Resenha: I'll Meet you There - Queria Estar Lendo

Resenha: I'll Meet you There

Resenha: I'll Meet you There

I'll Meet you There é um livro tocante e com dramas reais muito bem desenvolvidos. A autora Heather Demetrios me ganhou logo nas primeiras páginas, e até o fim dessa leitura foi uma grande montanha-russa de emoções.
Sinopse: Se a jovem Skylar Evans fosse uma típica garota de Creek View, seu futuro envolveria um trailer enorme, um bebê no quadril e o turno da noite no Taco Bell. Mas, após a formatura, a única coisa que fica entre Skylar e a escola de arte são três salários mínimos do verão. Skylar já consegue saborear a liberdade - isto é, até que sua mãe perder o emprego e tudo começar a desmoronar. Dividida entre seus sonhos e as pessoas que ela ama, Skylar percebe que tudo o que ela já trabalhou está na linha. Josh Mitchell, de dezenove anos de idade, tinha uma passagem diferente para longe de Creek View: a Marinha. Mas depois que sua perna é explodida no Afeganistão, ele volta para casa; um retalho do garoto cheio de atitude que ele costumava ser. O que aproxima Skylar e Josh é o trabalho no Paradise, um motel peculiar da empoeirada Highway 99, na Califórnia. Apesar das diferenças entre eles, seu isolamento compartilhado se transforma em uma amizade inesperada e, em breve, em algo mais profundo.
Skylar Evans não é uma típica garota da cidadezinha de Creek View. Se ela fosse, seu futuro seria certo e envolveria construir uma família, morar em um trailer e viver uma rotina idêntica todo santo dia. Sky vai para a faculdade e pretende deixar tudo o que não gosta nesse lugar para trás; pelo menos é a ideia. Quando sua mãe perde o emprego, as coisas ficam complicadas dentro de casa, e a indecisão quanto a deixá-la para trás parece criar um muro entre Sky e seus sonhos.

Do outro lado da moeda temos Josh, que retorna do Afeganistão depois de ter perdido sua perna e muito do que ele era antes de ir pra guerra. Um ponto em comum une esses dois personagens e suas histórias dramáticas - o motel Paradise, onde ambos trabalham durante as férias de verão. E, quem sabe, uma conexão além de um lugar.


Resenha: I'll Meet you There

Sabe quando você lê o começo de um livro e pensa "caramba, que incrível"? Essa fui eu com os primeiros capítulos de I'll Meet you There. Já conhecia esse livro de longa data por causa do amado e abençoado Tumblr e suas indicações, e aqui a garantia de leitura boa não foi falha; esse livro foi absurdamente maravilhoso.

A autora soube entregar dramas e personagens muito reais e bem desenvolvidos, duas histórias paralelas que se encontravam em meio a medos comuns e a certeza de que esses dois protagonistas tão quebrados poderiam reparar alguma coisa um no outro.
Como está o Céu hoje?", ele perguntou. Era uma coisa antiga nossa; ele perguntava como eu estava, eu respondia com a previsão do tempo correspondente ao meu humor.
Sky é fantástica. Uma garota com pé no chão que sabe se dividir entre o mundo real e os sonhos - seus sonhos são parte do seu medo, afinal, a questão financeira da mãe pode impedir que Sky vá para longe. Ao mesmo tempo, seus sonhos são seu escape; ela pretende cursar a faculdade de artes, e fazer colagens e usar seus dons artísticos ajuda a garota a escapar da realidade sufocante que sua vida se transformou desde a formatura.
Eu não sabia que havia tantas maneiras de dizer Eu Te Amo.
A mãe é inconstante, ainda abalada pelo luto, e elas têm um relacionamento bem pesado e perturbado - o tipo que te deixa rangendo os dentes de frustração, mas ao mesmo tempo traz ansiedade para que as coisas deem certo, para que se ajeitem. O crescimento desse conflito é muito importante para a protagonista, determina muito do que ela experimenta no livro e de como ela toma suas decisões.


