Resenha: Essa luz tão brilhante

Resenha: Essa luz tão brilhante

Essa luz tão brilhante é o primeiro livro da autora Estelle Laure e foi publicado aqui no Brasil pela editora Arqueiro. Com uma da capa que é com toda certeza uma das mais bonitas da minha estante e um título tão amorzinho, não é de se estranhar que eu o tenha comprado em um total ato de impulso.


Sinopse: O pai dela surtou e foi internado. A mãe disse que ia viajar por uns dias e nunca mais voltou. Wren, sua irmãzinha, parece bem, mas já está tendo problemas na escola. Lucille tem só 17 anos, e todos os problemas do mundo. Se não conseguir arrumar um emprego para pagar as contas e fingir para os vizinhos que está tudo em ordem, pode perder a guarda da irmã. Sorte a dela ter Eden, uma amiga tão incrível que se dispõe a matar aulas para ajudá-la. Azar o dela se apaixonar perdidamente justo agora, e justo por Digby, o irmão gêmeo de Eden, que é lindo, ruivo... mas comprometido.Essa luz tão brilhante é a história de uma garota que descobre uma grande força dentro de si enquanto aprende que a vida e o amor podem ser imprevisíveis, assustadores e maravilhosos – tudo junto e misturado.

O livro conta a história de Lucille, uma adolescente de 17 anos que vive um momento muito difícil e particular: precisa cuidar sozinha de Wren, sua irmãzinha de 9 anos, e de toda a casa. Lucille não apenas é responsável por cuidar da irmã, como também precisa garantir que as notas dela - e suas - se mantenham estáveis, que sempre exista dinheiro o suficiente para pagar as contas de casa e, principalmente, que ninguém descubra que as duas estão sozinhas. Que foram abandonadas.
Eu sabia que ela não estava sorrindo porque tudo ficaria bem. Ela estava sorrindo porque não ficaria, e porque não havia mais nada que ela pudesse fazer.
O pai das meninas foi levado embora depois do incidente que aconteceu em uma das noites do último verão, as pessoas não comentam mas sabem o que isso significa: que ele era louco. Depois dessa noite as coisas nunca mais voltaram ao normal, ou melhor, sua mãe não voltou mais ao normal. Ela tentou, dia após dia, até que simplesmente pegou uma mala e saiu pela porta da frente dizendo que precisava de um tempo.

Resenha: Essa luz tão brilhante

Quando a história começa já faz um mês que a mãe das meninas foi embora sem deixar rastros, ela até enviou uma pequena quantia para garantir o pagamento de algumas das contas da casa, e só. Nenhum telefonema, nenhum sinal de quando iria voltar, se iria voltar. Ajudando Lucille a lidar com toda esta situação está Eden, sua melhor amiga e bailarina que ama livros e citações, e que coincidentemente é irmã gêmea de Digby, o menino por quem o coração dela quase entra em combustão toda vez que o vê.

Digby é perfeito aos olhos de Lucille, até em suas imperfeições, mas é proibido. Porque Digby tem uma namorada, uma garota linda, inteligente e com quem ele tem planos para o futuro. E mais importante do que todo o restante: uma namorada que tem uma vida estável e segura, bem diferente do mar de instabilidade e insegurança que é a vida de Lucille no momento.
Quero perguntar porque ele está fazendo isso. Quero gritar que está acabando comigo, que precisa parar de tocar em mim se não me quer, que vou me afogar nele e que já estou me afogando.
A história se desenvolve focada na luta da protagonista para garantir uma vida normal e feliz à irmã, enquanto se divide em ser mãe, irmã, amiga e uma simples adolescente apaixonada. Acompanhamos a insistência e a força em não se deixar abater, o peso e a responsabilidade de carregar a sua vida e da irmã nas costas, e o modo como ainda assim, quando se trata de Digby, ela é simplesmente uma menina encantada pelo garoto dos sonhos, pelo garoto proibido. 

Resenha: Essa luz tão brilhante

Por causa dos problemas que enfrenta, Lucille precisa da ajuda de todos com quem possa contar e Éden e o irmão estão dispostos a fazer com que ela supere todas as dificuldades. Essa proximidade acaba aproximando cada vez mais ela e Digby, e o que antes poderia parecer um sentimento unilateral começa a tomar proporções e rumos não esperados. Mas a vida atual de Lucille já é muito confusa, e um romance problemático pode não ser a melhor das escolhas.
Explique qual é o objetivo de viver se você não estiver disposta a lutar pelas verdades do seu coração, a correr o risco de se machucar.
Essa luz tão brilhante é um livro curto e de uma leitura muito rápida e fácil, a narrativa flui e as páginas passam sem que você se dê conta. Levando em consideração a premissa do livro, é de se esperar que existam momentos de pura indignação. Acredite, eles estão lá. E não são direcionados apenas aos personagens esperados. Mas também estão lá momentos que são uma pequena lição, como Andrew, um dos vizinhos de Lucille, diz no livro: uma coisa bonita por dia.

Título original: This Raging Light
Autora: Estelle Laure
Editora: Arqueiro
Gênero: YA
Nota: 3,5

Saiba mais: Skoob | Amazon | Saraiva

Share this:

, , , ,

COMENTÁRIOS

5 comentários:

  1. Eu acho a capa desse livro de cara lindo. Faz tempo que tenho muita vontade de ler, parece ser bom :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi, Eduarda. Desde que lançaram esse livro, eu tento comprá-lo para ler. Eu amei a capa, mas o final é muito em aberto, o que me irrita e faz com que eu anseie uma continuação. Espero que a autora atenda nosso pedido.
    Beijo! Leitora Encantada

    ResponderExcluir
  3. Olá, Eduarda.
    Eu amei essa capa também, mas não tive vontade de ler ele. Li muitas resenhas negativas dele e acabei perdendo a vontade de ler. Mas é um livro que se ganhar por exemplo, eu lerie, mas acho que comprar não vou.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  4. Oi, adorei a resenha. Vc poderia fazer uma resenha de "O Segredo dos Becker"? ele é nacional, tem uma capa linda, mas infelizmente tem poucas resenhas :(.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Aih, sou doida pra ler esse livro.
    A resenha ficou muito boa, embora 3,5 desanime um pouco! Rs...
    Essa capa é maravilhosa. Simples e bonita. Chama a atenção.

    Beijos!
    Literatura Estrangeira

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!