Resenha: Postais

resenha de hoje é sobre Postais, livro da querida Jô Lima. Preciso dizer que é uma resenha complicada de ser feita, infelizmente pelos motivos errados. Quem acompanha o blog sabe que somos grande apoiadoras da literatura nacional, a Denise até mesmo tem livro publicado. Por isso, quando Postais ficou disponível para download grátis na Amazon eu não pensei duas vezes antes de baixar. Tentamos sempre equilibrar a leitura de livros internacionais e nacionais, em parte por acreditarmos que a ideia do Só Mais Um é abranger o máximo possível e trazer o melhor da literatura - seja ela qual for -, e em parte para divulgar a literatura nacional, que sofre tanto preconceito.


Sinopse: "Existem mil formas de se apaixonar por alguém, mas a maneira como ela se apaixonou por ele, foi única.” Enquanto admiravam obras artísticas no Museu do Louvre, Selina e Nicholas acabam por descobrir a verdadeira arte. A arte de amar. O renomado e jovem fotógrafo francês e a simples e bela brasileira estudante de História da Arte viveram uma semana intensa, conhecendo lugares lindos e viajando pela Europa, onde o amor entre ambos começa a aflorar. Após ser chamado de volta à Paris e retomar suas viagens de trabalho, Nicholas promete a Selina que irá lhe enviar Postais de todos os lugares por onde ele passar. Muitos desconhecem o poder que um papel, uma caneta e um coração apaixonado possuem juntos. Mas será que apenas palavras são capazes de nutrir uma relação a distância? Se você acha que o amor é indescritível, Sely e Nicholas vão lhe provar que você está enganado! A Era das cartas está de volta!

Bienal do Livro SP
Eu, Jô, Bianca e Denise na Bienal de SP.
Conheci a autora do livro na Bienal de SP, ainda que já a tivesse como amiga nas redes sociais, e preciso dizer que a Jô é uma fofa. Mas assim como o blog tem compromisso com a leitura nacional, também tem o compromisso com aquele que é o motivo de mantermos o SMU: você, nosso leitor. Tendo dito isso, passo para a resenha do livro, que, para minha tristeza, não será positiva.

Postais conta a história de Selina, ela é metade brasileira e metade francesa, mora em Paris e estuda Artes. A sinopse nos promete uma história de amor através de postais, e eu esperava mensagens lindas, pontos turísticos de invejar e um livro mais introspectivo, com textos reflexivos graças aos postais. Enfim. 

Mas a história na verdade não é essa, os postais de fato só aparecem da metade para o final do livro, e não são marcantes. A ideia que a Jô teve era linda, mas simplesmente não aconteceu. A narração não prende, faltam detalhes e descrições. Sely não convence como protagonista, na verdade, não consegui me apegar a nenhum dos personagens, que soaram todos - e eram muitos! - superficiais. Alguns detalhes que me irritaram durante a leitura foi o uso de termos como "cubículo" toda vez que queria se referir ao quarto dela, gordices, que é interessante pra se por em um livro, mas que foi usado em excesso, o fato dos personagens terem nomes um tanto quanto abrasileirados, um dos nomes mais estrangeiros era o da protagonista (que era em parte brasileira!), e, principalmente, o fato de que os personagens constantemente serem apresentados com seus nomes completos. Um ponto importante a ser comentado, também, é o uso equivocado de algumas palavras em francês.

Jô Lima
Cenas enormes totalmente equivocadas e descartáveis.

No que se refere a história, a autora inseriu muitos personagens, sendo boa parte deles desnecessários. Eles se prendiam em diálogos dispensáveis e não tinham profundidade alguma, se apaixonando e desapaixonando em um piscar de olhos, sem falar, é claro, na predisposição para chorar. Como choram por qualquer coisa!

Jô Lima
Como eu disse, chora-se muito. E por nada.

A edição que eu li, em e-book, apresentava vários erros de diagramação também. Não sei se o mesmo se aplica ao livro físico, espero sinceramente que não. E já que estamos falando sobre coisas que cabem à editora, neste caso a Literata, me pergunto até que ponto o insucesso do livro não se deve a mesma. Afinal, o autor coloca sua ideia no papel, mas a editora é a empresa que irá o levar ao público, eles são os profissionais, até que ponto não caberia ao editor analisar os pontos que eu apontei acima? Chamar a autora e conversar, apresentar sugestões de melhorias? Postais tinha tudo para ser um livro lindo e fofo, daqueles que nos dão borboletas no estômago, mas não soube ser bem aproveitado. É uma pena para a autora, que publicou uma grande história sem conseguir dar a ela a qualidade que ela merecia. 

Jô Lima Postais
Acho que essa quote é do dia que eles se conhecem. 

Desejo, do fundo do meu coração, que os próximos livros da Jô corrijam os erros que eu apontei e que me surpreendam positivamente. Gosto muito dela, acredito em seu potencial, e acho que ela realmente merece. Essa resenha não tem, de forma alguma, a intenção de prejudicar seu trabalho, e torço para que ela possa ver isso e crescer ainda mais com as críticas, como todo bom artista deve saber fazer!

Título: Postais - A Era das Cartas esta de volta
Autor: Jô Lima
Editora: Literata
Nota: 1

Share this:

, , , ,

COMENTÁRIOS

18 comentários:

  1. Ótima resenha Duda.
    É horrível ter que criticar negativamente um livro de alguém que se conhece.
    Sinto muito pelo livro não ter atingido suas expectativas e que a autora consiga melhorar a escrita e o enredo.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bah Gisele, nem me fale... Principalmente porque eu tinha boas expectativas envolvendo o livro. :(

      Estou na mesma torcida que tu, tomar que a Jô consigo melhorar no próximo! Obrigada pelo comentário! <3

      Att.,
      Eduarda Henker

      Excluir
  2. Olha só, não sabia do livro!
    Parabéns pelo blog!

