Minhas Expectativas para: Gilmore Girls - A Year in the Life

Minhas Expectativas para: Gilmore Girls - A Year in the Life


Gilmore Girls - A Year In the Life chega ao netflix amanhã e eu estou quase contando nos dedos os minutos para finalmente poder sentar em frente a TV e ouvir mais uma vez Where You Lead enquanto a abertura rola, me perder nos diálogos apressados e rir e chorar com uma série que é parte intrínseca da pessoa que eu sou hoje.

Eu já nem sei mais dizer como eu me sinto a respeito desse revival, porque acho que perdi a habilidade de me expressar a respeito. Então fiquem com a Sookie, me representando.

Minhas Expectativas para: Gilmore Girls - A Year in the Life

Tendo isso em mente, é impossível não ter certas expectativas para o retorno e, a quem interessar possa, listei todas elas abaixo.

1. A SÉRIE VOLTOU! Depois de 10 anos...


Minha empolgação não poderia ser maior: quando comecei a assistir Gilmore Girls, ela já estava em sua sexta temporada (aqui no Brasil, lá fora tinha acabado de começar a sétima). Na época eu ainda nem assistia séries, tinha 13/14 anos e acabado de decidir que eu queria "algo para passar o tempo". Grudei na minha irmã e descobri as séries que ela gostava, mas daquelas só uma me chamou atenção: Gilmore Girls. Eu nunca achei que uma série pudesse me fazer sentir tão bem quanto ela. 
Meu hábito de carregar livros para onde quer que eu vá veio da Rory, super me identifiquei com o falatório sem parar e super rápido (na minha família a gente fala muito e muito rápido) e, principalmente, me encantei por personagens, um traço que vem comigo até hoje na literatura, porque eu posso ler um livro de mil páginas sobre o dia a dia de uma personagem se ela for bem desenvolvido.
Mas depois de 10 anos sem a série a gente cria teorias e mesmo que eu tenha bem poucoas delas é inevitável sentir um misto de medo e empolgação. Eu quero tanto esses episódios, mas tenho tanto medo de que eles acabem quebrando a magia que Bon Voyage deixou no ar....

2. A SÉRIE VOLTOU! E com a Amy Sherman-Palladino!


Amy é a criadora da série e, por motivos que eu não lembro, deixou a produção no fim da sexta temporada. A série, que não deveria terminar na sétima temporada, foi cancelada "sem fim" oficial (embora o último episódio da sétima temporada tenha um gostinho de series finale quase perfeita). Então, para mim, a sétima temporada sempre foi algo "extra-oficial", porque nenhuma daquelas histórias era o final planejado pela Amy e, para mim, a Amy é A garota Gilmore. Sem ela nada parecia certo.
MAS AGORA ELA ESTÁ DE VOLTA e ela finalmente nos trouxe não só o fechamento que precisávamos para todos os personagens, como também o fim que ela sempre teve em mente para a série. Aquele que ela sabia desde o começo. E eu estou colocando muita fé nele, muita fé na Amy e no fato de que, por ela ser a garota Gilmore original, vai trazer o sentimento maravilhoso da série de volta.

3. A SÉRIE VOLTOU! Mas como ficam minhas teorias?


Para ser sincera, eu nunca tive muitas teorias sobre GG. São basicamente três: Lor como uma pessoa feliz e realizada na Dragonfly Inn, Rory viajando o mundo e sendo a Christiane Amanpour que ela sempre quis ser, para no fim retornar a Star Hollow e repassar seus conhecimento; e por fim, a Rory criando uma filha tão incrivelmente como a Lor criou ela.
Pelos Trailers a gente já pode ver que a Rory viajou sim o mundo, trabalhou mundo e agora está de volta em casa, mas muita coisa mudou, como a morte de Richard (que nunca esteve nos meus planos </3) e, também o relacionamento de Lor e Luke. 






