[TOP 6] Livros empoderadores que saíram da Internet para as livrarias #MulheresDaLiteratura

O post de hoje é muito especial para mim pois vamos falar de três coisas que amo muito: feminismo, internet e livros. Sou apaixonada pelas redes sociais e fico louca toda vez que vejo alguém falando como se elas fossem o mal do século, ou aquele velho discurso de "saia do Facebook e vá ler um livro", porque meu amor eu posso fazer os dois e muito bem, obrigada! Mas não vamos falar de polêmicas hoje, o que eu pretendo é mostrar o poder das redes sociais e da internet, e o que elas podem fazer por nós como sociedade.

Ciberativismo é um termo relativamente novo e trata exatamente do que eu disse acima, é o ativismo que utiliza da Internet para acontecer. O maior exemplo de ciberativismo que podemos citar é a Primavera Árabe, que foi organizada e compartilhada através das redes. São diversas as pautas que o ciberativismo pode aderir, sendo uma delas o feminismo. E é por isso que resolvi citar e explicar, mesmo que de maneira tão simplória, um pouco sobre o assunto. Alguns dos livros presentes nesta lista são exemplos de ciberativismo, como o #MeuAmigoSecreto e Vamos Juntas?.

Sendo assim, segue abaixo uma lista com seis livros que retratam e discutem o feminismo de maneira muito clara, trazendo informações e reflexões importantes e, em alguns casos, até mesmo com linguagens diferentes como é o caso de Mulheres - Retratos de Respeito, Amor-Próprio, Direitos e Dignidade, que trabalha com ilustrações.

#MeuAmigoSecreto

Primeiro título da Coleção Hashtag - que explora temas de relevância coletiva repercutidos na internet - #MeuAmigoSecreto: feminismo além das redes dá continuidade aos debates do mundo virtual e reúne artigos inéditos das cinco integrantes do coletivo Não Me Kahlo, todos ligados por um objetivo em comum: a desconstrução do machismo. O livro apresenta um material consistente de pesquisas que servem de apoio aos que se interessam em compreender melhor as raízes do machismo e quais são as pautas feministas: padrão de beleza, violência contra a mulher, aborto, o desafio de ser mãe, machismo no mundo geek, feminismo negro e o porquê do ódio ao feminismo são alguns dos temas no livro que tem prefácio de Djamila Ribeiro.

Onde comprar


Vamos Juntas?

Toda mulher já se sentiu insegura na hora de sair sozinha na rua. O risco de ser abordada, perseguida ou assediada é uma realidade. Mas, um dia, uma moça chamada Babi Souza teve uma ideia simples e revolucionária: da próxima vez em que você estiver sozinha, olhe para os lados. Pode ter outra mulher andando na mesma direção. Por que não vão juntas? Logo, o movimento Vamos Juntas? conquistou moças em todo o Brasil, se tornando um símbolo de união feminina e feminismo, na defesa por direitos iguais entre homens e mulheres. Aos poucos, muitas mulheres mudaram sua forma de enxergar o dia a dia e a moça ao lado. Além de dados sobre o feminismo, que mostram como ainda há tanto a ser conquistado, este guia traz relatos de mulheres que aprenderam, junto ao Vamos Juntas?, a enxergar companheiras umas nas outras. A se unir, ao invés de rivalizar.

Onde comprar


Capitolina volume I e II

Textos escritos e ilustrados por garotas que buscam representar todas as jovens, inclusive as que não se encaixam nos moldes tradicionais da adolescência A revista on-line Capitolina surgiu em 2014 como uma alternativa à mídia tradicional voltada ao público feminino adolescente. Sua proposta é criar um conteúdo colaborativo, inclusivo e livre de preconceitos, abordando temas como relacionamentos, feminismo, cinema, moda, games, viagens e muito mais. Esta edição reúne os melhores textos publicados em um ano de revista, além de vários artigos inéditos e atividades interativas, para que cada leitora também ajude a construir o livro. As jovens vão encontrar conselhos, dicas, reflexões, muito apoio e, principalmente, a sensação de que não estão sozinhas.

