Resenha: Olho por Olho


Olho por Olho, primeiro livro dessa trilogia, lançado pela editora Nova Conceito, é tão viciante que mal pude parar a leitura até o final.

Sinopse: Alguma vez você já quis realmente se vingar de alguém que a ofendeu? Talvez uma ex-amiga que a apunhalou pelas costas, ou um namorado traidor, ou um estúpido da escola que a humilhou desde que você era pequena... Alguma vez você já sonhou em envergonhá-lo na frente de todos? E, então, alguma vez você se uniu com outras duas pessoas para criar um elaborado esquema de destruição e revanche? A maior parte de nós não pode dizer que sim a todas essas perguntas (felizmente). Mas, certamente, todos nós somos capazes de nos identificar com muitos dos sentimentos de Kat, Lillia e Mary em Olho por Olho...No entanto, de um exercício de malícia, de uma simples brincadeira adolescente, o jogo do “;aqui se faz, aqui se paga”; poderá assumir proporções trágicas, em que até mesmo as leis da natureza vão se dispor, misteriosamente, a acalmar os corações ofendidos.Deixe-se levar por uma genuína história sobre o certo e o errado, o justo e o injustificável e procure entender — se possível — os verdadeiros motivos que transformaram estas três meninas. Dramático, honesto e fascinante, este é um livro que ultrapassa todas as expectativas!
Essa história é sobre três garotas e suas histórias: passados sombrios, acontecimentos amargos e pessoas que os causaram. Kat, Mary e Lilia são jovens no último ano do colegial e narram suas vidas em uma aparentemente pacata ilha: a Ilha Jar, onde a coisa mais terrível que poderia acontecer é a quantidade de turistas invadindo o lugar durante a temporada de verão todos os anos.


Mas, ao sabermos de suas histórias, coisas muito mais terríveis são capazes de acontecer na ilha, tudo por causa do ego e do egoísmo humano que, segundo as três, já causou danos demais. Desse modo, cansadas de esperar pelo carma fazer seu serviço, elas decidem fazer por ele, dando à aquelas pessoas que lhes causaram mal, o que merecem.

As características da Ilha Jar e de como tudo funciona me fizeram sentir na própria ilha. As autoras trabalharam muito bem a narrativa, uma para cada personagem – sim, cada uma narra um capítulo! - e a parte técnica, como a balsa que leva e traz as pessoas para o lugar, o funcionamento da ilha durante o veraneio e o resto do ano, as casas, as pessoas. A escrita é fluída e detalhista na medida certa, te levando a querer ler sem parar, sendo tudo tão bem articulado que é impossível você não se imaginar dentro da história e desejar saber o que vai acontecer depois. Muitas vezes me vi com o coração disparado, na dúvida se o plano daria certo ou não.

- Ninguém desconfia de nós. Além disso, ninguém sabe quem você é. 
Acho que faço uma expressão de pesar, e Lillia diz: 
- Sim. É por isso que você é nossa arma secreta! - Sim, sou silenciosa mas mortal - digo, em tom de chacota. - Como um pum! - emenda Kat. Eu rio também, e depois mostro o dedo do meio para ela. Acho que é a primeira vez na vida que faço isso. 
- Rá-rá, veja a pequena e doce Mary está virando uma encrenqueira - diz Kat, rindo. 
Sinto que estou mais próxima de Mary e Kat do que de qualquer um dos meus outros amigos. Nós três somos um círculo. Estamos ligadas uma às outras agora. Posso sentir. Sinto poder também. Toda a conversa, o trabalho duro, as brincadeiras que fizemos, isso tudo nos trouxe até aqui e agora. 



Os personagens são excelentes e, até mesmo os clichês, como a patricinha ser a capitã das animadoras de torcida e querer o capitão do time de futebol americano, acabam funcionando bem por se tratar de um enredo incomum. As protagonistas me surpreenderam bastante, são fortes e com personalidades próprias, uma mais diferente da outra. 

Kat é extremamente durona, não se preocupa com futilidades e se exclui de propósito na escola, por não querer que pessoas que não valem a pena entrem em seu caminho. Lilia é de todas as formas uma patricinha: rica, animadora de torcida e anda com a galera popular, parecendo se importar somente com a roupa que usa, mas com o passar da história, vemos que ela não se importa tanto assim com essas coisas e que tudo que quer é proteger sua irmã e impedir que mais pessoas sofram o que ela e suas amigas sofreram. E Mary, bem, ela é a mais doce e calma de todas, o elo mais frágil do grupo também, por conta do que aconteceu há muitos anos, mas também é animada e só quer que ninguém passe pelo que passou.


- O que fizermos juntas viverá e morrerá conosco. - Limpo a garganta, porque essa é a parte mais importante. - E, se vamos mesmo fazer isso, ninguém pode desistir na metade do caminho. Se for para entrar, é para ir até o fim. Até nós três conseguirmos o que queremos.

Apesar de não muito longo, é um livro envolvente, que te põe na pele das garotas e no chão da Ilha. Há muitas partes profundas, sobre o jeito que as pessoas agem e em como as tratamos, o que vale a pena e o que não vale. Além disso, temos três pontos de vistas realmente diferentes sobre a mesma história, o que deixa impossível enjoar e só faz ficar mais interessante. 

Título Original: Burn for Burn
Autora: Jenny Han e Siobhan Vivian
Editora: Novo Conceito
Gênero: Juvenil
Nota: 5

Saiba mais: Skoob | Saraiva

Share this:

, , , , ,

COMENTÁRIOS

4 comentários:

  1. Oi Camila! Eu me surpreendi positivamente com esse livro, terminei quase que devorando as páginas e já comecei a continuação! Tb curti ter os três pontos de vista na mesma história <3

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! É quase impossível começar a ler e não querer finalizar logo para saber o que vai acontecer, hahaha. Fico contente que também tenha gostado <3

      Bjs

      Excluir
  2. Olá, eu estou com bastante vontade de ler esse livro, gosto de histórias que me transportam para dentro delas, que me fazer ver tudo com facilidade, e a resenha me lembrou um pouquiiiinho "Mentirosos", um livro que li recentemente e gostei bastante, então fiquei ainda mais animada para ler esse livro.

    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie! Ah, se você gostou de ler Mentirosos vai adorar esse! Tem um climazinho parecido, contando que os dois livros se passam em uma ilha, e conforme você ler, vai achar outras situações semelhantes, que não posso falar para não dar spoiler hahaha. Mas vale muito a pena, espero que possa ler logo!

      Bjs!

      Excluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!