Resenha: Metamorfose?

  • 09:00
  • 6.12.16


  • Publicado no Brasil pela editora Valentina, Metamorfose? é o segundo livro da série O Protetorado da Sombrinha, da escritora e arqueóloga Gail Carriger. Li o primeiro livro faz alguns anos, então quando iniciei a leitura de Metamorfose? a primeira coisa que me perguntei foi o porquê eu gostava tanto da série. E a resposta surgiu logo nas primeiras páginas: os livros são extremamente divertidos.

    Sinopse: Nesta deliciosa e maldita sequência da série iniciada com Alma?, Alexia Tarabotti se encontra envolvida, só pra variar, em um mistério sobrenatural. Alexia Maccon, a esposa do Conde de Woolsey, é arrancada do sono cedo demais, no meio da tarde, porque o marido, que deveria estar dormindo como qualquer lobisomem normal, está aos berros. Dali a pouco, ele desaparece – deixando a cargo dela um regimento de soldados sobrenaturais acampados no jardim, vários fantasmas exorcizados e uma Rainha Vitória indignada.Mas Lady Maccon conta com sua fiel sombrinha, seus artigos da última moda e seu arsenal de respostas mordazes. Mesmo quando suas investigações a levam à Escócia, o cafundó do Judas onde abundam abomináveis coletes, ela está preparada e acaba provocando uma verdadeira reviravolta na dinâmica da alcateia, como só uma preternatural é capaz de fazer. Talvez até encontre tempo para procurar seu imprevisível marido. Mas apenas se... lhe der vontade.

    Alexia agora atende pelo título de Lady Maccon e precisa conciliar a vida de casada e Alfa fêmea com sua posição no Conselho Paralelo, sem esquecer é claro sua amizade com Ivvy e a preferência da mesma por chapéus de gostos duvidosos. Tudo isso enquanto usa longos vestidos da era vitoriana e acompanhada de suas indispensáveis sombrinhas.

    Em Metamorfose? Maccon e Alexia precisam investigar um acontecimento que deixou toda a Londres sobrenatural apavorada: durante um período de tempo e dentro de determinada zona territorial, todos os seres sobrenaturais voltaram a ser humanos.

    Em geral, o Conselho Paralelo se encarrega de tratar das questões sobrenaturais com a Coroa. Enquanto o DAS ficava a cargo do cumprimento das leis, o Conselho Paralelo cuidava dos assuntos legislativos, do assessoramento político-militar e das ocasionais situações caóticas e delicadas.

    Maccon, como líder do DAS (Departamento de Arquivos Sobrenaturais) e Alfa da alcateia, precisa descobrir o que gerou esse problema. Enquanto isso Alexia busca suas próprias respostas, pois afinal o ocorrido se parece e muito com o poder preternatural que ela possui, só que ampliado em uma potência inimaginável.

    Não bastando todo este mistério sobrenatural, Lord Maccon recebe notícias sobre seu antigo bando na Escócia e precisa partir para resolver antigos problemas, deixando sua adorada esposa a cargo de toda a alcateia e cheia de problemas para resolver. Não é de se estranhar que quando a praga que humaniza os seres sobrenaturais parece seguir em direção a Escócia, assim como seu marido, Lady Maccon decida tomar um dirigível e ir alertar o mesmo.

    E é assim que Alexia Maccon e sua comitiva composta por sua amiga Ivvy e seus chapéus horrorosos, sua irmã Felicity e seu eterno mau humor, a criada francesa Angelique, Tunstell, e Madame Lefoux acabam todas voando em direção a Escócia. E, é claro que se tratando de Alexia, a viagem não poderia ser um simples passeio. Não sem algumas tentativas de envenenamento ou quedas de dirigíveis para tornar tudo mais divertido.

    - Minha irmã compreende mal s coisas - disse Alexia, desculpando-se. 
    - E quanto a senhora? - questionou Sidheag. 
    - Ah, eu só me comporto mal.

    Metamorfose? é um livro muito bem escrito, repleto de personagens interessantes e carismáticos. Alguns plots podem ter sido menos interessante do que outros, como o romance entre Ivvy e Tunstell, mas todos fazem parte de um grande cenário que compõe essa história tão divertida.

    Confesso que estou um tanto quanto apaixonada por Madame Lefoux e tocada por sua história e situação, tenho grandes expectativas para ela mas não sei se elas serão correspondidas. Shippei muito ela com outra personagem, mas não vou revelar quem e deixar que vocês tirem suas próprias conclusões. Só digo que: QUERO. FAÇAM ACONTECER. POR FAVOR GAIL, NUNCA TE PEDI NADA!

    Quanto ao casal Lady e Lord Maccon, os dois continuam tão apaixonáveis quanto no primeiro livro. Ou talvez até mais. Todos os comentários sarcásticos e espinhosos só mostram o quanto os dois se amam. É impossível não dar risada com as trocas de farpas e a maneira como ambos escolheram para demonstrar seu amor.

    - Puxa, eu tinha ouvido falar que seu casamento foi por amor, mas não achei que fosse possível. 
    Lady Maccon perguntou, aborrecida: 
    - E por que outro motivo alguém se casaria com ele? 
    - Ou com ela? - secundou-a Lorde Maccon.

    O final do livro é surpreendente, mas não exatamente novo ou inesperado. Estou louca para ler Inocência? e descobrir como a história vai se desenvolver a partir disto. Mal posso esperar!

    Se você quiser um livro engraçado com romance histórico misturado a sobrenatural, o Protetorado da Sombrinha é a melhor pedida. Humor, plots intrigantes, personagens bem desenvolvidos e carismáticos, elementos de steampunk, seres sobrenaturais e tudo isso ministrado com uma escrita maravilhosa.

    Gail Carriger é uma cientista inovando com suas histórias, e vocês precisam experimentar suas invenções!

    Título Original: Changeless
    Autor: Gail Carriger
    Editora: Valentina
    Gênero: Romance; Steampunk; Sobrenatural
    Nota: 4,5

    Saiba mais: Skoob | Buscapé | Saraiva | Submarino

    1. Olá, Eduarda.
      A premissa do livro é muito boa. Essa mistura da época vitoriana, com essa pegada sobrenatural, e steampunk parece excelente.
      Fiquei tentado a dar uma chance para a série.

      Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de dezembro. Serão dois vencedores, dividindo 3 livros.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi, tudo bem?
        Então, a série é muito legal! Porque além de misturar época vitoriana, steampunk e sobrenatural o humor é elemento mais do que presente e faz tudo valer ainda mais a pena. Dê uma chance aos livros! :D

        Att.,
        Eduarda Henker
        Queria Estar Lendo

        Excluir
    2. É tão boa a sensação de lembrar do porque você achava um livro tão bom, né kkkk ainda não li nada da série (e admito que acho essa segunda capa bem estranha D:), mas tenho muita curiosidade com a história, principalmente pelo toque sobrenatural!

      xx Carol
      http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir

    Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!

    Tecnologia do Blogger.