#RenéeAhdiehNaAlt: A força de Sherazade


Mais um post em comemoração ao lançamento de A Rosa e a Adaga, volume final da duologia iniciada em A Fúria e a Aurora, e hoje eu vou falar um pouquinho sobre a protagonista dessa história tão fascinante.

A inspiração de A Fúria e a Aurora veio do famoso As Mil e Uma Noites. A história de um califa cruel que assassina suas esposas em sua noite de núpcias, e de uma garota esperta que resolve enganá-lo com suas histórias sem fim para escapar da morte certa, ganhando assim o coração do monstro cruel. 

Sherazade surge nesse cenário movida por vingança. Sua melhor amiga foi assassinada e ela quer a vida do califa por todo o horror que ele vinha espalhando por seu reino. Sherazade se casa com Khalid para tentar matá-lo antes que ele a mate; ela se arrisca para impedir que outras moças caiam nas garras do cruel califa, sem imaginar tudo o que se esconde por traz das tragédias. 

 


Estamos falando de um reino e de uma realidade onde mulheres não têm voz, mas a dela se sobressai à da multidão. Um lugar onde o papel da mulher era de esposa submissa, de princesa calada, não de uma jovem revolucionária disposta a discutir com o próprio marido para provar seus pontos. Sherazade bate o pé e se faz presente, ganhando a atenção e a admiração de Khalid logo em sua primeira noite juntos. Isso, e o fato de ela usar da sagacidade para se manter viva, contribuem para a construção de uma personagem rica em desenvolvimento.

- Você é uma força a ser temida quando defende o que é seu.

A protagonista tem um coração bondoso e não abaixa a cabeça facilmente, mesmo diante da morte. Seus primeiros dias no palácio são marcados pelo medo e pela incerteza, mas também pela coragem de desafiar todos ali. Conforme sua convivência com Khalid se torna mais confortável e menos estranha, quando Sherazade enxerga o homem debaixo da máscara de monstro, o amor entre os dois se torna uma coisa grandiosa, a promessa de um futuro menos sangrento e mais pacífico. Mesmo com uma poderosa ameaça sobre eles, Khalid encontra em Sherazade a força que lhe faltou em todos aqueles anos, o destemor para questionar e se arriscar. No amor dela, o califa pode encontrar sua salvação e a salvação do seu reino.


Outra coisa muito importante sobre essa protagonista é que estamos falando de uma personagem de cor. Uma mulher do oriente médio, representante da sua etnia, que se ergue como o nome de um livro mundialmente conhecido. Não uma mulher branca, mas uma mulher árabe que surge para representar toda uma cultura esquecida pela mídia, ou muitas vezes ilustrada erroneamente. Nos dias de hoje, com a saturação de protagonistas brancas, é extremamente importante encontrar tamanha representatividade em um best-seller como esse, mostrando a força, a voz e o poder de outra cultura.

- Levante-se, Sherazade al-Khayzuran. Você não se curva diante de ninguém.

Sherazade é uma das personagens mais carismáticas e empoderadas que já li, e prevejo um desfecho grandioso para ela em A Rosa e a Adaga.

Share this:

, , , , ,

COMENTÁRIOS

3 comentários:

  1. Oi! A fúria e a aurora é um dos poucos livros de fantasia que eu necessito ler. Depois de tantas resenhas, eu fiquei louca para saber como que essa história seria narrada, até porque não conheço o conto Mil e uma noites. O empoderamento de personagens fortes deixa os livros bem mais legais. Cansei de ver personagens femininas fraquinhas, a espera de um príncipe encantado para salvá-la. O legal é saber que elas conseguem dar conta do recado. Por isso estou com mais vontade ainda de começar a obra.
    Beijo! Leitora Encantada

    ResponderExcluir
  2. Nossa! Que post maravilhoso! Que análise perfeita! Adorei! Parabéns mesmo! Eu já estava com vontade de ler A fúria e a Aurora, agora fiquei com mais vontade ainda de conhecer a Sherazade!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  3. Oi! Já ouvi falar do livro e pretendo ler. Achei a proposta bem interessante e ter uma protagonista árabe e tão corajosa para lutar por seus direitos é raríssimo de se ler hoje. Bjos!

    Seguindo o blog e me inscrevi no youtube <3
    Click Literário

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!