Resenha: O Livro do Juízo Final - Queria Estar Lendo

Resenha: O Livro do Juízo Final

Resenha: O Livro do Juízo Final

O Livro do Juízo Final, cedido em parceria com a editora Suma, é um sci-fi escrito por Connie Willis em meados da década de 90 e nos apresenta um futuro onde viagens no tempo são tão viáveis quanto viagens de avião.
Sinopse: Para Kivrin, que se prepara para um estudo de campo em uma das eras mais mortais da história humana, viajar no tempo é tão simples quanto tomar uma vacina desde que seja uma vacina contra as doenças encontradas na Idade Média. Já para seus professores, isso significa cálculos complexos e um monitoramento constante para garantir o reencontro. No entanto, uma crise de proporções inimagináveis pode colocar o futuro de Kivrin, e de todo o Reino Unido, em perigo. Seu professor mais próximo, o sr. Dunworthy, fará de tudo para resgatá-la. Mas até que ponto é possível desafiar a morte. De 1300 a 2050, Connie Willis faz um trabalho magnífico na construção de personagens complexos, densos e pelos quais é impossível não sentir empatia. O livro do juízo final é ao mesmo tempo uma incrível reconstrução histórica e uma aula sobre o poder da amizade.
Kivrin é uma estudante de história pronta para fazer o seu primeiro salto temporal. O problema é que ela está decidida a viajar para a idade média, uma época de altíssimo risco para uma viajante do tempo, especialmente uma mulher. Porém, mesmo com os protestos de Sr. Dunworthy, seu orientador, a garota segue as diretrizes da faculdade e se prepara para o salto.

E tudo deveria ocorrer sem problemas algum, não fosse o fato de que o técnico que coordenou o salto (ou viagem no tempo, como preferir) cai mortalmente doente após informar que algo saiu errado com a viagem de Kivrin. Sem conseguir falar com o técnico, temendo o pior e tendo de lidar com uma possível quarentena na Londres de 2052, Sr. Dunworthy precisa descobrir uma forma de ajudar Kivrin antes que seja tarde demais.

O Livro do Juízo Final é uma história bastante diferente daquelas que eu estou acostumada a ler, mas foi uma grata surpresa. Apesar da narrativa um pouco lenta, que me lembrou um pouco da leitura maçante que foi As Crônicas de Gelo e Fogo, a história é bastante interessante, mergulhando em detalhes e criando um ambiente vívido e muito crível.

Resenha: O Livro do Juízo Final

Connie Willis mostra uma habilidade concisa em criar personagens reais. Nem todos eles agradam, mas com certeza todos estão ali com um propósito e através de suas ações e arcos contam, aos poucos, uma história instigante que nos faz virar as páginas sempre pensando "só mais um pouco, vou ler só mais um pouco".

A minha parte preferida em O Livro do Juízo Final foi como Connie Willis tornou a viagem no tempo, um conceito que ainda é tão abstrato, em algo que pareceu tão real. A história é dividida entre o ponto de vista de Sr. Dunworthy no presente e de Kivrin, no anos de 1320 - e também a transcrição do seu "livro do juízo final", como chama suas anotações do que presencia; e foi muito legal ver que Kivrin chega a um lugar que não é exatamente o que ela espera. Muitas das informações que ela recebeu na faculdade, inclusive o inglês médio que aprendeu para se comunicar, estavam equivocadas, o que nos faz pensar em quanto da história antiga é realmente como achamos ser, e o quanto é apenas especulação.

A forma como a Kivrin encara a sua nova realidade e sua postura frente os acontecimentos entregaram uma protagonista centrada e forte e determinada. Para mim foi fácil me conectar com ela, seja pela curiosidade inerente ou pelo desejo de fazer algo que ninguém nunca tinha feito antes, a forma como ela acreditava nela mesma. É muito legal encontrar protagonistas assim.

Quando fiz meu post de primeiras impressões do livro, já tinha dito que não tinha gostado muito do Sr. Dunworthy e continuo com a mesma opinião, mas o não gostar parte daquele princípio que citei ali em cima: a Connie Willis escreveu personagens tão reais que é natural que você goste de alguns e de outros não, mas isso não muda a nossa percepção da importância deles na história ou o quanto eles contribuem, ele são apenas pessoas que você não gosta muita.

Resenha: O Livro do Juízo Final

Embora bastante diferente do que eu estava esperando - honestamente, não sei ao certo o que estava esperando também - O Livro do Juízo Final é uma história que vale muito a pena para os fãs de sci-fi e também para aqueles que estão começando a mergulhar nesse universo. Os termos são fáceis de compreender, o futuro que ela construiu é muito simples e bem explicado e no fim é como se realmente estívessemos vivendo ele.

A edição da Companhia das Letras também está um capricho só! A capa dura tem um toque suave e está simplesmente linda com o fundo de corvos e o papel prateado. A separação dos capítulos deixa bem claro quem é cada narrador sem precisar de muito esforço, assim como divide claramente o que é a transcrição do livro do juízo final de Kivrin. É um volume que a gente poderia ficar olhando por horas.

Por fim, apesar da história de Kivrin ter terminado aqui, espero poder ler a continuação, que é um volume independente, mas parece tão interessante quanto esse!

Título original: Doomsday Book, vol. 1 Oxford Time Travel
Autora: Connie Willis
Editora: Suma
Gênero: Sci-fi
Nota: 4

Gostou do livro? Adquira através dos links abaixo e ajude a manter o blog! 



Share this:

, , , ,

COMENTÁRIOS

7 comentários:

  1. Oi, Bianca!
    Menina, buguei com esse bando de ??? e agora estou curiosa pra saber quem é esse dito cujo hahahahha
    Eu tinha uma ideia completamente diferente da história, mas só de saber que tem viagem no tempo eu já quero.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  2. Oi Bibs,
    Eu não costumo ler muito sci-fi, mas acho que está na hora de sair um pouco da zona de conforto.
    O livro parece bem interessante!
    Beijos e feliz ano novo!!!
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Pela premissa do livro já vejo que é uma narrativa bem diferente do que estou acostumada a ler, não sei se leria este livro antes de ler sua resenha, mas como você gostou e também não está acostumada com este tipo de leitura, pode ser que eu também goste!

    www.estante450.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oii Bibs

    Eu não sei ainda se esse livro é pra mim. Gostyo um pouco de sci-fi, mas essa narrativa mais densa, mais maçante me deixa com o pé atrás, ando tão desanimada em ler no momento. Vamos ver se futuramente eu consigo retomar meu animo em quanto à leituras, ai quem sabe eu dou uma oportunidade à esse.

    Beijokas e um Feliz Ano Novo

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  5. Olá, Bibs.
    Essa é a primeira resenha que leio do livro. E já quero ler ele mesmo não sendo um gênero que eu goste ou leia muito. Mas a história me pareceu ser bem interessante, mesmo com a narrativa mais lenta. E já gostei de a história ter fim hehe. Assim que der vou comprar ele.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  6. Oi Bibs! Feliz ano novo pra todas vcs!
    Gosto de viagens no tempo e a premissa é interessante, mas n curto tanto sci fi nas leituras...
    A capa do livro é bem bonita msm *-*
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Bibs, lá no blog quem leu foi a Ariane, mas eu ainda quero conferir esse livro pq eu adoro uma boa ficção. Não parece um leitura muito simples, mas parece valer a pena!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!