Resenha: I'll Meet you There

Achei a Sky tão, tão madura e bem escrita. Ela é uma jovem adulta ansiosa pela faculdade, pela vida, mas também ansiosa para ajudar sua mãe e a si mesma. Sky não é do tipo que baixa a cabeça diante dos problemas, é do tipo que procura todas as soluções racionais para resolvê-los. Em meio às incertezas quanto ao futuro, ela só quer aproveitar esses últimos meses para se despedir em definitivo da cidade que nunca foi sua coisa favorita no mundo - até que percebe que Creek View pode ter mais a oferecer do que ela acreditava.
E talvez as pessoas fossem como colagens - não importa quão quebradas ou inúteis nos sentíssemos, nós éramos uma parte essencial de um todo. Nós importávamos.
Seu relacionamento com os dois melhores amigos foi maravilhosamente bem pontuado na história. Chris, um nerd apaixonado com sua ida para a faculdade - cheio de conselhos e apoio; e Dylan, mãe de primeira viagem por causa de um acidente - ela precisou deixar a escola para ter o bebê, mas não perdeu nem um pouco da sua energia vibrante e positiva. Os dois são muito importantes para a Sky. São os pilares que a sustentam quando ela nem percebe que precisa, os amigos e quase irmãos presentes por ela e para ela nos melhores e piores momentos.

Chris é uma gracinha, todo inteligente, ansioso para escapar da cidade que tem tão pouco a oferecer para sua sede por conhecimento e possibilidades - e ai tem a Dylan, o completo oposto dos dois. Ela mora em um trailer, tem um filho pequeno e um companheiro por quem é apaixonada; para ela, a vida está boa desse jeito simples. Ela não almeja grandes coisas e o livro diz que tudo bem você se sentir confortável com isso.


Resenha: I'll Meet you There

Essa história aborda pontos tão importantes do dia-a-dia que dói em mim não poder falar abertamente sobre como tudo foi mostrado tão bem; homofobia, slut-shaming, racismo, tem críticas a tudo isso dentro do desenvolvimento da história, e cada pequeno comentário sutil sobre esses preconceitos - e alguns outros que cabem dentro da trama - é bem pontuado através dos personagens. Porque são eles que enriquecem tanto esse livro.
Meu corpo estava em combustão, e eu estava desperto e era jovem e estava vivo, e foda-se tudo. Esse momento era meu.
A Heather criou personagens vivos, cheios de energia e tormenta. Ela dá espaço para problemas reais, a medos e terrores que as pessoas vivenciam todos os dias. Os personagens são coloridos, diversos e carregam muito do mundo como a gente conhece e vê; com suas qualidades e defeitos.

O meu favorito sem sombra de dúvidas foi o Josh. Ele é o outro ponto principal da história e carrega uma carga dramática bastante diferente daquela que a gente vivencia com a Sky. Josh acaba de voltar da guerra e tem no corpo e na mente muito mais do que é possível entender; ele perdeu uma perna e perdeu muito do que ele era antes de se tornar um soldado.

Josh é um protagonista sombrio, mas tem sua própria luz, tal como a Sky. Ele é bem humorado, prestativo e carismático, mas principalmente presente. Quando os dois começam a interagir, a amizade se forma através de pontos em comum e desavenças simpáticas. Eles se entendem como ninguém, o lado bom e o mal dentro de cada um. Josh vê luz na Sky, e a Sky vê no Josh o lado de Creek View que vale a pena guardar em seu coração.


Resenha: I'll Meet you There

Todo o drama da guerra e do que isso causou no Josh foi uma trama magistral. Heather nos mostra um garoto e um homem e um soldado e como isso tudo se encaixa nas perdas e nos ganhos que ele teve no Afeganistão. É difícil não se emocionar, especialmente nos capítulos individuais - diários que o Josh mantém e entrega um pouco do que viveu do outro lado do oceano.
Talvez nossa escuridão fosse necessária para que outras pessoas pudessem ver a luz.
Sua relação com os outros soldados, a amizade e a fidelidade que nasce entre eles, suas lembranças felizes e os traumas que nunca vão abandoná-lo. Josh é um personagem difícil, também. Não é o tipo de cara certinho e educado e contido. Durante a leitura, ele causou muitos sentimentos em mim, e por isso é um protagonista tão bom. Tão palpável e vívido; você lê, mas quase consegue vê-lo nas páginas do livro. Seus medos e terrores, seu coração, sua vontade de fazer a coisa certa e consertar o que está ao seu alcance; Josh é trágico, mas igualmente esperançoso.

