Resenha: Mentirosos - Queria Estar Lendo

Resenha: Mentirosos

Resenha: Mentirosos

A resenha de hoje é de um exemplar cedido em parceria com editora Seguinte. Mentirosos, young adult de E. Lockhart, é um suspense belamente escrito e com um final devastador, que continua conosco mesmo muito depois de finalizar a leitura.
Sinopse: Na família Sinclair, ninguém é carente, criminoso, viciado ou fracassado. Mas talvez isso seja mentira. Os Sinclair são uma família rica e renomada, que se recusa a admitir que está em decadência e se agarra a todo custo às tradições. Assim, todo ano o patriarca, suas três filhas e seus respectivos filhos passam as férias de verão em sua ilha particular. Cadence - neta primogênita e principal herdeira -, seus primos Johnny e Mirren e o amigo Gat são inseparáveis desde pequenos, e juntos formam um grupo chamado Mentirosos. Durante o verão de seus quinze anos, as férias idílicas de Cadence são interrompidas quando a garota sofre um estranho acidente. Ela passa os próximos dois anos em um período conturbado, com amnésia, depressão, fortes dores de cabeça e muitos analgésicos. Toda a família a trata com extremo cuidado e se recusa a dar mais detalhes sobre o ocorrido… até que Cadence finalmente volta à ilha para juntar as lembranças do que realmente aconteceu.
Cadence Sinclair é a neta mais velha e herdeira da família Sinclair, onde todos são bonitos e inteligentes e louros e ricos. Todos os verões, a família se reúne na ilha particular de Beechwood, onde Cady cresce ao lado dos primos, Mirren e Johnny, e do amigo Gat, um grupo nomeado de Mentirosos pelas tias. Os verões são cheios de lembranças e diversão, até o verão dos quinze.
Seja um pouco mais gentil do que precisa ser. Não aceite um mal que pode mudar. Sempre faça o que tem medo.
No fatídico verão em que os quatro tinham quinze anos, Cady sofre um acidente na praia e perde toda a memória daquele verão - ao mesmo tempo em que ganha poderosas enxaquecas. Dois anos após o acidente e depois de muito insistir com a mãe, Cady retorna a Beechwood e, com a ajuda dos seus Mentirosos, começa a reconstruir aquele verão e finalmente descobrir a verdade chocante do que aconteceu no verão dos quinze.

Chocada e profundamente triste é tudo que eu tenho para descrever como me sinto agora que terminei esse livro. Eu certamente esperava uma história forte e conforme a leitura avançava, eu criava mil e uma teorias - mas nunca adivinhei a verdade medonha. Fazia meses que eu não lia um livro como esse, que me envolveu tanto e que me fez sentir tanto.
Nós somos mentirosos. Nós somos lindos e privilegiados. Nós estamos rachados e quebrados.
Chorei durante toda a parte cinco, a verdade. Me senti profunda e pessoalmente atingida pela revelação.

Me afeiçoei rápido aos Mentirosos, mas era difícil distinguir a verdade dentro da narrativa, uma vez que as intensões dos personagens eram sempre mascaradas por palavras bonitas. Eram uma família que vivia de aparência e, como tal, aprenderam a dizer o que queriam sem usar todas as palavras. Um ponto super positivo para a autora por conseguir fazer isso.
O silêncio é um casaco protetor sobre a dor.
A história me pegou de um jeito que não achei que faria. Confesso que quando o livro saiu, eu até li uma ou duas resenhas sobre, mas nada que me empolgasse muito para ler e, quando recebi a parceria, fiquei me perguntando se tinha escolhido certo. Se eu realmente ia gostar dele. E graças a deus que escolhi ele.

Resenha: Mentirosos

Em Mentirosos nós encontramos uma história que, principalmente, fala sobre crescer. Crescer e começar a enxergar o que existe por debaixo da fachada das pessoas que amamos. Quando somos crianças nos deixamos levar pelos sorrisos, não compreendemos exatamente o que querem dizer, enxergamos apenas aquilo que eles querem que a gente veja. Mas conforme crescemos, somos capazes de enxergar o que existe por baixo, as falhas e os comportamentos inadequados que todos temos, e é isso que Cady, Johnny, Mirren e Gat passam a ver no verão dos quinze.

E conforme os quatro passam a perceber a postura hostil do avô em relação a Gat ou as constantes brigas das mães pela herança, a forma como tentam colocar um contra o outro para que se tornem o favorito do avô, aquele que tudo herdará, mais eles passam a ver que a família está corrompida, caindo aos pedaços, que precisa de salvação. Que não é possível viver de aparência - e mais importante do que isso, que não querem viver de acordo com aquela aparência.
A ilha é nossa. Aqui, de alguma forma, somos jovens para sempre.
Aos quinze anos, o quatro Mentirosos eram adolescentes confiantes, levados pelo idealismo de Gat e pelo amor feroz de Cady, pelo medo de perderem um paraíso onde não importava quem eles eram durante todo o ano, apenas quem eram em Beechwood, durante o verão. E essa é a receita perfeita para o acidente que deixa Cady sem memória e ameaça todos os anos felizes que ela teve ao lado deles todos.

A diagramação do livro também colabora bastante para uma leitura rápida e um ritmo que te instiga a querer cada vez mais. Dividido em cinco partes, indo entre o verão dos quinze e o verão dos dezessete, é difícil colocar o livro de lado. Também amei a capa prateada e o mapa + a árvore genealógica no começo, me ajudou bastante a me situar na história e como as coisas estavam acontecendo bem no começo do livro. Até porque, quando a gente chega ao fim, já se sente extremamente íntimo dos Sinclair - ou, ao menos, dos Mentirosos.