    Beijos
    Gio - Clube das 6
    www.clubedas6.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oii Flor
    Já fiquei curiosa para ler e conhecer o trabalho e a escrita dos autores brasileiros, super apoio isso haha.
    Quer participar da promoção de aniversário do Doce Literário?
    Leia: http://goo.gl/forms/Q42nZXNCx8

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Não conhecia o livro, mas achei a premissa até interessante, até terminar de ler a resenha.
    É uma pena que a autora não conseguiu desenvolver uma história bacana e sem personagens que nos cativem.
    Excelente resenha! Parabéns!
    Beijos

    Li
    literalizandosonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aline, bem-vinda ao Só Mais Um e obrigada por ter comentado!
      Então, é realmente uma pena que ela não tenha conseguido "chegar lá". Mas ainda tenho esperanças! o/

      Att.,
      Eduarda Henker

      Excluir
  5. Olá Eduarda!

    Faz tempo que não leio uma resenha negativa tão bem pautada, você deixou claro os pontos que não concordou com o livro de forma assertiva e em nenhum momento desmereceu ou ofendeu o autor. Parabéns poucas pessoas conseguem isso.
    É muito triste quando o autor tem uma ótima ideia e ela não acontece no papel. Infelizmente isso acontece muito mais do que gostaríamos. Acredito que críticas construtivas como a sua sirvam para ajudar os autores.

    Abraços quentinhos!

    Patty Santos
    Blog Coração de Tinta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Patty, seja bem-vinda ao SMU!
      Muito obrigada pelo comentário e pela maneira que você o fez, acredite quando digo que fazer esta resenha foi muito complicado pois eu lutava com dois lados - aquele que gosta da autora e aquele que acredita que um blog literário tem de ser 100% sincero com seus leitores ou ele perde todo o seu sentido -, então, comentários como o seu, me fazem feliz ao demonstrarem que acertei em minhas escolhas.

      Att.,
      Eduarda Henker

      Excluir
  6. Oi tudo bem?
    Gostei muito da resenha, foi sincera e educada, mostrando bem porque o livro não te agradou. Realmente, pela sinopse, o livro parece ser lindo, pena que não foi assim de verdade. E tomara que a autora corrija pelo menos os erros de diagramação, numa próxima edição.
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Bruna!
      Pois é, a sinopse do livro me prometeu um romance fofo e de causar suspiros. Infelizmente a Jô não conseguiu fazer isso, mas fica a torcida para que o próximo projeto supere Postais. :D

      Obrigada pelo comentário!

      Att.,
      Eduarda Henker

      Excluir
  7. Oie, tudo bom?
    É muito ruim quando uma história tem potencial, mas a trama não se desenvolve bem. A premissa do livro me deixou curiosa, pois eu também pensava nos postai e pela sua resenha isso não se concretiza. Ah, não tem nada pior do que não conseguir ser cativado pelos personagens.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem-vinda ao SMU, Aline!
      Sim, é realmente muito frustrante quando o livro não atinge nossas expectativas. Ter de resenhá-lo é ainda pior, e quando a gente gosta do autor então? vish...
      Mas, no fim, acho que consegui colocar minha opinião de forma não muito agressiva ou que denigra o trabalho da autora. :)

      Obrigada pelo comentário, e volte sempre!

      Att.,
      Eduarda Henker

      Excluir
  8. Olá Eduarda, tudo bom? =D
    Adorei a resenha, você pontuou tudo muito bem!
    A Jô é uma fofa, uma pena você não ter curtido a leitura. Muitos livros não ficam tão bons como poderiam por falta de ajuda dos editores, é sempre bom dar uma polida antes de publicar, né?

    Gabriel - umpapoentrepaginas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gabriel!
      Pois é, menino, a Jô realmente é uma fofa! Me doeu ter de fazer essa resenha... :\
      E, sim, acho que tem muita editora por aí se resumindo a editar erros ortográficos - e nem muito bem! - e fim. Não temos aquele profissional que é comum nos EUA, por exemplo, que faz o intermédio entre o autor e a editora, que palpita na história e sugere melhorias. O mais perto disso que temos aqui são os leitores beta, mas dai é aquela coisa de não ser nada profissional e ter muito leitor que se mantém no 'ai que lindo, me dá mais' e fim. Enfim, altas 'tretas' no nosso mercado editorial. :/

      Att.,
      Eduarda Henker

      Excluir
  9. Olá Eduarda tudo bem, bom a respeito do livro e os pontos negativos citados, acredito que a autora vai amadurecer na escrita e no desenvolvimento da história, escrever é um dom e admiro quem consiga transpor isso em história que prende a nossa leitura, é sempre bom criticas construtivas para que o autor passa sempre aprimorar as suas obras, gostei de como vc deixou claro suas observações e espero ler o livro um dia e acompanhar o desenvolvimento da autora!
    Bjkas
    Dani Casquet - Livros, a Janela da Imaginação

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dani, bem-vinda ao SMU!
      Concordo totalmente com você, escrever é um dom que vai se aprimorando com o passar do tempo. Infelizmente as vezes uma pedra bruta não é devidamente lapidada e acaba indo para o mercado a um preço aquém do merecido. Acho que possa ter sido o caso da Jô. Mas como é recém seu primeiro livro, ela ainda tem muito o que aprender e melhorar - e, o melhor de tudo, é que ela tem muito tempo pra isso!

      Att.,
      Eduarda Henker

      Excluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!