Resenha: Lobo Por Lobo


Resenha: Lobo Por Lobo

Lobo por Lobo, da autora Ryan Graudin e lançado no Brasil pela Editora Seguinte (que cedeu um exemplar para resenha), fala sobre o quanto o sofrimento e a perda podem nos tornar forte o suficiente para mudar o mundo.
Sinopse: O Eixo ganhou a Segunda Guerra Mundial, e a Alemanha e o Japão estão no comando. Para comemorar a Grande Vitória, todo ano eles organizam o Tour do Eixo: uma corrida de motocicletas através das antigas Europa e Ásia. O vencedor, além de fama e dinheiro, ganha um encontro com o recluso Adolf Hitler durante o Baile da Vitória. Yael é uma adolescente que fugiu de um campo de concentração, e os cinco lobos tatuados em seu braço são um lembrete das pessoas queridas que perdeu. Agora ela faz parte da resistência e tem uma missão: ganhar a corrida e matar Hitler. Mas será que Yael terá o sangue frio necessário para permanecer fiel à missão?
Para começo de conversa, Lobo por Lobo se passa em uma realidade em que Adolf Hitler venceu a Segunda Guerra Mundial, e inúmeros outros fatos que não aconteceram na nossa realidade, contribuíram para que a guerra fosse vencida. A construção da história, envolvendo acontecimentos históricos, a construção deles e da época em que os personagens vivem, é realmente muito boa. O mundo inteiro ainda não está dominado pelos nazistas, mas essa é uma possibilidade que para eles cresce a todo instante. Contra a opressão de Hitler, há a resistência, se escondendo nos submundos da Alemanha e do mundo para tentar deter o Führer.
O vento lançava gelo cortante contra suas bochechas. Seu rosto estava dormente de tão gelado, mas os lobos queimavam sob sua pele. Segredos uivantes. Coisas ocultas que qualquer um poderia ouvir se chegasse perto demais. Felix e Luka... eles tinham ouvidos atentos. Yael não podia permitir que escutassem.
No meio disso tudo, e aguardando um papel chave que poderá modificar sua própria realidade e a de milhares de pessoas, há Yael. Yael é uma jovem que quando criança foi mandada em um trem com sua mãe para servir nos campos de concentração, mas por algum motivo que ela desconhece, foi escolhida por um médico para passar por experiências químicas, ou seja, uma cobaia. Sem o médico perceber, Yael adquire certas habilidades que a auxiliam a fugir daquele lugar horrível, sobreviver e mais tarde, se juntar à resistência.

Resenha: Lobo Por Lobo

A escrita da autora é envolvente e desperta a curiosidade e a vontade de continuar lendo. É muito fluída, quase poética. Isso nos faz sentir na pele de Yael muitas vezes, percebendo profundamente seu sofrimento e compreendendo seus atos e pontos de vista. Ela é uma protagonista excelente, forte e inteligente, que luta pelo que acredita e quer lutar ainda mais, ela quer salvar o mundo daquele homem que a fez passar por todas aquelas coisas ruins na vida. Para mim, é impossível não gostar da personagem, ela sempre tenta fazer o melhor avaliando a situação e se mantendo forte, não pensa somente em si mesma, mas também não é “boazinha”.
Às vezes não restava nada para o luto alimentar. Yael era uma tela em branco. Um cabide com uma pele bonita pendurada nele. Quem é você? (Por dentro?) A resposta para aquela pergunta era algo por que ela precisava lutar. Seu reflexo não era reflexo nenhum. Era um espelho estilhaçado. Algo cujas peças precisava juntar, várias e várias vezes. Memória por memória. Perda por perda. Lobo por lobo. 
Para tentar por em prática seu plano de salvar o mundo, Yael precisa participar de uma corrida de motocicletas que acontece todos os anos e cruza os domínios de Hitler e de seus aliados. Não é algo fácil, ou simples, e ela realmente precisa se preparar e saber o que está fazendo. A parte técnica é fácil para Yael, ela apenas não esperava se deparar com a parte complicada que envolve antigos participantes e uma história que ela pode encenar, mas não conhecer.

Resenha: Lobo Por Lobo

Os detalhes da corrida, dos lugares e dos personagens são muito bem descritos. Quase senti areia na boca conforme Yael passava de moto pelo deserto. E os personagens secundários têm presença forte e participações que fazem, realmente, parte do livro e contribuem para os acontecimentos e para as ações de Yael. Quer dizer, não importa se o personagem deveria ser um imbecil, a autora faz você se importar com ele de alguma forma.
Era fácil - fácil demais - fingir. Ocupar aquele espaço vazio dentro dela com outras vidas. Bernice Vogt. Mina Jager. Adele Wolfe. Garotas que nunca precisaram encarar a fumaça ou as seringas na pele. Garotas que nunca precisaram encarar os olhos do Anjo da Morte. De novo e de novo e de novo. 
Resenha: Lobo Por Lobo

Quanto à edição, a desse livro é lindíssima, não poderia imaginar uma capa melhor. Perto da original, a brasileira dá de dez a zero. A fonte é boa e facilita uma leitura rápida e fluída, as páginas são amareladas o que todo mundo adora (há). O livro tem 357 páginas, e a leitura é rapidinha porque a construção da narrativa é muito, muito boa. Querendo ou não, você fica ansiando pelo próximo volume para saber o que vai acontecer à Yael e ao mundo da realidade dela.

E aí, você também se interessa por histórias da Segunda Guerra ou realidades alternativas?

Título original: Wolf by Wolf
Autora: Ryan Graudin
Gênero: Young Adult
Editora: Editora Seguinte
Nota: 4,5

Saiba mais: Skoob | Amazon

Share this:

, , , , ,

COMENTÁRIOS

4 comentários:

  1. Oi, Camila!
    Eu me interesso tanto por histórias com Segunda Guerra e realidades alternativas!
    Eu via esse livro, mas não sabia muito do que se tratava. Até que li uma resenha e me apaixonei. Esperando sair logo tudo pra ler sem medo de ser feliz.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe das promoções em andamento e ganhe prêmios maravilhosos

    ResponderExcluir
  2. Oi Camila!
    Adoro histórias que se passam na II GM e este livro já está na minha wishlist! Que bom q curtiu a leitura, me animou ainda mais *-*
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Camila, tudo bem?
    Bom eu sinceramente não curto histórias com a temática de Guerra, ainda mais tendo o Hitler no meio, mas adoro uma realidade alternativa, ai fiquei aqui presa na loucura do gostar e não gostar ainda mais quando você transmitiu uma resenha maravilhosa... eu gostei muito da descrição da personagem e sensação que a leitura te trouxe. Xero!!

    https://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá Camila!
    Eu amei ler esse livro. Não costumo ler livros que tem o enfoque na guerra, mas sai da zona de conforto quando recebi na caixa do Turista Literário. E foi a melhor coisa que eu fiz! A leitura foi fantástica e não vejo a hora de ler a continuação.
    Beijos!

    Books & Impressions

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!