pura junta! Não consigo ASJKFAUIGBAUOGBAUOBASOA
      A capa é maravilhosa né? Primeira vez que eu prefiro a capa nacional ~só fiquei decepcionada com a do segundo, dai eu prefiro a americana~ ASHASASUHASUHASUHASUHUHAS
      Obrigada pela visita!

      Beijos,
      Denise Flaibam.
      http://blogsomaisum.blogspot.com.br/

      Excluir
  3. AAAAAAAAAAAAH EU QUERO!!
    QUERO, QUERO, QUERO!!
    Eu surto, Denise surta, nós surtamos, cara... Que RESENHA É ESSA???
    Amigos, love, familia, aniversário tá chegando, QUERO ESTE LIVRO JÁ!!!!
    Só não gostei por seu uma série. Eu fico sem unha esperando a continuação....
    Mas, vou querer mesmo assim, porque eu sou isso!! hahahahahahaha
    Obrigada pela resenha diva *-*

    Beijos, Vic
    Blog Minha Velha Estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. LEIA LEIA LEEEEEEIA E SURTE COMIGO ASJKNSUIOBGASUOSGAUOASGUO
      Gente, eu queria ter surtado tão mais, mas que bom que gostou da resenha :') o livro é meu xodó, nunca sei se tô sendo fiel ao amor UHASUHAUHASUHASUHASUHASUH
      Então, o segundo livro já saiu aqui no Brasil, se chama Enshadowed <3
      Oblivion sai lá fora em junho ou julho de 2015, imagino que no Brasil vá demorar muito ç_ç maaaas a leitura é fácil. Eu comprei Enshadowed em inglês mesmo e li rapidinho JKASFUIABUOGAUOAUA
      COMPRE E LEIA E SURTE COMIGO POOOOOR FAVOR!
      Obrigada pelo comentário, sua linda <3

      Beijos,
      Denise Flaibam.
      http://blogsomaisum.blogspot.com.br/

      Excluir
  4. MULHER PELO AMOR DE DEUS ME SOCORRE BEM AQUI PORQUE EU TÔ MORRENDO!!!!! Eu acabei de terminar de ler nevermore, e estou simplesmente... O QUE EU USARIA PRA ME DESCREVER AGORA???? Meu Deus eu nunca chorei tanto! me ajuda e me diz que algum dia eles vão ter um final feliz! me diga algo bom, please...

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!