Resenha: A Mais Pura Verdade


Depois de ter lido a prova deste livro e esperar por algo maravilhoso, fui surpreendida por uma história ainda mais tocante do que o que aqueles seis primeiros capítulos haviam mostrado. A Mais Pura Verdade é uma obra linda, marcante e absolutamente inesquecível.

Sinopse: A Mais Pura Verdade - Em todos os sentidos que interessam, Mark é uma criança normal. Ele tem um cachorro chamado Beau e uma grande amiga, Jessie. Ele gosta de fotografar e de escrever haicais em seu caderno. Seu sonho é um dia escalar uma montanha.Mas, em certo sentido um sentido muito importante , Mark não tem nada a ver com as outras crianças.Mark está doente. O tipo de doença que tem a ver com hospital. Tratamento. O tipo de doença da qual algumas pessoas nunca melhoram.Então, Mark foge. Ele sai de casa com sua máquina fotográfica, seu caderno, seu cachorro e um plano. Um plano para alcançar o topo do Monte Rainier.Nem que seja a última coisa que ele faça. A Mais Pura Verdade é uma história preciosa e surpreendente sobre grandes questões, pequenos momentos e uma jornada inacreditável.

Fazendo um pequeno flashback do resumo usado na outra resenha, o livro trata a respeito de um tema forte, que é o câncer, e de um garoto que tem um simples desejo antes de morrer: escalar uma montanha. Parece simples, não é? E é. Muito, até. Não espere ler grandes questões filosóficas neste livro. Espere por cenas muito emocionantes pela simplicidade com que são contadas, definitivamente. Espere por um menino que, mesmo a beira da morte, tem força de vontade de seguir em frente - mesmo que o "em frente" signifique em direção à morte.

O mundo inteiro é uma tempestade, eu acho, e todos nós nos perdemos em algum momento. Vamos atrás de montanhas no meio das nuvens para que tudo pareça valer a pena, como se isso tivesse algum significado. E, às vezes, nós as encontramos. E seguimos em frente.

Porque Mark está resoluto a respeito disso. Ele quer chegar até a montanha, mas sabe que a montanha é o fim da linha. Não tem volta, uma vez que ele foge de casa. Não tem porque voltar. Certo?


Morrer e viver. É tudo uma bagunça. Essa é a mais pura verdade.
Entre capítulos narrado pelo garoto e "meios-capítulos" seguindo o ponto de vista de Jessie, sua melhor amiga - amiga essa que sabe do segredo, sabe sobre a fuga e para onde Mark foi, e enfrenta grandes problemas entre contar aos pais dele ou deixar o amigo realizar seu último desejo - acompanhamos uma jornada corajosa de uma criança tentando entender o que realmente quer. O que exatamente vai acontecer com o Mark naqueles 423 quilômetros de aventura?




Eu amava o relógio, até começar a odiar o tempo. E como ele ia embora.
A escrita do autor Dan Gemeinhart é absolutamente tocante. Tal como Rainbow Rowell consegue falar sobre romance de uma maneira única e John Green cria personagens tão cativantes que você quer fazer amizade com eles, Dan me conquistou com seu jeito único de contar uma história profunda de maneira tão simples.



Olhei lá para baixo e vi como era a morte. Era negra, fria e próxima. Impossível ver o fim.

É como se eu conhecesse Mark. Como se ele fosse um vizinho, um parente, um amigo. Como se eu o acompanhasse nessa viagem até a montanha, torcendo para que ele a escale, torcendo para que tudo fique bem - ainda que o "ficar bem" não seja exatamente claro. Quando a morte se torna uma opção? Dá para escapar dela, mesmo quando ela parece tão próxima?


"Há mais de um tipo de verdade. Existe a verdade que você pode pedir, a verdade dos mapas, dos gráficos e dos livros de história. [...] Mas no outro tipo de verdade, o tipo de verdade que você sente de uma maneira profunda, nesse tipo de verdade os mapas não têm importância."