Apesar de eles serem o ship mais popular da série e de Bon Voyage ter deixado a ideia de que eles terminariam juntos sim, eu não sou fã. É uma opinião bastante impopular, eu sei, e não me entenda mal: por muitas temporadas eu simplesmente amei Luke e Lor. Mas a partir do momento em que a April entra na história e tudo muda, eu peguei uma raiva grande dele. De como a Lor constantemente rastejava atrás dele, anulando a forma como se sentia para melhor se encaixar na vida dele, implorando para ser amada e aceitando qualquer migalha que ele jogava. Eu simplesmente odiei assistir enquanto ela se despedaçava por um homem que, claramente, não estava emocionalmente disponível para ela. 
Por mais coisas incríveis que Luke fizesse por ela, me parecia muito que ele tinha medo de relacionamentos, de se envolver demais. Eles não estavam no mesmo nível de comprometimento e isso me magoou. Eu entendo e acho importante o que isso trouxe para a Lor, mostrar como ninguém é forte 100% do tempo e como a vulnerabilidade é algo inevitável quando você se abre ao mundo e se dispõe a amar. Mas eu nunca gostei realmente de um fim com os dois. Então quando o segundo trailer saiu e, claramente podemos ver que um pedido de casamento vai acontecer (com a Lorelai no meio das bailarinas) assim como um casamento (com ela "malhando" em frente a uma parede cheia de imagens de vestidos de noiva) é algo que preciso aprender a lidar.
Nas minhas teorias eu também nunca tinha visto a Rory reatando um namoro com Dean, Jess ou Logan (embora eu seja Team Logan all the way) e achei interessante que, mesmo depois de 10 anos longe, eles ainda tem um papel importante na vida da Rory. Seus namorados sempre marcaram a vida dela porque eram as pessoas que ela precisa encontrar naquele ponto da vida dela, pessoas que proporcionariam as experiências que ela precisava viver. E eu nunca imaginei que eles tinham mais a viver e aprender, embora eu fique feliz com os retornos (menos do Dean, adoro o Jared, mas a escrotice dele foi mais de 8 mil e não me interesso na pessoa que ele virou).
Por fim, como falei antes, a morte do Richard nunca foi algo que eu imaginei e tentar ver a dinâmica da família Gilmore agora que ele se foi é uma das coisas que eu mais espero por. Especialmente com relação a Emily, que passou a vida inteira sendo a esposa do Richard -- e como ela diz na sétima temporada, ser a esposa dele é tudo que ela sempre soube, é a identidade dela. Ver ela se redescobrir e reconstruir é só mais uma das coisas pela qual vale a pena assistir A Year in the Life.

4. A SÉRIE VOLTOU! E como eu posso aproveitar ao máximo?


Primeiramente, Fora Temer.
Segundamente, as garotas já nos ensinaram que isso não é só um programa de TV. É uma religião e um estilo de vida. Por tanto, deve ser tratado com o mesmo respeito!

Minhas Expectativas para: Gilmore Girls - A Year in the Life

Para assistir a um retorno desses propriamente você vai precisar de 5 coisas: 

  1. Uma conta no netflix;
  2. Uma noite inteira de sexta dedicada à elas;
  3. Comida. Muita, muita comida*;
  4. Lenços, só por precaução;
  5. Apoio emocional e psicológico de outros fãs da série (pode ser na festinha para assistir a série juntos ou pela internet mesmo).


* Está valendo qualquer coisa pouco saudável: pizza, café (de preferência do Luke's), chocolate, alcaçuz, cachorro quente, pipoca, salgados, batata frita, batata chips, doritos, tacos, hambúrgueres, etc.

E se caso não tenha amigos fãs da série, pode sempre ficar ligado no nosso twitter @queriastarlendo porque vou estar twittando ao vivo enquanto assisto a série e podemos sofrer juntos!

Quais os seus planos para essa sexta?

E FELIZ 25 DE NOVEMBRO!

Share this:

, ,

COMENTÁRIOS

4 comentários:

  1. Oi, Bibs!
    Me desculpe a ignorância, mas eu nunca assisti Gilmore Girls e malmente sei do que se trata! :/
    Vejo bastante gente que gosta na internet, mas nunca assisti nem sequer parte de algum episódio.
    Fico feliz que esteja voltando, pra quem é fã é realmente maravilhoso, e espero que supere suas expectativas!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Bibs!
    Tão bom encontrar alguém que ama as Gilmore, Stars Hollows e tudo o mais que a Amy criou! Eu vi a série desde o começo, mas via os episódios meio soltos, quando dava. Fui acompanhar certinho quando estava passando a terceira. Foi tão estranho quando acabou... Tão bom tê-las de volta por mais 4 episódios. Ainda não sei se farei como você (assistir tudo de uma vez) ou se verei aos poucos. Dizer tchau de novo vai ser difícil!

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  3. Eu não era viciada em série na época que Gilmore Girls tava em alta, e hoje em dia me dá preguiça em assistir, mas imagino como vocês fãs estão doidos pelo retorno!! Maior sensação de nostalgia né

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Queria dar um beijo no responsável por trazer finalmente um fim descente a serie, eu acompanhei desde o inicio pela Warner na época, foi minha fuga depois do fim de Dawson creek, assiste o primeiro episodio e foi bem nostálgico, foi muito triste a morte do Richad e gostei de ver como a Rory evoluiu, mas acho que o relacionamento da Lo com o Luke, foi uma oportunidade da Lo poder viver um romance adolescente vamos dizer assim, já que ela perdeu tudo isso por conta da criação do Rory e tals. Assim como a Rory cresceu, amadureceu e cometeu erros graças aos seus namoros com o Dean e o Jess, a mãe dela também precisava passar por isso com o Luke e isso fez com que ela finalmente amadurecesse, bom foi isso o que eu entendi, o que a autora quis passar...

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!