Eu amei tanto as interações entre os dois. Foi uma montanha-russa de emoções, definitivamente. Começou devagar, simples, através de sorrisos e olhares, mas dá pra sentir como os sentimentos crescem conforme as páginas avançam - do lado de Sky, existe a hesitação e a incerteza. De Josh, o medo e os traumas.
Eu só vejo ela, e de repente é como se pudesse respirar depois de tanto tempo prendendo a respiração.
Por isso e por tantas outras razões esse casal foi tão maravilhoso de acompanhar; duas almas quebradas que não poderiam se consertar completamente, mas que podem se completar com o tempo. A esperança não é de final feliz, mas de momentos inesquecíveis e a promessa de uma coisa muito boa para o futuro deles. O livro sustenta a incerteza e o medo e constrói um ship apaixonante. E o mais legal é que a história não gira em torno do romance. O romance gira em torno dessas duas histórias.


Resenha: I'll Meet you There

E que final, senhoras e senhores. Foi uma das cenas mais lindas e bem escritas que já tive a alegria de ler.
Tão próximos das estrelas, qualquer coisa parecia possível.
I'll Meet you There se tornou não só um dos meus livros favoritos da vida. Mostrou perdas e ganhos, horrores e superações. Essa história bagunçou meu coração da melhor maneira e garantiu seu espaço dentro dele.

Título original: I'll Meet you There
Autora: Heather Demetrios
Editora: Square Fish
Gênero: Romance / Drama
Nota: 5 +


GOSTOU DO LIVRO E QUER AJUDAR A MANTER O BLOG? ENTÃO COMPRE PELOS NOSSOS LINKS!

Skoob  |  Amazon

Share this:

, , ,

COMENTÁRIOS

24 comentários:

  1. Oii Denise!
    Adorei conhecer o livro, mas eu nunca li livros em inglês deve ser uma experiência bacana e o enredo parece bom tbm, a capa me chamou bastante atenção, vou anotar ele na listinha, vai que um dia surge uma oportunidade né?
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aline!
      A narrativa é bem fácil de acompanhar, pode ser uma boa pedida pro seu primeiro livro em inglês! *--*
      Que bom que gostou! Procure sim, vale muito a pena.

      Beijos.

      Excluir
  2. Nossa, parece ser um livro/história rica em conteúdo, temas que precisamos ver e ler mais.. É muito bom ver que os livros estão agora abordando mais esses temas que uma vez poderiam ser até polêmicos ou problemáticos..

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Monique!
      É uma história perfeita, do começo ao fim. De causar todo tipo de emoção <3

      Beijos.

      Excluir
  3. OI Denise!
    Eu não tenho costume - ainda - de ler em inglês, mas me senti muito tentada a ler essa obra, parece ser incrível! Pela capa eu juro que não daria muita coisa, mas achei a história meio diferente e parece ser um livro bacana Os Delírios Literários de Lex

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aléxia!
      Se quiser se arriscar, esse livro é perfeito pra começar nas leituras em inglês. A narrativa da autora é bem fácil e não tem palavra complicada. Certeza que tu vai amar *-*

      Beijos.

      Excluir
  4. Oi Denise, parece ser um livro bem bacana, curti a sua dica
    Blog Entrelinhas

    ResponderExcluir
  5. Oi Denise!
    Gostei bastante da história e todo o drama presente na vida dos personagens, como apesar de eles terem histórias complicadas eles ainda tem alguma luz. O desenrolar da história também parece muito bom. Nunca li um livro completo em inglês mas quem sabe não tento.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Catarina!
      Histórias que desenvolvem bem os dramas dos personagens aproximam a gente deles, ai torna tudo mais agradável de acompanhar. I'll meet you there é exatamente esse tipo de trama <3
      O inglês da Heather é bem fácil, tu acompanha de boas!

      Beijos.