Resenha: Mentirosos

Acho que tudo que dá para dizer de Mentirosos é que temos uma história emotiva, muito bem construída, que se desenvolve a partir da capacidade humana de lidar com o trauma. Que fala de família, amor, preconceito e privilégio. Uma história de sonhos destruídos, perda irreparável e a extensão da dor e do sofrimento emocional, do que nosso corpo é capaz para nos proteger de um grande trauma. E que não importa o seu gênero narrativo preferido, pode apostar que você vai adorar!
Eu vou ficar bem, eles me dizem. Eu não vou morrer. Só vai doer muito.
Título original: We were liars
Autora: E. Lockhart
Editora: Seguinte
Gênero: Young Adult - Suspense
Nota: 5

Saiba Mais: Skoob | Amazon | Submarino | Americanas

Share this:

, , , ,

COMENTÁRIOS

17 comentários:

  1. Eu PRE-CI-SO ler esse livro! Sua resenha me deixou com a barriga doendo de ansiedade!!! kkkkkk Já li várias resenhas sobre ele, muitas pessoas me indicaram, e ele até está na minha lista para ser lido. mas ainda não encaixei nas minhas leituras. Agora acho que vou acelerar essa lista e colocá-lo a frente. Adoro livros emotivos e, principalmente, que tragam um suspense atrelado!
    Amei!
    Ótima dica!
    Beijooos

    http://www.aquelaepifania.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Passa na frente, Eliza! Não vai se arrepender.

      bjs

      Excluir
  2. Oi, tudo bem?
    Eu estou quase tendo um certo surto com essa sua resenha. Sei que Lockhart é dona de uma escrita maravilhosa, mas não sabia que era tanto assim...
    Eu com certeza pretendo ler esse livro antes que o ano acabe porque, meu senhor, eu quero saber o que acontece nessa revelação!

    Beijão,
    Vinicius
    omeninoeolivro.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menino, eu também não sabia que era tudo isso.
      Tava dando nada pelo livro. Tô acabada. Ainda tenho vontade de chorar sempre que lembro. LEIIIIA assim que puder! Não vai se arrepender.

      bjs

      Excluir
  3. Oi Bibs! Eu juro que tenho vontade de ler esse livro só por conta dessa revelação que todo mundo comenta e depois dessa resenha o livro parece ter mais emoções do que eu imaginava! Adorei a resenha!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mi!
      Quando tiver a oportunida, aproveita e lê, menina. TÃO BOM.

      bjs

      Excluir
  4. Olá!
    Eu fiquei chocada com o final do livro. Eu sinceramente não imaginava nada desse tipo, foram várias teorias e a autora me pegou de surpresa.
    Adorei a leitura, gostei bastante dos personagens e todas as lições que tiramos da história.
    Beijos!

    Books & Impressions
    Sorteio de Natal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Raissa!
      Exatamente meus sentimentos. Várias teorias para ter aquele fim que eu total não estava esperando. Sempre que penso dá vontade de chorar auhsauhsuahsuahsuahs tô rindo de nervouser viu.

      bjs

      Excluir
  5. Oi, Bianca!
    Menina, todo mundo fica impactado no final desse livro.
    Eu não li, mas já sei alguns detalhes da história porque participei de uma discussão dele no clube do livro.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do Natal Literário e ganhe prêmios maravilhosos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lu!
      Ler ele sem qualquer spoiler é uma das melhores coisas do mundo. Tem tantas teorias e aí você chega no fim, coração despedaçado, viu.

      bjs

      Excluir
  6. Oi Bianca,
    O mais legal é que a capa e título não nos passam nada do que sua resenha passou. Fiquei bem curiosa a respeito.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ale!
      Menina, leia quando tiver a chance. Quando você termina a leitura, o título faz todo sentido. E a capa é bem "genêrica", tanto a BR quanto a US, só representa os 4 mesmo, mas o nome é tudo. Nossaaaaaaaaaaaaaa.

      bjs

      Excluir
  7. Oi, bianca.
    Eu nunca li o livro mas também vi muitas resenhas sobre ele, até já quis ler mas sempre fico com aquele receio de me sentir impactada demais pela leitura, e acabar me sentindo estranha depois que ler. Eu tenho essas neuras kkk mas ainda assim quero ler o livro futuramente.
    Beijos
    http://www.leitoraencantada.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Miriã!
      Olha, eu me senti bem estranha quando terminei de ler. Passei 3 dias que eu chorava só de ver a capa do livro, foi uma reação que eu nunca tinha tido com livro. Já tive reações muito emotivas, já passei MESES lendo e escrevendo fanfic por não conseguir me desconectar do mundo, mas com Mentirosos foi diferente e eu não sei explicar. Mas foi maravilhoso. Há um tempo eu tava achando que já tinha lido os melhores livros da minha vida e fiquei triste com isso, mas a E. Lockhart me provou que eu ainda tenho muitos livros da vida para descobrir.
      Recomendo, viu! Não tenha receio, só sinta e leia :P

      bjs

      Excluir
  8. Oie
    Já li tanta resenha deste livro que eu já nem sei mais se quero ler. Acho o enredo muito curioso.

    Beijinhos
    https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nessa!
      Total indico, viu. Não vai se arrepender, faz jus as resenhas todas.

      bjs

      Excluir
  9. Eu não gosto desse livro G_G
    Eu descobri o final no meio dele, então não foi nada revelador.
    Acho bastante irritante, por sinal.
    Mas a sua resenha está muito boa e que bom que você gostou do livro.

    Abraços.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!