Onde comprar vl I
Onde comprar vl II


Mulheres - Retratos de Respeito, Amor-Próprio, Direitos e Dignidade

Em 2014, a ilustradora Carol Rossetti começou a desenhar mulheres diversas para testar seus lápis de cor. Nunca poderia imaginar que suas criações despretensiosas ganhariam o mundo e iriam viralizar na internet a ponto de se tornarem matéria na CNN. Com um traço característico e frases inspiradoras, Carol quebrou tabus e espalhou uma mensagem que ecoou em mulheres do mundo todo: somos fortes, merecedoras de respeito e especiais do jeito que somos, independentemente de opiniões e julgamentos alheios.
Agora, essa mensagem ganha o formato de livro e inclui textos sobre os temas centrais abordados em suas ilustrações, como corpo, estilo, identidade, relacionamentos e superação.

Lugar de Mulher: é onde ela quiser

Chega de sites de mulher com dicas de como secar a barriga, como se vestir pra agradar homem, como decorar sua casa com itens caríssimos, como ser poderosa em 12 lições. Chega de "moda" que não cabe na maioria de nós enfiada goela abaixo. Chega de regras determinando como uma mulher deve ser, se portar, falar, existir. 
O Lugar de Mulher, site criado em 2014 por Ana Paula Barbi, Clara Averbuck e Mari Messias, percebeu o que muitos sites femininos ainda não perceberam: mulher não se interessa só por roupa, cabelo, maquiagem, filhos e enlouquecer seu homem em 16 passos. 
Feminismo, cultura pop, corpo, sexo, política, auto-estima, consumo e muito mais você encontrará nesta linda coletânea comemorativa com textos publicados ao longo do primeiro ano de existência do site. 
Porque lugar de mulher é onde ela quiser.


Onde comprar

Você já é feminista - Abra esse livro e descubra o porquê

O livro apresenta 23 textos de autoras como Djamila Ribeiro, Luísa Marilac, Lola Aronovich, Nana Queiroz, Amara Moira, Jaqueline de Jesus, Lívia Magalhães, Luciana Veloso, entre outras ativistas atuantes na Primavera das Mulheres – que colocou em evidência as novas faces do feminismo na era da Internet.
Nos textos, temas como relações no ambiente de trabalho, divisão de tarefas domésticas, machismo, tabus sexuais, parto, legalização do aborto, maternidade e família são discutidos na forma de ensaios acessíveis e introdutórios, que juntos formam um panorama das novas vertentes da discussão sobre gênero atual e sobre os direitos da mulher. Com apresentação da filósofa Marcia Tiburi.

Onde comprar


No momento estou no meio da leitura de #MeuAmigoSecreto e estou amando cada segundo. Alguns dados são chocantes, é claro, mas as informações e reflexões oferecidas pelo livro são maravilhosas e realmente fazem com que você abra os olhos para situações antes não vistas, e descubra novos pontos de vista acerca de várias coisas. 

Indico a leitura dele e de qualquer um dos livros da lista acima, pois é preciso nos cercarmos de conhecimento e refletir sobre a sociedade na qual vivemos. Como já disse Chimamanda Ngozi Adichie: Sejamos todos feministas!

Share this:

, , , , , , , , , ,

COMENTÁRIOS

4 comentários:

  1. Mulheres é incrível. Não tenho e nem li o livro, mas vejo sempre os desenhos da autora e são incríveis. Ela é um grande exemplo.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lary! Também conheço as ilustrações e acho que são lindas! Finalizei a leitura de #MeuAmigoSecreto e super indico!

      Att.,
      Eduarda

      Excluir
  2. Ai meu Deus que postagem incrível, só livro de peso para quem quer adentrar no verdadeiro significado do que é ser feminista, sobretudo pq ser feminista não é necessário ser apenas mulher, o melhor é vermos os homens tb abraçando nossa causa.

    xoxo
    Mila F.
    www.delivroemlivro.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camila! Que bom que tu gostou das indicações, tem alguns da lista que estou doida para comprar! Já leu algum?

      Att.,
      Eduarda Henker

      Excluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!