Li Até a Páginas 100 e... #73 - Atormentada - Queria Estar Lendo

Li Até a Páginas 100 e... #73 - Atormentada

Li Até a Páginas 100 e... - Atormentada

Autora: Jeannine Garsee
Editora: Jangada
Número de Páginas: 367

PRIMEIRA FRASE DA PÁGINA 100:

"- O que você estava fazendo naquele túnel, afinal?"

DO QUE SE TRATA O LIVRO?


É a história da Rinn, uma garota que tem transtorno bipolar e, após uma tentativa de suicídio e o divorcio dos pais, se muda para a pequena cidade onde a mãe cresceu. Porém, coisas estranhas começam a acontecer na escola dela - que dizem ser assombrada por um fantasma chamado Annaliese - mas essas coisas só acontecem aos amigos dela. Então ela precisa descobrir porque não é afetada por nada do que está acontecendo, sem saber realmente se é real ou alucinação causada pelo seu transtorno.

O QUE ESTÁ ACHANDO ATÉ AGORA?

Honestamente, a história é bem interessante, o mistério mantém a gente instigada a continuar, mas todos os personagens são muito babacas, MUITO. E a autora parece não saber a diferença entre esquizofrenia e transtorno bipolar. Eu também estava pronta para relevar algumas coisas, já que o livro é de 2012, mas tem algumas coisas que é como se a autora quisesse se mostrar mente aberta, mas na verdade é só preconceito maquiado.

O QUE ESTÁ ACHANDO DA PERSONAGEM PRINCIPAL?

A Rinn, quando está sozinha, com a mãe ou o Nate, é bem OK. Não gosto, mas também não desgosto. Mas quando ela está com as amigas, me irrita muito. A reação dela a ser provocada e as maldades das garotas é muito irritante, em especial porque não bate com a personalidade ou com as coisas que ela pensa e conta para o leitor - já que é em primeira pessoa. Ela não tem muita atitude e eu tenho problemas com personagens em que as coisas só acontecem a eles, e eles não sabem reagir a altura.

MELHORES QUOTES (ATÉ A PÁGINA 100):

Marquei nenhuma, gente. Não acho que vai ser um livro muito memorável.

VAI CONTINUAR LENDO?

Vou sim, porque me recuso a abandonar mais um livro. E também porque o mistério, eu quero descobrir o que está acontecendo, se isso tem a ver com o transtorno ou o que. E eu quero muito saber a história da Annaliese.

ÚLTIMA FRASE DA PÁGINA 100:


"- Se as suas "amigas" - minha mãe enfatiza a palavra, irritada - são mesmo suas "amigas" - ah, Deus, ela está fazendo isso de novo -, então, porque não podem aceitar Cecilia? Porque alguém sempre - sua voz sobe de tom e volume - tem que ser deixado de lado?"

Share this:

, , , ,

COMENTÁRIOS

5 comentários:

  1. Ooi! Poxa, a história parecia até interessante, mas é pessimo quando a autora quer tratar de temas assim e acaba revelando preconceitos :( Espero que até o final do livro as coisas melhorem um pouco. Os Delírios Literários de Lex

    ResponderExcluir
  2. Hey Bibs! Tudo bem?
    É bem chato quando um personagem se contradiz tanto né? Não conhecia o livro.
    Obrigada pelo comentário lá no blog.
    Volte sempre!

    ~ miiistoquente

    ResponderExcluir
  3. Olá, Bibs.
    Eu li esse livro tem um tempão já e lembro que na época gostei muito e ficava na dúvida se o que estava acontecendo era real ou se era paranoia dela. Mas não acho que era muito crítica na época porque nem me liguei nesses pontos que você citou hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  4. Oi, Bibs!
    Socorro que fiquei agoniada demais com essa capa. Misericórdia, senhor!
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  5. Oi, Bianca
    Eu fico indignada com personagem que tá sendo humilhado ou provocado mas não consegue bater de frente, dá vontade de entrar na história e dá um cascudo neles. Espero que a leitura melhore, acho que faltou desenvolvimento né? Eu gostei muito da capa.
    Beijos
    http://www.suddenlythings.com/

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!