Resenha: A Queda do Governador - Parte 2


Porque o nome desse livro já um spoiler eu posso gritar BEM FEITO, DESGRAÇA! CAIU MESMO! BEM FEITO, GOVERNADOR, MAS SOFREU POUCO, EU QUERIA TE VER VIRANDO CHURRASQUINHO DE ZUMBI! Ha! Minha vingança está completa.

Sinopse: 
A Queda do Governador - Parte Dois - A franquia de zumbis mais celebrada da década está de volta. O quarto e último livro promete contar em detalhes o destino deste que é o personagem mais controvertido em um mundo dominado por mortos-vivos. Com seu senso doentio e muito particular de justiça, ele convence a todos de Woodbury que a única forma de acabar com o mal é destruir todos os habitantes da prisão.
Vai haver alguns spoilers de A Queda do Governador - Parte 1, então leia por sua conta e risco.


Depois do fim da primeira parte, onde a treta ficou em aberto - porque Rick e cia fugindo junto da Alice e Martinez desaparecendo para buscar a localização da prisão - acompanhamos a loucura do Governador em encontrar o maldito refúgio e derrubá-lo, custe o que custar. E da incrível habilidade de enganação que este homem possui, porque ele consegue convencer toda a fucking cidade de Woodbury a querer derrubar os outros sobreviventes também. Philip convence todo mundo de que enquanto Rick e os outros não caírem, eles não estarão seguros ali. Lilly é uma das convencidas, claro - puxa saco do caramba.


O livro todo é muito frenético e é todo em cima da queda da prisão. Não há similaridades a série, mas é total fiel às HQ's, até onde eu pesquisei. Então sim, se você sabe sobre as mortes que acontecem ali, já sabe todo o livro. Mas é muito foda de ler, então não se atreva a se afastar da leitura por isso!

Apesar do meu ódio pela Lilly só ter aumentado neste livro, a partir de determinado momento ela voltou a ganhar a minha simpatia. Ao menos o mínimo necessário, porque depois da merda que ela fez, precisou mesmo mudar de atitude pra reconquistar o que havia perdido. E ela fez uma merda enorme! Ela é a responsável pela tragédia mais trágica desses quatro livros - e também da história das HQ's. Duas mortes, especificamente, que derrubaram as emoções do Rick. Desculpa pela piadinha infeliz, Rick.

A queda do Governador foi a coisa mais prazerosa de se ler. Porque o homem é um diabo, um tirano, um estuprador nojento e pervertido e muito descontrolado, e ver esse "líder" caindo pela própria escolha foi uma delícia. Eu ainda queria que ele tivesse sofrido mais, mas ver todo o seu plano de "vou matar todo mundo e virar o rei da cocada grega" falhar já me fez feliz.


Enquanto temos a queda dele, temos a ascensão da Lilly. Porque apesar de toda a desgraça emocional que essa jamanta me causou, ver a personagem se fortalecendo e tomando as rédeas racionais da situação me deixou bem feliz. Uma vez que um líder começa a cair, outro precisa assumir a direção. Eu só espero que ela não perca os parafusos igual a "inspiração" anterior dela. Porque depois que percebeu o maluco que era o Governador JÁ ERA TARDE DEMAIS, NÉ, LILLY QUERIDA?

Temos o Bob, também, querido Bob. Logo no início do livro ele tem esse choque de realidade e decide que precisa ajudar; que precisa colocar seus conhecimentos ao dispor das pessoas que precisam. Sem o antigo médico ali em Woodbury, é Bob quem assume comando da enfermaria e do tratamento dos enfermos - por causa, é claro, de um enfermo em questão. Podia ter deixado ele morrer, just saying.

Bob tinha a habilidade de divertir os garotos com piadas horrorosas e doses proibidas da sempre presente garrafa de Jim Beam. Também tinha o coração mole e morria um pouco sempre que perdia um fuzileiro. Quando Bob foi mandado de volta para o mundo, uma semana após completar 37 anos, ele tinha morrido 111 vezes e travava esse trauma tomando meia garrafa de uísque por dia.


A narrativa do Jay continua de tirar o fôlego, e especialmente a queda da prisão foi uma coisa muito OH MEU DEUS NÃO CONSIGO PARAR DE LER! Vou sentir muita falta do seu jeito de contar essa história, mas não vou sentir nem um pingo de falta do Governador.

Título original: Fall of the Governor

Autora: Jay Bonansinga e Robert Kirkman
Gênero: Horror/Apocalipse zumbi
Editora: Galera Record
Nota: 5

Saiba mais: Skoob Buscapé

Share this:

, , ,

COMENTÁRIOS

1 comentários:

  1. Ainda lerei esses livros, sos.

    Governador, eca!!!!

    Amei a resenha (mesmo com os spoilers xD)

    E a piadinha com o Rick? :p

    Bj,

    Gi.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!