      Excluir
  6. Oi, De
    Me animei muito com o enredo da trama, acho que é o tipo de livro que eu leria com toda certeza e até pediria por mais. É tão bom vermos personagens que mesmo com problemas conseguem imaginar uma luz no final do túnel, e percebi isso nos dois protagonistas.
    Eu fiquei até ansiosa pelo livro mas não sei se ele fora lançado aqui no Brasil, foi?
    Beijos
    http://www.suddenlythings.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mi!
      É o tipo de livro que tu ia amar, com certeza! Os personagens são imperfeitos e, ainda assim, tornam a trama perfeita.
      Não foi lançado aqui no Brasil, pois é :/ nem vi notícia de compras de direitos, infelizmente. Mas quem sabe em algum momento não trazem pra cá!

      Beijos.

      Excluir
  7. Oi Denise.
    Não conhecia essa história, mas fiquei super curiosa!
    Adorei a ideia da história entre Sky e Josh se entrelaçarem. Ambos tem muita coisa a pensar e decisões a tomar.
    Espero ter a oportunidade de ler esse livro.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Pamela!
      Esse é o tipo de livro que eu vou indicar com todas as forças porque é amor DEMAIS, tu termina com um sorriso enorme no rosto.

      Beijos.

      Excluir
  8. Não é o tipo de livro que, pela resenha, chama a minha atenção, mas a capa é lindíssima =D

    Beijão
    Toca da Lebre
    Universo DC 52

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dora!
      Ahhh que pena :/ mas sim, a capa é maravilhosa!

      Beijos.

      Excluir
  9. Oi, Denise.

    📚 Acho que a Sky e o Josh por estarem passando por momentos difíceis, dividindo-os, por terem que enfrentar o medo, tendem a entender um ao outro.

    Mas por um outro lado, é reconfortante a Sky poder contar com pessoas tão maravilhosas como seus amigos!

    Espero que alguma editora compre os direitos autorais desse livro! ❤ Faz o maior tempão que eu tô querendo ler ele! 💙

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Daiane!
      É exatamente isso. Apesar dos momentos difíceis, os dois aprendem a deixar esses 'demônios' pra trás pra poder seguir em frente e construir um presente e um futuro com esperança.
      Espero que alguma editora traga pra cá, sim! Merece ser muito lido.

      Beijos.

      Excluir
  10. Oi, Denise!
    Pela sua resenha, esse parece ser um livro com muito conteúdo. Com uma trama bem rica e profunda. Fiquei bem curiosa para saber mais do livro e vou colocar na minha lista.
    Não sou acostumada a comprar livros em inglês, porque todos eles são tão caros por aqui ): mas quando puder, vou dar uma boa olhada nesse!
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mari!
      SIM, é bem isso. Apesar de ser um NA, é tão complexo e profundo quanto bons livros de fantasia ou scifi. Os personagens têm muitas camadas e é maravilhoso acompanhar o desenvolvimento deles.
      Esse livro costuma estar bem baratinho na Amazon, fica de olho que a capa comum dele tava 25 reais esses dias :D

      Beijos!

      Excluir
  11. Oi Denise,

    Nossa, tua resenha me deixou muito curiosa para ler esse livro. Fiquei super interessada e acho que, apesar de toda a carga emocional, vou me encantar!
    Não conheço a autora, mas deve ser fabulosa!
    Já tem publicação em português?

    Beijos
    http://espiraldelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      AAAAAAAAAA que ótimo. Quero indicar esse livro pro mundo pra sempre, ele merece ser lido.
      Não foi publicado aqui no Brasil e nem teve os direitos vendidos, infelizmente :/ mas o inglês é fácil de acompanhar, caso queira ler!

      Beijos.

      Excluir
  12. Eu confesso que até que gostei muito da história do livro mas eu infelizmente não sei ler em inglês então fica muito complicado para mim espero que alguma Editora se interessa em publicar esse livro aqui no Brasil

    ResponderExcluir
  13. Nem li o livro e já fiquei encantada só de ler essa resenha. Gosto de histórias que mexem com a gente de uma forma positiva, nos fazendo pensar no que faríamos se estivéssemos na mesma situação dos personagens!! Sky e Josh vivem conflitos internos e precisam superar o que passou com eles, vejo nos dois grandes personalidades! Lerei esse livro assim que tiver oportunidade!!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!