Resenha: A Bruxa de Near

victoria schwab

A Bruxa de Near, lançada no Brasil pela Editora Planeta, não poderia ser menos do que o esperado da autora Victoria Schwab (também conhecida como V. E. Schwab).

Sinopse: Na cidade de Near não existem estranhos e a velha história da Bruxa é contada apenas para assustar as crianças. Estas são as verdades que Lexi Harris ouviu durante toda a vida. Mas quando um estranho, um garoto que parece desaparecer como fumaça, surge em uma noite do lado de fora de sua casa, ela sabe que algo não está correto. Na noite seguinte, crianças começam a desaparecer de suas camas sem deixar qualquer vestígio e o estranho é o principal suspeito. Mas quando o garoto se oferece para ajudar na busca, algo no coração de Lexi diz que ele esconde outros segredos e não é o culpado. Ela estaria imaginando ou o vento parecia sussurrar através das paredes? Quando a busca pelas crianças se intensifica, o mesmo acontece com a necessidade de Lexi de saber sobre a Bruxa que talvez não seja só uma história para dormir... 

Com a escrita cuidadosa e detalhada, típica da escritora, a história acontece sem enrolações e partes desnecessárias, o enredo se desencadeando rápido o suficiente para o tamanho do livro (240 páginas), explicando o que é preciso e fechando partes que se abriram no início. Ela te imersa* de uma maneira que logo após algumas páginas você já compreende todo o contexto, como se tivesse acompanhado a vida da protagonista desde que nascera.

Sei a história de meu pai. Sei tão bem quanto as que ele me contou, mas não consigo contá-la da mesma forma prática. Está escrita em meu sangue, nos ossos e na memória em vez de estar em pedaços de papel.

victoria schwab

A história se passa em uma espécie de povoado em um páramo (algo como um campo no alto de cordilheiras), é uma cidade pequena, onde todos conhecem todos e sempre se conheceram, do mais velho ao mais novo. Uma lenda antiga assombra o povoado, sobre uma bruxa que raptava crianças e as assassinava, mas fora as misteriosas irmãs que moram nos limites da cidade, ninguém mais fala em voz alta sobre bruxaria há muito tempo. Até que crianças começam a desaparecer de suas camas e a única explicação que dizem ser plausível é o estranho que aparecera no lugar na noite anterior ao primeiro desaparecimento.

É impossível ver todo o mundo além de Near, na verdade, porque nunca dá para ver mais que uma ou duas colinas de cada vez. O mundo poderia terminar, de repente, além da próxima colina.

A protagonista, Lexi, é uma jovem que nasceu para ser mais do que apenas um moça de cidade pequena de lugar nenhum, ela não quer apenas casar e ter filhos, ela quer mais, e isso quer dizer compreender o páramo, o vento místico e incessante que o cobre e a vida ao redor dela, como seu pai fazia. Ela tem uma personalidade forte, faz de tudo pela família e é incansável, causando o mesmo pela história, pois muitas vezes tentam impedi-la de fazer o que acha que é certo por ser mulher, ainda sim, ela não desiste.

- Coisas mortas devem ficar em suas camas até ficar escuro – fala Magda.

victoria schwab

Ao longo da história você sente a luta da Lexi e a bravura dela como algo quase sólido e começa entender o que ela vai fazer, não por ser previsível, mas por conhecer tanto a personagem a ponto de tomar as mesmas escolhas dela. A mesma sensação ocorre na ligação que ela tem com o estranho, o pai dela e o páramo.

- Não posso deixar de pensar que se... se eu fosse como você, nunca me sentiria sozinha. Meu pai se sentia desse jeito com o páramo – explico. – Como se ele soubesse o que queria, como se confiasse nele. Sei que bruxos nascem assim, não aprendem, mas eu honestamente pensava que ele tinha encontrado uma forma de falar com o páramo, de fazer com que a terra e o clima falassem com ele. Achei que era o dom supremo estar conectado com algo tão vasto.

É um livro que envolve mistério, romance e obstáculos a serem ultrapassados, de quebra de paradigmas e evolução interior, muita coisa pode ser aprendida nessas 240 páginas.

Título original: The Near Witch
Autora: Victoria Schwab
Editora: Planeta
Gênero: Romance/Mistério
Nota: 4

Saiba mais: Skoob | Saraiva

Share this:

, , , ,

COMENTÁRIOS

2 comentários:

  1. Gostei da forma como você apresentou o livro, sua forma tranquila e clara de resenhar! Gostei também do livro e fiquei com vontade de ler, gosto de histórias assim que nos oferecem romance e mais.

    Sabe que vibrei muito com esse lançamento da Dark!!! Se estivesse em pré-venda já estaria no meu carrinho, não vou mentir, sou consumista mesmo hahahaha Eu estou me sentindo muito tentada a ter todos os livros da Coleção Medo Clássico na minha estante, acho que vou separar um lugarzinho para ela! hohohooho

    Jaci
    O Que Tem Na Nossa Estante

    ResponderExcluir
  2. Obrigada! Espero que goste se decidir ler e, se tratando de livros, não é um crime se considerar consumista hahahaha.

    Xoxo

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!