Título original: The Honest Truth
Autora: Dan Gemeinhart
Editora: Novo Conceito
Gênero: Drama / YA
Nota: 5

Saiba mais: Skoob | Buscapé

Share this:

, , , ,

COMENTÁRIOS

10 comentários:

  1. Fiquei emocionada só de ler essa resenha. Aí eu vi o giff de Merlin e morri um pouco por dentro. NÃO SE COLOCA ESSE GIF SEM AVISAR DENISE. AINDA NÃO SUPEREI O FINAL DESSA SÉRIE!!!

    :'(


    Irei comprar esse livro o quanto antes!

    Beijão,

    Gi.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro é muito emocionante mesmo <3
      DESCULPA PELO GIF, mas sempre que eu tô emocionada ele é o que mais me representa because of reasons ç_________ç
      NUNCA SUPERAREMOS, EU ENTENDO O SENTIMENTO.
      Campanha 'BBC faz um especial de Merlin, pufavô'
      Obrigada pelo comentário!

      Beijos,
      Denise Flaibam.
      http://blogsomaisum.blogspot.com.br/

      Excluir
  2. Perfeita sua resenha, Denise.
    Foi exatamente assim que me senti ao ler esse livro. Impactante, emocionante e que comove qualquer um.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista. São 3 ganhadores e você escolhe o livro que deseja ganhar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou da resenha! *---*
      O livro foi tão tocante, não sabia se conseguiria passar todas as sensações pra esse texto. Bom saber que se identificou.
      Obrigada pela visita!

      Beijos,
      Denise Flaibam.
      http://blogsomaisum.blogspot.com.br/

      Excluir
  3. Oie Denise,

    Li esse livro em um dia, tão doce e cativante é a narrativa, não obstante, não sei se meu coração é de pedra, mas não consegui entrar profundamente nos personagens - claro que achei emocionante a aventura do Mark e a amizade com Beau e Jessie - mas, sei lá esse tipo de livro já está manjado e o clichê é tão total que me frustrou porque não trouxe nada novo.

    xoxo
    Mila F.
    @camila_marcia
    www.delivroemlivro.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mila!
      Ah, mas faz parte. Já vi comentários sobre vários livros emocionantes que não conseguiram me tocar como tocaram outros leitores. Vai de cada um, no caso :D
      Mas é legal que você tenha gostado dos personagens e da leitura, te tocou de alguma forma *-*
      Muito obrigada pela visita!

      Beijos,
      Denise Flaibam.
      http://blogsomaisum.blogspot.com.br/

      Excluir
  4. Morri com a Gif tb... foi sacanagem!

    Mas eu amei sua resenha, não é meu tipo de livro, mas desde que lançou eu fiquei com muita vontade de ler.
    As vezes um livro mais profunda é justamente o que preciso agora que to travada.

    Amei amei!

    =)

    Every Little Book

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi flor!
      Não é exatamente o tipo de leitura que eu procuro também, mas garanto que vai te surpreender! Tomara que consiga ler *---* o autor tem um jeito muito tocante de evoluir a história, fiquei apaixonada pela narrativa.
      Obrigada pela visita!

      Beijos,
      Denise Flaibam.
      http://blogsomaisum.blogspot.com.br/

      Excluir
  5. Oi Denise, tudo bem? Gostei bastante da sua resenha e a cada uma que leio sinto ainda mais vontade de ler. Gosto da forma simples que o autor encontrou de escrever uma história com um tema pesado, essa simplicidade que deve fazer a história tão gostosa de ler e nos permite nos conectar com o Mark. Deve ser realmente emocionante acompanhar essa jornada dele e sua vontade de viver.

    Linda a sua resenha, amei os quotes e as fotos.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rafa, tudo bem e contigo? :D
      A escrita do Dan ser tão singela sobre algo tão impactante foi o que mais me agradou no livro, realmente *--* é sempre um receio que fique muito dramático ou muito forçado, mas ele soube equilibrar as duas coisas e saiu um livro maravilhoso!
      Tomara que você consiga ler logo, vale muito muito a pena :D
      Muito obrigada pela visita, flor!

      Beijos,
      Denise Flaibam.
      http://blogsomaisum.blogspot.com.br/

      Excluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!